Grace to You Resources
Grace to You - Resource

Vamos olhar novamente para Efésios capítulo 5, versículos 18 a 21. Esta é a nossa sétima lição neste texto tremendo à medida em que nos movemos lentamente através do livro de Efésios. Efésios capítulo 5 versículos 18 a 21. E o tempo é um pouco curto nesta manhã por isso queremos ir direito para ele para ver o que o Senhor tem para nós. Deixe-me ler este texto com você de novo. Começando no versículo 18 de Efésios 5: “E não vos embriagueis com vinho, no qual há dissolução, mas enchei-vos do Espírito, falando entre vós com salmos, entoando e louvando de coração ao Senhor com hinos e cânticos espirituais, dando sempre graças por tudo a nosso Deus e Pai, em nome de nosso Senhor Jesus Cristo, sujeitando-vos uns aos outros no temor de Cristo.”

Agora, como eu disse, nós passamos por sete lições, ou esta é a nossa sétima lição sobre este texto tremendo. Você pode pensar que um breve texto como esse poderia ser coberto em menos tempo do que, digamos, cinco ou seis horas ou qualquer que fosse o tempo total. Mas o fato é que sequer chegamos perto de esgotar o conteúdo rico que está aqui. Eu acho - e eu tenho certeza que você também - que a Palavra de Deus é como uma espécie de um poço ilimitado, quanto mais você bombeia mais rico, mais claro e mais completo o fluxo se torna. Quanto mais eu estudo a Bíblia, mais inesgotável ele se torna. Quanto mais fundo eu cavo, muito maior a extensão do tesouro que aparece diante de meus olhos. É inesgotável. É uma das incríveis experiências do ministério cavar cada vez mais fundo e descobrir que quanto mais fundo você for mais extenso o assunto se torna. E, você sabe, a ignorância é uma bênção num certo sentido. Você acha que você conseguiu o que queria, num primeiro momento, e então quanto mais você o estuda, maior e mais amplo se torna, e por isso sequer começamos a esgotar a tremenda profundidade de significado que está aqui, embora tenhamos passado por seis e agora uma sétima lição vendo isto. Mas a verdade principal da passagem é fácil de identificar. A grande verdade desta breve passagem é que toda a nossa vida cristã, toda esta questão de viver a vida cristã, andar de modo digno, toda a idéia da experiência do cristão, baseia-se no conceito de ser cheio do Espírito.

No final do versículo 18 você tem a instrução "mas enchei-vos do Espírito" ou "estejam sendo continuamente mantidos cheios do Espírito" e que se torna o cerne da questão na vida cristã. Somente quando somos cheios do Espírito de Deus - isto é, à medida que somos controlados pelo Espírito, movidos pelo Espírito, rendidos ao Espírito, dirigidos pelo Espírito Santo apenas quando nossas vidas estão funcionando em resposta ao Espírito de Deus, nós conhecemos realmente o poder de Deus em nossas vidas. Você não pode experimentar o poder de Deus, ou mover-se na vontade de Deus, ou conhecer a plenitude e a bênção de Deus a menos que você esteja cheio do Seu Espírito. Em Gálatas capítulo 3 o apóstolo Paulo disse aos Gálatas no versículo 3 "Sois assim insensatos que, tendo começado no Espírito, estejais, agora, vos aperfeiçoando na carne?" Em outras palavras, você sabe que você nasceu de novo pelo Espírito, você sabe que foi salvo pelo Espírito, você sabe que você entrou no corpo pelo Espírito, você acha que tendo começado pelo Espírito você pode ser aperfeiçoado na sua carne? A resposta obviamente é, claro que não. Fomos redimidos pelo Espírito de Deus. Nascemos de novo pelo Espírito de Deus. Fomos implantados com uma semente incorruptível e eterna pelo Espírito de Deus, diz Pedro. E tendo começado pelo Espírito, seremos aperfeiçoados apenas no Espírito.

Em outras palavras, à medida que ascendemos a escala de maturidade, nós crescemos apenas na medida em que estamos cheios do Espírito. Quando não estamos cheios ou controlados pelo Espírito, ficamos muchos e não há progresso de forma alguma. Os tempos de crescimento da nossa vida são os momentos em que são controlados pelo Espírito Santo. Então e só então é que o fluxo do poder de Deus opera dentro de nós. Agora, todo crente possui o Espírito e precisa a cada momento na vida estar rendido ao Espírito de Deus. Essa é a chave para esta passagem, e temos visto isto. Eu poderia simplesmente expandir sua compreensão disso ao dizer a você que, todos os líderes-chave no Novo Testamento são caracterizados especificamente como pessoas cheias do Espírito.

Por exemplo, fala-se de Jesus Cristo em Lucas capítulo 4 versículo 1 "E Jesus cheio do Espírito." E em João 3:34 diz que "porque Deus não dá o Espírito por medida." Em outras palavras Ele não mediu algumas doses do Espírito, mas sim deu-Lhe a plenitude do Espírito. Jesus mesmo disse "As coisas que eu faço eu faço pelo poder do Espírito de Deus." Ele estava cheio do Espírito Santo. João Batista o precursor de nosso Senhor Jesus Cristo, o maior homem que já viveu até seu tempo, a respeito dele é dito em Lucas 1 " e será cheio do Espírito Santo, já do ventre materno" e sua mãe Isabel e seu pai Zacarias ambos também foram cheios do Espírito Santo.

Na medida em que você segue mais adiante no Novo Testamento, você encontra, por exemplo, em Atos capítulo 4 que Pedro o grande apóstolo é cheio com o Espírito de Deus. Sabemos que ele foi cheio do Espírito juntamente com todos os outros no Dia de Pentecostes mas no capítulo 4, versículo 8 diz especificamente "Então Pedro cheio do Espírito Santo disse-lhes." Pedro cheio do Espírito. Além disso, quando chegamos no capítulo 6 do livro de Atos, encontramos os primeiros oficiais selecionados para a igreja primitiva, e é dito desses indivíduos que eles devem ser homens cheios do Espírito Santo. E o versículo 5 diz: "e elegeram Estêvão, homem cheio de fé e do Espírito Santo, Filipe, Prócoro, Nicanor, Timão, Pármenas e Nicolau, prosélito de Antioquia." Em outras palavras aqueles a quem foi dada a liderança da igreja primitiva, além dos apóstolos, aqueles que deveriam servir as pessoas, foram aqueles que estavam cheios do Espírito. Estevão, é claro, é um deles cheio do Espírito. Mais tarde, no capítulo 7 versículo 55 quando Estevão estava sendo apedrejado, "Mas Estêvão, cheio do Espírito Santo, fitou os olhos no céu.”

Mais tarde, encontramos outra pessoa maravilhosa que ocupa praticamente todo o resto do Novo Testamento, um homem com o nome de Saulo que se torna Paulo, e para ele Ananias diz que ele receberia sua visão e em Atos 9:17 "fiques cheio do Espírito Santo". Assim, o apóstolo Paulo sabia o que era ser cheio do Espírito. Em Atos 13:9 diz "Todavia, Saulo, também chamado Paulo, cheio do Espírito Santo, fixando nele os olhos, disse...” Havia um homem maravilhoso que estava na companhia do apóstolo Paulo, um homem que conhecemos como aquele que foi um consolador. Seu nome é Barnabé e diz-se de Barnabé no verso 24 de Atos 11 "Ele era um homem justo e cheio do Espírito Santo.”

Você vê, desde João Batista, Jesus, os Evangelhos até as pessoas-chave no livro de Atos, passando por aqueles que se tornam, na verdade, os escritores do Novo Testamento, em parte, o conceito do enchimento do Espírito de Deus é central. Não há nenhuma maneira com que um crente individual possa agir no poder de Deus sem que esteja no controle do Espírito de Deus. Assim, isto se torna fundamental, pessoal. Isto se torna a norma de número um. Nós voltamos para o lugar onde se deu o controle de nossas vidas pelo Espírito de Deus. E claro, o que aconteceu foi que pessoas que foram cheias do Espírito de Deus, foram capazes de agir com tal poder que foi dito deles "Estes que têm transtornado o mundo.” A realidade de ceder ao Espírito Santo libera o poder divino para nos capacitar a fazer as coisas que só Deus pode fazer. Se você tem que fazer coisas maiores do que estas como Jesus disse, se você quer saber o que é "fazer infinitamente mais do que tudo quanto pedimos ou pensamos, conforme o seu poder que opera em nós" você só vai saber quando estiver cheio do Espírito. E vimos que isso significa ser controlado pelo Espírito ou estar rendido ao seu poder. Isso é morrer para si, morrer para vontade própria, o pecado é confessado e removido da sua vida e você é obediente ao Espírito de Deus.

Sabe, sempre me surpreende que as pessoas estão em uma espécie de uma pesquisa para tentar, tentar reproduzir hoje a igreja primitiva. Eu acho que isso é parte do que está acontecendo na minha vida. Eu não posso falar das gerações anteriores, senão da geração imediatamente anterior, eu não tenho certeza de que era intensa como é hoje, mas tem havido desde que eu era um estudante de seminário há alguns anos atrás, um tremendo esforço para recuperar o significando da igreja primitiva e eu acho que eu tenho uma parte desse esforço em mim mesmo para redefinir a forma como a igreja primitiva fazia isso. Como é que eles fazem isso no livro de Atos? Como é que eles se estruturam? Qual foi o seu M.O., você sabe, modus operandi? Quais foram os seus métodos? Quais foram suas ações? Como eles foram estruturados sabiamente em sua liderança? Como que os leigos respondiam? Como eles trabalhavam com as pessoas que eles enviavam para os campos de missões? Como eles comissionavam e ordenavam, como eles trabalhaam com a disciplina na igreja, como eles alcançavam o seu mundo, como eles evangelizavam e como eles edificavam?

Nós sempre estamos atrás de recapturar a igreja primitiva. E ouvimos muito sobre a renovação da igreja e a regeneração da igreja do primeiro século. E você sabe, eu acho que de muitas maneiras nós fizemos muito mais complicado do que é. Você vê, a chave para reproduzir o poder da igreja primitiva não é o modus operandi da igreja primitiva é o mesmo Espírito Santo que estava na igreja primitiva isso é tudo. E quando a igreja no século 20 é habitada pelo Espírito de Deus, como ela é, e quando ela se enche com o Espírito de Deus, como Deus quer que seja, então será a igreja do século 20 sob a divina definição. Não é uma questão de recapturar metodologia é uma questão de ser cheio do Espírito de Deus, então nós vamos virar o mundo do século 20 de cabeça para baixo. Talvez deveríamos estar menos preocupados com os conceitos de uma igreja reestruturada e mais preocupados com a inspiração de uma vida cheia do Espírito porque isso é fundamental.

Assim, Paulo diz aqui, em Efésios capítulo 5, versículo 18 "Estejam sendo mantidos cheios do Espírito". Em outras palavras tudo o que eu disse no livro de Efésios, toda a sua posição em Cristo nos capítulos 1 a 3, toda a sua prática nos capítulos 4 a 6, tudo isso envolve ser cheio do Espírito de Deus, ou nada disso ocorrerá, não pode realmente funcionar. Agora se você puder se lembrar, falamos sobre três pontos neste texto: o contraste, o comando e as consequências. O contraste, no versículo 18, não vos embriagueis com vinho em que há dissolução, ou asōtia, dissipação, doença que leva à morte, mas enchei-vos do Espírito. Em outras palavras, não faça como os pagãos fazem isso, não tente induzir algum tipo de comunhão com os deuses pagãos por embriaguez. Temos comunhão com o nosso Deus; experimentamos Seu poder através do enchimento do Espírito, esse é o contraste.

A ordem, esteja sendo mantido continuamente cheio do Espírito, é uma coisa contínua, pessoal. Sabe, isso pode chocar um pouco mas Deus não está interessado em seu futuro. Você sabia disso? Em certo sentido. Você diz "Espere um minuto, eu sou grande no futuro, eu sou grande em profecia e tudo isso." Bom, tudo bem, mas Deus não está especialmente preocupado com o seu futuro pela seguinte razão: Você nunca vai viver nisso. Você já reparou nisso? Você já reparou que você nunca chegou no futuro? Toda vez que você fala, você você ouve a si mesmo. É verdade. Nós gostamos de pensar sobre o passado, nostalgia, móveis antigos e outras coisas, nós gostamos de voltar para trás, vestir-se como nos anos vinte de novo, e tudo isso. Nós amamos o passado, mas, por outro lado, amamos o futuro, você sabe, naves espaciais, "Star Wars" e todo esse tipo de coisas, criaturas estranhas, Ray Bradbury e ficção científica. Nós amamos o futuro porque o futuro, nós ainda não o respiramos.

E nós amamos o passado porque só podemos recordar aquilo que foi bom. É do presente que estamos tentando sair, mas nunca temos sucesso. Você tem que vivê-lo aqui. E eu acho que essa é a maneira como a vida é, se você for ficar cheio do Espírito não é algo que você promete a Deus que você vai fazer, é algo que você está ou que você não está.

Eu sempre tipo que relaciono isso com o meu casamento. Quando Patricia decidiu dizer sim para mim depois de eu a persegui por todos os lados e tipo meio que forcei a coisa, e ela disse "Tudo bem, eu não sei de qualquer outra opção, então eu vou me casar com você" nós decidimos nos casar. Eu sabia que o meu pai me diria, ele me disse "Você promete amar essa mulher até que a morte os separe?" Porque ele sempre disse isso. Você promete amar essa mulher até que a morte os separe? Bom, quero dizer, você sabe, essa é uma pergunta difícil de responder, certo? Quer dizer eu realmente a amava agora, mas eu não sei o que o futuro me reservaria. Depende de como ela lida com ela mesma - sabe. Quer dizer eu sou jovem eu não sei o que esperar mas eu a amo agora.

Então eu lembro que eu estava apenas meio que antecipando isso, e no casamento eu estava - eu quero ser honesto sobre este negócio, prometo lhe amar até que a morte nos separe, você sabe, isso é difícil dizer, porque você não sabe o que o futuro pode trazer, então eu fiz uma aliança direto em meu coração que eu a amo agora e eu não vou me preocupar com o futuro. E sabe de uma coisa? Eu ainda estou no mesmo "agora" e eu ainda a amo. E, sabe, ela não se preocupa com o futuro de forma alguma. Ou seja, se ela chega pra mim e diz,"Querido você me ama?", ela não quer ouvir, "Volte daqui uns meses e vou deixar você saber como me sinto." - Bom, ou ela não vai querer ouvir "Você sabe que eu estou pensando sobre isso, que está definitivamente nos planos, eu vou te amar e posso ver que a coisa está vindo." E Deus não quer ser tratado da mesma forma também.

Deus não está interessado em seus compromissos futuros, Deus não está interessado em seu amor futuro; Deus está apenas interessado na sua submissão ao Espírito de Deus agora porque esta é a única vez que você viverá. "Estejam sendo mantidos continuamente cheios" essa é a ordem. Em seguida as consequências foi o terceiro ponto, lembra? E nós dissemos que haviam três categorias de consequências: primeiro para conosco mesmo, segundo em relação a Deus e em terceiro lugar em relação aos outros. Quanto nós mesmos, cantando; com relação a Deus dando graças; e para com os outros - o quê? Submetendo-nos. E houve ainda uma quarta: servindo. Podemos falar sobre isso se tivermos tempo esta manhã. Mas a questão é esta: Quando você vive uma vida cheia do Espírito a consequência geral é bênção. Compartimentada, em primeiro lugar, há uma consequência pessoal: cantando. E o que isso está dizendo? Que uma pessoa cheia do Espírito tem um coração cheio de alegria certo? Nós falamos sobre isso há algumas semanas. O coração de uma pessoa cheia do Espírito, literalmente, transborda com uma canção. Isso é o que acontece dentro de nós e ele entra em todos os detalhes dessa maravilhosa realidade.

Mas vamos para a segunda categoria de conseqüência, em relação a Deus. Uma pessoa cheia do Espírito está corretamente relacionada consigo mesma, rapaz, ela é uma pessoa completa, saudável, de cabeça boa. Ou seja, ela pode cantar, alegrar-se, e seu coração está cheio de música, ela explode para fora dela mesma. Por quê? Porque ela é controlada pelo Espírito de Deus e ela perde todas essas coisas que rasgam em pedaços a personalidade humana. Ela está bem, ela tem uma cabeça boa, ela está realizada, ela está bem com Deus e isso significa que ela está bem interiormente. Mas há um segundo elemento que é para Deus. Não há só esse tremendo sentimento de alegria e acerto consigo mesmo, mas uma pessoa cheia do Espírito se volta para Deus e inevitavelmente a única coisa que acontece é que ela se torna agradecida - versículo 20. Esta é a segunda consequência "dando sempre graças por tudo a nosso Deus e Pai, em nome de nosso Senhor Jesus Cristo.”

Ouça, amados, um cristão cheio do Espírito, consciente de Cristo, cheio da Palavra, obediente, e fiel dá graças a Deus por tudo. Começamos o nosso culto esta manhã, eu li para você o Salmo 100 "Entrai por suas portas com" - o quê? - "ações de graças." Por quê? Porque essa é a maneira que você sempre entra na presença de Deus. Esse é o jeito que você sempre entra na presença de Deus, com ações de graças. William Hendriksen diz "Quando uma pessoa ora sem ações de graças ela corta as asas da oração para que ele não possa subir. Entramos por suas portas com ações de graças, entramos em seus átrios com louvor. Oh, seja grato a ele e bendizei o seu nome." Ouça, eu creio que uma pessoa cheia do Espírito será aquela que dirá graças a Deus.

Agora, deixe-me dizer algo que talvez nunca tenha pensado dessa forma: Estou convencido de que o maior ato singular de adoração pessoal que você pode dar a Deus é ser grato. Isso mesmo. Isso, para mim, é o epítome da adoração, não os vitrais coloridos e a música ao órgão, tão boas quanto possam ser. Não é sentar na igreja e cantar grandes hinos. Mas o único e mais magnânimo, o maior, o melhor e o máximo em adoração é ter um coração agradecido. Essa é a chave. Porque o agradecimento, em última análise, crucifica o eu. Ações de graças, em última análise, reconhece Deus como a fonte de tudo. Dar graças é sempre ser capaz de dizer em meio a qualquer situação, boa ou mesmo difícil, "Louvado seja Deus, louvado seja Deus." Ao dar graças olha-se além da circunstância para o plano de Deus. Ela vê para além da dor, para a soberania de Deus. Ela vê Romanos 8:28, vê que "todas as coisas cooperam para o bem daqueles que amam a Deus e são chamados segundo o seu propósito." Ela vê a mão de Deus em tudo o que seja bom e na dificuldade.

E ações de graças é o último ato de louvor porque ela diz "Deus eu te agradeço mesmo nos momentos difíceis. Agradeço-Te mesmo por aqueles que morrem, eu agradeço mesmo por um casamento difícil, te agradeço mesmo por um trabalho que é insatisfatório, eu agradeço por tudo porque eu sei que isso pode ser usado para o meu bem e Tua intenção pode ser a de me conformar a Jesus Cristo." Jó disse, "Nu saí do ventre de minha mãe e nu voltarei." e isso é bom porque "o Senhor o deu e o Senhor o tomou." Então o que foi que ele disse? "Bendito seja o nome do Senhor." "Eu agradeço Te Deus quando você dá e eu agradeço a Ti Deus quando você toma" vê?

Agora, isso é maturidade, isso é uma pessoa cheia do Espírito. Em 2 Coríntios capítulo 4, versículo 15 Paulo diz o seguinte "Porque todas as coisas existem por amor de vós." Em outras palavras, tudo o que Deus faz é por você. Às vezes é uma bênção e às vezes é uma bênção de julgamento. Mas tudo é por você. Por quê? "para que a graça, multiplicando-se, torne abundantes as ações de graças por meio de muitos, para glória de Deus". Em outras palavras - agora veja isto - o objetivo final é a glória de Deus, os meios para a glória de Deus é a ação de graças, o meio das ações de graças são todas as coisas que Deus faz em sua vida. Pois tudo é por amor de vocês de vocês para que sejam gratos a Deus, para que Ele seja glorificado. Você glorifica a Deus sendo agradecido. Você diz "Deus esta é a Tua glória não importa o quanto isso dói, não importa a dor ou qual o problema.” E mais tarde em 2 Coríntios capítulo 9, versículo 11 "enriquecendo-vos, em tudo, para toda generosidade" por quê? Por que Deus nos enriquece? Por que Deus é generoso para conosco, por quê? "a qual faz que, por nosso intermédio, sejam tributadas graças a Deus." É por isso.

Você vê, a expressão máxima de resposta ao que Deus tem feito é ação de graças. Se você é uma pessoa ingrata você perdeu o ponto. Toda a nossa vida cristã é de ao final nos levar ao lugar de ação de graças. No versículo 12 ele mesmo chama de "abundante em muitas graças a Deus." E então ele fecha o capítulo dizendo, “Graças a Deus pelo seu dom inefável.” Ouça, Deus fez tudo o que fez para que possamos ser gratos a Ele porque quando damos graças a Deus, isso lhe dá glória porque ao fazer isso,reconhece-O como a fonte e soberano de tudo. E quando você faz isso você está realmente dando-Lhe glória.

Agora vamos olhar para o texto e ver algumas perguntas que podemos responder a partir desse versículo. Que tipo de ação de graças Paulo diz? Primeiramente, quando devemos ser gratos? Versículo 20 "Dando graças" - qual é a próxima palavra? - "sempre" Quando então devemos ser gratos? Sempre. Você diz "Você não sabe do meu problema." Ainda assim diz "sempre". "Você não conhece minha esposa" ainda diz "sempre". "Você não conhece os meus adolescentes." Ainda assim diz "sempre". "Você não sabe do péssimo trabalho que eu tenho" "Você não sabe do negócio sujo que me encontro" "Você não sabe o que eles fizeram para mim naquele lugar" "sempre" "sempre" "sempre" "sempre".” Por quê? Porque isto reconhece que Deus está no controle de sua vida e que Deus está tentando conformá-lo à imagem de Cristo com todas as coisas que ocorrem, e em todas essas coisas você redundará em glória a Deus e em ação de graças. E então diz - veja. Em 1 Tessalonicenses 5:18 - grande declaração. "Em tudo dai graças; porque esta é a vontade de Deus em Cristo Jesus para convosco." Se você não sabe qual é a vontade de Deus, tente isso como ponto de partida. Agradeça, agradeça, agradeça. Esta é a vontade de Deus.

Agora volte para Efésios 5:17. "Por esta razão, não vos torneis insensatos, mas procurai compreender qual a vontade do Senhor." Versículo 20 "Dando sempre graças." É a mesma ideia; A vontade de Deus é que sejamos agradecidos. Shakespeare disse "Tão afiado quanto o dente de uma serpente é ter um filho ingrato." "Ingratidão, tu malvado com coração de mármore." Mesmo Shakespeare reconheceu o que é ter a ingratidão. Pense em como Deus deve se sentir. Quando Deus traz dificuldades em nossas vidas, quando Deus traz provações em nossas vidas e nós nos queixamos e reclamamos, não entendemos o significado de Tiago 1 que diz, "Quando provações vêm em sua vida receba tudo com alegria porque através dessa provação Deus vai trazer perfeição e amadurecimento" vê? Você vê, queremos ser mais espertos do que Deus e queremos reclamar e nós queremos tipo que resmungar, e tudo o que a Bíblia nos pede é para sermos gratos para que Deus possa fazer o Sua obra perfeita. Esta é a vontade de Deus.

Agora, existem três categorias de pessoas gratas e vamos ver em qual delas você se encaixa, ok? Aplique esse teste a você mesmo. Número um - esta é a parte mais fácil: Há aqueles que são gratos depois da bênção certo? Você diz "Eu sou um desses." Essa é a parte fácil, certo? Com certeza. Depois que Deus acaba de lhe abençoar, você fica agradecido. "Ah, você sabe, eu estava doente e o Senhor tocou meu corpo agora estou bem, estou tão agradecido" ou "Você sabe, nós não sabíamos o que íamos fazer e então o Senhor nos deu uma nova casa" ou "Bom, nós perdemos um emprego e o Senhor nos deu outro" - depois da bênção há sempre pessoas agradecidas, depois da bênção, essa é a parte fácil, certo? Deus acabou de derramar em você a bênção e você diz "Oh, obrigado Senhor." Parte mais fácil.

É bíblico, apesar de tudo. Olhe para Êxodo capítulo 14. Tudo bem, Deus espera que você seja grato depois da bênção - seria terrível se você não fosse. Você se lembra que aqui estão os filhos de Israel e eles chegam ao Mar Vermelho e Moisés levanta seu cajado e vai desse jeito sobre o Mar Vermelho e a águas se separam e eles atravessam. Faraó diz "Bem se eles podem fazer isso nós podemos também." Só que eles não poderiam fazê-lo. Faraó fez marchar todo o exército egípcio nessa coisa e as paredes se fecharam e afogou a todos eles. Versículo 28 de Êxodo 14 "E, voltando as águas, cobriram os carros e os cavalarianos de todo o exército de Faraó, que os haviam seguido no mar; nem ainda um deles ficou. Mas os filhos de Israel caminhavam a pé enxuto pelo meio do mar; e as águas lhes eram quais muros, à sua direita e à sua esquerda. Assim, o SENHOR livrou Israel, naquele dia, da mão dos egípcios; e Israel viu os egípcios mortos na praia do mar.” Os corpos todos na praia. "E viu Israel o grande poder que o SENHOR exercitara contra os egípcios; e o povo temeu ao SENHOR e confiou no SENHOR e em Moisés, seu servo.”

E você sabe o que eles fizeram? Primeiro, eles tinham uma enorme alegria eterna e assim diz no versículo 1 do capítulo 15 "Então cantaram." Certo? Eles cantaram "Moisés e os filhos de Israel" - e esta foi a canção - "Cantarei ao Senhor porque triunfou gloriosamente; lançou no mar o cavalo e o seu cavaleiro. O SENHOR é a minha força e o meu cântico; ele me foi por salvação; este é o meu Deus; portanto, eu o louvarei; ele é o Deus de meu pai; por isso, o exaltarei. O SENHOR é homem de guerra; SENHOR é o seu nome. Lançou no mar os carros de Faraó e o seu exército" e a canção segue adiante até o versículo 19. Isto é cântico depois da bênção "Oh, Obrigado Senhor, obrigado pelo que você fez." Versículo 11 "Ó SENHOR, quem é como tu entre os deuses? Quem é como tu, glorificado em santidade, terrível em feitos gloriosos, que operas maravilhas?" Versículo 18 "O Senhor reinará para todo o sempre.”

Você vê, isso é gratidão após a bênção. Você encontra isso em Apocalipse capítulo 15 e é um quadro maravilhoso como o Senhor vem em poderoso julgamento sobre a terra que foi banhada pelo banho de sangue conhecido como a tribulação e as sete pragas são expelidas na terra e há algumas pessoas em versículo 2 que obtêm a vitória sobre a besta. There will be some people that the antichrist will not destroy, “e entoavam o cântico de Moisés, servo de Deus, e o cântico do Cordeiro, dizendo: Grandes e admiráveis são as tuas obras, Senhor Deus, Todo-Poderoso! Justos e verdadeiros são os teus caminhos, ó Rei das nações!" Vê? Eles cantam depois que a vitória foi alcançada, depois que a batalha foi ganha, depois que a conquista foi alcançada.

Agora, ouça, pessoal, este é um momento para dar graças. Há sempre algumas vitórias obtidas. Há sempre algumas guerras que já se passaram. Há sempre algumas conquistas que já foram realizadas. Há sempre algo que Deus fez e nós devemos agradecer depois da bênção, mas isso é fácil, não é?

Vamos para o passo dois. Esta é a capacidade de dar graças antes do início da batalha pela vitória que você sabe que vai vir, certo? Primeiro, é depois do fato, segundo é em antecipação ao fato. Agora, aqui é onde as pessoas de fé entram. Estas são as pessoas que creem em Deus antes que qualquer coisa aconteça. Estas são as pessoas que estão comemorando antes da guerra. São pessoas dizendo "Senhor, vejo que um problema está vindo, como é maravilhoso. Eu vou crer em Ti para a vitória em meio a isso antes mesmo de chegar lá." Este é Jesus. Este é Jesus em João capítulo 11, quando Ele fica ao lado do túmulo de Lázaro. Todos em torno dele estão chorando, eles estão todos chorando. Ele diz "Removam a pedra" e Marta fica toda chateada sobre fazer isso. Verso 41 "Tiraram, então, a pedra. E Jesus, levantando os olhos para o céu, disse: Pai, graças te dou porque me ouviste.’” Obrigado, Senhor, por aquilo que vais fazer. Agora isso é fé, não é?

E então ele disse "Lázaro vem para fora." E ele saiu. Agradecimento por antecipação. Agora, pessoal, isso é outro nível de maturidade espiritual. Essa é a capacidade de dizer obrigado antes que a coisa realmente se desenrole. Você é uma daquelas pessoas que agradece antecipadamente? Você vê algo que se aproxima e você pode crer em Deus pela vitória antes mesmo de acontecer? Você pode dizer obrigado como Jesus fez em antecipação à morte? Você pode dizer "Vejo a morte em minha família eu vejo a morte de alguém que eu amo. Obrigado Senhor obrigado porque eu sei o que vai acontecer ele voltará à vida na ressurreição." Você pode ser grato em face da morte? Vou lhe dar outro exemplo. Veja para isso, isso é fabuloso, Segundo Crônicas capítulo 20, no Antigo Testamento. Segundo Crônicas capítulo 20. Isto é realmente grande. Agora, o povo de Deus, Judá, está prestes a ter uma guerra com alguns inimigos fortes reais, Amom e Moabe, os amonitas e os moabitas. E eles estão se preparando para uma guerra por atacado aqui, mas Josafá é um homem muito fiel de oração, então ele vai para o Senhor e ele apenas diz o Senhor tudo sobre isso. Ele diz "Senhor esta vai ser a Tua batalha, ou seja, que eu simplesmente não pode lidar com isso, não podemos fazê-lo por conta própria." Ele se curvou diante de Deus e ele derrama seu coração e diz "Senhor você terá que fazer com essas pessoas como fez quando afogou os egípcios. Você vai ter que fazer algum milagre maravilhoso. Você vai ter que cuidar desse assunto, Senhor. Eu não posso lidar com este problema, eu posso vê-lo se aproximando, eu não posso lidar com isso.”

Ele expôs tudo em sua oração e então ele decidiu que era hora de agradecer ao Senhor. E alguém poderia ter dito "Bom, você é muito presunçoso, Josafá, porque não tivemos a batalha ainda. Você irá louvar o Senhor em primeiro lugar?" "Sim nós louvaremos ao Senhor em primeiro lugar." Na verdade a primeira coisa que vamos fazer está no versículo 20, "Pela manhã cedo, se levantaram e saíram ao deserto de Tecoa; ao saírem eles, pôs-se Josafá em pé e disse: Ouvi-me, ó Judá e vós, moradores de Jerusalém! Crede no SENHOR, vosso Deus." Tudo bem, vamos confiar em Deus desde o início. "e estareis seguros; crede nos seus profetas e prosperareis." Tudo bem? Nós vamos crer em Deus para uma vitória que sequer ainda a vimos. Agora, aqui está a primeira coisa "Aconselhou-se com o povo e ordenou cantores para o SENHOR, que, vestidos de ornamentos sagrados e marchando à frente do exército, louvassem a Deus, dizendo: Rendei graças ao SENHOR, porque a sua misericórdia dura para sempre.’”

Ouça, em Israel os fuzileiros navais não pousaram em primeiro lugar; o coral sim. Eles vieram em primeiro lugar porque o louvor precedeu o exército, você vê? "Senhor quão maravilhoso Tu és, nós venceremos." Ou seja, você pode imaginar esses sujeitos que passaram toda a sua vida aprendendo música e quando eles estão prontos para o grande guerra a primeira coisa que ouvem é "Coral vá adiante. Você vai na frente." Incredible. Isso foi exatamente o que aconteceu. E eles começaram a cantar, talvez um pouco vacilante no início, mas eles conseguiram fazer isso. "Tendo eles começado a cantar e a dar louvores, pôs o SENHOR emboscadas contra os filhos de Amom e de Moabe e os do monte Seir que vieram contra Judá, e foram desbaratados. Porque os filhos de Amom e de Moabe se levantaram contra os moradores do monte Seir, para os destruir e exterminar; e, tendo eles dado cabo dos moradores de Seir, ajudaram uns aos outros a destruir-se.”

.Você Quer saber de uma coisa? Este é Jonestown. Todos eles mataram uns aos outros. Surpreendente. "E quando Judá veio em direção à torre de vigia no deserto" que é - o que seria seu acampamento - "eles olharam para a multidão e eis que eram cadáveres que jaziam por terra não havendo ninguém escapado." Eles se viram em cima de uma pilha de corpos dos mortos. "Vieram Josafá e o seu povo para saquear os despojos e acharam entre os cadáveres riquezas em abundância e objetos preciosos; tomaram para si mais do que podiam levar e três dias saquearam o despojo, porque era muito." E Deus lhes havia prometido o despojo da terra de modo que era deles por direito. Mas, você vê o que aconteceu? Eles nem sequer tiveram que lutar essa guerra. Eles creram em Deus e deram graças a Deus e antes da batalha sequer começar, a batalha era deles, você vê?

Agora, isso é mais difícil do que depois do fato, mas Deus quer isso também. Deus quer sua ação de graças antes mesmo da batalha começar e isso é difícil - este é o teste de sua maturidade espiritual. Quando você se der por vencido e cair antes de o problema acontecer então você não atingiu este nível ainda. Agradeça a Deus depois da bênção, isso é fácil. Agradeça a Deus antes que a batalha comece, isso é mais difícil. Mas o mais difícil de todos - você está pronto para a terceira? O mais difícil de tudo é agradecer a Deus no meio da batalha quando parece que você está perdendo. Isso é difícil. Você pode fazê-lo após o fato e você pode fazê-lo em antecipação ao fato, mas você pode fazê-lo bem no meio dele? Bom, as pessoas escolhidas de Deus podem. O rei estabeleceu um decreto nos dias de Daniel que ninguém devia ser adorado ou que se orasse a não ser para ele. Isso não incomodou Daniel. Diz em Daniel capítulo 6 versículo 10 "Daniel...entrou em sua casa e, em cima, no seu quarto, onde havia janelas abertas do lado de Jerusalém, três vezes por dia, se punha de joelhos, e orava, e dava graças, diante do seu Deus, como costumava fazer." e ele sabia o que lhe custaria, e eles o levaram e o jogaram na cova dos leões, mas aquilo estava tudo bem. Ele renderia graças a Deus no meio do problema.

Sabe, fala-se sobre Jonas - o que é uma coisa fantástica - você pode imaginar se estivesse na situação de Jonas? Ou seja, você ouve isso como uma história da Bíblia, mas tente imaginar como seria ser engolido por um grande peixe, flutuando no ácido do estômago. E pior do que isso, estar vivo e acordado flutuando lá dentro de lá pra cá. E Jonas - no capítulo 2 - tipo que no conjunto de seus atos, isso é o que ele diz - isto é surpreendente "Quando, dentro de mim, desfalecia a minha alma, eu me lembrei do SENHOR; e subiu a ti a minha oração, no teu santo templo." E qual foi a sua oração Jonas? " eu te oferecerei sacrifício; o que votei pagarei. Ao SENHOR pertence a salvação!" Aqui é Jonas no meio de um estômago cheio de ácido de um monstro gigante do mar dizendo, "Obrigado Senhor."

Você diz, isso não é fé, isso é estupidez. Não. Obrigado Senhor obrigado. E sabe de uma coisa? Deus gostou tanto daquela oração que Ele cutucou aquele peixe grande e que ele vomitou Jonas, e não apenas o vomitou. Mas vomitou-o no lugar que ele deveria estar. Ali estava um homem que agradeceu a Deus dentro da barriga de um grande monstro do mar - incrível. Deus o honrou. Agora, você nunca passou por algo dessa forma, não é? Você lê Hebreus capítulo 11 sobre todas as pessoas que deram graças a Deus em meio a provações terríveis, e então você ouve o autor de Hebreus dizer, "Ora, na vossa luta contra o pecado, ainda não tendes resistido até ao sangue." resistiram?

Em Atos capítulo 5 a igreja primitiva está sendo terrivelmente perseguida e diz em Atos 5:40: "Chamando os apóstolos, açoitaram-nos e, ordenando-lhes que não falassem em o nome de Jesus, os soltaram. E eles se retiraram do Sinédrio regozijando-se por terem sido considerados dignos de sofrer afrontas por esse Nome." Eles estavam agradecidos bem no meio dos espancamentos. E então você encontra Paulo e Silas no capítulo 16 de Atos e os pés estão esticados mais do que poderiam suportar, estavam presos em troncos e os músculos estão tensos, estão com uma dor inacreditável e o que eles estão fazendo? Cantavam louvores a Deus. Você vem para Filipenses 1 e as pessoas estão perseguindo Paulo, ele é um prisioneiro e ele olha para o momento em que ele irá morrer e seu coração está apenas cheio de ação de graças.

Ouça, é indicativo de seu caráter a forma como você dá graças, porque você adora a Deus em conexão com o seu coração. E se a única vez que você pode adorar a Deus e ser grato a Deus é depois da bênção, então você está embaixo no primeiro nível. Se no entanto, você pode se mover um pouco mais e pode agradecer a Deus antes mesmo que a batalha comece, em antecipação à vitória que Ele vai dar, isso é melhor, mas se você pode agradecer a Deus no meio da dor, no meio da provação, então você alcançou o nível de maturidade que muito poucos cristãos realmente conhecem.

Joni Eareckson, que está vindo em nossa igreja durante os últimos oito meses mais ou menos, que escreveu um livro maravilhoso que fala sobre sua vida e seu acidente que paralisou seu corpo, faz uma declaração "Dar graças não é uma questão de se sentir grato; é uma questão de obediência." Você vê? Nem sempre você tem que se sentir grato, mas é uma questão de ação de graças. É o reconhecimento de que a minha vida, minhas circunstâncias e meu destino estão nas mãos soberanas de Deus, vê? E que tudo o que acontece está operando com o propósito de me conformar a Jesus Cristo. E isso terá um efeito profundo sobre a sua atitude. Quer saber de uma coisa? Isso vai ter um efeito profundo sobre a sua atitude.

Então, quando você dá graças? Sempre. Pelo quê? Pelo que, dar sempre graças pelo quê? Por todas as coisas. Você diz "Por todas as coisas você quer dizer por tudo? Mesmo pelas coisas que são problemáticas e difíceis?" Com certeza. tende por motivo de toda alegria o passardes por várias provações. Por quê? Porque essa é a maneira que Deus o aperfeiçoa. Eu não vou lhe dar uma lista grande e longa. Tenho uma escrita aqui embaixo. Eu não vou tomar tempo para fazer isso, mas eu listei cerca de 40 coisas que a Bíblia diz especificamente pelas quais você deve ser grato. E não são apenas coisas individuais; são categorias em que você poderia ser grato por centenas de coisas diferentes, dentro dessa categoria. Devemos ser gratos por tudo, por tudo, por tudo. Não há limite para isso. Apenas a plenitude de todas as coisas que Deus fez por nós. Todos os Seus atributos estão listados, todas as coisas que Ele fez. Devemos ser gratos. Você sabia que a Bíblia nos diz para sermos gratos por todos os homens? Por todas as pessoas. Diz-nos para sermos gratos por todas as coisas, para sermos gratos a Deus por Cristo, por nossa salvação, pelo o Espírito Santo, por tudo o que temos, sermos gratos no meio de dificuldades bem como no meio da prosperidade. Sermos gratos por todas as coisas.

Agora, deixe-me dizer-lhe uma coisa: Há apenas um tipo de pessoa que pode ser grata por tudo e essa, uma pessoa humilde. É isso mesmo, uma pessoa humilde. Você diz "O que você quer dizer com isso?" Só isso, ouça. Uma pessoa humilde sabe que ela não merece nada, certo? Então a menor coisa para ela é motivo de ação de graças. Se você tem problema em sua vida em ser grato, o problema não é a falta de ação de graças, isso é o sintoma. O problema é o orgulho. Você diz "Deus, eu não posso ser grato porque eu acho que eu não estou recebendo o que eu mereço" vê. Mas se você sabe que você não merece nada, se você vê a si mesmo como um pecador a quem nada é realmente merecido, então por qualquer coisa que Deus lhe tenha dado, não poderia haver mais nada senao gratidão, vê. É realmente um problema de orgulho. Uma pessoa grata sempre tem um coração humilde.

E alias, pessoal, você vê, a humildade faz parte de ser cheio do Espírito, porque você só está cheio do Espírito quando você nega a si mesmo, certo? Quando você morrer para si mesmo, quando você crucificar o eu, quando você se colocar de lado e responder ao Espírito, isso é um ato de humildade que o torna cheio do Espírito; portanto, é um ato de humildade que resulta em ações de graças que procede desse enchimento. Voltamos exatamente para o primeiro pecado de todos os pecados que corrompe todo o sistema, que é o pecado do orgulho, certo? Foi com isso que Satanás começou tudo, certo? Ele olhou em volta, no céu, e ele disse "Uh-huh Deus não deve ter tudo isso eu deveria tê-lo" então ele disse "Eu vou fazer isso e vou exaltar-me e eu vou" - assim por diante, então - era eu eu eu eu " E mesmo Eva no jardim ela sabia que ela poderia ser como Deus eu, eu, eu, é sempre assim. O orgulho é a chave para o pecado.

Então, se você não é grato, não é que na verdade você precise de uma espécie de despertamento em ação de graças, você precisa experimentar a humildade, e humildade faz você voltar ao conceito de ser cheio do Espírito, porque é somente quando você crucifica o eu, nega a si mesmo e rende-se ao Espírito que a humildade pode ser uma realidade. Mas se você é uma pessoa humilde então você vai ser grato por tudo. Tudo. Você diz - bem algumas pessoas dizem "Bom, meu marido não é perfeito. Como vou ficar preso a ele." E o marido diz, "Minha esposa não me dá atenção. Ela gosh, deve haver outras mulheres no mundo com quem as pessoas realmente felizes. Como é que eu nunca chego nesse ponto?" As pessoas dizem, "Bom, meu trabalho não é o que deveria ser eles não me tratam da maneira que deveria me tratar, minha família não me trata da maneira que deveria me tratar, as pessoas não me entendem, elas são más para comigo" e elas ficam amargas, azedas, e pensam assim você sabe por quê? Porque eles pensam que merecem melhor certo? "Rapaz, eu deveria ter uma pessoa perfeita." "Eu deveria ter um emprego perfeito." "Eu deveria ter todo mundo me tratando do jeito que eu deveria ser tratado." Você vê, é tudo orgulho, vê? Enquanto formos orgulhosos nunca vamos ser gratos. E quando você quebrar o seu orgulho e o fizer rastejar, então você experimentará o que é ser grato por tudo. Tudo.

Então, quando devemos ser gratos? Sempre. Com o que devemos ser gratos? Com todas as coisas. Como? Veja isso - declaração fabulosa. Como devemos ser gratos? Veja isso no versículo 20 novamente. Diz o seguinte "Dando sempre graças por tudo a nosso Deus e Pai" - e aqui vem - "em nome de nosso Senhor Jesus Cristo." Ah isso é tão incrível!.

Ouça, isso simplesmente significa - em nome do Senhor Jesus Cristo significa consistente com quem Ele é de acordo com o que Ele fez. Em outras palavras não importa o que aconteça comigo eu posso dar graças por causa de quem é Cristo e pelo que Ele fez. Não importa o que aconteça em minha vida, isso se reverterá para o meu bem e para a Sua glória, certo? Essa é a verdade fabulosa nisso tudo. Lembra-se do que eu disse antes? Quando cantamos, é Cristo cantando através de nós, lembra-se disso? E quando damos graças é Cristo dando graças ao Pai através de nós.

Ouça, eu não poderia ser grato por tudo se não fosse por Cristo, mas por causa de Cristo as coisas boas e até mesmo as coisas ruins na minha vida todas têm uma parte em me conformar com a imagem que Deus quer que eu traga comigo, a imagem de Seu Filho. Você vê, eu não posso simplesmente dizer, "Dê graças por tudo e ponto final." Se você não é um cristão, se você não está em Cristo, se você não tem Cristo intercedendo à destra de Deus em seu nome, se você não tem Cristo habitando em sua vida, se você não tem a filiação e a herança que Ele prometeu, se você não tem isso então você não pode dar graças por tudo porque o que você vai ter, você não precisa ser grato. Mas, por outro lado, se a minha vida está sob o controle de Cristo e sou Seu filho, sou co-herdeiro com Ele em seu reino, se Ele intercede por mim à mão direita do Pai, se ele continua a me purificar de todo o pecado, se Ele está me conformando à Sua própria imagem, se tudo isso está acontecendo o tempo todo então eu tenho motivo para ser grato a Deus por tudo.

Sabe, somos por natureza tão egoístas porque pensamos de modo tão elevado sobre nós mesmos, que se não conseguimos as coisas da maneira que queremos, então ficamos chateados com isso e somos ingratos. Mas Cristo não era assim. Ouça, devemos dar graças, este versículo está dizendo, também da forma como Cristo deu graças. Se for Ele dando graças por meio de nós, será a forma como os agradecimentos Dele foram dados. Você sabia que Ele era grato a Deus? Mateus 11:25 Ele diz "Graças te dou ó Pai." João 6:11 "Eu te agradeço." João 6:23 "Graças te dou." João 11:41 "Eu te agradeço." Ele foi grato por toda a sua vida e você olha para vida Dele e você tem que se perguntar por que, certo? Quero dizer, Ele, que tinha tudo na glória, veio a esta terra e humilhou-se, tornou-se um servo foi cuspido e desprezado, menosprezado, rejeitado e crucificado, e Ele não merecia nada disso e ainda assim Ele Foi grato. Grato.

Ouça isto: Embora Ele merecesse glória, Ele foi humilhado. Embora Ele merecesse amor, Ele recebeu ódio e embora Ele merecesse adoração, Ele recebeu a rejeição. Embora Ele merecesse louvor, Ele foi desprezado. Embora Ele merecesse riquezas, Ele era pobre, e embora Ele merecesse santidade, Ele recebeu o pecado. E assim foi, e no meio de tudo isso Ele nunca perdeu de vista a gratidão a Deus. Porque Ele podia ver o fim em vista. Era a alegria que lhe estava proposta que Lhe permitiu suportar a cruz. E olhe para nós, hein? Merecíamos a humilhação, e recebemos a glória. Merecíamos ódio, e recebemos amor divino. Merecíamos rejeição, mas Deus nos dá filiação. Merecíamos escárnio, mas recebemos afeição. Merecíamos a pobreza, e Ele nos dá riquezas e merecíamos a maldição do pecado e Ele nos dá a Sua justiça. E aí se tudo não vai bem em nossas vidas nós reclamamos, vê? Não faz qualquer sentido, não é?

De acordo com uma lenda medieval, dois anjos foram enviados para a terra. Um tinha a tarefa do Senhor de reunir todas as petições e o outro tinha a tarefa de recolher as ações de graças. O anjo que saiu para reunir as petições não podia levar a carga de volta. O anjo que foi buscar as ações de graças voltou com algumas em suas mãos. Bom, essa é a lenda e lendas podem ser muito exageradas e fantásticas, mas temo que não sejam exageradas em tudo. Somos tão demorados em nosso pedidos, não somos? Que é como assinar seu nome "Teu servo auto-indulgente, John." E somos muito breves em nossas ações de graças. Talvez esse seja o pecado mais comum de todos os santos. Quando é que vamos dar graças? Sempre. Pelo que nós damos graças? Por todas as coisas. Como damos graças? Em nome de Cristo. Finalmente a quem damos graças? A Deus Pai. Versículo 20 novamente "a nosso Deus e Pai.”

E eu amo o fato de que ele usa a palavra "Pai" porque é a atitude benevolente de Deus que é vista aqui. É Deus em Sua paternidade enquanto Ele nos concede os dons do Seu amor. Deus Pai enfatiza a beneficência amorosa de Deus para com Seus filhos. Ele é sempre, sempre nos dá dádivas. “Toda boa dádiva e todo dom perfeito são lá do alto, descendo do Pai das luzes, em quem não pode existir variação ou sombra de mudança.” Tudo vem dEle, mesmo as coisas que vêm através de outras pessoas a você vêm dEle, Ele opera através de outras pessoas. É Cristo cantando através de nós, Cristo agradecendo a Deus através de nós e Cristo doando através de nós.

Tive a oportunidade recentemente de doar algo a alguém. Eles tinham uma necessidade e eu tive a maravilhosa alegria de doar algo para atender a essa necessidade e eu sempre gosto de ver a resposta quando você faz isso e como as pessoas reagem, e recebi uma nota bonita. E foi mais interessante para mim que toda a nota simplesmente agradecia a Deus - foi simplesmente revigorante. Po toda a nota agradecia-se ao Senhor. Nunca disse nada sobre mim, apenas agradecia ao Senhor. E você vê, há uma pessoa reconhecendo Deus como a fonte de todas as coisas. Quando começamos a agradecer um ao outro, tipo que ficamos nas fronteiras da bajulação, um pouco. Mas quando vemos Deus como a fonte de tudo, temos a perspectiva de Efésios 5:20.

Ouça, se você está cheio do Espírito, em direção a si mesmo você vai cantar; para com Deus, você vai expressar ações de graças. Ouça o Antigo Testamento que se refere a isso diversas e diversas vezes. Salmo 30, o Salmo 50, o Salmo 69, o Salmo 92, 95, 100, 105, 116 e muito mais. Ele simplesmente nos chama para agradecer a Deus, agradecer a Deus e agradecer a Deus. Diz em Romanos 1:21 para que as nações são caracterizadas desta maneira: “porquanto, tendo conhecimento de Deus, não o glorificaram como Deus, nem lhe deram graças.” Você vê isso? Essa é a característica de um mundo não-regenerado, ingratidão. Deus quer que seu povo seja grato. Paulo diz aos Filipenses, "Não andeis ansiosos de coisa alguma; em tudo, porém, sejam conhecidas, diante de Deus, as vossas petições, pela oração e pela súplica, com ações de graças." Com ações de graças. Colossenses 2:7 nos diz para sermos gratos a Deus. Hebreus 13:15 diz "Por meio de Jesus, pois, ofereçamos a Deus, sempre, sacrifício de louvor, que é o fruto de lábios que confessam o seu nome." No Antigo Testamento certas ordens dos sacerdotes levitas não tinham outra função senão conduzir as pessoas em ação de graças.

Sabia que todas as festas e festivais de Israel eram definidas para ações de graças? O propósito de cada festa comemorativa, Festa das Semanas, Tabernáculos, Trombetas, Pentecostes e Páscoa todas eram, eram grandes atos nacionais de ações de graças a Deus que tinham servido o Seu povo tão amável e graciosamente.

Agora ouça, eu vou concluir este ponto dizendo o seguinte: Você tem três possíveis maneiras de responder. Existem três tipos de pessoas quando se trata de ações de graças podemos olhar, para encerrar, e eu quero que você olhe no livro de Lucas para vê-las capítulo 12. Lucas capítulo 12. Em primeiro lugar, algumas pessoas nunca dão graças. Esta é a categoria de pessoas que nunca agradecessem a Deus por nada. Elas pensam que fizeram tudo sozinhas. Acham que fizeram seu próprio feno. Lucas 12:16 "E lhes proferiu ainda uma parábola, dizendo: O campo de um homem rico produziu com abundância. E arrazoava consigo mesmo, dizendo: Que farei, pois não tenho onde recolher os meus frutos? E disse: Farei isto: destruirei os meus celeiros, reconstruí-los-ei maiores e aí recolherei todo o meu produto e todos os meus bens." Rapaz, olha o que eu fiz, eu colhi esta tremenda colheita, não é maravilhoso? Vou simplesmente armazenar tudo isso. “Então, direi à minha alma: tens em depósito muitos bens para muitos anos; descansa, come, bebe e regala-te." Gaste o restante de toda a sua vida para consumir todas as coisas que você obteve. "Mas Deus lhe disse: Louco, esta noite te pedirão a tua alma; e o que tens preparado, para quem será? Assim é o que entesoura para si mesmo e não é rico para com Deus.”

Você diz, "Qual é a questão?" Esta é a questão. Ele não achava que devia alguma coisa a Deus, porque ele não achava que Deus era a fonte de qualquer coisa, vê? Ele pensou que ele fez tudo sozinho. Veja o que eu fiz, vou passar o resto da minha vida consumindo minha própria realização. E Ele disse, você vai morrer esta noite. Você vai morrer hoje à noite porque você não reconhece que nada cresce em qualquer lugar a menos que Deus faça crescer, não há nenhuma terra e não há nenhum grão a menos que Deus o faça, e você não tem sido rico para com Deus, você não reconheceu Deus como a fonte de tudo; portanto, você vai perder tudo, vê? Estas são pessoas que não são gratas por nada, elas acham que fizeram isso, que elas ganharam a sua própria fortuna, que traçaram seu próprio caminho na vida, pagaram seu próprio custo, fizeram suas próprias coisas, Deus nem sequer se envolveu. Essa é uma opção, você pode ser uma dessas pessoas que nunca dão graças.

E depois há outros que dão graças mas são hipócritas. Veja o capítulo 18 de Lucas. Este é o agradecimento hipócrita. Lucas 18 versículo 9, e aqui está outra parábola dada para aqueles que confiavam em si mesmos que eram justos estes são os que se auto justificam. "Dois homens subiram ao templo com o propósito de orar: um, fariseu, e o outro, publicano. O fariseu, posto em pé, orava de si para si mesmo" - percebe que ele está falando para si mesmo e ele diz -"Ó Deus" - ele adora a si mesmo para assim ele está identificando-se a si mesmo - "graças te dou" - agora ouça, esse sujeito não tem um pingo de ação de graças em seu coração. Ele não está agradecendo a ninguém mas a si mesmo. Ele está dizendo que eu sou tão grato a mim pelo que realizei, vê. Mas ele meio que tenta fazer parecer como se isto fosse uma adoração a Deus "graças te dou porque não sou como os demais homens, roubadores, injustos e adúlteros, nem ainda como este publicano." Oh, estou tão agradecido, sou tão maravilhoso, vê?

O outro homem, coletor de impostos, em pé de longe nem ainda queria levantar os olhos ao céu, mas batia no peito dizendo, "Ó Deus sê propício a mim pecador". Jesus disse "Digo-vos que este desceu justificado para sua casa, e não aquele; porque todo o que se exalta será humilhado; mas o que se humilha será exaltado." Você vê, há algumas pessoas que nunca dão graças em tudo, então há outras pessoas que agradecem a si mesmas sob o pretexto de que estão agradecendo a Deus. Elas são auto-justas, isso é hipócrita. Há uma terceira categoria em Lucas 17, o verdadeiro agradecido. Esta é uma bela história. Vou lê-la muito rapidamente.

O versículo 11 de Lucas 17, "De caminho para Jerusalém, passava Jesus pelo meio de Samaria e da Galiléia. Ao entrar numa aldeia, saíram-lhe ao encontro dez leprosos, que ficaram de longe e lhe gritaram, dizendo: Jesus, Mestre, compadece-te de nós! Ao vê-los, disse-lhes Jesus: Ide e mostrai-vos aos sacerdotes. Aconteceu que, indo eles, foram purificados. Um dos dez" - quantos? Um deles. Apenas um dos dez? - "vendo que fora curado, voltou, dando glória a Deus em alta voz, e prostrou-se com o rosto em terra aos pés de Jesus, agradecendo-lhe." Ou seja, apenas um é grato, dos dez? E ele era um samaritano. Um mestiço, um pária. "Então, Jesus lhe perguntou: Não eram dez os que foram curados? Onde estão os nove?

Não houve, porventura, quem voltasse para dar glória a Deus, senão este estrangeiro? E disse-lhe: Levanta-te e vai; a tua fé te salvou." Eu acho que ele está dizendo, em outras palavras, os dez tiveram a cura mas apenas um a salvação.

Ouça, essa é uma verdadeira ação de graças. Esse é um verdadeiro agradecimento. O resto conseguiu o que queria, e o que eles queriam era seu egoísmo inflado. Eles queriam se livrar de sua doença que lhes tornava excluídos da sociedade. O outro, a magnífica minoria, deu a Cristo o que Cristo queria: glória. Você vê a diferença? Alguns de nós estão satisfeitos por obter o que queremos e nem sequer pensamos em Cristo. Outros estão preocupados com a glória que Ele quer e merece. Gratidão, amados, é o homem no seu melhor; ingratidão é o homem no seu pior.

Davi disse "para entoar, com voz alta, os louvores e proclamar as tuas maravilhas todas." Nós, dentre todas as pessoas, deveríamos ser gratos, sabe. Se nunca tivemos a não ser Jesus Cristo devemos ser gratos, certo? Porque ter a Cristo, é termos tudo para a eternidade.

Um missionário urbano em Londres foi chamado a uma edificação que servia de cortiço, antiga. Uma senhora estava morrendo, nos últimos estágios da doença. O quarto era pequeno e frio e a mulher estava deitada no chão. Este missionário tentou ajudar esta senhora e perguntou se havia alguma coisa que ela queria, e foi isso que ela disse, "Eu tenho tudo que eu preciso. Eu tenho Jesus Cristo" Bom, o homem nunca se esqueceu disso, e saindo dali escreveu essas palavras, "No coração da cidade de Londres em meio às habitações dos pobres, estas palavras douradas brilhantes foram proferidas, 'Eu tenho Cristo, o que mais eu quero?' faladas por uma mulher solitária morrendo no chão dum sótão, não tendo qualquer conforto terreno, 'Eu tenho a Cristo, que mais eu quero? "Aqueles que a ouviram correram para buscar algo de grande importância do mundo, era desnecessário, ela morrera dizendo, 'Eu tenho a Cristo o que mais eu quero?" Oh meu querido, meu amigo pecador, alto ou baixo, rico ou pobre, você pode dizer com gratidão profunda 'Eu tenho a Cristo, o que mais eu quero?' Vamos nos inclinar em oração.

Pai, obrigado porque temos Cristo e a maioria de nós tem muito, muito mais de Sua mão graciosa. Faz-nos sempre gratos, sempre gratos, como que brotando de corações que são humildes, feitos humildes pelo enchimento do Teu Espírito. Em nome de Jesus, amém.

FIM

This sermon series includes the following messages:

Please contact the publisher to obtain copies of this resource.

Publisher Information
Grace to You
Unleashing God’s Truth, One Verse at a Time
Back to Playlist
Unleashing God’s Truth, One Verse at a Time

Welcome!

Enter your email address and we will send you instructions on how to reset your password.

Back to Log In

Unleashing God’s Truth, One Verse at a Time
Minimize
View Wishlist

Cart

Cart is empty.

ECFA Accredited
Unleashing God’s Truth, One Verse at a Time
Back to Cart

Checkout as:

Not ? Log out

Log in to speed up the checkout process.

Unleashing God’s Truth, One Verse at a Time
Minimize