Grace to You Resources
Grace to You - Resource

Esta manhã continuaremos nossa série que começamos há várias semanas lidando com o movimento carismático. E vamos abordá-lo esta manhã de um ângulo um pouco diferente, talvez, do que o restante da série, em que vamos estar lidando com uma questão técnica um pouco e não especificamente um texto bíblico, embora mencionaremos várias passagens. Eu diria, inicialmente, que estamos gratos a Deus pelo bem que é feito, como nossos irmãos e irmãs em Cristo estão compartilhando o Evangelho e ganhando outros e assim por diante, e nós não estamos depreciando isso por um momento. Mas apenas tentando, à luz da Palavra de Deus, avaliar o movimento, para que possamos obter uma compreensão clara do que é bom e do que não é tão bom, para sermos capazes de fazer um bom julgamento. Então nós intitulamos a mensagem e a série "O que há de errado no Movimento Carismático?"

Estava assistindo ao Canal 40 uma noite e a conhecida personalidade cristã Dave Wilkerson a quem Deus abençoou de muitas maneiras e teve um maravilhoso ministério nas ruas de Nova York fez uma declaração interessante. Ele estava sendo entrevistado e foi isso que ele disse "Há algumas coisas seriamente erradas no movimento carismático". Pensava que era interessante vindo de alguém que seria considerado um líder nesse movimento. Ele enfatizou sua tremenda preocupação e discutiu algumas das coisas que ele viu que estavam erradas no movimento e eu concordei com todas elas. Na verdade todas as que ele mencionou foram uma parte da minha lista que estaremos cobrindo nas próximas semanas. Mas eu não achava que ele fosse longe o suficiente, e foi interessante que ele parou depois de mencionar algumas coisas e depois disse que queria dizer-lhes sobre uma revelação que acabara de receber de Cristo.

E eu pensei "Bom, não é interessante que ele pudesse ver alguns dos elementos superficiais que estão errados, mas ele ainda não entende o cerne da questão que é acrescentar revelação às Escrituras". Isso é o que temos falado sobre nas duas últimas semanas. Ele parou e disse que havia recebido uma revelação de Deus de que a cidade de Nova York iria à falência, que o Centro-Oeste teria uma seca mortal e que a Califórnia iria ter um terremoto terrível como nunca antes tivemos, que igrejas e casas seriam destruídos e o cristianismo teria de existir à parte do modo como o conhecemos agora. E ele disse que todos devem se livrar de todas as suas dívidas e se livrar de todos os seus cartões de crédito, e tornarem-se flexíveis e móveis para que quando as igrejas e as casas forem destruídas, possamos levar o cristianismo para as ruas e assim por diante. E tudo isso foi o que Jesus lhe disse. E prosseguiu dizendo que o Senhor lhe havia dito outras coisas e a pessoa que estava entrevistando disse "Bem e quanto a estocar comida? O Senhor disse-lhe isso?" E ele disse, "Não, o Senhor disse isso a alguns de meus amigos mas o Senhor ainda não me deu uma revelação sobre isso".

E eu pensei que era tão interessante porque aqui está um homem que está percebendo algumas coisas erradas no movimento mas não percebe a coisa mais errada que é Deus continuamente dando supostas revelações; e assim não sabemos mais onde termina a Escritura e começam as idéias de alguém. E ele estava dizendo a eles que aquelas coisas, que ele recebeu de Deus, eram tão vinculativas quanto qualquer coisa na Bíblia.

Agora passamos as últimas duas semanas discutindo a questão da revelação e dissemos que a primeira coisa errada no movimento carismático trata da questão da revelação. Eles devem enfrentar o fato de que a Bíblia está completa e não podem continuar a acrescentar suposta revelação às Escrituras sem resultar em caos.

Agora, isso nos leva à segunda coisa que queremos tratar hoje e essa é a questão da interpretação. A questão da interpretação, e como eu estudei esta semana, eu não acho que antes desta semana eu realmente entendi as ramificações. Mas eu estou concluindo esta semana do meu estudo que este é quase tão essencial quanto o ponto número um, a questão da interpretação. E eu digo que com base nisso, que bem faz se concordarmos que esta é a revelação de Deus, e não há mais, e então vamos interpretá-la mal? O resultado será o mesmo. Sentiremos falta da verdade de Deus. Não faz sentido acrescentar às Escrituras, e não faz mais sentido dizer, "Isto é tudo" e então ir em frente e interpretar mal e afirmar que ela disse o que nunca pretendeu dizer.

E como eu mencionei na semana passada, as seitas, todas as seitas que surgiram de uma base cristã, acabaram adicionando à Escritura. É a Bíblia mais os escritos de fulano de tal, mas eles também foram culpados de interpretação errada da Escritura. Eu tirei um arquivo da minha gaveta esta semana, e olhei todo o material que coletei por muitos anos sobre as seitas. E fiquei espantado ao descobrir que todos eles, listando suas doutrinas, com as quais discordamos, têm entre parênteses abaixo os textos na Bíblia, que dizem defender essas doutrinas erradas. As pessoas usaram a Bíblia para provar tudo e qualquer coisa. A Bíblia pode ser torcida para dizer o que qualquer um queira que diga. Você sabe, aquela velha orientação sobre "Judas saiu e enforcou-se. Vai tu e fazes o mesmo, e o que fizeres faze-o depressa." Isso está tudo na Bíblia mas simplesmente não deve se unir dessa forma.

Você pode provar qualquer coisa se você apenas interpretar mal a Bíblia. As pessoas defenderam a poligamia com base na Bíblia. As pessoas dizem, "Bom, porque as pragas no Antigo Testamento eram julgamentos de Deus, devemos evitar todo o saneamento a fim de permitir que Deus tenha o direito de trazer pragas, porque essa é a maneira historicamente de Ele trazer julgamento". Sim Você pode defender praticamente qualquer tipo de loucura se você colocar o verso errado, no lugar errado, no contexto errado, e anexá-lo com outras coisas que não fazem mais sentido do que isso quer, quando eles estão juntos em uma combinação. Isso não é justo para a totalidade da Escritura.

Por isso, devemos admitir que a questão da interpretação tem de ser enfrentada. As seitas, a Igreja Católica Romana, os liberais todos eles foram culpados de interpretar mal a Bíblia. Agora eu não estou dizendo que eu ou Grace Church, ou qualquer outro ser humano seja infalível, mas estou dizendo que todos nós, pelo menos, temos que ter um compromisso de tentar o melhor que pudermos na energia do Espírito Santo, usando nossas mentes, nossos corações e nosso desejo intenso e forte no compromisso de fazer o melhor que podemos para interpretar a Bíblia da maneira que Deus pretende que ela seja interpretada.

Agora, existem alguns princípios básicos para interpretar a Bíblia e eles vêm sob o nome de hermenêutica. Alguém poderia dizer "Hermético quem?" Bom, hermenêutica. Essa é uma palavra simples, na verdade. Ela vem da palavra grega hermeneuō, e hermeneuō significa dar o significado, dar o significado. Quantas vezes no Novo Testamento você leu a declaração, que sendo interpretada é como, digamos, Mateus 1:23 "e ele será chamado pelo nome de Emanuel (que quer dizer: Deus conosco)". Esta é a palavra hermeneuō, e significa simplesmente isto, o significado de Emanuel, que significa Deus conosco.

Assim a hermenêutica é a ciência de dizer o que a Bíblia quer dizer com o que ela diz e realmente é basicamente a minha responsabilidade. O trabalho do professor é dizer o que a Bíblia quer dizer com o que ela diz. Isso é claramente o que devemos fazer e de fato isso é simplesmente interpretar a Bíblia. Temos um Tribunal Supremo em nosso país que tem o problema de interpretar a Constituição, e não é fácil. Todos os documentos de qualquer significado devem ser interpretados, e a Bíblia não é diferente. Ela exige uma interpretação cuidadosa para que não distorçamos de modo algum o que Deus pretendia dizer. E sempre me incomoda quando ouço uma pessoa carismática, e há pessoas, aliás, que são culpadas de interpretar mal a Bíblia em todas as áreas do cristianismo, não apenas o carismático. Mas eu acho que está em destaque nessa área, e eu vou explicar por que em um minuto.

Mas ouvi muitas pessoas carismáticas e outras pessoas dizerem "Bom, eu acho que esse versículo significa isso e aquilo". Bom, realmente não importa o que você pensa. Ou eles vão dizer "Bem, para mim isso significa -" e minha resposta a isso é "Se você não estivesse vivo, o que isso significaria?" Porque tem que significar algo separado de você. Você vê, a visão neo-ortodoxa e liberal da Escritura é "Bom, para mim isso diz". E o que aconteceu no movimento carismático com todos dizendo o que este versículo significa para eles e "Eu acho que isto significa isso e Jesus me disse que isso significa isso" basicamente estamos reduzindo o cristianismo a uma coisa neo-ortodoxa que diz que se a Escritura fala a você é a Palavra de Deus, e tudo o que ela disser está bem.

Não importa o que ela diga para você. Não importa o que isso signifique para você. O que importa é o que isso significa e o que ela diz independente de você? É a verdade objetiva não definida experimentalmente. O que a Bíblia diz se você não existisse? Sabe, o que a Bíblia diz se você não tem um problema que você está procurando por uma solução? O que a Bíblia diz nesses versículos além da minha sobreposição de qualquer coisa sobre eles?

Agora, deixe-me levá-lo para 2 Timóteo capítulo 2 e vamos discutir um pouco sobre o básico da hermenêutica. Isso vai ajudá-lo com seu estudo da Bíblia, então eu quero que você tenha uma idéia disso. Este é um dos cursos mais básicos que qualquer professor da Bíblia ou estudante da Bíblia precisa, uma compreensão da hermenêutica ou da ciência; ou o princípio, ou a arte se você quiser, mesmo porque é mesmo uma arte bem como uma ciência de obter o significado da Bíblia.

Segunda Timóteo 2:14. Aqui Paulo fala a Timóteo que é um mestre da Escritura. E ele o chama de um operário basicamente, levando consigo o mesmo tema que ele começou no segundo capítulo de 2 Timóteo, onde ele passa por esses primeiros oito versículos ou isso, descrevendo o mestre da Palavra de muitas maneiras diferentes. Mas ele continua esse conceito do mestre como um trabalhador e ele faz quatro pontos básicos sobre o tipo de trabalho que o mestre deve fazer. Número um, no versículo 14 "Dá testemunho solene a todos perante Deus, para que evitem contendas de palavras que para nada aproveitam, exceto para a subversão dos ouvintes". Em outras palavras você não quer entrar em um debate com hereges na frente da igreja, na frente da comunidade cristã. Isso só confunde a questão. Evite disputar inútilmente com os hereges.

Eu me lembro quando eu estava indo para terminar um doutorado e fui a um certo seminário, e eles disseram, "Bem, no que você quer concentrar?" E eu disse "Bom, eu quero concentrar na Bíblia, no Novo Testamento". E eles disseram, "Vamos ver sua transcrição" e eles olharam para ela e disseram, "Bem, você não pode obter seu diploma imediatamente porque você tem muita Bíblia." Eu disse, “Como poderia você ter muita Bíblia para uma concentração em Bíblia e no Novo Testamento?" Eles disseram, "Você precisa de muito mais filosofia. Seu espectro é muito limitado" e eles me deram uma lista de 200 livros para ler, menos da metade dos quais estavam em inglês. E eu lhes devolvi a lista e disse "Eu já sei a verdade. Não faz sentido gastar alguns anos descobrindo o que está errado. Não quero envolver-me em disputa inútil porque isso não me edifica", e acho que é como as pequenas raposas que queimaram as vinhas.

Costumo avisar os jovens, que vão ao seminário, para terem certeza de que escolheram o seminário com muito cuidado. Um seminário deve ser um reforço do que você crê, não deve ser uma guerra em que você luta para sair com alguns resquícios de sua fé; e por isso devemos evitar disputas inúteis. Em 1 Timóteo 6 ele disse essencialmente a mesma coisa falando no versículo 4, ele disse, "é enfatuado, nada entende, mas tem mania por questões e contendas de palavras, de que nascem inveja, provocação, difamações, suspeitas malignas, altercações sem fim, por homens cuja mente é pervertida e privados da verdade". Não faz sentido simplesmente entrar em disputas com os hereges. Não faz sentido entrar nessas confrontações, porque tudo o que eles fazem é minar.

E o que ele está dizendo aqui, e eu quero que você entenda isso, o que ele está dizendo aqui é que há uma interpretação correta, e que a interpretação correta torna inútil a disputa e discussão sobre o que outras interpretações poderiam conter. Em outras palavras, a Bíblia não é algo que deve ser determinado por uma discussão de grupo. Ela deve ser determinada por um estudo diligente e cuidadoso dos elementos básicos que revelam o significado básico, e não é algo que você discuta. Não são dez pessoas dizendo, "Bom, eu acho que isso significa isso." "Bem, eu acho que isso significa isso." "Olha, eu acho que isso significa isso." Significa algo e Deus nos deu os recursos para descobrir o que significa. Não há sentido em apenas discutir sobre o significado da Bíblia debatendo sobre isso, e a implicação de tal afirmação é que não é algo que é para argumentar porque é claro. Há um significado para o que Deus diz.

Segundo princípio que Ele diz ao operário que trabalha na Palavra, e isso é muito importante, seja diligente para encontrar essa interpretação. Seja diligente para descobrir isso. Em contraste com um tipo inútil de diálogo, o servo de Deus, o mestre, deve plicar-se com diligência à qualidade do seu trabalho, para que ele seja dokimos aprovado por Deus. E se ele não fizer isso então ele terá todos os motivos para se envergonhar, não é mesmo? Ele deveria se envergonhar de qualquer coisa que seja menos do que dar, com precisão, o significado da Escritura. Devemos ser precisos e qualquer coisa menos é uma vergonha para nós e não é aprovado por Deus. Há um significado. Devemos aplicar-nos para saber qual e o significado, com enorme empenho e diligência. E, pessoal, não é uma questão de dizer "Eu estava lendo isso outro dia na cozinha e, você sabe, o Senhor me mostrou que isso significa -" e por aí vão, e você sabe bem que não significa aquilo. Isso continua. Ouço isso tantas vezes. As pessoas dizem "Bom, esse versículo significa para mim, isso e aquilo ...".

E mesmo aqueles de nós que estão aqui na Grace, e em muitas igrejas evangélicas, quenão pertence ao movimento carismático, podemos ser vítimas disso quando chegamos ao estudo da Bíblia que se torna um tanque de ignorância onde todo mundo diz "Bom, eu acho que isso significa isso", "Bom, eu acho que isso significa aquilo". E ninguém realmente sabe o que isso significa. Essa não é a maneira de estudar a Bíblia. A discussão pode vir no ponto da aplicação, mas não no da interpretação. Lá você precisa de alguém que tenha aplicado alguma diligência, e é maravilhoso se todos forem diligentes. Então, a junção de todos esses recursos diligentes pode sobrepujar com riqueza; e assim devemos ser diligentes. Isso é trabalho difícil. Isso é uma luta. Isso é suor, claro, para chegar ao significado da Palavra de Deus, e não esta coisa aleatória, ad lib, frívola,despreocupada, essa coisa de isso-significa-pra-mim, que ouvimos muito hoje.

E há um terceiro princípio. O primeiro é que há um significado. O segundo é ser diligente para encontrá-lo e em terceiro lugar, ser preciso. Ele diz, "maneja bem a palavra da verdade". Literalmente no grego ele diz "Cortando em linha reta" e isso é interessante. Paulo sem dúvida está se referindo ao seu negócio de fazer tendas; E quando ele fazia uma tenda ele obviamente, ou em sua mente ou em algumas formas que ele levava consigo, tinha padrões pelos quais ele iria construir uma tenda ou fazer uma tenda. Ele teria que cortar todas as peças para colocá-las juntas da maneira correta. Uma vez que sabemos que as tendas naqueles dias eram feitas de peles de animais, seria uma espécie de tenda de retalhos e cada pedaço e peça teria que ser corretamente cortada e se encaixarem, de forma que o produto final era o que deveria ser a tenda. E ele estava simplesmente dizendo "Se você não cortar as peças direito então o todo não se encaixa" você vê? E se você não lida com cada Escritura com precisão, então não se encaixará no todo e você vai ter problema. Corte em linha reta. Seja preciso e cuidadoso, direto e preciso para que tudo se encaixe naquilo que Deus planeja para Sua Palavra.

Você deve lidar de forma justa e cuidadosa e com integridade quando interpreta a Bíblia, e é aí que eu peço aos professores e pregadores carismáticos que comecem a fazer isso, porque eles não fazem isso em muitos casos. Eles não estão tratando a Palavra de Deus com cuidado e precisão, mas há uma má qualidade e desleixo; E claro, isso é como uma implicância para mim. Eu apenas reajo muito fortemente, porque eu digo, "Deus nos deu este Livro e Ele tem algo a dizer e como é ridículo corrompê-lo por falta de diligência". Acredite em mim, somente em preparar mensagens da Palavra de Deus, eu poderia passar a vida inteira fazendo nada além de estudar. Esse é o tipo de coisa que este livro exige.

Seja preciso, e o oposto disso é a tragédia que é indicada em 2 Coríntios capítulo 2, versículo 17, onde Paulo diz "Porque nós não estamos, como tantos outros, mercadejando a palavra de Deus; antes, em Cristo é que falamos na presença de Deus, com sinceridade e da parte do próprio Deus." Paulo diz, "Ouça, vou lhe dizer uma coisa. Quando eu chegar aí para falar, eu cortarei em linha reta, porque eu sei que Deus está assistindo. Deus está escutando. Cristo está lá e eu estou me preparando para glorificá-Lo para ser dokimon Dele, aprovado."

Francamente, pessoal, eu já disse isso antes. Eu não preparo a minhas mensagens para que você goste delss, embora eu fique feliz quando você gosta delas e responde a isso. Eu não as preparo para qualquer outra coisa além de finalmente saber que Deus seria agradado e Deus aprovaria, porque esta é Sua Palavra sagrada. E Paulo diz, "Por causa disto eu o cortei reto." Mas ele diz, "Não é assim com tantos que corrompem a Palavra de Deus" e ele usa a palavra grega kapēlos e kapēlos basicamente significa um negociante Um vigarista, um corruptor, um trapaceiro, um charlatão, alguém que trata enganosamente alguém fazendo mercadoria da Palavra de Deus.

Em outras palavras, há algumas pessoas que torcem a Palavra de Deus, que adulteram a Palavra de Deus, para sustentar seu ponto de vista. As seitas são vendedoras da Palavra de Deus. Corrompem a Palavra de Deus. Há pessoas que farão isso, porque têm um fim em mente, porque têm um objetivo em mente e querem levar as pessoas a comprar o seu objetivo, elas torcem a Escritura. Eu vi isso muitas vezes, e talvez você também tenha visto, em programas de construção onde uma igreja vai começar a construir, e a fim de convencer as pessoas que Deus está nisso, eles tiram alguns versículos do Antigo Testamento sobre a construção do templo. Ou se querem garantir que todos dêem 10 por cento usarão Malaquias 3 para ter certeza de que dão seus 10 por cento, e Malaquias 3 não está falando sobre dar à igreja de de forma alguma. A igreja nem sequer existia em Malaquias 3. Ele está falando sobre pagar seus impostos para o tesouro em Israel.

Mas, veja você, é tão fácil às vezes pegar a Palavra de Deus e torcer um pouco para dizer o que você quer que ela diga. E então você está realmente vendendo vidro barato como se fosse diamantes. Você está enganando as pessoas usando a Bíblia. É tão tentador fazer isso. Acredite em mim, pessoal, porque, muitas vezes você quer dizer alguma coisa e você sabe que o versículo não diz isso, mas se você mexer um pouco e torcer um pouco você pode fazê-lo dizer isso e então torna-se mais intimidante para as pessoas.

Paulo diz que isso é tagarelar; isso é falsificação. É tão fácil fazer isso. Enganam as pessoas para acreditarem uma falsa interpretação. Veja 2 Pedro 3:16. Agora aqui você tem uma palavra semelhante, porque Pedro está falando sobre as cartas de Paulo, as epístolas de Paulo. Olhamos isso em outro contexto na semana passada. Ele diz falando sobre Paulo, "ao falar acerca destes assuntos, como, de fato, costuma fazer em todas as suas epístolas, nas quais há certas coisas difíceis de entender." Então ele diz, "que os ignorantes e instáveis deturpam." Observe essas duas coisas que definem as pessoas. Eles são ignorantes e instáveis, deturpando, ou distorcendo, ou virando, ou forçando, literalmente, streblousin. Eles torcem. Eles viram. Eles estragaram. "como também deturpam as demais Escrituras, para a própria destruição deles." Há algumas pessoas que pegam a Escritura. Ah, eles usam a Escritura, mas a torcem e a transformam e fazem isso para poderem mudá-la para convencer as pessoas a acreditarem que isso é o que Deus está dizendo. Cada seita que você já viu cita as Escrituras, certo? Todos eles fazem isso. Todo charlatão que quiser impor ao cristianismo alguma doutrina falsa, encontrará versículos retorcidos e virados a fim de defender seu ponto de vista.

Ouça, como eu disse antes, você pode afastar as pessoas da Bíblia, distorcendo-a. E isto os condena para a sua própria destruição. Tenha cuidado com essas pessoas, ele diz no versículo 17. "Vós, pois, amados, prevenidos como estais de antemão, acautelai-vos; não suceda que, arrastados pelo erro desses insubordinados, descaiais da vossa própria firmeza.” Os Mórmons, as Testemunhas de Jeová, a Ciência Cristã, a Igreja Católica Romana, Armstronguismo, os Rosacruzes, e eu notei que eles estão na televisão agora. Os Unitários e todas as outras seitas usam a Bíblia, todos a interpretam erroneamente.

Os mórmons por exemplo ensinam que o Jardim do Éden estava no Missouri. E você ri daquilo porque é tão chocante. Você diz "Por que eles ensinam isso?" Eu realmente não sei por que eles ensinam a não ser pelo fato de que eles querem ter o início de tudo relacionado talvez com Joseph Smith e Moroni e assim por diante. Mas seja qual for a razão, e eu realmente não sei qual é, é bastante claro que Gênesis 2:14 diz que o Jardim do Éden estava próximo ao rio Tigre e do Eufrates, na Assíria. E eles dizem, "Bom, isso é apenas alegoria. Realmente está no Missouri. Essa é a interpretação" dizem eles.

Sabe de uma coisa? Eu meio que reajo negativamente quando as pessoas dizem, "Ah, essa é a sua interpretação". Se chegar em um lugar onde eu comece a dar a minha interpretação me avise, vai fazer isso? Porque eu terminei. Ah, eu posso estar errado de vez em quando. Tudo bem. Eu não sou infalível de forma alguma. Mas Deus me ajude, não estou interessado em dar a você minha a interpretação de qualquer coisa, e o que me incomoda tanto é o que aconteceu com o reconhecimento de pessoas no cristianismo que são mestres dados por Deus ao corpo?

Agora temos essa coisa em que todo mundo que quer nos dizer o que cada versículo significa qualquer da maneira antiga que eles querem, e quando alguém chega e passa toda a sua vida estudando e lhes diz o que significa, eles dizem "Essa é a sua opinião." Há uma perda total da credibilidade de um mestre na multidão de todos fazendo a sua própria coisa com a Bíblia, e eu acredito que a neo-ortodoxia, a mentalidade neo-ortodoxa de que tudo o que a Bíblia diz para você é o que significa, tem contribuído para o movimento carismático moderno. E até mesmo ido além disso para as igrejas, até mesmo nos círculos evangélicos.

Os Mórmons, por exemplo, afirmam em Apocalipse 14:6 que o Evangelho eterno, que o anjo que voa pelo céu está carregando proclamando o Evangelho eterno, é o Livro de Mórmon. E nós diremos a eles, "Não é o Livro de Mórmon. Podemos mostrar-lhes o que é o Evangelho eterno. Há alguns princípios de interpretação que nos mostram que o Evangelho eterno é Deus julgando o pecado e recompensando a justiça." E eles dizem, "Esta é a sua interpretação”. Os mórmons ensinam que as duas madeiras em Ezequiel 37, que se referem a Judá e Israel, na verdade são a Bíblia e o Livro de Mórmon. Mostramos pelos princípios de interpretação que não podem ser essas duas coisas. Tem que ser Israel e Judá e eles dizem "Essa é a sua interpretação.”

Eles vão ensinar algo que eles querem ensinar mesmo que vá contra alguma outra passagem. Em outras palavras você tem o Salmo 49:7 que diz, "Ao irmão, verdadeiramente, ninguém o pode remir, nem pagar por ele a Deus o seu resgate (Pois a redenção da alma deles é caríssima, e cessará a tentativa para sempre.)". “Ninguém pode qualquer meio redimir seu irmão", diz no Salmo 49 mas eles tomam 1 Coríntios 15:29 e dizem que eles podem ser batizados e redimir seu irmão. E então quando dizemos, "Bom, isso não funciona desse jeito" eles dizem "Essa é a sua interpretação".

Não é apenas nossa interpretação. Existem alguns princípios pelos quais a Bíblia deve ser interpretada e a razão pela qual eles se envolveram em tantos problemas é que eles não têm os princípios corretos. Assim muitos pregadores, muitos professores e muitos cristãos são descuidados e menos diligentes no manejo da Palavra de Deus. Eles não cortam em linha reta e você sabe o que acontece? Esta gloriosa, maravilhosa revelação de Deus é mal interpretada, mal aplicada, deturpada e finalmente mal compreendida. E é uma coisa trágica, e pessoal, temos que ter cuidado com isso.

E hoje temos muitos livros sendo escritos, e muitos deles interpretam erroneamente a Bíblia. Seja cuidadoso. O que eu odeio o pior é "Jesus mostrou-me o que este versículo significa" e então eles passam a dar o significado errado. Ouvi dizer muitas vezes de pessoas carismáticas dando testemunhos. "Jesus me mostrou o que isso significa." Não é nossa opinião. Se interpretarmos a Bíblia corretamente não é nossa opinião. É o resultado de princípios de estudo, princípios que a Palavra de Deus ensina que são apropriados ao se aproximar da Palavra de Deus. Nós vamos cobrir alguns desses com mais detalhes na próxima vez.

Assim, ainda estamos em 2 Timóteo acredite ou não. Paulo diz "Existem alguns princípios para a interpretação da Bíblia". Agora observe. Número um, há uma interpretação. Você não precisa discutir com os hereges. Número dois, seja diligente para encontrá-la. Número três, corte em linha reta para que ela se encaixa com todo o resto. E quarto, não seja influenciado pela falsa doutrina. Uma vez que você determinou isso, não o largue. Versículo 16, "Evita, igualmente, os falatórios inúteis e profanos, pois os que deles usam passarão a impiedade ainda maior. Além disso, a linguagem deles corrói como câncer; entre os quais se incluem Himeneu e Fileto. Estes se desviaram da verdade, asseverando que a ressurreição já se realizou, e estão pervertendo a fé a alguns".

Você diz "O que aconteceu a esses sujeitos?" Eles tinham a verdade, sim, e eles abriram suas mentes para a falsidade e começaram pouco a pouco a afastar-se da verdadeira interpretação. Uma vez que a Bíblia é corretamente interpretada e nós fizemos esse compromisso com a verdade, não há sentido em nos expor à falsa doutrina, porque ela começa a corroer como uma gangrena.

Agora, se você perceber que há uma interpretação, e se você for diligente para encontrá-la, se você cortá-la em linha reta para que se encaixe com a totalidade da Escritura, se você ficar longe da falsa doutrina, o resultado está no versículo 20. "Ora, numa grande casa não há somente utensílios de ouro e de prata; há também de madeira e de barro. Alguns, para honra; outros, porém, para desonra. Assim, pois, se alguém a si mesmo se purificar destes erros, será utensílio para honra, santificado e útil ao seu possuidor, estando preparado para toda boa obra."

Ouça, o ministro útil, o ministro apto para os propósitos de Deus, o ministro que dá fruto no campo de Deus, é o ministro que corta em linha reta, que lida verdadeiramente com a Palavra de Deus, que não se associa com falsos mestres para que não seja minado, que não dá lugar a uma interpretação ou exegese relaxada. Então ele é útil. Você tem que lidar corretamente com a Palavra de Deus.

Deixe-me levá-lo ao Antigo Testamento, de volta ao capítulo 8 de Neemias. Quero mostrar-lhe que este não é um princípio novo. Neemias 8, Neemias 8, versículo 1, e aqui está um grande avivamento na história de Israel, quando Neemias se prepara para construir o muro. E diz em 8:1 "todo o povo se ajuntou como um só homem, na praça, diante da Porta das Águas; e disseram a Esdras, o escriba,” agora ouça isso, “que trouxesse o Livro da Lei de Moisés, que o SENHOR tinha prescrito a Israel.”

Agora, número um, a primeira coisa em um avivamento é trazer o Livro. Nunca se esqueça disso. É onde começa. Pegue a Palavra de Deus, mas observe o que se segue. Vá para o versículo 7. "E Jesua, Bani, Serebias, Jamim, Acube, Sabetai, Hodias, Maaséias, Quelita, Azarias, Jozabade, Hanã, Pelaías e os levitas". Agora note, não foi "Bem, agora aqui está o Livro. Todos sigam em frente, leiam-no e vejam o que ele diz para vocês." Não, alguém se levantou e explicou o que ele dizia, e eles até mesmo foram nomeados. Oficiais, escribas ou professores e os sacerdotes. Versículo 8, "Leram no livro, na Lei de Deus, claramente" e vejam isso "dando explicações, de maneira que entendessem o que se lia.”

Mesmo naquela época tinha que haver mestres. Devia haver aqueles que poderiam explicar o significado da Palavra de Deus. Significa algo. Não significa apenas algo para você. Significa algo objetivo que Deus disse. Tem que ser feito de modo correto.

Primeira Timóteo capítulo 4, novamente, eu quero lhe mostrar uma coisa. Paulo está escrevendo novamente a Timóteo dizendo-lhe como ensinar, como ser um professor eficaz, e há uma coisa básica que ele vai ter que se comprometer a fazer. Primeira Timóteo 4:13 "Até à minha chegada" a partir de agora, Timóteo, até que você me veja novamente, aqui está o princípio. Está pronto? "aplica-te à leitura, à exortação, ao ensino." Agora, resumindo esses três termos, ele diz isto, "Leia o texto, explique o texto e aplique o texto".

Doutrina, você vê, é a explicação do significado. Exortação é a aplicação. Agora muitas pessoas que à lêem e a aplicam nunca se preocupam em explicá-la. Eles têm alguma explicação lunática improvisada, espontânea. Eu realmente sei de pregadores que apenas encontram uma seção da Bíblia, levantam-se e apenas vão divagando através dos versículos, desenfreadamente, tipo que numa explicação fora de eixo. Você acha que essa é uma maneira justa de tratar a Palavra de Deus? Sabe o que acontece? Aqueles que conseguem isso, têm boa imaginação e geralmente um bom senso de humor. Eles são engraçados e de imaginação incrível, e eles podem prender a atenção de uma audiência como um comediante poderia, ou como um orador interessante, mas eles não interpretam a Palavra de Deus. Eles não cortam em linha reta. Eles certamente não se dão ao trabalho de a lerem, explicá-la e aplicá-la. Eles costumam vender sua personalidade saltando fora dela.

Agora eu me apresso a acrescentar, amados, que há algumas passagens que temos dificuldade em explicar, porque simplesmente não temos toda a informação, e os homens bons não concordam. E de vez em quando nos encontraremos mudando nossas opiniões sobre certas coisas à medida que adquirimos mais conhecimento e mais percepção, à medida que amadurecemos, e isso é ótimo. As pessoas dizem para mim, "Você sabe o que você disse na sua fita há seis anos? Bom, você disse outra coisa desta última vez" e eu digo, "Maravilhoso, estou crescendo. Estou crescendo. Estou aprendendo." Claro, mas você tem que vir para a Palavra de Deus com o compromisso de descobrir o que Deus quis dizer com o que ele diz.

Agora o que acontece no movimento carismático quando as pessoas dizem, "Bom, para mim isso significa-" "Bem, o que o Senhor está me dizendo neste versículo -" isso não é nada além de neo-ortodoxia. Essa é a mesma visão da Escritura, essencialmente, que o liberal tem. O que quer que arrebate você, o que qer que bata em você, se torna a Palavra de Deus para você e isso é uma visão assustadora da Escritura.

Agora há um lado negativo. Demos a você quatro princípios básicos positivos que Paulo deu a Timóteo sobre a interpretação da Palavra de Deus e que há uma interpretação, seja diligente, seja preciso, corte em linha reta e não deixe que a doutrina falsa mude sua opinião uma vez que chegou que a formou. Mas há algumas coisas negativas e eu acho que vamos ter um tempo interessante. Quero mostrar-lhes isso. Agora você acompanha. Veja isto.

Coisas a se evitar na interpretação da Bíblia. Número um, em primeiro lugar, temos de evitar procurar um resultado ao custo da interpretação adequada. Temos de evitar procurar um resultado ao custo da interpretação correta. É sempre uma tentação tirar a Escritura fora de contexto para obter a resposta desejada. Às vezes um problema existirá na igreja, algum assunto e eu estarei estudando um texto e eu direi, "Agora como posso colocar esse problema nesse texto?" Você sabe, sua mente só quer fazer isso. Rapaz, eu realmente poderia deixar todos eles terem isso, e seria exatamente aqui onde estamos, veja. Porque se há um problema na igreja, você não quer se levantar para dizer, "Agora eu quero falar com todos vocês arg arg" é o que isso está fazendo, vê, porque isso é um pouco direto demais. Veja, você precisa ser muito mais sorrateiro e precisa dizer "Bem, o Senhor acabou de nos levar a este texto" e assim você é muitas vezes tentado a tipo que arrastar isso ao contexto a que não pertence.

Agora você tem que resistir a isso, porque você nunca vai querer usar a Escritura para seus próprios fins. Você quer lidar objetivamente com ela. A subjetividade não vem à Escritura. Você quer lidar objetivamente, basicamente, com a Escritura para que você simplesmente diga o que Deus quer dizer.

Vou lhe dar uma ilustração. Eu li esta semana, um professor queria convencer as pessoas de que o principal problema na vida era se preocupar com seres humanos, ok? Isso é uma coisa boa. Quer dizer, devemos nos preocupar com os seres humanos. E então para sustentar seu ponto de vista, ele usou a história da Torre de Babel e eu pensei "Isso é interessante. Vou ler." Isto foi o que ele disse, “Na construção da Torre de Babel seus esforços foram frustrados. A coisa falhou porque colocaram as coisas materiais em primeiro lugar e os seres humanos por último. À medida que a torre crescia, levava muitas horas para transportar uma carga de tijolos para os pedreiros que trabalhavam no topo. Se um homem caisse da torre , enquanto descia, ninguém prestaria atenção. Era apenas um trabalhador que estava perdido, mas se ele caisse enquanto subia eles choravam porque ele também perdera os tijolos. É por isso que Deus confundiu sua linguagem. Eles falharam em dar prioridade aos seres humanos".

E eu disse "Misericórdia, misericórdia, isso é o suficiente. Eu não aguento mais." Onde ele conseguiu tudo isso? Pura imaginação. A mensagem da Torre de Babel não é que as pessoas são mais importantes do que os tijolos. A mensagem de Babel é que Deus é mais importante do que ídolos. Que as pessoas são mais importantes do que os tijolos, eu concordo com isso, mas isso não é o que se está tentando ensinar. Você vê o que acontece? Você pode fazer qualquer coisa, fazer alguma coisa. Você pode abordar com uma boa teologia ou má teologia. A boa teologia ali é que as pessoas são mais importantes do que tijolos. A ruim é que você ignorou a lição principal de que Deus é mais importante do que qualquer ídolo.

Eu nunca deixo de ficar espantado em como as pessoas interpretam mal a Bíblia para seus próprios fins. Você sabe, é muito fácil pensar em um sermão realmente bom que você quer pregar, e em seguida encontrar versículos que o apóiam, e você simplesmente tirá-los do contexto fazendo-os dizer o que você quiser que eles digam.

É como o sujeito que pregava sobre as mulheres não terem o cabelo no topo da cabeça, sabe. Seu texto era "Topete Desça". Ele tirou de Mateus 24 onde diz, "quem estiver sobre o eirado não desça." Bom, isso é uma ilustração grosseira, mas esse é o ponto que eu estou tentando fazer. Você sabe, mas o que acontece, é que se você acha que o ministério é simplesmente um meio de se obter sucesso e ter uma resposta das pessoas, então você vai fazer o que quer que funcione.

Eu estava lendo um artigo nesta semana, que, em 4 de fevereiro de 1977, a Christianity Today intitulou "Os Perigos da Pregação Persuasiva" por A. Duane Lifton, que ensina no Seminário de Dallas. E o artigo era muito interessante porque ele apontava o fato de que há, basicamente, cinco elementos em uma mudança comportamental: atenção, compreensão, rendimento, retenção e ação. Em outras palavras, se você quiser levar as pessoas a mudarem seu comportamento, primeiro você ganha sua atenção. Depois você capta a sua compreensão, para que eles entendam o que você está dizendo. Depois você faz com que eles cedam a isso, depois os retém e então muda suas ações; e essa é a seqüência, os cinco passos. "E historicamente -" Lifton diz no artigo "- os pregadores sempre foram ensinados que o número três é para onde estamos indo. Queremos que as pessoas cedam. Queremos que as pessoas respondam. Queremos que as pessoas façam uma mudança." E então você sabe o que acontece? Isso se torna o motivo. Isso se torna a direção e então o que acontece é que você faz qualquer coisa que obtenha resposta. Então você se torna emocional com 15 histórias que levam às lágrima, e Lifton salienta que você assume algumas personalidades de santidade de Hollywoodianas, quase santificado, e faz essas coisas, leva todo mundo a se agitar emocionalmente, depois você canta 48 versos do hino de encerramento e você tenta quebrar as costas de todos até que eles estejam no chão e assim por diante, e os leva a darem uma resposta.

E você, sabe nos é dito que quando você sai para evangelizar, rapaz, a coisa que você quer fazer é ter um compromisso, ter um compromisso, ter um compromisso. Por que, você não vende a alguém algo e se afasta sem fazê-lo assinar. Rapaz, faça-os assinar. E nós nos concentramos na coisa que cede, e esse se torna o objetivo, e consequentemente às vezes a verdade é adulterada na Palavra de Deus para alcançar o objetivo. E o ponto de Lifton, no artigo, é que não devemos ir para o terceiro passo o de ceder. Devemos parar no segundo passo o da compreensão e deixar o Espírito Santo trazer o rendição, e eu concordo 100 por cento.

Meu trabalho é chamar sua atenção e dizer o que a Bíblia quer dizer e quando você a compreendeu o Espírito de Deus tem algo com quem Ele pode trazer convicção. E estou convencido de que muitas pessoas estão respondendo a coisas que nem sequer sabem a que estão respondendo. Ele cita Frederick Marcuse que escreveu um livro sobre o hipnotismo, e eu não vou ler a citação mas ele diz que Marcuse basicamente provou que simplesmente por ser suficientemente persuasivo e poderoso o suficiente, você pode fazer qualquer um fazer qualquer coisa. E o que ele diz, essencialmente, é que ele pegou um ateu um ateu vocal e assumido, e o tornou religioso em três sessões pelo poder da persuasão. Você poderia fazer qualquer coisa às pessoas. Você pode levá-los a praticarem - O flautista mágico fez a todos marcharem até o final do cais. Você pode fazer qualquer coisa. Você pode levar as pessoas a fazerem qualquer coisa e temos que ter cuidado com o poder da persuasão.

O psicólogo James McConnell diz, "Chegou o momento em que se você me desse qualquer ser humano normal e algumas semanas, posso mudar seu comportamento do que é agora para o que você quer que seja, se for fisicamente possível. Não posso fazê-lo voar batendo as asas, mas posso transformá-lo de um cristão em comunista e vice-versa." O poder da persuasão.

Você carrega as pessoas emocionalmente o sufuciente, usa versículos da Bíblia que são torcidos o suficiente para tipo que jogar com suas emoções, e se você obter uma justificativa, se você receber uma resposta, então você tende a justificá-la. Lifton diz, "Tudo isso sugerido, através do uso de certas técnicas, é possível obter resultados mesmo quando o Espírito Santo não está ativo." Isso mesmo.

Paulo, é claro negou isso. Ele diz, "Meus sermões meus discursos, não eram o discurso persuasivo das palavras dos homens e da eloqüência e assim por diante, mas no poder de Deus". Se simplesmente disséssemos às pessoas o que a Bíblia quer dizer com o que ela diz, e nunca faremos isso até que não estejamos dispostos a sacrificar a verdade e a integridade da Palavra de Deus para obter uma reação. Deixe a reação vir em resposta à verdade.

Portanto é triste tornar-se orientado para os resultados. É triste usar a Escritura, torcendo-a para conseguir aquilo que você quer que seja realizado, ainda que tenha de adulterá-la. Como querer ter certeza de que você tem dinheiro suficiente para o orçamento, tentando ensinar as pessoas a dar o dízimo, quando a Bíblia não ensina isso. A maior coisa que um mestre poderia fazer por você não é forçá-lo a ceder a algo, mas ajudá-lo a entender algo claramente, para que o Espírito de Deus possa produzir o rendimento, com base na verdade.

Uma segunda coisa a evitar não é apenas evitar usar a Bíblia para obter uma resposta, mas a segunda coisa a se evitar é a falta de estudo. Um estudo bíblico bom e preciso é um trabalho árduo. É muito parecido com cavar uma vala. Você dobre suas costas e o faz até que esteja pronto. Isso funciona. Não é fácil, e suponho que talvez porque eu trabalhe duro nisso - na verdade, você sabe, eu poderia passar toda a minha vida e não fazer nada além disso e ainda me sentir inadequado. Isso é o quanto o estudo deste livro exige, e quando eu ouço alguém levantar-se no clube 700 e abrir-lo e dizer, "você sabe eu estava lendo este versículo outro dia na cozinha, e sabe o que eu disse a mim mesmo?" E eles dão a interpretação errada e alguém diz, "Oh o Senhor. O Senhor te deu isso? Oh o Senhor me deu isto."

A Bíblia deve ser estudada. Agora eu creio que o Espírito de Deus iluminará a Palavra de Deus em sua vida, mas a razão pela qual Deus deu mestres à igreja, é porque leva esse tipo de pessoa a assumirem um compromisso. Por que você acha que Ele diz, "Dupla honra para aqueles que trabalham na Palavra e doutrina?" É trabalho. Eles são os que devem ser duplamente honrados na igreja porque eles são a chave para a coisa toda. E temos que ter cuidado. Quando nos assentamos em nossos estudos bíblicos não apenas contamos com nossa ignorância e "eu penso isso" e "eu penso aquilo." Bem, alguém deveria estar lá que saiba basicamente o que isso significa ou alguém deveria descobrir. Pegue um comentário ou falar com um professor que sabe.

Você sabe o que eu noto tanto no movimento carismático, e também além dele, é que não há mais especialistas. Ninguém parece reconhecer intérpretes bíblicos muito bons. Agora, porque eliminamos isso, e se tornou livre para todos, qualquer pessoa tem o direito de dizer qualquer coisa, sobre qualquer versículo ou qualquer passagem. Isso é triste porque francamente, amados, e eu não estou me colocando nessa categoria, porque eu aprendo aos pés de homens melhores do que eu, mas vou lhe dizer uma coisa. Você simplesmente não pode comparar a assim chamada interpretação caprichosa de cada cristão, com a de homens instruídos que têm as habilidades e as ferramentas para nos dizer o que a Palavra de Deus significa com o que ela diz. Há uma grande diferença.

Deus deu mestres à igreja. Por que você acha que Efésios 4 diz, "E ele mesmo concedeu uns para apóstolos, outros para profetas, outros para evangelistas e outros para pastores e mestres, com vistas ao aperfeiçoamento dos santos"? Bem, esse é o ponto inteiro. Os santos não podem chegar à maturidade a menos que haja pessoas capazes. Isso não contradiz 1 João 2:27 sobre todos nós tendo uma unção para que não precisemos ser ensinados por homens. Tudo o que está dizendo é que não precisamos de sabedoria humana. Nós temos a sabedoria de Deus de Seu Espírito Santo através de Seus mestres designados. Há professores na igreja. Leia 1 Coríntios 12. E há um tremendo compromisso de ser bom, de ser preciso.

Um pastor, pastor carismático, disse "Eu não leio nenhum comentário ou nenhum livro. Eu vou direto para a Bíblia e Deus me mostra a verdade." E ele baseou-se em João 14:26,"mas o Consolador, o Espírito Santo, a quem o Pai enviará em meu nome, esse vos ensinará todas as coisas e vos fará lembrar de tudo o que vos tenho dito ". Isso foi falado para quem? Aos escritores do Novo Testamento. Isso não é para cada cristão reivindicar. Se ele subir no púlpito e disser "Deus me deu a mensagem" eu diria que pelo menos 50% do tempo, ele não vai entregar a mensagem que Deus tem nesse texto, e provavelmente mais de 75 por cento dele. Isso soa espiritual mas é um tipo de um egoísmo velado, temo eu.

Uma mulher carismática no rádio foi perguntada por um entrevistador como ela conseguia seus sermões. Ela disse, "Eu não os preparo. Eu os recebo de cima. Deus me entrega." Bom, estou muito preocupado com essas pessoas. Estou muito preocupado com a abordagem improvisada ao Cristianismo. Estou muito preocupado com pastores e líderes que estão tão ocupados correndo, e todos os shows cristãos que estão acontecendo em todo o país, eles não se preocupam em estudar a Palavra de Deus. E então eles se levantam no púlpito e dizem às pessoas que é isso que Deus está dizendo, quando de fato não é o que Deus está dizendo naquela passagem.

Uma carta foi recebida por Robert Sealy, que é um amigo meu, e Robert tinha escrito isso a um jovem que se juntou ao movimento carismático; e esta foi a resposta que Robert recebeu. "A maior experiência de amor que já tive foi ao pé da cruz quando o sangue de Jesus Cristo derramou sobre mim". Isto disse o jovem que lhe respondeu. O jovem tem estado no movimento. "Ele me encheu de Seu Espírito. Ele me levou através do véu para a cidade de Jerusalém para o Santo dos Santos." Há esse tipo de espiritualidade etérea. "Lá eu me vi nEle e Ele em mim. Recebi o batismo do Espírito pelo fogo, e com isto, o Seu amor habita em mim. Com isto tenho comunhão diariamente."

Agora ouça o próximo parágrafo. "Eu não sinto necessidade de estudar as Escrituras porque eu conheço Jesus como Ele Se revelou a mim, dentro de mim, e como Ele habita em mim, há a Palavra. Eu vou para as Escrituras. Estou familiarizado com a Escritura e a Escritura é vital e necessária, mas - " e ele sublinha tudo isso "- não é nem central nem crucial, porque eu O tenho. Pelo contrário Ele tem a mim. As Escrituras são uma fonte secundária. Através do batismo do Espírito Santo a Palavra em mim é primária. Eu digo isto como uma experiência viva do que Ele me deu para dizer."

Em outras palavras este jovem está dizendo "Desde que tive o batismo do Espírito eu tenho a Palavra viva em mim, e ela sai de mim, é primária, e a Bíblia é secundária e assim Eu não preciso estudá-la." Você concorda com isso? Isso é muito assustador, não é mesmo? Mas você vê, isso vem de um jovem carismático. Isso é exatamente o que estou dizendo, pessoal, que está acontecendo. Todo mundo está dizendo "O que eu sinto, o que eu penso, o que eu sinto, minha interpretação." E você tem um desastre.

Sempre que ouço um pregador que se levanta e diz que "Deus me deu isso" eu me pergunto se ele poderia falar sobre algumas coisas na Bíblia como essas. Gostaria de desafiá-lo algum dia para dar um estudo de Setur, Moabe, Rápido-Despojo-Presa-Segura, Calno, Carquemis, Josebe-Bassebete o Taquemonita, sem qualquer estudo. Ou talvez ele gostaria de fazer um discurso sobre a doutrina da imago, da kenosis, e da União Hipostática. Tudo vital essencial na fé cristã. Não me diga que você pode cortar em linha reta a Palavra de Deus sem estudo. Você não pode. Não pode ser feito, e falhar em estudar diligentemente e cortar cortar em linha reta, sobre a doutrina, resultou em interpretações errôneas da Palavra de Deus que estão se espalhando como fogo através do movimento carismático.

Eu ouço tantos versículos mal interpretados, que aflige meu espírito, e você sabe ao que isso leva? Isso leva a uma terceira coisa a a ser evitada, e é isso que eu chamo de espiritualização ou alegorização. O que acontece é que as pessoas simplesmente começam a levar sua imaginação para a Bíblia, e em vez de realmente interpretá-la, uma vez que não sabem o que realmente significa, de qualquer maneira, apenas a usam como uma parábola, ou uma alegoria, ou uma história espiritual E eles saltam fora dela para ensinar a verdade espiritual. Eles são, você sabe, exatamente como alguém disse, "Lembre-se, não é o que você extrai da Escritura. É o que você entende que seja." E isso é basicamente o que eles estão fazendo. Eles estão apenas entendendo o que seja a Bíblia.

Por exemplo eu me lembro do primeiro sermão que eu preguei. Foi terrível! Ah, foi terrível. Meu texto foi "E o anjo rolou a pedra". Que grande mensagem sobre a ressurreição. Eu não preguei sobre a ressurreição. Eu preguei sobre rolar pedras de sua vida. A pedra da dúvida, a pedra do desespero. Quer dizer, essa não é a mensagem de "o anjo rolou a pedra." Rolar pedras em sua vida. O que eu deveria ter feito era ter estudado para descobrir o que estava acontecendo quando o anjo rolou a pedra e ensinar sobre a ressurreição.

Uma vez eu cheguei ao meu pai, anos atrás, quando ele pregou um sermão em Atos 27, "lançaram da popa quatro âncoras e oravam para que rompesse o dia" e ele pregou em lançar âncoras e ele disse "A âncora da fé e a âncora da esperança " e assim por diante. E eu disse "Você sabe por que eles jogaram essas âncoras para fora? Só para segurar o navio. É isso." Ele ri sobre isso agora. Eu disse a ele que eu tinha o meu sermão sobre as pedras do seu sermão sobre as âncoras.

Quer saber, e eu acredito nisso. Creio que alguns dos postes no tabernáculo eram apenas para manter as laterais para cima. Algumas pessoas acreditam que a placa central da parte de trás do Santo dos Santos é a indicação da doutrina da segurança eterna. Ah, moço, e por aí vai. Ouça, eu ouvi um sermão sobre Lázaro, onde Lázaro é simplesmente uma imagem da igreja. E como Lázaro foi ressuscitado dos mortos, isso fala do Arrebatamento da igreja. Eu chamo isto de pregação da pastorinha. Você não precisa da Bíblia. Você só precisa de uma boa imaginação e você pode usar qualquer coisa. Você poderia usar "a pastorinha perdeu suas ovelhas -" As pessoas estão perdidas. Em todo o mundo eles estão vagando como ovelhas sem pastor. Eles estão perdidos"- e não sabe onde encontrá-los." Não há recursos humanos para encontrar as ovelhas. "Mas eles virão para casa." Você nem precisa da Bíblia. Você pode usar a pastorinha, as Fábulas de Esopo, mamãe Ganso, qualquer coisa. Não é assim que você faz com a Bíblia.

Um jovem casal veio com problemas conjugais para conversar com Jerry Mitchell. Marcaram um encontro de aconselhamento, e ele começou a conversar com eles. Depois de cerca de meia hora ele disse, "Como vocês se casaram? Você estavam a quilômetros de distância." "Ah" eles disseram "foi um sermão que o pastor pregou em nossa igreja". Isso é verdade. E ele disse, "Bem, como foi isso?" "Ele pregou sobre Jericó." Jerry disse "Em Jericó, o que isso tem que a ver?" "Bom" disse ele "o povo de Deus gritou para essa cidade, marchou em torno dela sete vezes, e as paredes caíram" e ele disse isso "Se você crê que Deus lhe deu uma garota, você deve reivindicá-la e marchar em torno dela sete vezes e as paredes do seu coração irão cair abaixo; E então eu fiz isso e nos casamos." E Jerry disse, "Isso não é verdade. Você não está me dizendo a verdade." "Ah sim" ele disse, "e há muitos outros que se casaram também com o mesmo sermão." E assim só para ter certeza, Jerry ligou para o pastor, e ele disse, "Ah sim" ele disse "Eu preguei isso." Ele disse "De fato eu preguei muitos assuntos diferentes desse texto".

Ouça, a mensagem dos muros de Jericó caindo não tem nada a ver com marchar em torno de uma garota sete vezes e ter as paredes de seu coração derrubadas; mas veja esse é o tipo de coisa que acontece. Você sabe isso é como os antigos alegoristas costumavam dizer que quando a Bíblia diz "Abraão, Abraão" isso realmente está falando sobre o fato de que Abraão viverá para sempre porque o que está dizendo é "Abraão Abraão".

A Igreja Católica Romana é construída sobre isso. Costumavam dizer que a viagem de Abraão, de Ur dos Caldeus a Harã, foi a viagem imaginária de um filósofo estóico que deixa o entendimento sensual e chega aos sentidos. Os dois pence dados pelo bom samaritano ao estalajadeiro foram o batismo ea ceia do Senhor.

O Papa Gregório Magno interpretou Jó desta forma. Ele disse "Os três amigos do patriarca representam os hereges. Seus 7 filhos são os 12 apóstolos. Suas 7.000 ovelhas são o povo fiel de Deus e seus 3.000 camelos são os gentios. "E então eles querem ir a 1 Coríntios capítulo 10 e dizer bem" A Bíblia diz que todas essas coisas aconteceram por exemplos ". Uma terrível interpretação errônea disso. O que está dizendo é que, quando Israel falhou com Deus no deserto, eles morreram, e o exemplo é que se você falha em obedecer a Deus, então você também pode morrer. Essa é a lição; não que camelos com corcova significam gentios.

O conhecido pregador carismático fez uma série sobre o Livro de Neemias. Ele disse, "Os muros de Jerusalém estavam em ruínas e isso fala dos muros quebrados da personalidade humana, e Neemias é o Espírito Santo. O Espírito Santo vem reconstruir os muros da personalidade humana." Então ele continua falando sobre todas as pequenas coisas. Tudo significa alguma coisa. E finalmente quando ele chega à piscina do rei, a piscina do rei significa o batismo do Espírito, e ele parte daí para ensinar línguas. A história de Neemias não tem nada a ver com o Espírito Santo, com as paredes da personalidade humana, com o batismo do Espírito ou línguas; mas, se você for usá-lo para fazer isso, você vê, as pessoas pensarão que é um ensinamento maravilhoso da Bíblia. Mas não é. É baratear a Palavra de Deus para ensinar-lhes o que você quer onde Deus nunca pretendeu dizer aquilo. Você não pode fazer isso com a Palavra de Deus e ser justo.

Alguns de vocês podem ter lido um livro chamado Se eu Perecer, Eu Pereço, de autoria de Major Thomas no qual ele discute naquele livro a doutrina do Espírito Santo. Ouça, o Espírito Santo nem sequer é mencionado em Ester. Nem sequer é mencionado, mas ele tem a idéia de que Ester é o Espírito. Mardoqueu é o espírito humano e Hamã é a carne, e faz uma alegoria. Veja isso não está certo. Deixe a Bíblia dizer o que quer dizer não o que decidimos fazer com que ela diga.

Deixe-me encerrar com isto. Se você distorcer a Bíblia o suficiente, você pode aparecer com qualquer coisa. Alguém disse "Por que os carros de bombeiros são vermelhos?" E a resposta veio, "Bem, os carros de bombeiros têm 4 rodas e 8 homens, e 4 e 8 fazem 12. Há 12 polegadas em um pé. Um pé é um governante. A Rainha Elizabeth é uma governante, e também um dos maiores navios no mar. Os mares têm peixe e os peixes têm barbatanas. Os finlandeses lutaram contra os russos. Os russos são vermelhos. Os caminhões de bombeiros são sempre russos, assim que caminhões de bombeiros são vermelhos." Então você pode provar qualquer coisa que você queira provar, vê. E eu tenho medo que seja assim que algumas pessoas do movimento carismático, e outras áreas erradas chegam à suas conclusões.

Nosso amado Senhor Jesus, no capítulo 24 de Lucas, estava andando na estrada de Emaús com dois de Seus discípulos, e a Bíblia diz que, e eu amo isso, começando - vamos ouvi-la. "começando por Moisés, discorrendo por todos os Profetas, expunha-lhes o que a seu respeito constava em todas as Escrituras." Você conhece a palavra que é usada para ser interpretada? É a palavra-chave heremeneuō. Quando Jesus ensinou as Escrituras Ele as interpretou corretamente. Ele usou heremeneuō, hermenêutica. Você nunca pode fazer isso de outra maneira. Jesus é o modelo perfeito do Mestre que usou os princípios corretos, e quem não o faz vai acabar adulterando a preciosa Palavra de Deus e é isso que estamos vendo hoje.

Na próxima semana vamos falar sobre algumas das passagens que foram vítimas desta situação. Vamos orar.

Obrigado Pai pela Tua Palavra pelo tempo de compartilhamento que tivemos esta manhã. Ajuda-nos a ser justos com as Escrituras. Ajuda-nos a amá-la e ensiná-la, mas a amá-la o suficiente para ensiná-la com precisão, estudá-la, submeter-nos a bons mestres, a bons livros, e perceber que certamente podemos mudar nossos pontos de vista, porque podemos encontrar mais informações. Certamente, podemos crescer e ver uma nova luz, mas que a questão principal é que pelo menos nos aplicamos com toda a energia que temos para conhecer a verdade. Queremos que Tu fales da maneira que queres falar, e obrigado por nos falar pela Bíblia. Em nome de Jesus. Amém.

FIM

This sermon series includes the following messages:

Please contact the publisher to obtain copies of this resource.

Publisher Information
Grace to You
Unleashing God’s Truth, One Verse at a Time
Back to Playlist
Unleashing God’s Truth, One Verse at a Time

Welcome!

Enter your email address and we will send you instructions on how to reset your password.

Back to Log In

Unleashing God’s Truth, One Verse at a Time
Minimize
View Wishlist

Cart

Cart is empty.

ECFA Accredited
Unleashing God’s Truth, One Verse at a Time
Back to Cart

Checkout as:

Not ? Log out

Log in to speed up the checkout process.

Unleashing God’s Truth, One Verse at a Time
Minimize