Grace to You Resources
Grace to You - Resource

Conhecer a Deus, e tudo que Ele revelou sobre Si mesmo, é a maior busca da vida. Provérbios 9:10 diz, “O temor do SENHOR é o princípio da sabedoria, e o conhecimento do Santo é prudência.” Uma pessoa sequer começa a ser sábia até conhecer a Deus, e não tem nenhum entendimento até ter conhecimento do santo. Em João, capítulo 17 versículo 3, nosso Senhor, em Sua oração grandiosa, disse que veio para dar vida eterna, e que a vida eterna era “que te conheçam a ti, o único Deus verdadeiro.” Conhecer a Deus é o maior objetivo na vida de uma pessoa; por isso Jesus veio ao mundo, para conhecermos a Deus. Esse é um sinônimo para a vida eterna. Pessoas muitas vezes perguntam o que é vida eterna, é simplesmente conhecer a Deus – conhecê-Lo intimamente – fazer parte de Sua natureza e vida.

O homem mais sábio que já viveu recebeu boas instruções de um homem que deu evidencia, às vezes, de não ser muito sábio, e era Davi, dando instruções a Salomão. Às vezes o que Davi dizia era muito sábio. Em 1 Crônicas, capítulo 28, versículo 9, Davi diz ao seu filho, “Tu, meu filho Salomão, conhece o Deus de teu pai e serve-o de coração integro e alma voluntária.” Bom conselho. Salomão, conheça a Deus. E quando conhecer, serve-o com a alma voluntária, com o coração integro, “porque o SENHOR esquadrinha todos os corações e penetra todos os desígnios do pensamento. Se os buscares, ele deixará achar-se por ti; se o deixares, ele te rejeitará para sempre.”

Pedro disse, “crescei na graça e no conhecimento de nosso Senhor e Salvador Jesus Cristo.” Em 2 Tessalonicenses 1:8, diz que o Senhor virá “em chama de fogo, tomando vingança contra os que não conhecem a Deus.” Conhecer a Deus, você vê, é o centro da existência. Conhecer a Deus é a maior busca da vida. Conhecer a Deus é tudo, e então conhecer tudo que está revelado sobre Ele nas páginas desse livro. Conhecer a Deus não é só a maior busca do homem, mas conhecer a Deus é o maior propósito de Deus. Ele não só quer que nós O conheçamos, mas Ele coopera do lado Dele. Deus deseja que nós O conheçamos. A Bíblia é tão explicita quanto a isso. Em Oséias capítulo 6, em outro contexto, onde Deus, através do profeta, está repreendendo Israel por sua hipocrisia – eles estavam atuando no sistema sacrificial com corações completamente longe de Deus – e ele diz isso em Oséias 6:6, “Pois misericórdia quero, e não sacrifício, e o conhecimento de Deus, mais do que holocaustos.” Mais do que qualquer coisa externa, Deus quer que nós O conheçamos. As pessoas têm que conhecer a Deus, e Deus deseja isso, esse é o sentido da vida. Essa é a nossa maior busca e o maior propósito de Deus em nós.

Estava tentando pensar em alguma maneira para lhe mostrar visualmente o quão importante é para Deus que nós o conheçamos. E veio a minha mente que o profeta Ezequiel saiu para revelar a gloria de Deus. No primeiro capítulo de Ezequiel nós encontramos a visão de Deus, e você pode olhe ver isso por apenas um minuto; Ezequiel capítulo 1 começa com Deus. Diz, “Aconteceu no trigésimo ano, no quinto dia do quarto mês, que, estando eu no meio dos exilados, junto ao rio Quebar, se abriram os céus, e eu tive visões de Deus.” Ezequiel começa sua profecia falando sobre essa visão de Deus que ele teve. Então vamos para o final do livro de Ezequiel – não precisa ir até lá – simplesmente diz em 48:35, a última frase do livro, “O SENHOR está ali.” Começa com a visão que Ezequiel tem de Deus, e termina com o Deus eterno reinando em seu trono eterno em Seu reino eterno. Ezequiel apresenta a Deus em 1:1 e termina com Deus em 48:35, e sabe, tudo entre esses dois textos enfatisa no caráter de Deus.

Bom, enquanto eu olhava esses dois extremos do livro de Ezequiel, pensei, “O que será que está no meio que Ezequiel fica martelando,” então estudei um pouco Ezequiel, e descobri uma coisa muito importante sobre o que Deus quer que eu e você saibamos. Vamos olhar para o capítulo 6 juntos. Quero que você me siga. Ezequiel capítulo 6 versículo 7, e eu vou ler uma frase desses versículos, e as vezes estará no começo do versículo, as vezes no meio e as vezes no final, e eu só vou ler. Versículo 7: “para que saibais que eu sou o SENHOR.” Versículo 10: “Saberão que eu sou o SENHOR.” Versículo 13: “sabereis que eu sou o SENHOR.” Capítulo 7, versículo 4, final do versículo; “Sabereis que eu sou o SENHOR.” Versículo 9: “Sabereis que eu, o SENHOR.” Alem disso – e podemos estar pulando alguma coisa no meio – vá ao capítulo 11, versículo 12: “e sabereis que eu sou o SENHOR.” Capítulo 12, versículo 16: “e saberão que eu sou o SENHOR.” Versículo 20: “e sabereis que eu sou o SENHOR.” Capítulo 13, versículo 9: “Sabereis que eu sou o SENHOR Deus.” Quatorze: “e sabereis que eu sou o SENHOR.” 21: “e sabereis que eu sou o SENHOR.” 23: “e sabereis que eu sou o SENHOR.” Capítulo 14:8: “e sabereis que eu sou o SENHOR.”

Tem uma mensagem em algum lugar aqui, pessoal. Estão entendendo? Capítulo 15, versículo 7: “e sabereis que eu sou o SENHOR.” Indo mais adiante para o capítulo 20, versículo 12: “para que soubessem que eu sou o SENHOR” Versículo 20: “para que saibais que eu sou o SENHOR, vosso Deus.” 26: “a fim de que soubessem que eu sou o SENHOR.” 38: “e sabereis que eu sou o SENHOR.” 42: “Sabereis que eu sou o SENHOR.” 44: “Sabereis que eu sou o SENHOR.” Agora isso nos leva até o 21 – 22:16: “e saberás que eu sou o SENHOR.” 24:24: “sabereis que eu sou o SENHOR Deus.” 24:27: “e saberão que eu sou o SENHOR.” Bom, não vou ficar repetindo. Mas isso continua e continua e continua e continua até o final do livro. Eu nem contei quantas vezes, mas só olhando o capítulo 39 vejo duas vezes, uma no capítulo 38, e isso continua até o capítulo 40, e então Deus aparece no seu Reino glorioso. É uma grande profecia para saber que Eu sou o SENHOR.

Agora, o que é que Deus está tentando nos dizer? Ele quer que nós O conheçamos. Esse é o desejo de Deus para o homem. Deus não está se escondendo. Deus não é um tipo de coelho da páscoa cósmico, escondendo-Se em um arbusto, e nós ficamos correndo e Ele dizendo – “ta ficando quente.” Deus não está tentando se esconder. Deus se revelou, Ele quer que nós o conheçamos, e esse é o maior propósito na vida do homem.

Como podemos conhecê-Lo? Como podemos conhecer a Deus? Bom, sabe, o profeta diz. “Se me buscar com todo o seu coração, com certeza me encontrará,” não foi? Salomão deu uma informação sábia em Provérbios 2:3. Ele disse, “e, se clamares por inteligência, e por entendimento alçares a voz, se buscares a sabedoria como a prata e como a tesouros escondidos a procurares, então, entenderás o temor do SENHOR e acharás o conhecimento de Deus.” Salomão disse, “Só existe uma maneira para conhecer a Deus, e é fazendo isso a busca da sua vida.” Se você está buscando dinheiro, se está buscando sucesso, se está buscando alguma outra coisa, não descobrirá tudo que podemos saber sobre Deus. Mas, ele diz: “Meu filho, se buscar Deus como a prata, e buscar Deus como um tesouro escondido, encontrará o conhecimento Dele.” Deus quer que nós o conheçamos. Deus quer que nós o busquemos. E é por isso que estamos fazendo esse estudo, para conhecermos a Ele melhor; para eu ajudá-lo a conhecê-Lo melhor.

Agora, vamos ao nosso esboço. Já respondemos as duas primeiras perguntas, Ele é, e quem Ele é, e estamos na pergunta três agora, como Ele é? Como Deus é? Agora, dizemos que Deus é definido para nós na Bíblia em termos de certos atributos ou características, e a definição de um atributo é essa: um atributo é qualquer coisa que é verdade sobre Deus – qualquer coisa que é verdade sobre Deus. Os únicos que podemos discutir são os revelados na Escritura. Quantos atributos que eu disse que Deus tem? Lembram? Quantos? Um numero infinito. Não tem como os numerar. Só existem alguns que foram revelados aqui, e de todos que foram revelados aqui, vamos escolher alguns, para melhor entender a Deus.

Agora, o que já estudamos? Numero um: estudamos que Deus era imutável. Isso significa que Ele não muda e não pode mudar – Deus nunca muda. A segunda coisa que estudamos: Deus é onipresente. Isso significa que Ele está em todos os lugares ao mesmo tempo com consciência total. A terceira que estudamos no ultimo dia do Senhor: Deus é onipotente. Isso significa que Ele é todo poderoso. Ele pode fazer qualquer coisa, Ele pode fazer qualquer coisa com a mesma facilidade de fazer qualquer outra coisa, e Ele faz o que Ele quiser. Deus não muda, está em todos os lugares todo o tempo, e é todo poderoso.

Agora, hoje eu quero compartilhar com vocês outros dois atributos do caráter de Deus. O quarto: Ele é onisciente. Isso simplesmente quer dizer que Ele sabe tudo. Deus sabe tudo – tudo. Em Salmos 147:5, a Bíblia diz, “o seu entendimento não se pode medir.” Isso quer dizer que é sem limite. Seu entendimento é infinito. Ele não só sabe o que é possível saber, Ele sabe o que é impossível saber. Primeira Timóteo 1:17 O chama de “Assim, ao Rei eterno, imortal, invisível, Deus único, honra e glória pelos séculos dos séculos. Amém!” Judas 25 O chama de “o único Deus sábio.” Romanos 16:27, Paulo O chama, “ao Deus único e sábio.” Ele não é só sábio, Ele não só sabe tudo, mas Ele é o único que sabe o que sabe. Agora, os anjos sabem muito, mas não sabem o que Deus sabe. E você e eu sabemos de algumas coisas – ninguém sabe o mesmo tanto que Deus – sem comparação, sabedoria e entendimento e conhecimento infinito.

Sabia que Deus nunca aprendeu nada? Quando você ora, você não fala, “Agora, Deus, eu quero lhe informar sobre minha sogra que está doente.” “Ah – eu vou escrever isso.” Não. Não, você não deu a Ele nenhuma informação que Ele precisa. Ele precisava saber que você se importa, e Ele escolhe operar pela sua oração, mas não existem surpresas com Deus. Ele nunca aprendeu nada. Quem iria lhe ensinar? Isaias 40:13: “Quem guiou o Espírito do SENHOR? Ou, como seu conselheiro, o ensinou?” Quem ensinou a Deus? Claro que ninguém. Romanos 11:34, Paulo diz: “Quem, pois, conheceu a mente do Senhor? Ou quem foi o seu conselheiro?” Ninguém. Quem ensinou a Deus? Ninguém. Deus sabe tudo.

Agora, pessoal, quando paramos para pensar, aqui sentados, e a maioria de nós conhecemos e amamos o Senhor Jesus Cristo, a maioria de nós conhecemos a Deus. Você já parou para perceber que o fato mais incrível da onisciência de Deus é que Ele nos conhece, e nós ainda estamos aqui? Sim, isso é incrível. Deus sabe de tudo e ainda nos ama. Incrível. Quando você coloca o atributo que eu vou mencionar daqui a pouco, Sua santidade – Deus odeia pecado, Deus sabe tudo – e então tente entender como entrou em Sua presença, então vai chegar a outro atributo: amor. Deus sabe tudo, e mesmo assim nos redimiu.

Você diz, “Por que?” Isaias 48 explica tudo para nós. Isaias 48:8, ele diz: “Tu nem as ouviste,” não Me ouviu. “nem as conheceste, nem tampouco antecipadamente se te abriram os ouvidos,” você nunca Me ouviu. Desd o começo, quando fiz o homem, eles nunca me ouviram. “porque eu sabia que procederias mui perfidamente e eras chamado de transgressor desde o ventre materno.” Deus diz, “Eu sabia que você era pecador desde o ventre.” Quando que uma pessoa se torna pessoa nos olhos de Deus? Está bem claro na Bíblia, já no ventre. “Por amor do meu nome, retardarei a minha ira e por causa da minha honra me conterei para contigo, para que te não venha a exterminar. Eis que te acrisolei, mas disso não resultou prata; provei-te na fornalha da aflição. Por amor de mim, por amor de mim, é que faço isto; porque como seria profanado o meu nome? A minha glória, não a dou a outrem.” Deus está olhando, e Ele sabe tudo. “Eu conhecia você – sabia que você era podre desde o começo. Sabia que era um transgressor desde o ventre e eu odeio o pecado, mas mesmo assim te salvei. Por quê? Não por você, mas porque quero mostrar para o mundo outro dos meus atributos, e esse é o atributo do amor; e para os anjos outro, o atributo de sabedoria, por Minha causa.”

Pessoal, a maravilha das maravilhas para mim é que Deus sabe de tudo e ainda me ama. Nada está escondido de Deus. Sabia que Deus sabe tudo sobre o seu corpo? E os cabelos da sua cabeça são numerados. Para alguns de vocês isso é fácil. Tudo sobre você, Deus sabe. Você diz, “Porque Deus” – porque Deus iria se incomodar em contar meu cabelo? Ele não precisava contar; Ele intrinsicamente sabe. Deus não está fazendo isso para provar algo, indo para todos os lados com um livro de registros sobre cabelo. Tudo que é, Ele sabe; ele não precisa aprender ou descobrir. Ele sabe. Ele conhece o seu corpo. Mas você sabe de algo? Ele conhece alem do seu corpo; seu corpo é transparente para Deus. Em Apocalipse 2:23 Ele diz: “eu sou aquele que sonda mentes e corações.” Seu corpo não cobre nada. Ele vê seu coração e sua mente tão bem quanto Ele vê seu lado de fora. As nuvens, a escuridão, a noite não são coberturas para Ele. A noite não é uma cortina para Deus. Em Salmos 139:12 está escrito, “até as próprias trevas não te serão escuras.” Eu suponho que a aformação “os homens amam a escuridão ao invés da luz, porque seus atos são maus” tem alguma coisa a ver com o fato que a maioria dos pecados são feitos em lugares mau iluminados. Mas certamente é um lugar totalmente iluminado pela onisciência de Deus. A noite não esconde nada de Deus.

Sussurros não são silenciosos no ouvido de Deus. Salmos 139:4 diz: “Ainda a palavra me não chegou à língua, e tu, SENHOR, já a conheces toda.” Deus ouve seus sussurros como se fossem altos. Você diz. “E os meus pensamentos?” Ouça, sua mente não consegue ter o menor pensamento fora do conhecimento de Deus. Isaias 66:18: “Porque conheço as suas obras e os seus pensamentos.” Jesus, em João capítulo 2, deu evidencia que Ele era Deus quando disse que ninguém precisava lhe dizer o que estava no coração do homem, Ele sabia o que estava naquele homem. Quando Jesus confrontou Nicodemos, Nicodemos fez uma pergunta com sua boca, outra em sua mente, e Jesus respondeu a que estava em sua mente que ele nunca perguntou com seus lábios. Não existe um lugar secreto em sua casa, ou um lugar secreto no mundo que você possa ir, que lhe esconda de Deus. Mesmo capítulo, Isaias 66, mesmo versículo: “Porque conheço as suas obras.” Ele conhece. E me ouça, tudo que Ele sabe está certo, porque de acordo com Deuteronômio 32:4, Ele é chamado de Deus da verdade. É impossível Ele mentir. Ele nunca cometeu um erro. Ele não pode errar. Ele sabe tudo, e sabe tudo certo e verdadeiramente – tudo.

Você diz, “Bom, mas estou contando com Oséias 13:12, fiz desse versículo minha vida. Ele diz, ‘As iniqüidades de Efraim estão atadas juntas, o seu pecado está armazenado.’ Tenho esperança nisso. Espero que tenha algumas coisas que Ele não saiba.” Me desculpe por isso. Você diz, “O que esse versículo quer dizer? Eu sei que algumas pessoas dizem que isso quer dizer que Deus não sabe todos os pecados.” Deus sabe tudo. A Bíblia deixa isso claro. Em todo os lugares que lemos sobre o caráter de Deus é óbvio que Ele sabe tudo. Você diz, “Bom, o que esse versículo quer dizer?” Bom, certamente não é uma contradição. Quer dizer isso: “As iniqüidades de Efraim estão atadas juntas, o seu pecado está armazenado.” Isso é, naquele momento, seu pecado está guardado para um julgamento futuro. É o plano divino de pagar depois – peque agora, pague depois.

Isso mesmo. Você sabe, você olha – as vezes parece que as pessoas de Deus estão com mais stress do que as pessoas sem Deus, não é? Porque às vezes as pessoas sem Deus tem prosperidade? Eles não prosperarão para sempre. Talvez como Efraim, seu pecado é para um tempo oculto, guardado até o dia do julgamento no futuro. Esse é o significado de Romanos, capítulo 2, versículos 5 e 6, quando Paulo diz, “Mas, segundo a tua dureza e coração impenitente, acumulas contra ti mesmo ira para o dia da ira e da revelação do justo juízo de Deus.” Em outras palavras, você está pecando, e acumulando um arsenal de pecado para um dia futuro: “que retribuirá a cada um segundo o seu procedimento.” Existe um dia no futuro em que o julgamento virá, e esse pecado que está escondido, ou armazenado será desmascarado, e punido.

Deus sabe tudo – tudo. E isso nos leva a uma nota de rodapé. Outro atributo de Deus que encaixaremos aqui, ‘porque não temos tempo para cobrir todos, é o atributo da sabedoria. Agora, me ouça: o que é sabedoria? Lhe darei uma definição simples. Sabedoria é onisciência agindo com uma vontade santa. É onisciência agindo com uma vontade santa. Se Deus sabe tudo, então tudo que Ele faz é absolutamente sábio. Se Ele sabe o fim desde o início, então Ele sabe todos os passos no meio. Se Deus sabe que isso é quem você é, e isso é quem você será, você talvez não entenda o que está acontecendo no meio, mas ele entende. E está tudo certo. Se Ele tem conhecimento perfeito, Ele tem sabedoria perfeita. Onisciência pratica – Ele sabe tudo – tudo.

Sabe, podemos ter muitas ilustrações da sabedoria de Deus. Podemos olhar para criação – tudo desde o macrocosmo do universo até o microcosmo da vida – e vemos sabedoria. É absolutamente incrível o quão sábio Deus é – incrível – sabedoria. Tem como imaginar como Deus construiu todo o universo, os componentes que vão alem de números, e que todas as coisas funcionam em harmonia com todas as outras coisas, para trazer exatamente o que Deus pretendeu? Incrível. E todo resultado é perfeitamente de acordo com Sua sabedoria. A criação de Deus é um monumento da Sua sabedoria. Salmos 104:24 diz, “Que variedade, SENHOR, nas tuas obras! Todas com sabedoria as fizeste; cheia está a terra das tuas riquezas.” A sabedoria de Deus – vemos como todas as coisas trabalham juntas de acordo com Efésios 1:11, de acordo com Sua vontade.

Então temos que concordar que a redenção é um ato de sabedoria. Deus pegou os que não eram fortes, e não eram nobres, e não eram inteligentes, e os fez Seu povo, e confundiu os fortes, e confundiu os sábios, e confundiu os nobres do mundo; estudamos isso em 1 Coríntios 1. E então Deus pega a igreja, de acordo com Efésios 3:10, os coloca em evidência perante os anjos, para os anjos verem o quão sábio Ele é. A sabedoria de Deus, meus amigos, é vista em nossa redenção nós que somos Sua igreja.

Deus é sábio. Deus sabe tudo. Quais são as lições praticas disso? Deixe eu explicar. Qual é a coisa pratica para um Cristão, primeiramente? O que isso faz para mim, saber que Deus é sábio e sabe tudo? Numero um: é um grande conforto para mim saber que Ele sabe tudo. Você diz, “Por que?” Bom, em primeiro lugar, é bom saber que Ele me conhece. Ele teria que saber tudo para me conhecer; Eu não sou tão significativo no universo. Você já pensou, “Bom, imagino se Ele sabe que estou aqui?” Imagino que existem algumas pessoas que estão pelo mundo, e não são famosas ou nada assim; e devem checar de tempo em tempo e dizer, “imagino se Ele realmente sabe que eu estou aqui. Eu não faço muito barulho ou coisa assim.”

Sabe, existiam algumas pessoas assim no tempo de Malaquias. Deus estava proferindo julgamento ao povo, e o profeta Malaquias estava com dificuldades. E existia um grupo de pessoas que estavam juntas, e ficaram com medo, e diziam, “Sabe, talvez vamos nos afogar nesse julgamento. Talvez Deus esqueça e comece a bater em todos. Será que Ele lembra de nós?” E em Malaquias 3:16, está escrito: “Então, os que temiam ao SENHOR falavam uns aos outros;” Eles estavam falando bastante. “Sabe, isso está ficando ruim – será que Deus sabe que estamos aqui.” “o SENHOR atentava e ouvia; havia um memorial escrito diante dele para os que temem ao SENHOR e para os que se lembram do seu nome. Eles serão para mim particular tesouro, naquele dia que prepararei, diz o SENHOR dos Exércitos; poupá-los-ei como um homem poupa a seu filho que o serve.”

Deus tem um livro, meus amigos, e Ele não esquece quem está lá. Isso não é bom de saber? Eu fico feliz que Ele sabe tudo. Ele conhece o John MacArthur e Ele sabe que eu conheço Jesus Cristo, e então Ele sabe que eu pertenço a eesse livro. Alias, Ele sabia disso há tanto tempo atrás que Ele escreveu meu nome lá antes do mundo começar. É um conforto para mim saber que Deus sabe tudo – saber que não existe absolutamente nada fora do conhecimento de Deus. Ele me conhece, e sabe que eu pertenço a Ele. Isso é um conforto. Em Salmos 56, versículo 8 – Eu amo isso: “Contaste os meus passos quando sofri perseguições; recolheste as minhas lágrimas no teu odre?” Poderia ser uma afirmação ao invés de uma pergunta. “recolheste as minhas lágrimas no teu odre.” Sabe, no Oriente onde os pranteadores vinham – isso era uma coisa normal – todos choravam. Alguns dos pranteadores recolhiam suas lágrimas em odres. Você pagava o pranteador. Acho que era um jeito de provar que fez seu trabalho – dar uma garrafa com suas lágrimas – pegar seu dinheiro. Mas eles tinham pranteadores que vinham para chorar. E eles pegavam suas lágrimas em odres, e deixam moedas.

Davi diz que Deus pega suas lágrimas em Seu odre. Deus lembra das minhas lágrimas. Deus não só lembra de mim, mas conhece minhas lágrimas. Isso é bom saber? É um conforto para você saber que Deus sabe todas as dificuldades que você passa? Que Deus recolhe suas lágrimas? Ele deve ter uma garrafa bem grande. Talvez Ele encha o oceano com elas, e é por isso que é salgado, não sei. Deus recolhe suas lágrimas. Isso quer dizer para mim que Deus se importa comigo. Eu fico feliz em saber disso.

Em Mateus capítulo 6, Deus não só conhece minhas ansiedades e dores, Ele não só conhece quem eu sou, mas Ele conhece todas as minhas necessidades. Em Mateus 6:25, Ele diz, “Por isso, vos digo: não andeis ansiosos pela vossa vida, quanto ao que haveis de comer ou beber; nem pelo vosso corpo, quanto ao que haveis de vestir. Não é a vida mais do que o alimento, e o corpo, mais do que as vestes? Observai as aves do céu: não semeiam, não colhem, nem ajuntam em celeiros; contudo, vosso Pai celeste as sustenta. Porventura, não valeis vós muito mais do que as aves?” Vocês são melhores que as aves. “Qual de vós, por ansioso que esteja, pode acrescentar um côvado ao curso da sua vida?” Não adianta se preocupar, não tem como fazer nada nesse sentido. “E por que andais ansiosos quanto ao vestuário? Considerai como crescem os lírios do campo: eles não trabalham, nem fiam. Eu, contudo, vos afirmo que nem Salomão, em toda a sua glória, se vestiu como qualquer deles. Ora, se Deus veste assim a erva do campo, que hoje existe e amanhã é lançada no forno, quanto mais a vós outros, homens de pequena fé? Portanto, não vos inquieteis, dizendo: Que comeremos? Que beberemos? Ou: Com que nos vestiremos? Porque os gentios é que procuram todas estas coisas; pois vosso Pai celeste sabe que necessitais de todas elas; buscai, pois, em primeiro lugar, o seu reino e a sua justiça, e” – o que – “todas estas coisas vos serão acrescentadas.”

Meu Pai me conhece, e meu nome está em Seu livro. Meu Pai conhece minhas lágrimas. E meu Pai conhece minhas necessidades, e cuida de tudo isso. Eu sou melhor do que uma ave. Sou mais importante do que um lírio. Lírios são legais e aves são tudo de bom. E eu sou melhor do que a relva que está aqui hoje e se vai amanhã, porque Deus cuida de mim. É um conforto, pessoal, saber que Deus conhece tudo. Ele me conhece, minhas ansiedades, minhas dificuldades, minhas lágrimas, minhas necessidades. E ouça: no meio de tudo isso Ele nunca, nunca, nunca erra – nunca. Me ouça: Se Deus tem uma quantidade infinita de atributos, e conhecimento infinito, e você não entende alguma coisa, não diga que Deus cometeu um erro, só entenda que você não sabe muito. Não fale que é a estupidez de Deus, mas sim a sua. Deus não comete erros.

Alem disso, para o Cristão, onisciência quer dizer conforto; em segundo lugar, penso que significa confiança. Rapaz, eu costumava pensar que a doutrina da onisciência era qualquer coisa menos confiança. Quando eu era criança meus pais diziam, “Nós talvez não saibamos o que você faz, mas Deus sabe. Ele vê tudo.” Lembra disso? Eu ouvia isso – “Ele sabe.” E, sabe, eu achava que a doutrina da onisciência era bem chata. Que coisa. Até eu estudar João 21 e cresci um pouco, e lembrei de Pedro ali, e Pedro tentava convencer ao Senhor que ele O amava. Lembra disso? “Senhor, estou falando, eu Te amo.” E o Senhor lhe perguntava, e perguntava. Finalmente ele diz, “Senhor, olha: Você sabe de todas as coisas, sabe que eu Te amo.” Onde ele foi, qual doutrina de Deus, qual atributo? Onisciência.

Onisciência é uma grande coisa, pessoal. Não é tanto que Deus olha para espiar – isso só é metade. Sabe que se não fosse pela onisciência, teriam alguns dias que Deus não saberia que você O ama, porque não é obvio? E se Ele não soubesse tudo, Ele nem saberia que você se importa. Eu sei que na minha vida existem muitos dias que eu sou indistinguível de uma pessoa do mundo. Você concorda com isso para a sua vida? Como que Ele sabe que eu me importo? Ele tem que saber. Ele tem que saber tudo. Ele tem que conhecer meu coração. Isso me da confiança, que até quando eu estrago tudo, meu amor ainda está seguro porque Ele conhece meu coração.

Um terceiro pensamento – e eu já mencionei isso antes – é correção. Ouça isso. Se você soubesse que Deus não sabia tudo, o que você faria que não faz agora? Pense sobre isso. É uma boa pergunta. Se você soubesse que Deus não sabia tudo, e que Ele não descobriria, o que você faria? Ahh – meu papel de anotações não é longo o suficiente para escrever tudo. Então eu falo o terceiro resultado bom e pratico da doutrina da onisciência é correção. Deus é um professor que nunca sai da sala. E mesmo assim é sempre com amor, não é?

Ele sabe tudo. Se você soubesse – e pense sobre isso – se você quer saber onde realmente está doendo, se você quer conhecer seus pecados, se você quer saber onde está mais devastado, imagine o que você faria se soubesse que Ele não saberia, e se encontrará lá. Mas Ele sabe. E como eu disse na ultima vez, porque Ele está em todos os lugares, todos os pecados que você já cometeu são como se você fosse a sala do trono de Deus, fosse até os pés do trono, e fizesse bem na cara dele. Mas o Novo Testamento nos diz que algum dia, todas as coisas que fizemos no corpo serão cobradas, 2 Coríntios 5. E também está escrito em 1 Coríntios 4:5 que esse dia trará luz às coisas que estão na escuridão. Tudo que Deus sabe – todos nossos caminhos, pensamentos, atitudes, tudo. Para o cristão, isso é correção. Se Ele sabe, eu não quero fazer – não quero afrontá-Lo – não quero desonrá-Lo – isso é correção. E então a confiança que eu tenho em saber que Ele conhece meu coração, e o conforto que eu tenho em saber que Ele sabe que eu sou Dele, Ele conhece minhas lágrimas, Ele conhece minhas necessidades, Ele nunca erra.

E quanto aos não cristãos? O que a doutrina da onisciência quer dizer para você? Você está aqui, não conhece a Deus, não conhece a Cristo, só está olhando, está nos ouvindo, o que isso quer dizer para você? Numero um: deixa-me dizer isso. Deve revelar para você a estupidez da hipocrisia. Se você acha que pode brincar e continuar assim, você está errado. Deus sabe de tudo. Não ache que Deus está acreditando na sua atuação. Ele não está. Ele não acredita. Sua hipocrisia está completamente desmascarada. Quando Jesus, no sermão do monte, saiu atrás de Israel, Ele os deixou nu, não foi? Ele tirou as mascaras deles. “Seus hipócritas!” E eles estavam correndo para se cobrir, acredite em mim. Ouça uma palavra de sabedoria de Eclesiastes 12:14, está escrito isso: “Porque Deus há de trazer a juízo todas as obras, até as que estão escondidas, quer sejam boas, quer sejam más.” Ouça: Deus não acredita em sua rotina, Deus não vê sua máscara e diz, “Oh.” Deus não é como homem. “O homem vê a aparência externa, Deus conhece” – o que – “o coração.” Ele enxerga você claramente. Ouça, meu amigo, se você não conhece a Cristo, você deve perceber que não conhece a Deus, e qualquer tentativa que você esteja fazendo para parecer ser bom perante Deus não vai dar certo. A estupidez da hipocrisia – Se Deus sabe tudo, Ele sabe muito mais do que você acha que Ele sabe.

Segunda coisa que eu quero dizer aos não crentes, ou para alguém que não conhece a Deus, é que existe a promessa de julgamento reto. Em Romanos 2:2, Paulo diz – “o juízo de Deus é segundo a verdade.” Quando falamos do julgamento final, e o lago de fogo, e quem vai para o inferno, acredite em mim, esse julgamento será um julgamento justo. Deus julgará com base na verdade, porque Ele tem conhecimento absoluto da verdade, ninguém, absolutamente ninguém engana a Deus. Em Jeremias 16:17, o profeta diz: “nem se encobre a sua iniqüidade aos meus olhos.” Não tem como se esconder. Em 1 Samuel 16:7, “O homem vê o exterior, porém o SENHOR, o coração.” O julgamento será de acordo com a verdade, e não tem como se esconder de Deus. Ele sabe se você é um pecador. Ele sabe se você não foi perdoado. Ele sabe se o seu igrejianismo era só o que você tinha. Ele sabe se suas boas obras eram só o que você tinha feito. Ele sabe se o seu nome está no livro. Ele sabe se você se arrependeu e veio a Cristo. Ele sabe. Ele sabe tudo. E suas artimanhas não O enganam; nem as minhas.

Outra coisa que eu digo ao não crente é isso: saber que Deus sabe tudo deve lhe indicar a tolice da sabedoria humana. Deus sabe tudo, então se você realmente quer ser sábio, deve aprofundar-se em Seu conhecimento. Como Salomão disse ao seu filho, “Busque conhecimento” – “busque conhecimento,” ele diz várias vezes, especialmente no capítulo 8, simplesmente repete isso do versículo 1 até o versículo 36 – “tenha conhecimento, tenha conhecimento,” e conhecimento é o conhecimento de Deus. Um homem tolo procura o conhecimento do mundo. Primeira Coríntios 1:19, “Destruirei a sabedoria dos sábios e aniquilarei a inteligência dos instruídos,” ele diz. “A sabedoria dos sábios darão em nada.” Então para o não crente, eu diria, “Há loucura na hipocrisia. Deus irá lhe julgar de acordo com a verdade. Não confie na sabedoria humana.” Deus sabe tudo. Isso é um conforto para nós, e deve ser um grave alerta aos outros. Deus é imutável. Deus está em todos os lugares. Deus é todo poderoso. Deus é onisciente.

Ultima coisa que quero lhe dizer, quinta coisa, é sobre a santidade de Deus – a santidade de Deus. Eu acredito que esse é o atributo mais significativo entre todos os atributos. Essa, para mim, é a jóia brilhante na coroa real em Sua cabeça – é o maximo. Deus é santo. Quando os anjos cantaram, eles não disseram, “Eterno, eterno, eterno.” Eles não disseram, “fiel, fiel, fiel.” Eles não disseram, “sábio, sábio, sábio; grande, grande, grande.” O que eles disseram? “santo, santo, santo, Senhor Deus poderoso.” Éssa é coroa de tudo que Ele é. Ele é santo. Êxodo 15:11: “Ó SENHOR, quem é como tu entre os deuses? Quem é como tu, glorificado em santidade, terrível em feitos gloriosos, que operas maravilhas?” Quem é como Tu, glorificado em santidade? Ninguém. Você sabia que esse é o nome Dele? Salmos 111:9 diz, “santo e tremendo é o seu nome.” Santo é Seu nome. Jó 6:10 O chama de “O Santo.” Isaias os ouviu dizer, “Santo, santo, santo é o Senhor dos senhores, toda terra se enche de Sua gloria.” Apocalipse 4:8, os seres viventes: “santo, santo, santo.” Primeira Samuel, capítulo 2, versículo 2 fala sobre Sua santidade, e que “Não há santo como o SENHOR.”

Deus é santo, e eu não sei nenhuma outra forma de chegar até a santidade de Deus sem a comparar com o pecado. Eu diria que na Bíblia, pelo menos em minha mente, provavelmente a passagem mais reveladora sobre a santidade de Deus é o sexto capítulo de Isaias. E não precisa abrir lá, deixe-me só mencionar para você. Isaias diz, “No ano da morte do rei Uzias, eu vi o Senhor assentado sobre um alto e sublime trono, e as abas de suas vestes enchiam o templo” Ele teve uma visão de Deus, e disse, “Serafins estavam por cima dele; cada um tinha seis asas: com duas cobria o rosto, com duas cobria os seus pés e com duas voava.” E um dos anjos, lembra, pegou sua pinça e pegou uma brasa do altar e tocou na língua de Isaias, mas antes de tudo isso, qual é a questão dessa passagem? Isaias diz, “Então, disse eu: ai de mim! Estou perdido! Porque sou homem de lábios impuros, habito no meio de um povo de impuros lábios, e os meus olhos viram o Rei, o SENHOR dos Exércitos!” Ele foi absolutamente quebrado até o âmago do seu ser. Ele tremia fortemente. Ele estava sendo estraçalhado. Porque? Porque ele viu a santidade de Deus, e vendo a santidade de Deus, ele foi chacoalhado até sua base pelo seu próprio pecado. Você vê?

E eu digo algo a vocês, pessoal, só quando um homem entende a santidade de Deus, que ele compara com o seu próprio pecado. Só quando você entende seu próprio pecado que você conhece a santidade de Deus. Os dois caminham juntos. Não tem como você saber do seu pecado até conhecer a santidade Dele, e não tem como conhecer a santidade Dele até ver o seu pecado. Isaias viu Deus levantado, e então se viu, e simplesmente declarou seu coração: “ai de mim! Estou perdido!” Entre você e Deus, existe um tremendo abistmo de santidade e falta de santidade. Você não é santo. Ele é santo. E você deve ser, e eu devo ser, completamente sacudido até as raízes do nosso ser aos nos compararmos com Ele. Deus é santo.

Agora me ouça: Deus não se conforma com o padrão santo. Ele é o padrão. Ele é absolutamente santo. Ele não faz nada de errado. Ele nunca erra. Ele nunca julga incorretamente. Ele nunca erra. Ele nunca faz algo acontecer na sua vida que não seja a coisa certa para acontecer em sua vida, ou que não tenha um fim certo. Ele sempre faz o certo. E não existe grau para a Sua santidade – Ele é absolutamente, infinitamente santo. E por que Ele é santo, veja, essa é Sua condição para qualquer um que queira existir em Sua presença. Quando os anjos pecaram, o que Ele fez com eles – imediatamente o que? Os expulsou, e preparou um lugar para eles separados de Sua presença. Quando homens escolhem não irem até Deus, quando escolhem rejeitar Jesus Cristo, o que acontece com eles? Eles vão para o mesmo lugar, preparado para o diabo e seus anjos, fora da presença de Deus. Por que? Porque para estar na presença de Deus, em Seu universo você precisa ser – o que? – santo.

Você diz, “Mas, John, como posso ser santo?” Você pode, pela fé no Senhor Jesus Cristo. Veja, é através de Cristo que Deus nos dá a santidade de Cristo e nos torna santos – posicionamente. Deus nos fez santo em Cristo. Para os Coríntios, o apóstolo Paulo disse, “Agora você é santo. Agora que você está santificado em Cristo.” Além disso, pensando nisso, a única forma de compreender a santidade de Deus é em contraste. Precisamos ver Sua ira pelo pecado. Não podemos somente entender Sua santidade independentemente do Sua ira pelo pecado, porque precisamos ver pelo lado do pecado, porque isso é o que entendemos muito bem. Deus despreza pecado – simplesmente o odeia. Em Habacuque 1:13, diz: “Tu és tão puro de olhos, que não podes ver o mal e a opressão não podes contemplar.” Deus não tolera o pecado. Ele não tolera o mal. Ele é totalmente separado disso. Não pode estar em Sua presença. Não pode habitar com Ele.

Quando a pecaminosidade de Senaqueribe estava exagerada, você lembra, o Espírito Santo disse, “Você ergueu seus olhos, até contra o Senhor, O Santo de Israel.” Veja, o pecado de Senaqueribe era evidente por causa da santidade de Deus. Quando os egípcios maus foram afogados, em Êxodo 15, você sabe o que os afogou? Alguns dizem o poder de Deus. Não. Realmente não. Ouça Êxodo 15, “Sopraste com o teu vento, e o mar os cobriu; afundaram-se como chumbo em águas impetuosas.” Então isso, “Ó SENHOR, quem é como tu entre os deuses? Quem é como tu, glorificado em santidade.” Você sabe porque eles afogaram? Não pelo poder de Deus, mas pela santidade de Deus; Ele não podia tolerar a maldade. A santidade de Deus é mais bem vista em Sua ira pelo pecado. Em Amós capítulo 5, algumas palavras fortes: “Aborreço, desprezo as vossas festas e com as vossas assembléias solenes não tenho nenhum prazer. E, ainda que me ofereçais holocaustos e vossas ofertas de manjares, não me agradarei deles, nem atentarei para as ofertas pacíficas de vossos animais cevados. Afasta de mim o estrépito dos teus cânticos, porque não ouvirei as melodias das tuas liras.” Deus ama todas essas coisas, porque Ele constituiu todas elas, mas quando essas coisas, mesmo sendo certas, veem de um coração impuro, Deus as odeia. Deus não quer pessoas fazendo coisas certas com atitudes erradas. Deus diz, “Eu odeio tudo isso; pare.” Pecado é um objeto do seu desprazer. Deus ama a santidade. Em Salmos 11, versículo 7, diz isso: “Porque o SENHOR é justo, ele ama a justiça.” Que coisa linda. Deus ama a santidade.

Agora, a santidade de Deus nós a vimos de um ponto de vista negativo, Sua ira pelo pecado. A coisa incrível aqui, - e você tem que interpor-lo – é o amor de Deus. Mesmo Ele sendo santo e absolutamente odiando o pecado, e mesmo eu mencionando isso a você antes, Ele é onisciente e sabe tudo, não é incrível que Ele lhe redimiu? É incrível que Ele me conhece, e odeia o meu pecado, e mesmo assim me ama. É aqui que vem o amor. A santidade de Deus, a onisciência de Deus, e o amor de Deus agem juntos. Que realização fantástica. Deus sabia tudo sobre mim, e Deus odiava todo o pecado em mim, e ainda me amou. Tentei pensar em uma ilustração para isso, e eu suponho que seria como o câncer. Sabe, você ama o seu corpo, mas odeia o câncer. E faria qualquer coisa para preservar o seu corpo, e o manter saudável e forte, e cuidar das suas necessidade, e tudo que pudesse, e ao mesmo tempo, destruir o câncer. Você odiaria o que está lá, mas não o ser total. E de alguma forma, Deus olha para o homem, e ama o corpo, e odeia o pecado.

Onde você vê a santidade de Deus revelada? Bom, vemos de muitas formas. Deus nunca lhe faz pecar. Não, não – nunca. Ele permite você pecar se você escolher, mas Ele não faz você pecar. Deus nunca tenta ninguém para pecar. Deus não quer que você peque. Algumas pessoas devem pensar que Deus quer que elas pequem. Algumas pessoas já disseram isso para mim, “Sabe, o que você deve fazer é ter uma vida bem pecaminosa e falar para todos, e então quando falar da sua conversão muitos irão acreditar e falar, ‘Que transformação, não é incrível?’ Então Deus deve querer mesmo que você se afunde, para ter algo a dizer.” Muito convincente; ah não – Deus não comemora o pecado de ninguém – nunca. E Deus nunca tenta um homem para ele pecar, Tiago 1:13 e 14, “Deus não tenta o homem.”

Mas a santidade de Deus é vista em algumas formas positivas. Por exemplo, Sua santidade é vista na criação, para começar. Em Eclesiastes 7:29 – vamos encerrar com estes pensamentos – em Eclesiastes 7:29, ele disse, “Deus fez o homem reto, mas ele se meteu em muitas astúcias.” Deus fez o homem reto. Quando Deus fez o homem, ele era santo. A santidade de Deus é vista na criação. Segundo, a santidade de Deus é vista na lei moral. A lei moral que ainda prevalece, mesmo o homem tentando destruir e apagar, a lei moral que ainda prevalece no mundo mostra que Deus é santo. Romanos 7:12, Paulo disse, “a lei é santa; e o mandamento, santo, e justo, e bom.” A lei moral de Deus mostra que Deus é um Deus santo. Quando Deus estabeleceu uma lei moral justa Ele provou que Ele é um ser justo moral e santo.

E eu penso, também, que a santidade de Deus não é só vista em Sua criação, e não só em Sua lei moral, mas eu vejo a santidade de Deus em Sua lei sacrifical. Quando eu vejo Deus colocando todos aqueles animas como sacrifício, eu vejo Deus falando que a morte é o resultado do pecado, e eu quero que você veja isso, e veja bem. E todas as vezes que aquelas pessoas fizeram um sacrifício, viram a letalidade do pecado; e isso provou a moralidade e santidade de Deus. A santidade de Deus é vista na criação, na lei moral, na lei sacrificial; a santidade de Deus também é vista no julgamento do pecado – no julgamento do pecado. Quando você estuda a Bíblia e vê, por exemplo, em 2 Tessalonicenses, capítulo 1, Jesus vindo em fogo, e se vingando de todos que não conhecem a Deus e não obedecem o evangelho. Quando você vê em Judas 4 aquelas pessoas que são condenadas pelos seus atos malditos, que fizeram contra Deus, você vê como Deus odeia o pecado, e o Seu julgamento no pecado é um reflexo da Sua santidade; Ele precisa punir.

E talvez principalmente, a santidade de Deus é vista na cruz. Sim. A santidade de Deus é vista na cruz. Você diz, “Mas foi onde todo o pecado estava sobre Ele.” Sim, e é a maior ilustração de Sua santidade. Ouça-me: Deus foi tão santo que pagou o preço supremo que era necessário para satisfazer Sua santidade. Em Hebreus, capítulo 9 versículo 26, passamos por isso, mas é uma frase incrível, ouça o que está escrito: “Ora, neste caso, seria necessário que ele tivesse sofrido muitas vezes desde a fundação do mundo.” Em outras palavras, se fosse um sistema sacrificial, Cristo teria que morrer de novo e de novo. Mas ouça: “agora, porém, ao se cumprirem os tempos, se manifestou” – ouça, Deus se manifestou, Deus apareceu – “uma vez por todas, para aniquilar, pelo sacrifício” – de quem? – “de si mesmo, o pecado.” A santidade de Deus foi tão infinita que Ele teve que pagar esse preço supremo morrendo Ele mesmo, tomando os pecados, porque o preço tinha que ser pago mesmo custando a própria vida. Isso é santidade. Sua santidade é vista na morte de Cristo. A santidade de Deus requer pagamento, mesmo tendo que pagar Ele mesmo. Ele é santo – santo.

Quais são as lições praticas da santidade? Para o não cristão, só isso: a santidade de Deus demanda santidade na sua vida, e isso é somente através de Jesus Cristo. Em Efésios 4, fala sobre “colocar o novo homem, renovado em santidade.” Deus lhe quer santo, e a única forma para ser santo é estar em Cristo e ter Sua justiça em você. Por outro lado, se você não é um cristão, e rejeitar a santidade que Deus lhe ofereceu em Jesus Cristo, então outro atributo de Deus irá operar, e esse atributo é chamado justiça. Se você rejeitar a Deus, então irá receber o que merece. É a justiça, e Deus é justo. E para os impenitentes, Sua santidade requer justiça.

E os cristãos? O que santidade significa para um cristão? Qual é a ideia prática da santidade de Deus na minha vida? Está escrito em 1 Pedro, e eu quero que você ouça, capítulo 1, versículo 15: “pelo contrário, segundo é santo aquele que vos chamou, tornai-vos santos também vós mesmos em todo o vosso procedimento, porque está escrito: Sede santos, porque eu sou santo.” Se Deus é santo, o que Ele quer de nós? Santidade. Agora me ouça: Ele nos fez pocisionamente santo – pocisionamente, em Cristo nós somos santos, mas Ele quer que nossas vidas práticas estejam alinhadas com nossa posição. Ele quer que vivamos santos. Não só estar em uma posição santa, mas viver vidas santas, porque quando somos santos, isso nos diferencia do mundo. Isso mostra para o mundo que existe uma diferença. É por isso que em 2 Timóteo 2:19, ele diz, “Aparte-se da injustiça todo aquele que professa o nome do Senhor.” Se você vai professar o nome, então viva a vida. Deixe o mundo saber que existe uma diferença.

Vou dizer outra coisa. Santidade em sua vida lhe dá ousadia perante Deus. Se você é um cristão e está vivendo uma vida santa, você está lidando com o pecado, está fazendo coisas de Deus e coisas santas, está vivendo uma vida reta, então terá ousadia perante Deus. Ouça essa linda ilustração de Jó 22, E eu vou ler para você: “Se te converteres ao Todo-Poderoso, serás restabelecido; se afastares a injustiça da tua tenda.” Ouça, você irá voltar a Deus e arrumar as coisas? A primeira coisa que vai fazer antes de voltar é deixar de lado o pecado. Versículo 26, ouça: “Deleitar-te-ás, pois, no Todo-Poderoso e levantarás o rosto para Deus.” Você não pode ir até Deus, levantar o rosto, e deleitar Nele quando existe pecado em sua vida. Você já experimentou isso? Descobriu em sua vida o que eu descobri na minha, que quando existe pecado em minha vida, eu tenho dificuldade em orar? Jó diz, Jó 22 diz, “Cuide do seu pecado, e você irá conseguir erguer o rosto ao rosto de Deus.” Sem culpa.

Ouça, santidade nos diferencia do mundo. Santidade nos dá ousadia. Santidade nos dá paz. “Para os perversos, diz o meu Deus, não há paz.” Diz Isaias 57:21, Santidade – Deus nos quer santos mesmo tendo que nos punir; de acordo com Hebreus 12:10, Ele nos disciplinará para nos tornar santos. O que um cristão deve fazer? Bom, talvez o que Davi fez em Salmos 51: ore para ter um coração puro; e de acordo com Provérbios 12:20, ande com pessoas limpas. “Seja santo como Eu sou santo.” Vamos orar. Pai, obrigado essa manhã pela Sua revelação de Si mesmo a nós, entregamos essas palavras e pensamentos ao Teu cuidado. Que possam trazer frutos em nossas vidas. Confirme em nossos corações essas verdades, Pai. Despede-nos com Tua benção e traga-nos de volta a noite para aprendermos mais sobre o adversário, e sermos vitoriosos em Teu poder. Te adoramos no nome de Cristo. Amém.

FIM

This sermon series includes the following messages:

Please contact the publisher to obtain copies of this resource.

Publisher Information
Grace to You
Unleashing God’s Truth, One Verse at a Time
Back to Playlist
Unleashing God’s Truth, One Verse at a Time

Welcome!

Enter your email address and we will send you instructions on how to reset your password.

Back to Log In

Unleashing God’s Truth, One Verse at a Time
Minimize
View Wishlist

Cart

Cart is empty.

ECFA Accredited
Unleashing God’s Truth, One Verse at a Time
Back to Cart

Checkout as:

Not ? Log out

Log in to speed up the checkout process.

Unleashing God’s Truth, One Verse at a Time
Minimize