Grace to You Resources
Grace to You - Resource

Como eu mencionei para vocês nesta manhã, vamos dar uma pequena pausa no nosso estudo sobre as bem-aventuranças, porque o Senhor realmente pressionou o meu coração a compartilhar com vocês, do livro de Hebreus, uma mensagem especial. Então, se você olhar comigo no livro de Hebreus, estudaremos juntos. Agora, como você sabe, há algumas semanas, falei sobre o assunto, examine-se se você está na fé. Era uma manhã de domingo antes do momento de comunhão e eu estava muito preocupado com o fato de que havia muita gente na Grace Church que veio e ouviu e talvez até cresse, mas que nunca tivesse comprometido suas vidas com Cristo e insuficientes no dia do julgamento. E continuamente enfrento esse medo.

Eu sei que há na igreja trigo e joio. Eu sei que sempre haverá o falso entre os verdadeiros. É muito fácil em uma igreja do nosso tamanho com muitos milhares de pessoas se esconder e nunca realmente ser confrontado com a realidade de se você entregou sua vida a Cristo ou não. Você pode se contentar com apenas entrar na multidão e se mover com todos os outros. E meu coração está profundamente preocupado com a realidade de que algumas pessoas preciosas por quem Cristo morreu vieram e você veio e você ouviu e ouviu as mensagens e talvez até acreditou que isso é verdade, mas nunca chegou-se a Jesus Cristo. Por um motivo ou outro você está resistindo.

Uma senhora me ligou ao telefone e expressou exatamente isso. Ela disse: "Eu, eu venho, mas não sou cristã. Mas eu estou interessada." E se eu ouvi isso daquela senhora e recebi cartas nesse sentido, e eu tive um homem que disse:" Eu venho. Eu não acredito no que você diz, mas eu gosto do jeito que você diz." Se isso for verdade, se isso for verdade com as pessoas que falam comigo, provavelmente ainda há outros que se sentem ou que ouviram tudo, e, por algum motivo, nunca se comprometam com Cristo. Eles simplesmente ficam sentados à beira da cerca. Eles ficam pendurados nos balanços. E talvez, se você estiver vindo enquanto estudamos o evangelho de Mateus, você entende que Jesus estabeleceu os padrões para estar no Seu reino.

E você sabe agora que Ele diz: "Para estar no meu reino, você deve ser pobre em espírito, chorar sobre o pecado e ser manso. E você deve ter fome e sede de justiça, ser misericordioso, ser puro de coração e ser um pacificador. E você provavelmente já ouviu falar que quando você cumprir essas qualificações e chegar a Deus em Cristo e você for redimido, você se torna um possuidor do reino. Você se torna um recipiente de todas as bênçãos de Deus ... de toda generosidade de Deus. Você se torna um filho de Deus no mais puro sentido. Mas mesmo que você conheça as qualificações e mesmo que você conheça as conseqüências e as bênçãos disso, talvez você ainda não tenha se comprometido com Jesus Cristo. E eu ouso dizer que isso é verdade em toda a terra e em todo o mundo. Há pessoas que sabem, mas nunca assumem o compromisso. Elas nunca dão o passo. Por uma razão ou outra, seu momento não chegou. Elas simplesmente empurram-no e empurram-no e empurram-no para fora.

Olhe comigo por um minuto antes de examinar o livro de Hebreus, em João capítulo 12. E eu quero que você veja o que é um retardamento perigoso. Em João, capítulo 12, no versículo 32, nosso Senhor disse: "E eu, quando for levantado da terra, atrairei todos a mim mesmo. Isto dizia, significando de que gênero de morte estava para morrer. Replicou-lhe, pois, a multidão: Nós temos ouvido da lei que o Cristo permanece para sempre, e como dizes tu ser necessário que o Filho do Homem seja levantado? Quem é esse Filho do Homem? Respondeu-lhes Jesus: Ainda por um pouco a luz está convosco. Andai enquanto tendes a luz, para que as trevas não vos apanhem; e quem anda nas trevas não sabe para onde vai. Enquanto tendes a luz, crede na luz, para que vos torneis filhos da luz. Jesus disse estas coisas e, retirando-se, ocultou-se deles.”

Que ilustração. Ele diz: "É melhor crer enquanto você pode crer". E então, para ilustrar isso ele foi e se escondeu onde eles nunca poderiam encontrá-Lo, para que eles pudessem compreender o que isso significaria, não tê-lo por perto. E o versículo 37 diz: "E, embora tivesse feito tantos sinais na sua presença, não creram nele, para se cumprir a palavra do profeta Isaías, que diz: Senhor, quem creu em nossa pregação? E a quem foi revelado o braço do Senhor? Por isso, não podiam crer, porque Isaías disse ainda: Cegou-lhes os olhos e endureceu-lhes o coração, para que não vejam com os olhos, nem entendam com o coração, e se convertam, e sejam por mim curados.”

Agora note, Jesus diz: "É melhor você crer enquanto ainda você pode crer. É melhor entrar na luz enquanto a luz estiver disponível, pois chegará o momento em que ela não estará por perto." E então Ele ilustrou que a profecia de Isaías aconteceu. Eles não acreditariam, portanto não podiam acreditar, e Deus fechou o dia da graça. Isso é o que Isaías está dizendo. Este foi o último apelo de Jesus, aliás. Um último convite no Evangelho de João. O dia da graça estava passando, e no próximo capítulo ele encontra seus discípulos no dia anterior ao seu julgamento e, finalmente, a Sua morte. Este é o seu último convite. Ele diz: "Eu não vou estar aqui muito tempo. É melhor agir enquanto vocês podem agir antes que sejam confirmados na soberania de Deus em sua incredulidade.”

Em João, capítulo 8, e ele aqui diz o mesmo pelo menos três vezes. No versículo ... bem, veja o versículo 12. "De novo, lhes falava Jesus, dizendo: Eu sou a luz do mundo; quem me segue não andará nas trevas; pelo contrário, terá a luz da vida". Esse é o primeiro convite. Ele está dizendo: "Se vocês me seguirem, vocês caminharão na luz". Mas, então, ele diz no versículo 21: "Vou retirar-me, e vós me procurareis, mas perecereis no vosso pecado; para onde eu vou vós não podeis ir." Este, na verdade, é o segundo convite. Porque é um aviso que se eles não aceitarem a luz enquanto a luz estiver disponível, haverá um dia em que a luz não estará disponível. E, então, no versículo 24, ele repete a advertência pela terceira vez: "Por isso, eu vos disse que morrereis nos vossos pecados; porque, se não crerdes que EU SOU, morrereis nos vossos pecados." Veja, Jesus sempre foi estendendo o Seu amor, mas sempre lhes disse que havia um limite.

Volte para o capítulo 7, versículo 33: "Disse-lhes Jesus: Ainda por um pouco de tempo estou convosco e depois irei para junto daquele que me enviou. Haveis de procurar-me e não me achareis; também aonde eu estou, vós não podeis ir." Essa é a mesma idéia. Você sabe, antes que Deus enviasse o dilúvio em Gênesis, capítulo 6, no versículo 3, Deus disse: "O meu Espírito não agirá para sempre no homem". Em outras palavras, chega um momento em que Deus fica sem paciência. E então veio o dilúvio e todo o mundo foi destruído. No capítulo 63 de Isaías, encontramos isso ilustrado nos versículos 7 a 10. O profeta Isaías diz: "Celebrarei as benignidades do SENHOR e os seus atos gloriosos, segundo tudo o que o SENHOR nos concedeu e segundo a grande bondade para com a casa de Israel, bondade que usou para com eles, segundo as suas misericórdias e segundo a multidão das suas benignidades." Que versículo. Ele fala sobre a bondade amorosa, o louvor, a benevolência e a misericórdia de Deus. "Porque Deus disse:" Certamente eles são o meu povo, filhos que não mentirão ", então Ele era seu Salvador.”

Que imagem de Deus. Ele era tão amoroso. Ele era tão misericordioso. Ele era tão gentil. Ele era tão gracioso. Ele era o Salvador deles. E o versículo 9, "Em toda a angústia deles, foi ele angustiado, e o Anjo da sua presença os salvou; pelo seu amor e pela sua compaixão, ele os remiu, os tomou e os conduziu todos os dias da antiguidade." Oh, que quadro. Que Salvador amoroso. Mas o versículo 10 vem como um ... como um choque, como um raio do céu para destruir a paz da cena. "Mas eles foram rebeldes e contristaram o seu Espírito Santo, pelo que se lhes tornou em inimigo e ele mesmo pelejou contra eles." Você pode acreditar nesse tipo de mudança? Em uma pequena seção de três versículos? Deus é paciente, Deus é amável, Deus é bom, Deus é gracioso, Deus é misericordioso, Deus é paciente, Deus não está disposto a que algum se perca. Mas a misericórdia de Deus tem limites. É melhor chegar à luz enquanto a luz estiver disponível. Essa é a mensagem.

Agora, o livro de Hebreus nos dá uma visão gráfica desta maravilhosa verdade, este maravilhoso convite de advertência de Deus. E eu quero que você veja Hebreus e vamos ver o que tem a dizer. Agora o livro de Hebreus foi basicamente escrito para cristãos, cristãos judeus. É por isso que seu título é Hebreus. Eles eram crentes judeus, mas ... agora ouçam ... intercalados em todo o livro de Hebreus, que é escrito para cristãos judeus, são advertências, advertências; advertências para enfrentar aquelas pessoas ... agora vejam ... quem conhece o evangelho, intelectualmente, que entendem o chamado da salvação, mas nunca assumem o compromisso. OK. Então, enquanto o escritor continua escrevendo aos crentes, de vez em quando ele vai parar e ele vai dizer: "Agora, eu sei que nesta congregação alguns de vocês sabem que esta é a verdade, mas vocês nunca assumiram o compromisso" E, portanto, existem essas advertências.

No caso dos leitores desta carta aos hebreus, eles eram judeus. Eles estavam intelectualmente convencidos de que o evangelho era verdade. Eles estavam intelectualmente convencidos de que Jesus era o Messias. Mas eles não entregariam suas vidas para Ele. Eles não tomariam aquele simples ato de fé como de uma criança e se lançariam em Sua graça e misericórdia. Eles não viriam a Cristo. Eles temiam que fossem condenados ao ostracismo de sua comunidade. Eles temem que sejam alienados de suas famílias. O preço era muito alto para pagar, e então eles ficaram pendurados na cerca, temendo que eles fossem perseguidos ou alienados ou condenados ao ostracismo ou que teriam que abandonar seu estilo de vida atual.

Agora talvez você se encaixe lá em algum lugar. Você sabe a verdade. Você sabe que Jesus é o Cristo, o Filho do Deus vivo. Você conhece o evangelho e você acredita que é verdade, mas você se opõe a assumir o compromisso pessoal com Cristo porque tem medo de ser alienado de sua família, tem medo de ser condenado ao ostracismo por seus amigos ou as pessoas com quem você corre ou trabalha. Ou você tem medo de que você possa ser perseguido e o preço seria muito alto. Ou talvez você simplesmente não quer desistir de seu pecado atual, então você espera, sabendo que é verdade, mas nunca assumindo o compromisso. Bom, se for esse o caso, Hebreus fala diretamente com você.

Vamos ver as cinco passagens de advertência muito brevemente e ver o que elas dizem. O capítulo 2 dos versículos 1 a 4 é o primeiro. Capítulo 2, versículos 1 a 4; "Por esta razão," o que significa, "por esta razão"? Nos leva ao capítulo 1 e é tudo sobre a majestade de Jesus Cristo. Tudo sobre a glória de Jesus Cristo, tudo sobre aquele que ascendeu para ser aquele na majestade, à mão direita da majestade de Deus. Aquele que é melhor do que os anjos, o próprio Jesus Cristo. Porque aprendemos o que aprendemos sobre Jesus Cristo, porque agora sabemos quem Ele é, porque agora sabemos como Deus o exaltou, por causa de quem Ele é em Sua majestade: "Por esta razão, importa que nos apeguemos, com mais firmeza, às verdades ouvidas, para que delas jamais" o que? - "nos desviemos."

Ouça, se você sabe que Ele é quem Ele é e se você ouviu a mensagem, o escritor está dizendo: "É melhor você prestar atenção sincera ao que você ouviu, para evitar que ele se afaste". Eu sempre penso no homem que reduziu toda a fortuna a um diamante que colocou no bolso para levar para a Europa. E enquanto ele estava a bordo do navio, ele estava jogando no ar e o navio balançou e o diamente passou pela borda e caiu no mar. Para que não caia. "Se, pois,", o versículo 2 diz: "se tornou firme a palavra falada por meio de anjos". Agora, qual era a palavra falada pelos anjos? Essa era a lei do Antigo Testamento. Essa foi a lei de Deus dada por Deus no Monte Sinai. Essa lei foi ministrada por anjos. Então, se a lei do Antigo Testamento, se a lei Mosaica, se os Dez Mandamentos falados pelos anjos foram firmes ou vinculativos para as pessoas, e todas as transgressões e desobediência da Lei Mosaica receberam uma recompensa justa. Em outras palavras, se Deus deu a Lei Mosaica e exigiu obediência absoluta e julgamento sobre todos os que desobedeceram, como escaparemos se negligenciarmos uma salvação tão grande quanto aquilo que está na Nova Aliança em Jesus Cristo? Você vê?

Se as pessoas sob a economia mosaica nunca escaparam do julgamento de Deus, o que faz você pensar que você vai escapar? Se as pessoas que viveram no Antigo Testamento antes de Cristo não escaparam do julgamento de Deus e Deus era mais tolerante então, o que faz você pensar que você escapará porque você rejeita a grande salvação em Jesus Cristo? É o que ele está dizendo. E o "nós" aqui, "importa que nos apeguemos" ... Ele usa a palavra "nós", e ele a usa novamente no versículo 3. "Como escaparemos nós -" A idéia, essa pluralidade é judaica no contexto, É nacional: "Se nós, que somos de Israel, que ouvimos o evangelho, se sabemos que aqueles que estavam sob a antiga economia não escaparam quando negaram a Palavra de Deus, o que nos faz pensar que escaparemos se negarmos a Palavra de Deus" É uma passagem poderosa. Certos julgamentos resultarão. Ele diz no versículo 2: "toda transgressão ou desobediência recebeu justo castigo". E é uma recompensa negativa. Você acha que pode virar as costas para Jesus Cristo? Você acha que pode negligenciar uma salvação tão grande quanto Ele oferece e ainda escapar? Não. Eles nem conseguiram escapar sob a antiga aliança, quanto mais sob a nova.

Vejamos a segunda advertência em Hebreus capítulo 5 e 6. Hebreus capítulo 5 e 6. E não temos tempo para entrar em tudo isso em detalhes, mas deixe-me apenas ... vamos ver o capítulo 6 e nós vamos saltar algo da parte anterior. Mas Ele está dizendo para eles, versículo 12, isto é uma advertência: "Pois, com efeito, quando devíeis ser mestres, atendendo ao tempo decorrido, tendes, novamente, necessidade de alguém que vos ensine, de novo, quais são os princípios elementares dos oráculos de Deus". Aliás, os oráculos de Deus são as leis do Antigo Testamento. Em outras palavras, ele diz: "Vocês pessoal, vocês devem ser mestres do evangelho, vocês tem informações suficientes para serem mestres do evangelho. Mas em vez disso, alguém precisa ensinar-lhes novamente as leis do Antigo Testamento. Vocês são primitivos quando deveriam estar avançados. Vocês não responderam ao que ouviram." Agora, vá ao versículo 4, e Ele os adverte, " É impossível ", você vê essa palavra? "É impossível, pois, que aqueles que uma vez foram iluminados, e provaram o dom celestial, e se tornaram participantes do Espírito Santo, e provaram a boa palavra de Deus e os poderes do mundo vindouro, e caíram, sim, é impossível outra vez renová-los para arrependimento, visto que, de novo, estão crucificando para si mesmos o Filho de Deus e expondo-o à ignomínia.”

Agora ouça, isso é um aviso novamente, isso não é para os cristãos e isso não é para flagrantes, flagrantes não-cristãos. Isto é para a pessoa sentada à margem. Isto é para a pessoa que diz: "Eu sei que é verdade, mas nunca assumi o compromisso." E o que ele está dizendo é isso, veja se você foi esclarecido, ou seja, a iluminação é uma compreensão mental, uma compreensão mental. Se você provou o dom celestial, e quem é o dom celestial senão o Espírito de Deus. E como eles provaram o Espírito de Deus? Porque o evangelho pregado a eles tinha sido confirmado por sinais, maravilhas e dons do Espírito, diz no capítulo 2 versículos 3 e 4. Então eles tiveram o Espírito de Deus operando no meio deles. Eles provaram disso. Eles realmente não tinham comido e participado; eles provaram disso. E, em um sentido pleno, eles precisavam participar. Mas eles eram uma espécie de participantes parciais e provadores parciais. Eles até provaram a Palavra de Deus. Eles provaram o poder da era por vir.

Você vê, os milagres que foram feitos na igreja primitiva e os milagres que foram feitos no tempo apostólico foram como precursores dos milagres a serem feitos no reino. E os milagres, é claro, que Cristo fará quando Ele retornar. Então, ele diz a eles: "Você teve sua mente iluminada, você teve um gosto e você está naquilo que o Espírito fez". E, você sabe, muitos judeus provaram, por que isso ... o Santo O Espírito era o poder através de Cristo que alimentou os 5.000. E todos os que comeram o peixe e o pão naquele dia, quando Jesus os alimentou, tomaram do que o Espírito havia feito. Eles tinham participado de seus milagres, eles tinham participado de seus ensinamentos, eles tinham participado de Sua palavra, mas eles nunca tornaram isso seu próprio. E o que Ele diz é "Se você teve toda essa revelação e você provou e você já ouviu e você viu isso, e o poder foi exibido e você virou as costas para isto e você se afastou, é impossível salvá-lo. O fato é que, se você rejeitar quando você teve a revelação completa, você está sem esperança. Porque o que mais Deus pode fazer, certo?

A propósito, nenhum termo no versículo 4 ou 5, nem o termo iluminado, provou o dom celestial, participantes do Espírito Santo, provou a boa Palavra ou os poderes da era vindoura, nenhum desses termos é usado em qualquer lugar, a qualquer momento na Bíblia para a salvação. Eles não são termos de salvação. São termos que falam sobre exposição ao evangelho, exposição ao poder de Deus e exposição à vida de Cristo. E eles tinham visto o suficiente e ouvido o suficiente, e se diante de toda essa informação eles caíssem, eles nunca poderiam ser salvos. Porque ouça, amado, se você não aceitar Jesus Cristo quando tiver luz total, nunca o aceitará. Porque ele não pode fazer mais do que isso. E, portanto, é uma advertência severa, julgamento com certeza.

Então Ele dá uma ilustração nos versículos 7 e 8, "Porque a terra", diz ele, "que absorve a chuva que freqüentemente cai sobre ela e produz erva útil para aqueles por quem é também cultivada". Em outras palavras, a cultura é produzida e é uma bênção de Deus quando a chuva cai. E você sabe qual é a imagem? É a imagem de um coração pronto e a chuva do evangelho cai. E o coração pronto absorve a chuva e produz o fruto da salvação. Mas o versículo 8 diz: "mas, se produz espinhos e abrolhos, é rejeitada e perto está da maldição; e o seu fim é ser queimada." A chuva é a verdade espiritual. A chuva é o evangelho. A chuva é a iluminação espiritual. Um pedaço de terra produz boas ervas; outro produz espinhos e os espinhos são fruto do esforço religioso. Você vê, é um sistema de justiça de obras. Eles não produzem nada, eles produzem a coisa errada, você vê? Eles estão muito ocupados, muito produtivos, mas não são ervas para se comer; são espinhos, e tudo que você quer fazer com espinhos é ficar longe do caminho deles. Eles são inúteis. O auto-esforço religioso é amaldiçoado.

E então, ele diz a esses judeus, ouçam: "Vocês podem permanecer no seu judaísmo e vocês podem desencadear sua auto justiça e quando tudo for dito e feito, você terá espinhos. Ou você pode tomar a chuva desta iluminação, você pode ouvir o evangelho e você pode crer no seu coração e deixá-lo entrar no solo de sua vida e produzir o que Deus quer que ele produza. A escolha é sua. A escolha é sua. Esse é outro aviso.

Deixe-me levá-lo à terceira advertência no décimo capítulo. A terceira advertência está no décimo capítulo do versículo 26. E aqui está o mesmo pensamento. Ele vai bater nessas pessoas que estão à margem novamente. Essas pessoas que continuam chegando, mas nunca se comprometem, essas pessoas que ouvem tudo, mas nunca fazem nada sobre isso, essas pessoas dizem que é tudo maravilhoso e eu acredito e vou fazer isso algum dia, eu vou fazer isso ... Ele os atinge novamente. E Ele diz: "Porque, se vivermos deliberadamente em pecado" e o pecado aqui é o pecado da rejeição. Se você rejeitar intencionalmente depois de ter recebido o conhecimento da verdade, você não recebeu a salvação; você recebeu o conhecimento disso. Você sabe o que é isso. Você entende isso. E se você a rejeitar intencionalmente, não haverá mais sacrifício pelo pecado. Ele está dizendo ao judeu: "Você pode matar quantos cordeiros você desejar; você pode abater todas as cabras que você desejar; você pode matar todos os novilhos que desejar; você pode matar todas as rolinhas que desejar, mas não há mais sacrifícios para o pecado se você rejeitar Jesus Cristo. Não há mais nada. Se você conhece a verdade e vira as costas para Cristo, não faz nada sobre Cristo. Não há outra coisa que você possa fazer. Não há outro sacrifício.

E você vê, esses judeus não quiseram vir a Cristo, tinham medo de serem destituidos da sinagoga, você sabe, expulsos da sinagoga, perdendo todos os seus amigos e toda a família deles. E assim eles iam mais e mais no seu judaísmo e eles não iam a Cristo, mas eles mantinham seus sacrifícios. E ele diz: "Isso é ridículo. Se você virar as costas para Jesus Cristo, se você pecar voluntariamente após o conhecimento da verdade, você está condenado porque nada pode fazer alguma coisa por você o que somente Cristo pode fazer. "pelo contrário", o versículo 27 diz: "certa expectação horrível de juízo e fogo vingador prestes a consumir os adversários". Em outras palavras, Deus vai descer em julgamento.

Agora você diz: Bem, você sabe, eu acho - acho que Deus provavelmente será mais brando para com as pessoas que realmente sabiam mais e foram mais à igreja e tiveram mais informações. Você quer saber a verdade? Ele será mais firme com elas. Quanto menos você souber, melhor será para você na eternidade. E se você se expôs, pela graça de Deus, para a plenitude da verdade de Deus, você é o mais responsável de todos. E o julgamento ardente está esperando por você, se você rejeitar Jesus Cristo. E é exatamente o que Ele diz, versículos 28 e 29: "Sem misericórdia morre pelo depoimento de duas ou três testemunhas quem tiver rejeitado a lei de Moisés".

Ouça, se você simplesmente desprezasse a Lei Mosaica, a lei que foi dada na terra, a lei que veio do Monte Sinai, se você desprezasse as tábuas de pedra, você era morto. Por quê? "De quanto mais severo castigo julgais vós será considerado digno aquele que calcou aos pés o Filho de Deus". Se você violou Moisés e você morreu, o que você acha que vai acontecer se você violar o Filho de Deus, você vê? Essa é a questão. Se você "profanou o sangue da aliança com o qual foi santificado, e ultrajou o Espírito da graça". Você vê, desobedecer a lei era morrer. Tratar essa aliança com desrespeito era morrer. Violar essa lei era morrer. Ah, quanto mais grave é o castigo para aquele que virar as costas ao Filho de Deus e profanar o sangue de Sua aliança uma coisa ímpia e ultrajar ... ultrajar o Espírito da graça. "Ora, nós conhecemos aquele que disse: A mim pertence a vingança; eu retribuirei". E, em seguida, o versículo 31, "Horrível coisa é cair nas mãos do Deus vivo".

Rapaz, isso é coisa muito forte. Essa é uma advertência de que se você souber a verdade e você virar as costas para isso, "O Senhor julgará o seu povo. Horrível coisa é cair nas mãos do Deus vivo." Um problema muito grave. E então Ele adverte novamente que, se você conhece a verdade e não a recebe, há uma responsabilidade cada vez maior porque você está pisoteando, sob seus pés, o Filho de Deus. Você pode imaginar isso? Você diz: "Eu nunca faria isso, eu só não me decidi ainda." Não, não é assim que a Bíblia olha para isso. Você pode ver isso como não se decidir. Deus vê isso como pisando o Filho de Deus.

Há uma quarta advertência em Hebreus capítulo 12 versículo 25. E resume basicamente o mesmo pensamento; é a mesma coisa. Ele diz: "Tende cuidado, não recuseis ao que fala." Aliás, esse é Deus, é Deus. Ele é o principal orador neste capítulo. É melhor você não se recusar a ouvir a Deus. Agora ouça, "Pois, se não escaparam aqueles que recusaram ouvir quem, divinamente, os advertia sobre a terra, muito menos nós, os que nos desviamos daquele que dos céus nos adverte, aquele, cuja voz abalou, então, a terra; agora, porém, ele promete, dizendo: Ainda uma vez por todas, farei abalar não só a terra, mas também o céu." Você sabe quando Deus falou sobre terra? Na entrega da lei. E Deus soltou a sua voz do monte Sinai, certo, na terra. Deus falou sobre terra e as montanhas sacudiram e balançaram e se afunilaram e Ele diz: "se não escaparam aqueles que recusaram ouvir quem, divinamente, os advertia sobre a terra, muito menos nós, os que nos desviamos daquele que dos céus nos adverte?" Você diz: "Quem é esse?" Esse é Deus. Deus falou do céu várias vezes, e a voz saiu do céu dizendo que este é o Meu Filho Amado, ouvi-o. Você vê isso?

No Antigo Testamento, Deus falou de uma montanha terrena e disse: "Cumpram esta lei". No Novo Testamento, Deus falou do céu e disse: "Ouça meu filho". E se eles não escaparam quando eles recusaram a voz de Deus na Terra, o que faz você pensar que você escapará se recusar o Deus que falou do céu? Ele resume isso no versículo 29 dizendo: "Porque o nosso Deus é um fogo consumidor". Ele é um fogo consumidor e algum dia ele agitará não apenas uma montanha, mas Ele compartilhará os céus em seu julgamento. Que advertência.

A advertência final que quero compartilhar com você está nos capítulos 3 e 4, capítulos 3 e 4. Agora eu quero que você pense comigo enquanto passamos por isso com bastante rapidez. Porque é a maior advertência no livro, vou ler alguns versículos e fazer alguns comentários. Capítulo 3, versículo 7, aqui novamente, o Espírito Santo pára e diz à pessoa que está sentada na congregação: "Ei, você que conhece a verdade, você que ouviu tudo, você que teve tudo isso que lhe foi dado, você que quer ser religioso, e você que sabe qual é a verdade, por favor, enquanto a luz ainda estiver disponível antes que seja tarde demais, antes que a graça de Deus acabe, antes que a misericórdia de Deus se esgote, diga sim a Jesus Cristo." Veja o versículo 7, "Assim, pois" e então há um parêntese até o final do versículo 11 "como diz o Espírito Santo: Hoje, se ouvirdes a sua voz, não endureçais o vosso coração". Veja isso. Hoje, ele diz. Parece com Paulo em Coríntios, II Coríntios 6:2, "eis, agora, o tempo sobremodo oportuno, eis, agora, o dia da salvação".

Hoje, Ele diz. É agora e aqui e agora. Eu sempre penso em D.L. Moody, na noite em que ele pregou em Chicago e disse: "Quero que vocês voltem para casa e pensem sobre o que eu disse e voltem amanhã à noite prontos para tomar uma decisão por Cristo". E naquela noite, o incêndio de Chicago explodiu e uma grande parte de sua audiência estava morta. Ele disse: "Nunca mais disse a ninguém amanhã". Hoje, se você ouvir Sua voz não endureçam seus corações. E então Ele dá uma ilustração, "como foi na provocação". O que é que foi isso? No dia da provação no deserto, ele diz: "Quero dar uma ilustração. Havia um povo que endureceu seus corações; Havia um povo que teve um dia de testes que teve um tempo de provação, um tempo no deserto. E em vez de dizer sim a Mim e em vez de responder, em vez de ouvir a Minha voz, eles endureceram seus corações. Quando foi isso? Versículo 9: "onde os vossos pais me tentaram, pondo-me à prova, e viram as minhas obras por quarenta anos". Agora sabemos onde estamos. Certo? Nós chegamos ao deserto no versículo 8 e aos quarenta anos no versículo 9. Estes são os quarenta anos de Israel no deserto.

E no versículo 10, ele diz: "Por isso, me indignei contra essa geração e disse: Estes sempre erram no coração; eles também não conheceram os meus caminhos. Assim, jurei na minha ira: Não entrarão no meu descanso." A palavra descanso significa Canaã. Essas pessoas não vão a Canaã. E foi o que aconteceu, não é mesmo? O que aconteceu com toda a geração no deserto? Todos morreram, não foi? Deus jurou: "Eles não entrarão em Meu descanso". E todos até o último daquela geração morreu no deserto e nunca entrou na terra da promessa. E assim diz ele, versículo 12: "Tende cuidado, irmãos, jamais aconteça haver em qualquer de vós perverso coração de incredulidade que vos afaste do Deus vivo." É melhor você olhar para sua própria vida e se certificar de que não faça o mesma coisa. Aqui Deus está pronto para levá-lo ao Seu descanso; aqui Deus está pronto para levá-lo ao seu reino; aqui Deus está pronto para levá-lo à salvação, mas você endurece seu coração e está preso no ato maligno da incredulidade, afastando-se do Deus vivo. "Oh, não deixe isso acontecer com você", ele diz, "como aconteceu com eles".

Você vê, houve um dia em que a paciência de Deus se esgotou. Ele foi paciente por um tempo e então Ele disse: "Agora chega". E eles morreram no deserto e nunca chegaram à terra que devia ser o seu descanso. Quatrocentos anos de escravidão, quarenta anos vagueando. Ah, como eles anseiam por Canaã, a terra de leite e mel e eles nunca chegaram lá. Eles morreram no deserto por causa da incredulidade. Eles não creram em Deus. É simples assim. E eu vou mostrar-lhe por que em um momento. Mas sim, ele diz no versículo 13: "exortai-vos mutuamente cada dia". E é por isso que estou trazendo essa mensagem. Exorte as pessoas todos os dias e diga-lhes hoje, hoje, para que nenhum de vocês seja endurecido pelo engano do pecado. Hoje é o dia. Não adie mais um dia. Se você rejeitar a Cristo hoje, será mais fácil amanhã. Se for mais fácil amanhã, será mais fácil no dia seguinte, e assim vai e você se endurece.

Versículo 14 diz: "Porque nos temos tornado participantes de Cristo, se, de fato, guardarmos firme, até ao fim". Essa é a prova se realmente somos redimidos. E assim, "Enquanto se diz: "Hoje, se você ouvir Sua voz," e tudo isso é citado do Salmo 95 - "Hoje, se ouvirdes a sua voz, não endureçais o vosso coração como foi na provocação, no dia da tentação no deserto, onde os vossos pais me tentaram, pondo-me à prova, e viram as minhas obras por quarenta anos." Não foi com os que pecaram, cujas carcaças caíram no deserto, e a quem jurou que não entrariam em seu descanso, mas para com os que não creram. Versículo 19, "Vemos, pois, que não puderam entrar por causa da" o quê? - "incredulidade". E a incredulidade é a razão final pela qual você não vem a Cristo.

Você não crê. Você simplesmente não crê o suficiente. Você não crê que você realmente pode transformar sua vida. Você não crê que vale a pena. Você não crê que você pode fazer de sua vida o que deveria ser. Você quer esperar para ver o que você tem. Você não quer se lançar com fé sobre Ele. Você quer proteger sua reputação; Você quer proteger sua ocupação; Você quer proteger seus relacionamentos familiares. Você não quer ser perseguido. Você não está pronto para dar um passo de fé e dar a sua vida a Jesus, e por causa da sua incredulidade você acabou morrendo no deserto e sua carcaça ficou por lá, e você nunca entra no descanso de Deus. Bem, esta é uma ilustração vívida, não é mesmo? Vívida. Você pode imaginar quão vívido foi ver todas as carcaças de alguns milhões de filhos de Israel que cairam por todo o deserto? Muito vívido. Eles morreram por causa da incredulidade. Eles nunca entraram em Seu descanso. Agora, tudo isso é uma imagem do que o escritor de Hebreus quer dizer no capítulo 4, e eu quero que você veja isso comigo. Provérbios 29:1 diz: "O homem que muitas vezes repreendido endurece a cerviz será quebrantado de repente sem que haja cura".

Agora ouça, Deus oferece um descanso para as pessoas. Está disponível. E entramos no descanso de Deus pela fé. Eu acredito que o descanço do que Ele está falando aqui é a salvação. Vou mostrar-lhe como vamos, como é claro, é isso. Eu acredito que é salvação. E nós vimos isto no Sermão do Monte e vimos que é um caminho muito estreito, não é mesmo? E não muitas pessoas o encontram. É difícil e é um caminho estreito, mas o quão maravilhoso é perceber que Deus também o chama de descanso. Não é ótimo? Você diz: "Bem, como você pode equiparar isso, que é de forma difícil, estreita e comprimida com um descanso? É isso, é tão difícil e tão estreito que você não pode fazê-lo, e então você se entrega a Jesus. Você descansa nele e Ele faz isso por você. Veja, esse é o descanço. E então ele diz: "Quero que você entre no meu descanso." Não é um sistema de obras. Você entrra nisso pelo quê? Por crer, assim como você é mantido de fora por não crer. Não é o que você faz ou não faz, é o que você crê ou não crê.

Agora eu quero que você entenda isso enquanto olhamos para o capítulo 4. Quero que você veja, em primeiro lugar, a disponibilidade do descanso. Eu quero que você ouça o convite que Ele dá às pessoas sentadas na ... à margem. Ouça, verso 1, "Temamos, portanto", e novamente é o "nós" da congregação judaica a quem Ele está falando e então eu uso isso para falar de você. "Temamos, portanto," Oh, é melhor você temer, "que, sendo-nos deixada a promessa de entrar no descanso de Deus, suceda parecer que algum de vós tenha falhado." Quer dizer, o que ele está dizendo é: "Oh, não ficaria com medo de saber que Deus nos havia dado a promessa de repousar, mas ficamos sem isso? "

Você pode imaginar se você fosse um daqueles filhos de Israel que viveram na escravidão do Egito, como você havia sido oprimido e como havia sido empurrado como escravo de uma coisa para outra e tentando fazer tijolos sem palha, e você sendo açoitado, abusado e ferido. E, durante anos e anos, sua família passou por isso, séculos após séculos após séculos. E, finalmente, Deus envia um libertador, um poderoso libertador de nome Moisés. Moisés teve uma vida disponível e ele a entregou a Deus e Deus o levou a conduzir essas pessoas para fora. E você pode imaginar como o Mar Vermelho se separou e eles atravessaram, viraram-se e observaram o exército do faraó se afogar? E prosseguiram, regozijando-se, prontos para encontrar o que Deus havia posto diante deles, a terra de Canaã, que fluía com leite e mel, saindo da incrível escravidão e servidão, e todos nunca chegarem a ver isso, vê. Eles caíram mortos, carcaças desperdiçadas no deserto.

E ele diz: "Você deve ter medo de que Deus tenha posto à sua frente o mesmo tipo de promessa, o mesmo tipo de Canaã, o mesmo tipo de terra de leite e mel, mas você nunca poder chegar lá. Embora, em certo sentido, você tenha escapado da escravidão. É como Pedro fala a respeito. "depois de terem escapado das contaminações do mundo mediante o conhecimento do Senhor e Salvador Jesus Cristo, se deixam enredar de novo e são vencidos", você vê? Você teve uma reforma, não uma regeneração. Há muitas pessoas que querem ... querem Jesus como Salvador, querem um libertador que os tirará da escravidão. Eles simplesmente não querem um Senhor em que tenham que confiar para levá-los a Canaã, vê. E você sabe o que acontece com as pessoas que só querem um salvador, morrem no deserto, nunca conhecem Deus. Ele é Salvador e Senhor.

E então ele diz: "Há um descanso para nós", no verso 1. Você sabe, essa era apenas uma figura lá. Canaã, era uma figura. Ainda há um descanso. Não é tarde demais, ele diz a esses judeus. Não é tarde demais. Deus tem outro descanso. Não é o descanso de Canaã, mas um descanso espiritual, é a salvação. E ainda está disponível, ainda está lá. E, oh, que tragédia se você estivesse aquém disso, como seus antepassados ficaram aquém de Canaã. O descanso do qual Ele fala é a salvação, portanto a disponibilidade de descanso. Pessoal, Deus estendeu Seu amor para vocês. Deus estendeu os braços dele e disse que há um descanso para vocês. É o descanso. Descanso de sua atividade de auto-justa. Descando de seus medos. Descanso de suas ansiedades. Descanso de suas frustrações. Descanso da culpa do pecado. Descanso. E está disponível. E Jesus disse: "Aquele que vem a Mim, de modo algum," o que? "o lançarei fora." Está disponível para quem vem. "Quem quiser, receba." É um descanso.

Mas, você sabe, você pode saber sobre isso e crer em tudo e sentar-se aqui e ouvi-lo e fica sem isso, e sua carcaça morreria no deserto da incredulidade e você nunca entrará na terra da promessa. É assim que são muitas pessoas. Elas querem que um salvador que as tire da escravidão. Elas querem um salvador para livrá-los da escravidão. Mas não querem um Senhor, eles precisam confiar com sua vida. Veja a base do descanso, versículo 2 e seguintes. Você diz: "Bem, como descansar?" Muito simples. "Porque também a nós foram anunciadas as boas-novas, como se deu com eles" as boas novas foram pregadas para eles, "mas a palavra que ouviram não lhes aproveitou, visto não ter sido acompanhada" pelo que? - "pela fé". Você sabe, não importa o que Deus diga se você não acredita nisso? Você sabe o que Deus disse àquelas pessoas? Ele disse: "Eu vou levá-los para essa terra, eu vou levá-los para essa terra; vou deixar aquela terra aos seus pés; vou lhe dar essa terra de cima para baixo, de Dã a Berseba; vou lhe dar essa terra do Eufrates até o Mediterrâneo. Essa é a sua terra. Dada a vocês por Mim. É o meu presente para vocês, sua terra." Ele deixou todos de fora.

E você sabe, Números capítulo 14, eles chegaram ao fim da terra e Josué disse: "Bem, vamos examiná-la". Então ele escolheu doze homens. Ele disse: "Tudo bem, vocês entram e descubram sobre a terra. Doze homens entraram e dez deles saíram e disseram: "Josué, nunca vimos pessoas tão grandes em nossas vidas. Eles são gigantes na terra e nós somos como gafanhotos. Eles vão pisar sobre nós, Josué. Não podemos enfrentá-los." Ah, sim, eles disseram isso a Moisés, eu tenho meus homens misturados. Josué e Calebe saíram e disseram: "Está tudo bem. Nós podemos fazer isso. Nós podemos lidar com isso. Com Deus do nosso lado, nenhum problema." E, claro, em quem que o povo acreditou? Eles acreditaram nos dez espiões, não foi? Eles acreditaram nos dez e não os dois. E você sabe o que aconteceu? Porque eles não creram em Deus, morreram no deserto. Deus lhes deu toda a informação. Deus contou tudo sobre isso. Deus disse-lhes o que era o descanso, mas porque eles não creram foram condenados a vagar por quarenta anos e depois morreram, vê. Sabe, a única razão pela qual eles vagaram era apenas para que todos morressem. Suas carcaças caíram no deserto porque não creram.

Eles estavam prontos para serem salvos do Egito. Eles queriam um salvador, não estavam prontos para obedecer na fé e ter um Senhor. E o que ele está dizendo? Veja, ele está dizendo da disponibilidade do descanso que é oferecido. A base do descanso, você deve ouvir o evangelho e misturá-lo com o quê? Com a fé. Você tem que crer nisso. Você tem que crer nisso. Todo pregador no mundo poderia pregar até morrer. O próprio Jesus poderia estar aqui e pregar o evangelho para você. Você poderia ler isso; você poderia ouvi-lo até morrer. Mas se você nunca crer no seu coração e colocar sua vida em Deus, você morrerá sem Deus. Não sei quanto tempo você tem, francamente. "Sois, apenas, como neblina que aparece por instante e logo se dissipa", diz Tiago. Não sei quanto tempo você tem. Não sei quantos dias você vai viver. Não sei por quanto tempo a luz estará disponível. Eu não sei quanto tempo será antes de endurecer seu coração tantas vezes, Deus endurecerá seu coração e estará acabado e você será um apóstata. Eu não sei disso.

Ele diz, se não for misturado com fé, não importa. Versículo 3, "Nós, porém, que cremos, entramos no descanso". É somente aqueles que crêm que entram. O próximo diz: "Assim, jurei na minha ira: Não entrarão" esta é uma tradução melhor - "Não entrarão no meu descanso. Embora, certamente, as obras estivessem concluídas desde a fundação do mundo." Você sabe, Deus desde o início do mundo estava criando um paraíso. Isso mesmo. Versículo 4, "Porque, em certo lugar, assim disse, no tocante ao sétimo dia: E descansou Deus, no sétimo dia, de todas as obras que fizera." Ele disse: "Agora vai ser assim, fiz um paraíso para o homem". Ele descansou de todas as suas obras. E ele diz: "Aqui está o descanso que ofereço ao homem". Mas o homem escolheu acreditar no diabo em vez de em Deus e o homem perdeu o descanso.

Alguns entrarão, diz o versículo 6. "Visto, portanto, que resta entrarem alguns nele e que, por causa da desobediência, não entraram aqueles aos quais anteriormente foram anunciadas as boas-novas". E o que esse versículo diz? Ah, diz isso. Deus sempre terá um remanescente, não é mesmo? Deus sempre terá alguns que entram. Sempre haverá alguns. E depois vem a súplica novamente no versículo 7. Ele diz, e pegue isto, "de novo, determina certo dia." Você ouviu isso? Determina um certo dia. "falando por Davi ..." de volta ao Salmo 95 novamente: "muito tempo depois, segundo antes fora declarado: Hoje, se ouvirdes a sua voz, não endureçais o vosso coração." Você vê? É a mesma mensagem novamente. Então ele diz: "Está disponível. Você diz: "Bem, como? Qual é a base desse descanso? A base é que você mistura com fé, que você crê. Se você não crê, Deus jura que você nunca entrará em Seu descanso. Mesmo que Ele tenha criado o mundo que poderia ser para descanso. Mesmo que Ele tenha criado você para entrar em Sua salvação. E mesmo que muitos rejeitem, o versículo 6 diz: "Alguns irão crer".

E então ele voltou à mesma premissa. Hoje, se você ouvir sua voz, não endureça seus corações. "Ora, se Josué lhes houvesse dado descanso, não falaria, posteriormente, a respeito de outro dia." Oh, que grande declaração. Se Israel tivesse entrado no descanso então, Josué não teria que falar sobre um futuro descanso. Você sabe que eles nunca conheceram descanso? Eles nunca conheceram. Mesmo os poucos que entraram na terra nunca conheceram o descanso, porque quando entraram na terra desobedeceram a Deus e não mataram os inimigos na terra, certo. Então eles nunca conheceram o descanso. Alguns morreram no deserto e nunca entraram no descanso. Aqueles que entraram na terra nunca conheceram o descanso porque nunca mataram o inimigo. Eles nunca trataram disso da maneira que Deus lhes disse. Toda a geração. Então, Deus tomou toda a ideia da salvação para Israel e a adiou. E, como Romanos 11 diz: "Algum dia Israel será salvo".

Ainda há um descanso. Deus ainda oferece um descanso. Não é o físico como Canaã, é espiritual e o escritor de Hebreus está chegando e dizendo: "Agora mesmo, neste momento, você pode entrar no descanso de Deus pela fé em seu coração". E Eu amo o versículo 9. O que ele diz? "Portanto, resta um repouso para o povo de Deus". Em outras palavras, esse não era o fim. Deus simplesmente não disse: "Oh, amaldiçoo você raça humana. É isso. Está tudo acabado. Não há salvação. Não há mais descanso. Eu desisto. Desisto. Eu fiz tudo por você. Você virou as costas para Mim, é o fim disso. Não, ele não disse isso. Ele disse: "Bem, se você não vai para o descanso aqui em Canaã, que eu lhe ofereço no sentido físico, como símbolo da salvação que eu lhe ofereço espiritualmente, manterei meus braços da graça abertos até você o faça. Não é ótimo?

E, de modo geral, a graça de Deus sempre foi estendida a Israel e aos gentios, o mundo inteiro. Os braços de Deus ainda estão abertos e "resta" versículo 9 - "um repouso para o povo de Deus". Penso que o povo de Deus aqui é um termo técnico para Israel. Ele está realmente dizendo que ainda há uma oportunidade para o judeu. E podemos dizer isso hoje, não podemos? Sabe, mesmo que Israel nunca tenha entrado na terra de Canaã do jeito que Deus pretendia, mesmo que eles nunca tivessem tomado a terra da maneira Deus, mesmo que eles crucificassem seu próprio Messias, Deus lhes disse através da pregação de Pedro no dia de Pentecostes, Ele disse: "E vocês mataram o Messias". Na linha seguinte, ele diz: "Mas vocês ainda são os filhos da aliança". Não quebrou a promessa de Deus ainda há um descanso para Israel.

Não é maravilhoso que hoje podemos ir ao povo judeu e chamá-los a Jesus Cristo para saberem que ainda há um descanso para eles? Não é maravilhoso que, quando falhamos com Deus no jardim, Ele não nos virou as costas? Quando falhamos em Deus em Canaã, Ele não virou as costas para nós? Quando o mundo inteiro se juntou, judeus e gentios, para crucificar o próprio Filho, ele não virou as costas para nós. Quando a igreja foi apóstata, Ele não virou as costas para nós. Ele ainda mantém seus braços abertos com amor. Há um descanso para o povo de Deus. E então, no versículo 10, ele diz: "Porque aquele que entrou no descanso de Deus, também ele mesmo descansou de suas obras, como Deus das suas." Oh, que grande declaração. Você entra pela fé não por obras.

Você entra pela fé não pelas obras, e você vive pela fé, não por obras. Não é um sistema de obras. É um descanso na obra de Cristo. E Ele opera através de nós. Não fazemos isso em nossa carne. Portanto, o versículo 11 diz: "Esforcemo-nos, pois, por entrar naquele descanso." Agora há uma dicotomia. Ele apenas diz: "É um descanso e você não entra por obras", e então ele diz: "Esforcemo-nos, pois, por entrar". O que ele quer dizer com isso? De que tipo de esforço ele está falando? Não é a palavra esforço é a palavra spudazō, e significa se apressar. Ouça, ele diz. "Este é um descanso que Deus quer que você entre. Apresse-se e entre, para que ninguém caia após o mesmo exemplo de incredulidade. Depois do exemplo de Israel, não caia.

Bem, tentei mostrar-lhe a disponibilidade do descanso, a base do descanso. O versículo 11 nos dá a urgência do descanso. Pressa. Apresse-se e entre. Você diz: "Por quê? Por causa dos versículos 12 e 13 e vamos concluir com estes. Você tem que se apressar. Por quê? "Porque a palavra de Deus é viva, e eficaz, e mais cortante do que qualquer espada de dois gumes, e penetra até ao ponto de dividir alma e espírito, juntas e medulas, e é apta para discernir os pensamentos e propósitos do coração. E não há criatura que não seja manifesta na sua presença; pelo contrário, todas as coisas estão descobertas e patentes aos olhos daquele a quem temos de prestar contas." Pare bem aí.

Agora ouça isso. Ele está dizendo: "Apresse-se, spoudazō, apresse-se, apresse-se a entrar no descanso." E o descanso é a salvação, pessoal. Ele está dizendo: "Venha, venha." Como você escapará se negligenciar uma salvação tão grande. O que você vai fazer se você pecar voluntariamente após o conhecimento da verdade? Será impossível que você seja renovado ao arrependimento, uma vez que tenha crucificado o Filho de Deus e o tenha deixado com uma vergonha aberta. Se eles não recusaram quem disse "não" ao Deus que falou de uma montanha terrena, como você vai escapar se você não ouvir a voz de Deus que falou do céu? Todas estas advertências são resumidas e ele diz no versículo 11: "Vamos nos apressar a entrar no descanso de Deus. Não o abandone, não negligencie, não procrastine. Não diga: "Amanhã". Não diga: "Quando eu entender mais." Faça isso agora. Dê diligência. Por quê? Você diz: "Por quê?" "Porque a Palavra de Deus é uma espada", é por isso.

Agora às vezes você ouve as pessoas usarem este versículo para falar sobre como é reconfortante e quão amável e quão maravilhosa é a Bíblia. Não é disso que está falando. A Palavra de Deus é uma espada de vingança. A Palavra de Deus é uma espada de ira. E os dois gumes significam que você não pode escapar. Vai em ambos os sentidos. Seja qual for a maneira como você se mova, ela pegará você. Você vê, ela irá perfurar você e dividir o seu ser interior, e isso irá revelar seus motivos e e deixá-los bem aberto. É o que ele está dizendo. É toda uma imagem de uma espada mergulhada em um indivíduo que rasga as articulações e a medula. Ela discerne os pensamentos. Discerne os motivos. Ouça, a Palavra de Deus penetrará no coração de um indivíduo. E mesmo que tenham sido religiosos e, mesmo que tenham ido à igreja e ficado à margem e até acreditado com a mente, a Palavra de Deus diagnosticará a verdadeira condição do coração, mostrará se a profissão é verdadeira ou uma farsa, e ela irá dividi-lo abertamente diante de Deus.

Agora, você vê, aqui a palavra é apresentada como uma espada brandida em julgamento. É viva. É poderosa. É nítida. Ela divide. Ela discerne. E nada escapa. Você nunca escapará disso. É o que diz o versículo 13. "E não há criatura que não seja manifesta na sua presença; pelo contrário, todas as coisas estão descobertas e patentes aos olhos daquele a quem temos de prestar contas". Você nunca escapará porque Ele saberá. Ele saberá. Ouça, aquela pequena frase, poderosa: "todas as coisas estão descobertas e patentes aos olhos daquele a quem temos de prestar contas". Nos tempos antigos, quando um criminoso era conduzido ao julgamento, um punhal com o sua ponta para cima era colocada sob seu queixo, amarrada em torno de seu pescoço para que seu rosto fosse empurrado pela adaga e não pudesse ser movido para baixo. Por que eles faziam isso? Porque era comum que um criminoso perante um juiz inclinasse a cabeça com vergonha e ocultação e escondesse o rosto.

O que o escritor de Hebreus está dizendo. Naquele dia, seu rosto vai ser apoiado para ficar olho no olho com o julgamento de Deus. Você não poderá ocultar nada. E a Palavra desmascarará a verdade sobre se você conhece ou não a Deus. Agora, esta não é uma mensagem fácil de pregar, e não estou tentando destruir a esperança de ninguém. Eu só quero que você conheça Jesus Cristo. Quero que você entre no descanso de Deus. Você sabe, eu sei o que vai acontecer. A Bíblia me diz. Haverá um monte de carcaças no deserto e eles serão pessoas muito religiosas, muito religiosas.

Eles podem acreditar que Jesus morreu e ressuscitou, e eles podem querer que alguém os tire da escravidão de sua vida. Mas eles nunca tiveram o Senhor em quem eles colocaram sua fé, e então eles morrerão no deserto, pessoas religiosas. Oh, eles pensam que vai ficar tudo bem, mas não vai. Não vai ficar tudo bem no final. Será terrível no final, quando a espada de julgamento de Deus cair. Hoje, hoje é o dia para entrar em Seu descanso.

Ouça isso. O explorador Edward Parry estava explorando o Pólo Norte. Ele levou sua tripulação para as extremidades daquele deserto branco, e eles se esforçaram para caminhar o mais longe possível do Norte. Os dias eram longos, por estarem tão ao norte. Então, enquanto a noite estava caindo, eles traçaram as estrelas e determinaram sua posição exata, e então eles caminharam horas e horas e horas e horas até que finalmente tornou a escurecer novamente. Eles atravessaram a tundra branca por horas. À medida que as estrelas surgiam, examinavam-nas e voltavam a verificar para ver o quão longe tinham ido. Para seu choque, eles descobriram que estavam mais ao sul do que quando começaram. A verdade é que eles estavam caminhando para o norte em um fluxo de gelo indo para o sul.

E eu ouço dizer que há muitas pessoas que estão andando vigorosamente no fluxo do gelo das obras que vão se encontrar mais ao sul do que quando começaram. Ouça, se você está tentando chegar lá sozinho, ou se você acha que apenas saber que é verdade é o suficiente, você está enganado. Até que você se lance sobre Jesus Cristo, você estará vivendo em um perigo eminente do julgamento de Deus. Vamos orar.

Pai, agradecemos a Ti pela clareza com que nos falaste em Sua Palavra. Ah, como ela penetra. Pai, eu simplesmente oro muito agora, com todo o meu coração, por aqueles que podem estar aqui nesta situação. Senhor, eu não sei quantos há. E eu não sei de quem se trata, que em algum momento, vai me ouvir pregar este mesmo sermão em uma fita, mas Oh Deus, se alguém sabe que é verdade, mas ainda não abriu o coração a Jesus Cristo, que este seja o momento em que façam isso.

Enquanto suas cabeças estão curvadas e os olhos fechados, deixe-me apenas pedir-lhe algo no encerramento? Você apenas abrirá seu coração ao Senhor esta noite? E você diria: "Senhor, eu quero saber se eu sou um verdadeiro cristão?". Apenas examine-se. Você não deveria ter medo de fazer isso se o conhecesse. Se você tem algumas dúvidas sobre se você realmente assumiu esse compromisso com Cristo, então você provavelmente não o tenha feito. E talvez você precise dizer: "Senhor Jesus, fiquei à margem o suficiente e conheci a verdade o tempo suficiente, e agora quero receber a Jesus Cristo e coroá-lo rei na minha vida. Quero ceder a Ele. Quero aceitar a salvação dele. Eu quero andar debaixo de Seu senhorio." Talvez, você só precisa dizer: "Cristo, venha à minha vida. Eu creio em Ti e eu Te recebo como Senhor".

Eu realmente não sei o que aconteceu em seu coração, obviamente. O Senhor sabe. Oh, espero que você não vá embora esta noite e diga "amanhã" e diga: "Bem, vou fazer isso". Pode não haver um futuro para você. Isso pode não acontecer. E o amanhã pode ser pior do que hoje. Porque você não disse mais uma vez, será mais fácil na próxima vez. Se você sabe que precisa de Jesus Cristo e sabe que é a verdade, na fé como de uma criança simplesmente diga: "Senhor, eu creio. Recebo Jesus Cristo. Limpa do meu pecado e reine como Senhor ".

Pai, agradecemos-te esta noite pela Tua Palavra e agradecemos muito por Tua tremenda verdade. Senhor, como ela toca a vida. É tão óbvio que é o Teu livro, porque ninguém poderia conhecer todas essas coisas que continuam em nossos corações, senão o Senhor. Obrigado por nos falar. Abençoe cada pessoa aqui. Que ninguém descanse sua cabeça esta noite, sem que receba a Jesus Cristo e nasça de novo no Seu Reino. Oramos em Seu nome maravilhoso. Amém.

FIM

This sermon series includes the following messages:

Please contact the publisher to obtain copies of this resource.

Publisher Information
Grace to You
Unleashing God’s Truth, One Verse at a Time
Back to Playlist
Unleashing God’s Truth, One Verse at a Time

Welcome!

Enter your email address and we will send you instructions on how to reset your password.

Back to Log In

Unleashing God’s Truth, One Verse at a Time
Minimize
View Wishlist

Cart

Cart is empty.

Donation:
Unleashing God’s Truth, One Verse at a Time
Back to Cart

Checkout as:

Not ? Log out

Log in to speed up the checkout process.

Unleashing God’s Truth, One Verse at a Time
Minimize