Grace to You Resources
Grace to You - Resource

Temos algumas semanas antes do término do verão, e entraremos na agenda do outono, e todos terão voltado, e fiquei hesitante em entrar direto nas séries de 2 e 3 João nos domingos à noite. Então decidi fazer uma pequena série nos domingos pela manhã com o tema “Deus: Ele existe? Quem é Ele? E com que Ele se parece?” E à note, “Satanás: Ele existe? Quem é ele? E com que ele se parece?” Assim, hoje a noite, e pelas próximas semanas, estaremos vendo o caráter de Satanás. Penso que seja muito importante que tenhamos uma compreensão de Satanás. Eu me lembro de quando estava na faculdade e uma das coisas que nós tínhamos era o futebol - e nós fazíamos um monte de loucuras na preparação para os jogos de futebol. Mas uma das coisas que nós fazíamos era pegar 3 ou 4 cordas - assim geralmente é como muitas pessoas gastam toda sua carreira no futebol, se pegassem muito da terceira ou quarta corda no futebol – pegar essa unidade, e fazer essa unidade olhar, agir e jogar como um time que fosse jogar no sábado.

E então poderíamos praticar contra as nossos próprios colegas fazendo o que nosso oponente faria a fim de que pudéssemos conhecer melhor o inimigo.

Ser capaz de prever o que o adversário vai fazer é muito importante. No futebol profissional e até mesmo na faculdade agora, as sofisticações dos sistemas são resumidas à ciência da computação. E eles podem prever exatamente o que um adversário vai fazer, quase sempre, pelo computador. Eles sabem quantas vezes uma determinada equipe corre um certo jogo, em um determinado ponto no jogo, em uma determinada linha de jardas em um determinado tempo. O computador lhes diz o que vai fazer e assim eles tem isso premeditado. A única coisa que realmente persiste é o erro humano. Este é simplesmente muito inteligente no atletismo. Um boxeador vai lutar; ele aprende onde está a vulnerabilidade de seu oponente e ataca naquele ponto. Isto é verdade em tudo o que fazemos em termos de concorrência ou de luta contra um inimigo.

Bem, não é menos verdade na área do espiritual. Se vamos entender a melhor forma de conquistar a vitória devemos saber sobre nosso inimigo. Quanto melhor entendermos o nosso inimigo melhor entenderemos suas fraquezas, e é isso que nós queremos fazer ao olhar para Satanás. Certamente não para glorificá-lo mas para desmascará-lo, para que possamos vê-lo como um personagem corrompido e derrotado que ele é. Agora estamos todos conscientes do relato da criação em Gênesis 1 e 2. “No princípio, criou Deus os céus e a terra. A terra, porém, estava sem forma e vazia; havia trevas sobre a face do abismo, e o Espírito de Deus pairava por sobre as águas”, e assim começou a criação. Estamos todos cientes disso.

Já havia seres vivos no universo. Você diz "Quem eram eles?" Abra sua Bíblia em Jó 38 e vamos descobrir quem estava por perto quando Deus fez o mundo - Jó 38 versículo 4. Agora aqui encontramos o Senhor fazendo algumas declarações interessantes para Jó. No versículo 4 de Jó 38 Ele diz, “Onde estavas tu, quando eu lançava os fundamentos da terra? Dize-mo, se tens entendimento.” E a implicação é claro é que Jó estava longe. Jó não tinha nenhuma resposta porque não estava por perto para ver. “Onde você estava quando eu lançava os fundamentos da terra Jó? Você não estava em lugar algum.” “Quem lhe pôs as medidas, se é que o sabes? Ou quem estendeu sobre ela o cordel? Sobre que estão fundadas as suas bases ou quem lhe assentou a pedra angular? Diga-me Jó; conte-me o proesso da criação.

Você estava lá?” Não, ele não estava obviamente. Mas, versículo 7, “quando as estrelas da alva, juntas, alegremente cantavam, e rejubilavam todos os filhos de Deus?” Agora aqui, veja isto, Deus identifica as estrelas da manhã cantando juntas e todos os filhos de Deus rejubilando de alegria com o momento da criação. Você vê?

“Onde estava você quando as estrelas da alva, juntas, alegremente cantavam, e rejubilavam todos os filhos de Deus?” Então as estrelas da manhã não podem ser estrelas verdadeiras; o que são elas? Elas são o mesmo que os filhos de Deus; o que elas são? Nada além de anjos. Os anjo já haviam sido criados quando Deus criou o mundo. Essa é a implicação deste texto. Os anjos são chamados ben haElohim em Jó 1:6 – que significa filhos de Deus – Jó 2:1, e aqui em Jó 38, versículo 7, e como vimos esta manhã, o termo "filhos de Deus" é reservado para aqueles que foram criados por um ato direto de Deus. Agora nós não sabemos quando os anjos foram criados, mas eu acho que é seguro dizer que eles estavam por perto quando o mundo foi criado. Não sabemos quanto tempo eles estavam ao redor porque não há nenhuma revelação sobre isso. Mas o importante é que eles estavam em volta.

Agora em Colossenses 1 ele diz, “pois, nele, foram criadas todas as coisas, nos céus e sobre a terra, as visíveis e as invisíveis, sejam tronos, sejam soberanias, quer principados, quer potestades. Tudo foi criado por meio dele e para ele.” Agora note, tronos, dominações, principados e poderes são todos títulos para os anjos. Essas são todas fileiras de seres angélicos. E diz lá em Colossenses 1:16 que Deus criou os anjos e é um verbo aoristo o que significa que em um ponto na história passada Deus fez os anjos. E aliás parece claro para mim a partir da Palavra de Deus que todos os anjos foram criados ao mesmo tempo. Todos eles criados por um ato direto de Deus. Na verdade, foi Sua Palavra que fez isso. Sua Palavra é que criou tudo, e com os anjos não foi diferente.

Diz no Salmo 148 versículo 2, “Louvai-o, todos os seus anjos; louvai-o, todas as suas legiões celestes. Louvai-o, sol e lua; louvai-o, todas as estrelas luzentes. Louvai-o, céus dos céus e as águas que estão acima do firmamento. Louvem o nome do SENHOR, pois mandou ele, e foram criados.” Tudo, incluindo os anjos, é para louvar a Deus porque eles foram criados por Sua ordem. E tão instantaneamente quanto Deus criou tudo em Gênesis, instantaneamente Ele criou todos os anjos. Você diz, “Bem, como você sabe se Ele não criou um casal de anjos e eles começaram a se reproduzir?” Porque os anjos não pode fazer isso; anjos não procriam. Você diz, “E de onde vem isso?”

Vem de Mateus 22, versículo 28, e claro este é um - não vamos entrar em todo o texto aqui. Diz: “Portanto, na ressurreição, de qual dos sete será ela esposa?” Você sabe, eles apresentaram a questão sobre uma pessoa que morre e se supões que seu irmão casa-se com a esposa do falecido. Se seu irmão não é casado, você sabe, ele deveria tomar a esposa viúva e continuar a família. O marido morre e o sujeito faz isso e então ele morre e o próximo faz isso também e ela passa por sete irmãos. E vem a pergunta ao Senhor, “Portanto, na ressurreição, de qual dos sete será ela esposa?” E, claro, essa é realmente uma situação bizarra de qualquer maneira; no momento que você chegou ao terceiro ou quarto irmão, eles ficam um pouco suspeitos, se é que todos não acabam caindo fora. Mas se acontecer de chegar no sétimo sujeito, e a pergunta que estavam fazendo a Jesus, os saduceus, tentando fazê-lo tropeçar porque eles não acreditavam na ressurreição, era, “Portanto, na ressurreição, de qual dos sete será ela esposa?”

“Respondeu-lhes Jesus,” versículo 29, “Errais, não conhecendo as Escrituras nem o poder de Deus. Porque, na ressurreição, nem casam, nem se dão em casamento; são, porém, como os anjos no céu.” Os anjos não se casam e não procriam. Eles foram todos criados instantaneamente em uma palavra proferida no passado, um ato de Deus na criação. Evidentemente, antes da criação do mundo, para que eles pudessem cantar juntos e devem ter tido um número coral fantástico quando o mundo estava sendo criado. Eles foram criados com a finalidade de servir e glorificar a Deus. Essa é a finalidade para a qual foram feitos todos os anjos. Apenas duas coisas para lembrar: para servir e glorificar a Deus - para louvá-Lo e obedecê-Lo. E se você ler Apocalipse você vai descobrir, no capítulo 4, que é exatamente o que eles fazem. Eles louvam a Deus. Se você ler Hebreus, no capítulo 1 você vai descobrir que é exatamente o que eles fazem, eles O servem. Os anjos são chamados em Hebreus 1 de “espíritos ministradores.” A palavra significa servir. Eles servem os propósitos de Deus, cumprindo Suas ordens, e eles honram, louvam e O glorificam.

Agora é interessante especular sobre quantos anjos existem. E eu não estou tentando voltar para a velha questão teológica, “Quantos anjos Deus pode colocar sobre a cabeça de um alfinete,” que, naturalmente, é irrelevante; não é isso que estamos dizendo. Mas é interessante imaginar do ponto de vista dos números quantos anjos realmente existem. Jesus nos instantes antes de Sua crucificação disse que se Ele quisesse poderia chamar 12 legiões de anjos. E uma legião romana era de 6.000 homens. Agora um anjo teria sido suficiente – Sem dúvida. Um anjo antes havia matado 185.000 homens no Antigo Testamento, então você realmente não precisaria de um monte deles. Você diz, “Essa então é a quantidade que existe?” Não, há mais do que isso. Na verdade a Bíblia diz – estou apenas tipo que conjeturando isso – em Apocalipse capítulo 5 – não pode dizer-lhe tudo de imediato - diz no versículo 11: “Respondeu-lhes Jesus: Vi e ouvi uma voz de muitos anjos” – quantos - “ao redor do trono, dos seres viventes e dos anciãos, cujo número era de milhões de milhões e milhares de milhares.” E o que ele está tentando fazer aqui não é ser exato mas ser inexato, e apenas mostrar que realmente eles são além da capacidade de contar.

Na verdade, em Hebreus 12:22 diz: “Mas tendes chegado ao monte Sião e à cidade do Deus vivo, a Jerusalém celestial” – ouça – “e a incontáveis hostes de anjos.” Você sabe quantos anjos existem? Existem muitos para serem contados. Você diz, “Você acredita que há bilhões deles?” Alguns acreditam que eles são como as estrelas do céu; porque eles são chamados de estrelas, alguns dizem que isso é uma inferência de que provavelmente há tantos anjos como há estrelas. Quantas estrelas existem? Não me pergunte isso, há bilhões delas. Outras pessoas têm afirmado que, porque o nosso Senhor faz alusão ao "Seu anjo", aparentemente em referência a todos os indivíduos, que há um anjo para cada indivíduo que já viveu. Eu não estou muito certo de que é correto, porque um anjo só tem 60 anos ou mais de algo para fazer, e então ele seria pendurado por aí pelo resto do tempo para que eles possam ser considerados de vez em quando, eu não sei. Quando alguém morre eles podem se apegar em alguém que acabou de nascer.

Mas a questão é que existem anjos, pessoal, e há uma grande quantidade de anjos. Há também muitos anjos para serem contados. Assim, quando Deus criou os anjos Ele fez algo. Esse foi um ato poderoso. Você sabe, pensamos em criação como uma coisa simplista - Deus fez o homem. Ele simplesmente pegou um pouco de sujeira e tipo que amassou aquilo. Bom, quero que você pense sobre a criação em sua amplidão, basta imaginar Deus falando uma palavra e multi-bilhões de seres vindos instantaneamente à existência. Todos eles belos, todos eles sábios, todos eles poderosos, todos glorificando-O e servindo-O, e Ele os chamou à existência com um pensamento proferido em Sua mente – um pensamento não dito em Sua mente.

Agora você diz "Bem, em algum lugar antes de Gênesis 3, alguma coisa aconteceu para tumultuar aqueles anjos, porque um deles é uma confusão no momento em que você chega em Gênesis 3. Ele está se esgueirando no jardim como uma serpente.” Você tem razão. Sabe o que aconteceu? Os anjos caíram. Uma tragédia aconteceu – um grande grupo de anjos no céu se rebelou. Uma das questões mais difíceis em toda a teologia é o que chamamos o problema da teodiceia. De onde é que vem o pecado? Bem nós dizemos que os anjos, eles pecaram primeiro. Eles caíram. De onde veio? A melhor resposta é que não sabemos. Mas acredite em mim ele veio - isso sabemos. Isso é imediatamente evidente. E você sabe, faço a mim mesmo a pergunta, “Como poderiam os anjos possivelmente se rebelar?” Quer dizer, contra o que eles se rebelaram? Contra um Deus absolutamente santo? Contra uma situação absolutamente bem-aventurada? Eles tinham inteligência. Eles viam a situação em que existiam. Eles devem ter visto que era uma situação absolutamente gloriosa. Eles tinham a capacidade de se comunicar. Eles tinham a capacidade de responder a Deus e Deus responder a eles. Eles tinham emoções. Eles passavam o tempo louvando a Deus. Eram criaturas responsáveis. Eles não eram robôs. Eles eram inteligentes, emocionais. Eles tinham vontade, como evidenciado por sua escolha, mas eles se rebelaram.

Eu não sei por quê. Eu não sei como. Eu não sei como a tentação poderia ter sido gerada na mente de Lúcifer, mas sei que foi gerada, porque eu sou um produto dos resultados. O líder da rebelião é Satanás, e em Mateus 25:41, nosso Senhor fala dos exércitos de Satanás como “seus anjos” – “Satanás e seus anjos.” Agora me escute. Quantos anjos caíram? De acordo com Apocalipse capítulo 12 temos uma resposta clara. Gostaria de chamar a atenção para isso e mostrar-lhe. Apocalipse capítulo 12 nos diz no versículo 3 e 4 sobre Satanás e ele é chamado o dragão – no versículo 3 chamado o grande dragão vermelho. E o versículo 4 fala sobre sua queda, ouça: “A sua cauda arrastava a terça parte das estrelas do céu.” Quantos anjos estavam na rebelião? Um terço deles. Eles estão em desvantagem na proporçao de 2 para 1 pelos santos anjos, mas essa é a quantidade que estava na rebelião.

Agora um terço dos anjos se rebelaram com Satanás. Você diz, “Estão todos esses anjos soltos, correndo ao redor da terra como anjos de Satanás que chamamos de demônios?” Não, nem todos eles estão correndo por aí. Alguns deles estão presos. Você sabia disso? Você sabia que alguns desses demônios estão presos? Alguns deles estão presos por pouco tempo e alguns deles estão presos para sempre. Deixe-me dar-lhe um pequeno diagrama assim como diagramamos uma frase. Vamos traçar uma linha, dividi-la em duas partes, anjos santos ou eleitos. Na linha de fundo temos anjos caídos. Dos anjos caídos há dois tipos; os soltos e os presos. Os soltos chamamos de demônios. Os presos, existem dois tipos; os permanentemente presos, e os temporariamente presos. Somos informados dos permanentementes presos em Judas e Pedro, onde eles estão reservados em prisões eternas. E cremos que esses são os que pecaram em Gênesis 6, coabitaram com as mulheres, produzindo gigantes na terra, que foram destruídos no dilúvio. Os que estão temporariamente presos podem ser aqueles que foram lançados no poço. E em Apocalipse 9, eles são vistos saindo do poço durante a tribulação; mas há um monte deles soltos agora. Portanto há milhares de milhões de demônios, alguns temporariamente presos, algus permanentemente presos, e muitos, muitos deles soltos. Eles são os anjos de Satanás.

Agora essa é uma breve introdução ao conceito de um ser pessoal com vida real chamado diabo. Ele é o líder dessa rebelião de anjos. Agora isso é verdade? E essa é uma pergunta justa. Existe realmente um demônio? Algumas pessoas pensam que a única coisa que é muito real sobre o diabo é o fato de que ele é um traje de Halloween (do dia das bruxas) e nada mais. Que a caricatura de Satanás é simplesmente algo que alguém inventou para assustar as crianças pequenas para fazerem o que o seu pai lhes diz. Há alguma evidência para acreditar que existe um diabo, um ser pessoal ativo em oposição ao plano de Deus? Bom, certamente se você olhar cuidadosamente para a razão a filosofia, em apenas pensar a respeito, tem que haver um adversário. Considere isso filosoficamente. Há um Deus Ele cria um mundo. Ele é poderoso o suficiente para fazer um mundo da maneira que Ele o quer fazer. Em meio a esse mundo que Ele criou, a harmonia absoluta não existe. Há uma dicotomia intrigante de felicidade e tristeza, da sabedoria e da estupidez, de realização e falha, de bondade e crueldade, de vida e morte.

Parece haver duas coisas correndo lado a lado que nos confundem, e sempre que dizemos a alguém que é ímpio, “Deus é um Deus bom e amoroso,” eles estão prontos a se voltarem e dizer, “Sério? Bem, fale-me sobre isso. E sobre esta, e esta, e esta e esta tragédia?” O próprio fato de que tudo isso se opõe a Deus é evidência suficiente de algum outro ser pessoal ativamente engajado na tentativa de abafar o plano de Deus. Pode o mesmo ser criar sua coisa boa e em seguida criar o seu oposto e lutar contra si mesmo e em seguida ficar lá frustrado na luta? Não. Isso é como a velha pergunta, “Deus pode fazer uma pedra tão grande Ele não possa levantá-la?” Não faz sentido. O Dr. Vaughn Gertile diz, abre aspas: “Por um lado ele mostra muita inteligência” – ele está falando do universo – “muita sabedoria e felicidade para justificar a negação de Deus. Por outro lado ele mostra muita falta de inteligência, o mal e a infelicidade de tornar a crença em Deus provável,” fechar aspas.

Eric Sauer diz muito solícito em seu livro Homem, O Rei da Terra, “A existência do sofrimento e do mal em todo o mundo prova a existência de uma verdadeira potência hostil dinâmica transcendental não apreciada por Deus.” Porque Deus jamais, e estou dizendo isso agora, Deus jamais criaria e então ficaria ali em oposição ao que intentou. Isso seria como se um homem estivesse construindo um portão e isolando-o ao mesmo tempo. Você não pode fazer isso. Sauer diz, abre aspas: “O fato é que o diabo é um ser espiritual cuja existência não pode de maneira alguma ser abordada por filosofia ou ciência natural, uma vez que é apenas no nosso mundo e em nosso universo que imediatamente nos rodeia que observamos desarmonia, morte, destruição. Mesmo uma contemplação puramente especulativa da natureza, centra-se na conclusão de que este mundo e, presumivelmente o sistema solar ligado a ele, são o domínio desse governante e potentado mundial.” Fechar aspas É óbvio que há um ser que existe para lutar contra os propósitos de Deus.

Agora além da necessidade filosófica há muita evidência bíblica de que o diabo existe. E eu acho que a evidência mais forte pelo menos na minha mente é a evidência de nosso Senhor Jesus Cristo. Ele acreditava em um diabo pessoal. Ele acreditava que o diabo existe. Olhe comigo em Mateus capítulo 4:

“A seguir, foi Jesus levado pelo Espírito ao deserto, para ser tentado pelo diabo. E, depois de jejuar quarenta dias e quarenta noites, teve fome. Então, o tentador, aproximando-se, lhe disse: Se és Filho de Deus, manda que estas pedras se transformem em pães. Jesus, porém, respondeu: Está escrito: Não só de pão viverá o homem.” E você sabe toda a conversa que houve. O Senhor gastou dez versículos registrados ali, pelo menos, falando com o diabo.

Não há dúvida sobre o fato de que nosso Senhor estava convencido da realidade de Satanás. Ao longo de todo o Seu ministério Ele falou sobre Satanás. Ele expulsou demônios. Ele esteve desfazendo as obras que Satanás estava tentando realizar. Em João 12:31 diz, “Chegou o momento de ser julgado este mundo, e agora o seu príncipe será expulso.” Nosso Senhor está dizendo, “Estou em conflito com Satanás eu estou indo para a cruz conquistar a vitória.” Nosso Senhor sabia o que estava fazendo. Ele sabia que estava em conflito com uma pessoa real. Por que? Porque Ele tinha conhecido esse ser na eternidade desde o momento em que o criou e Ele conhecia todo seu trajeto até ele cair, ele o conhecia. Ele sabia exatamente com quem ele estava lidando. E há uma pessoa que o diabo nunca irá enganar e esse é o Deus que o criou.

Jesus disse em João 14:30, “Já não falarei muito convosco, porque aí vem o príncipe do mundo; e ele nada tem em mim.” “porque aí vem o príncipe do mundo.” Jesus acreditava em uma atividade consciente de Satanás na terra. Em João 16, Ele diz: “porque o príncipe deste mundo já está julgado.” Não há dúvida sobre o fato de que nosso Senhor estava em conflito com Satanás.

Em João 8:44 Jesus diz: “Vós sois do diabo, que é vosso pai.” Mas em Efésios 2:2 Paulo fala do: “espírito que agora atua nos filhos da desobediência.” Paulo acreditava no diabo. João acreditava no diabo. Em 1 João capítulo 3, temos estudado isso recentemente em nosso estudo de I João, “Aquele que pratica o pecado procede do diabo, porque o diabo vive pecando desde o princípio. Para isto se manifestou o Filho de Deus: para destruir as obras do diabo.” Ouçam-me: dizer que você crê em Cristo como alguns fazem e não acredita no diabo está zombando do que Cristo estava fazendo. Você tem que acreditar em ambos ou sequer você entende o Novo Testamento. Na verdade ele nos diz em I João 5:19, “o mundo inteiro jaz no maligno.” Tiago acreditava no diabo. “mas resisti ao diabo, e ele fugirá de vós,” ele disse no capítulo 4 versículo 7. Pedro acreditava no diabo. Capítulo 5 versículo 8 de 1 Pedro ele diz: “O diabo, vosso adversário, anda em derredor, como leão que ruge procurando alguém para devorar.”

Todo o Novo Testamento está cheio disso. Eles acreditavam. Eles sabiam qual era o propósito de Deus ao enviar Cristo para lidar com o diabo. Se você estudar a Bíblia você tem que acreditar que o diabo existe. Apenas ouça. Ele tentou Eva em Gênesis 3. Ele tentou Cristo em Mateus 4. Ele perverteu a Palavra em Mateus 4. Ele se opôs à obra de Deus em Zacarias 3. Ele impediu os servos de Deus em 1 Tessalonicenses 2. Ele impediu o evangelho em Mateus 13, 2 Coríntios 4. Ele enreda o ímpio 2 Timóteo 2, engana as nações 1 Reis 22 e Apocalipse 16:20. Ele é um anjo de luz, 2 Corintios 11. Ele introduz o pecado e a queda da raça humana, Gênesis 3. Ele aparece diante de Deus, Jó 1. Ele anda em volta como leão que ruge, 1 Pedro 5. Ele é o acusador dos irmãos, Apocalipse 12. Ele tem o poder da morte, Hebreus 2 e todo o mundo jaz no maligno, 1 João 5. Bastante óbvio na Bíblia que ele existe; na verdade ele é muito ocupado. Se você negasse o diabo você também negaria a Cristo pois eles são igualmente apresentados como pessoas existentes na Bíblia.

Não só a especulação filosófica e a revelação bíblica indica que o diabo existe, mas o mesmo acontece com a experiência humana. Qualquer pessoa que vive hoje em nosso mundo no século 20 e nega a existência de um diabo pessoal simplesmente não está lendo realmente o que está acontecendo. O diabo tem se manifestado muito hoje. Há pessoas que estão tão obviamente certas de que Ele existe que eles o adoram abertamente. E há atos de cura e maravilhas que ele já está fazendo em nosso meio, no mundo, que dão provas de sua existência. Não está? Sim, ele está.

Agora, a segunda coisa que queremos considerar sobre ele é, quem ele é? Assim como fizemos sobre Deus esta manhã, ele existe, sim, mas quem ele é? Bem, já vimos que ele é um anjo. Ele é um corrupto. Ele é um caído. Mas ele é um anjo e, me ouçam, pessoal, ouçam isto: Anjos têm personalidade.

Nós pensamos sobre os anjos, eu acho, como uma coisa bastante etérea; algo que é branco e bate as asas e não tem uma personalidade; anjos têm personalidades. Sabe, você percebe que os anjos têm nomes? Isso mesmo, nomes próprios. Deus sabe todos os nomes dos anjos. Quando Ele chama um anjo ele não diz, “Anjo número um milhão quatrocentos e” – não. Ele dirá, “João,” ou “Bill,” ou qualquer que seja o nome do anjo; Deus sabe os seus nomes. Deus sabe que eles têm caráter pessoal. Os anjos são pessoas. Eles têm todas as propriedades da personalidade. Eles sentem, porque eles se regozijam. Eles louvam a Deus. E eles defendem Deus e combatem os demônios.

Nós olhamos para Satanás, e sabemos que ele é uma pessoa por muitas razões. Assim como Deus é uma pessoa, então o diabo também é. Número um: ele tem os traços de personalidade. Você sabe um dos mais comuns traços de personalidade? A capacidade de planejar. Alguma vez você ouviu de um cão que lançou um plano? Já viu um cão no canto, mapeando sua estratégia? Uma das características da personalidade é a capacidade de fazer um plano, ou um esquema. Os animais não fazem isso. Os animais não fazem planos. Pessoas fazem. Você lê 2 Coríntios e você vai descobrir, e não só isso, você ler todo o Novo Testamento e você vai descobrir que Satanás está ocupado fazendo planos. Uma das razões que eu acredito que ele é uma pessoa é por causa das coisas que ele está fazendo. 2 Coríntios 11:3: “Mas receio que, assim como a serpente enganou a Eva com a sua astúcia, assim também seja corrompida a vossa mente.” Ouçam, ele está ocupado inventando maneiras de alcançar as pessoas, e é uma característica da pessoalidade criar mecanismos.

Não só isso, mas um outro traço de personalidade é a capacidade de se comunicar. Pessoas se comunicam, e Satanás faz isso bem. Ele teve uma conversa com Jesus, não foi?, em Mateus 4. Ele teve uma conversa com Eva no jardim. Ele teve conversas com um monte de gente, e as teve todo o tempo. Não só isso, mas ele quer coisas. E a capacidade de querer alguma coisa, de escolher, é um traço da personalidade, e Satanás escolhe as coisas, ele quer certas coisas. Ele deseja certas coisas, e dirige sua vontade na área que ele acredita que vai cumprir esse desejo. Ele levou Jesus para o monte, e ele disse, “Agora há os reinos do mundo, Você faz o que eu digo e eu os darei a Você." Ele escolheu tentar Cristo dessa forma, conversou com ele, e definiu sua mente em direção a um certo propósito em que para prender Cristo, ele tinha todas as características de personalidade.

Além de seus traços de personalidade, eu acredito que ele é uma pessoa porque pronomes pessoais são usados para falar dele. A palavra "você" é usado em Ezequiel 28, e por todo o Novo Testamento "ele" e "si" são usados em referência a Satanás. De fato, em 2 Coríntios 11, ambos os termos são usados. Outra razão, além de traços de personalidade e pronomes pessoais, são os nomes próprios. Ele tem um monte de nomes próprios, e esses só são dados às pessoas. Vamos vê-los em um minuto. Um outro pensamento, que eu acho que é importante é que é dado a ele, por Deus, a responsabilidade pessoal, e que só pertence a pessoas. Os animais não são responsáveis. Eles não são responsáveis, não moralmente. Não há um padrão bíblico para o comportamento de um animal. E Deus diz: "Julgarei Satanás." Quando Deus disse que iria julgar Satanás, que implicava que Satanás havia violado as normas de Deus, e Satanás foi pessoalmente responsável por essa violação. Isto é uma característica de personalidade.

Agora, e sobre esta área de títulos pessoais? Não só a responsabilidade pessoal e todas essas outras coisas, mas Satanás tem que ser uma pessoa por causa de seus títulos pessoais. Agora, estes são mais fascinantes. Deixe-me dizer-lhe do que ele é chamado. Ele é chamado, por exemplo, em Ezequiel 28:14, e vamos ver isso mais tarde, mas ele é chamado lá "o querubim da guarda ungido" - "Querubim da guarda ungido" O que isto significa é que é uma alta classificação angelical, e esse título fala de personalidade.

Ele também é chamado de "o príncipe deste mundo", mais uma vez, falando de seu posto como aquele que governa um sistema de mundo do mal, incluindo os anjos e os homens. Ele é um governante. Ele é também chamado "o príncipe do poder do ar" - o governante do império da atmosfera. Ele é chamado de "o deus deste século", e a palavra século ali é Aion, o deus desta era - o deus que propaga o seu sistema de filosofia, o humanismo, o materialismo e sexo. Ele também é chamado, em Lucas 11:15, "o príncipe dos demônios." 2 Coríntios 4:4, ele é chamado de "o deus deste século".

Mas ele é chamado em Lucas 11:15, "o príncipe dos demônios, Belzebu." Já ouviu falar desse termo? Belzebu? Esse é um termo interessante, e apenas rapidamente, o que significa é "Senhor das moscas". E você pode ter ouvido falar de um filme, eu acho, ou um livro uma vez que tinha esse nome, Senhor das Moscas. É o título de um deus filisteu, e foi dado como não só a designação desse deus, mas de Satanás que estava por trás desse deus. Agora, você vê, todos esses títulos pessoais - o querubim da guarda ungido, o príncipe deste mundo, o príncipe do poder do ar, o deus deste século, e o príncipe dos demônios - falam de classificação, eles falam de decisão, eles falam de autoridade, eles falam do poder, eles falam de direção, eles falam de planejamento, propósito, de conduzir as coisas, e ele é uma pessoa capaz de fazer isso.

Agora, Satanás, quem é ele? Não só ele é uma pessoa, mas ele é um espírito. Satanás é um espírito, e como dissemos, esta manhã, um espírito é um ser imaterial. Satanás pode estar aqui agora - eu não sei se ele está, provavelmente ele está fazendo outra coisa - mas se acontecer de ele estar aqui agora, nós não sabemos. Porque ele é um espírito, mas isso não significa que ele não está aqui. Você sabe, nós vivemos neste pequeno mundo onde todos nós sabemos são as três dimensões que existem, e talvez concebamos uma outra dimensão, mas não percebemos que agora, nesta sala provavelmente esteja carregada com um monte de anjos. Alguns santos e eleitos, e alguns caídos. E não há como dizer o que está acontecendo aqui. Quero dizer, você sabe, eu realmente gostaria de saber, eu mesmo, apenas o que está acontecendo, mas eu nunca vou ser capaz de saber isso, mas este universo está operando sob o poder de Satanás, e há uma horda de demônios ativamente envolvidos que desejam interromper a obra de Deus. Uma das razões que eu conheço, temos autoridade sobre ele, é fazer com que a obra de Deus continue de qualquer maneira.

Mas os anjos são espíritos, eles são imateriais. Demônios em Lucas 8:2 são chamados espíritos malignos. Em Lucas 11:24 eles são chamados espíritos imundos. Mas eles são chamados espíritos. Os anjos são seres espirituais imateriais - agora, marque isto - mas eles não são como Deus. Deus é espírito, mas Deus está em toda parte. Os anjos têm limites espacialmente. Eles são espíritos, mas eles são espíritos com uma linha em torno deles. Eles têm que se mover. Eles não podem estar em toda parte. Eles são rápidos. Eles são muito rápidos. E você quer saber uma coisa interessante? Alguns deles são mais rápidos do que os outros. Agora descobri isso. Você diz: "Você quer dizer que eles poderiam ter uma reunião de trilha angelical ou algo assim, e alguns deles viriam mais rápido do que os outros?" Bem, alguns deles são notificados na Bíblia por sua velocidade, como sendo os super-rápido . Alguns são bastante lentos. Mas sabemos que eles têm limitações espaciais. De acordo com Daniel 9 e Daniel 10, há evidências em ambas as passagens, claramente, que eles estão em algum lugar situado tentando chegar em outro lugar. É por isso que quando o nosso Senhor enviou demônios aos porcos, foi exatamente onde eles foram. Eles têm qualificação espacial. Eles não estão em todos os lugares, e eles não podem simplesmente tipo que se separar e flutuar. Eles simplesmente estão onde estão.

Agora Satanás, não se esqueça disso, é assim. E cada vez que alguém me diz: "Bem, você sabe, o diabo me fez fazer isso" - você não sabe se isso era o diabo. Claro, ele é rápido, mas ele é tão rápido, para se locomover e zap por todos os lugares e vai alcançar todo o mundo o tempo todo? Eu não sei o quão rápido ele é, mas ele não precisa fazer isso, ele tem limitações espaciais. Agora, deixe-me dizer-lhe uma coisa, gente. Vocês podem ter um monte deles em um espaço pequeno. Eu não sei quão confinado ou quão grande esse espírito é, aparentemente, esse espírito imaterial pode tipo que fluir juntos em algum sentido; Eu não sei como. Mas não é interessante pensar sobre os santos anjos que lutam com os ímpios? Quer dizer, o que você faria? Quero dizer - você sabe - certo? Eu não sei, mas eles o fazem. Agora isso só mostra que estamos em um nível e não compreendemos o outro, certo?

Agora, você diz: "Bem, eu pensei que, às vezes, os anjos tivessem corpos." Agora, ouça-me. Às vezes, esses seres imateriais podem se materializar. Eles podem se materializar. Agora, eu não sei como eles se materializam, mas eles podem; e eles podem tomar para si um corpo. Não é um corpo como o nosso corpo, porque às vezes eles têm asas, não é? Como em Isaías 6. E é um muito bonito - em Sodoma, quando o povo os viu, quando eles se materializaram em corpos, todas as pessoas na cidade nunca tinham visto nada parecido e, claro, Sodoma era famosa por sua homossexualidade. E quando a população homossexual de Sodoma viu aqueles anjos se materializarem, eles simplesmente surtaram. Eles disseram: "Oh, oh, nunca vi nada parecido com isso." E eles foram correndo até lá para a casa de Ló, e se esforçavam a todo custo tentando chegar a eles, e é por isso que Deus destruiu a cidade, por isso que nós - nós usamos a palavra sodomia para se referir à homossexualidade. Eles eram tão bonitos, tão bonitos que essas pessoas que eram tão pervertidas em seus desejos foram atraídas sexualmente.

Outra coisa sobre os anjos que é interessante é que eles são imortais e nunca morrem. Os anjos nunca morrem. Eles vão viver para sempre; desde o momento da sua criação, eles vão viver. Mas a menos que você não seja iniciado em termos de compreensão disso, isso é verdade também quato aos homens, não é? Portanto, não haveria qualquer problema, vamos viver para sempre bem, seja com Deus ou sem Ele. A maior espécie de anjo que poderia ser criado é um querubim - querubim - querubim. Estes eram seres angelicais do mais alto nível, e eles tinham uma beleza e poder indescritível. O caráter e aparência desses anjos vão tão além da nossa imaginação, e são tão absolutamente incompreensíveis para nós, que nunca poderíamos sequer começar a perceber o que eles são. Sua beleza está além de qualquer coisa humanamente, está fora da concepção da mente do homem. Você diz: "Para que são os querubins?" Bem, eles eram o ranking mais alto, aparentemente, e parece que eles eram os protetores da santidade de Deus. Eles sempre aparecem em torno da presença de Deus. Eles protegem a Sua santidade, e eles às vezes são vistos proclamando Sua graça. Eles são seres incrivelmente magníficos.

Agora, os querubins temos vários deles que nos são dados os nomes. Na verdade, eu acho que nós provavelmente encontramos três querubins chefes na Bíblia. Número um: Gabriel. Gabriel parece ter uma tarefa muito específica, e que é revelar e interpretar o propósito e programa de Deus para o Seu Reino. Há um outro anjo que todos nós temos ouvido falar; seu nome é Miguel. Miguel é o que eu gosto de chamar de "super-anjo." Miguel é o general do exército angélical. Mas há ainda um anjo superior a Gabriel e Michael; a mais gloriosa criatura que Deus já fez. Vou lhe apresentar a ele se você abrir em Isaías 14 - Isaías 14:12. "Como caíste do céu, ó" - o que - "Lúcifer, filho da alva" Você sabe, você dificilmente poderia sequer imaginar um nome mais bonito do que Lúcifer, mesmo quando você diz o nome, que soa quase como um maldição. Você sabe o que Lúcifer significa? Filho da alva, brilhante, helel em hebraico, estrela da manhã; ele era o Supremo - estrela da manhã, filho da alva, o Brilhante. Que anjo ele era! Você quer encontrá-lo na sua glória? Olhe para Ezequiel 28; vamos voltar a Isaías 14 em um minuto.

Ezequiel 28, agora você terá um pouco de uma idéia de como é um anjo, e isso é suficiente apenas para colocar sua cabeça para nadar. Agora, eu tenho que explicar onde nós estamos aqui. Ezequiel é um profeta, e Ezequiel está proferindo mensagens de julgamento; um daqueles a quem Deus havia designado julgar, por sua maldade, era o rei de Tiro. Tiro era uma área muito famosa, um lugar muito famoso na história bíblica. O rei de Tiro era um homem mal, homem extremamente mal. Ele era implacável, cruel e sem Deus, e o Senhor traria julgamento sobre ele. E, nos versículos 1 a 10 de Ezequiel 28, Ezequiel estabelece uma palavra contra o rei ou o príncipe como ele é chamado no verso 2, de Tiro, e ele meio que o esmaga. Versículo 10: "Da morte de incircuncisos morrerás, por intermédio de estrangeiros, porque eu o falei, diz o SENHOR Deus" Versículo 9 mesmo diz que ele disse, "Eu sou deus." E ele diz, “Pois não passas de homem e não és Deus, no poder do que te traspassa".

Então, aqui estava essa pessoa que dizia ser Deus, e ele era - o que é isso? Esse é o pecado final do quê? Orgulho. E assim Ezequiel está falando com o rei de Tiro, mas ele vai por trás do rei de Tiro, para a fonte daquele mal, Satanás, e começando no versículo 11, ele começa a se referir a Satanás que está por trás do rei de Tiro. Agora, isso não é um padrão incomum na Escritura. Muitas vezes os salmos messiânicos numa base positiva são Davi falando de Davi, mas realmente por trás de Davi, falando sobre o Messias. Há uma ocasião em Mateus, onde o nosso Senhor diz a Pedro: "Arreda de mim, Satanás." Ele está falando com Pedro, mas realmente Ele está falando com a fonte por trás do ato maligno de Pedro. E aqui ele vai por trás do rei de Tiro, e repreende aquele que está levando o rei de Tiro a se comportar dessa forma.

Versículo 12: "Filho do homem, levanta uma lamentação contra o rei de Tiro e dize-lhe: Assim diz o SENHOR Deus: Tu és o sinete da perfeição, cheio de sabedoria e formosura. Estavas no Éden, jardim de Deus." Agora, é óbvio que o rei de Tiro, nunca tinha estado lá. Ele estava muito tempo atrás do rei, e agora ele está falando de Satanás. Ele diz: "Tu és o sinete da perfeição." Você sabe o que isso significa? Que ele está selado com a marca da perfeição - a soma de toda a criação de Deus que você é, e Deus o selou como o selo de sua perfeição. Você era a coisa suprema que Deus jamais havia feito "cheio de sabedoria e" o que? - "perfeito em beleza." Se você quer saber o que Deus pensa ser bonito, você teria de se ver, na essência espiritual deste anjo especial , a beleza que Deus colocou ali, e você saberia o que Deus sente ser lindo. Ele o fez absolutamente perfeito em beleza, cheio de sabedoria, a soma de perfeição e o selou como tal. Não é surpreendente quando pensamos sobre Satanás hoje que nós sempre pensamos sobre ele como sendo tão feio?

Versículo 13: "Estavas no Éden, jardim de Deus" Em seguida, ele o descreve; é uma descrição quase psicodélica. Aqui está como ele estava coberto. "de todas as pedras preciosas te cobrias: o sárdio, o topázio, o diamante, o berilo, o ônix, o jaspe, a safira, o carbúnculo e a esmeralda" - que é uma pedra não uma bolha - “ouro”. Agora ouça: Aqui ele retrata este anjo quase quase como algo psicodélico, piscando, como uma infinidade de gemas e jóias brilhantes, e eu não sei como entender isso. Ele também diz algo mais sobre ele, agora ouça isto: "de ouro se te fizeram os engastes e os ornamentos; no dia em que foste criado, foram eles preparados." Você sabia que ele era o músico supremo do céu? Você sabia que Satanás era provavelmente o diretor do coro celestial? Ele era o ser supremo da criação de Deus, e ele era a beleza de todo o céu. Ele o selou; ele era a soma de toda a perfeição de Deus, e sua música ia além da compreensão - isso vai lhe dar uma pequena idéia de como Deus se sente sobre uma boa música. Deus ama isso. Quando Deus fez a criação suprema que Ele jamais havia feito, Ele o fez um músico.

Versículo 14: "Tu eras querubim da guarda ungido, e te estabeleci" Eu fiz você - Eu fiz você um anjo supremo, o querubim ungido da guarda - agora, o que exatamente significa exatamente isso, que guarda, não sei; talvez aquele que paira sobre Deus, em algum sentido. "Eu te fiz assim. Você estava no monte santo de Deus, você andava para cima e para baixo no meio das pedras que brilham." Agora, exatamente o que é isso, eu também não sei, mas há algo lá em cima no céu, algum tipo de montanha, algum tipo de pedras fantásticas - é interessante conceber o que poderia ser - algum tipo de chama, brilho, gloriosa, beleza shekinah além da imaginação, e esse anjo e Deus movem-se juntos nesse domínio. Este é esse anjo especial.

Versículo 15: "Perfeito eras nos teus caminhos, desde o dia em que foste criado" - perfeito. E agora aqui vem: "Até que se achou iniqüidade em ti." Teria sido ruim o suficiente se ele tivesse feito isso em si mesmo, mas você sabe o que ele fez? Ele não manteve sua iniqüidade para si mesmo; ele a comercializou. Versículo 16: "Pela multiplicação do teu comércio, se encheu o teu interior de violência, e pecaste; pelo que te lançarei, profanado, fora do monte de Deus e te farei perecer, ó querubim da guarda, em meio ao brilho das pedras" seja o que for o monte de Deus, e quaisquer que sejam as pedras de fogo a que faz referência, é bem ali onde Deus está. - esse é o centro de seu céus. "Eu o lançarei fora, não só porque você pecou mas você comercializou seu pecado."

Versículo 18, ele diz; "Pela multidão das tuas iniqüidades, pela injustiça do teu comércio, profanaste os teus santuários", ou o seu tráfico - você o propagou. Você sabe o que Satanás fez quando foi expulso? Ele não foi sozinho; quantos foram com ele? Um terço. "eu, pois, fiz sair do meio de ti um fogo, que te consumiu, e te reduzi a cinzas sobre a terra, aos olhos de todos os que te contemplam" Deus diz: "Você vai pagar, Satanás - você vai pagar um preço elevado. "Agora, qual foi a iniqüidade que levou esta criatura inacreditável que descesse à corrupção que ele desceu? Vá para Isaías, capítulo 14, e vamos ver o que foi. Versículo 12: "Como caíste do céu, ó estrela da manhã" Rapaz, você pode simplesmente imaginar a queda que esse ser angelical tomou? Do que ele era em Ezequiel 28 ao ser absolutamente corrompido, vil, desprezível, odiado que ele é agora? Como isso aconteceu? Quando você está com raiva de Satanás, e quando você está desprezando Satanás, você de alguma forma, dentro do seu coração, sente quase que pena dele, que ele jamais poderia ter caído da maneira como caiu.

“Como caíste do céu, ó estrela da manhã, filho da alva! Como foste lançado por terra, tu que debilitavas as nações!” Aqui está o seu pecado: "Tu dizias no teu coração" - agora aqui está o pecado, meu amigo, o pecado do orgulho - é o pecado do orgulho - cinco "Eu vou". Número um: "Eu subirei ao céu" Agora, o que ele está dizendo? Ele já tinha acesso à própria presença de Deus. Ele era o querubim líder. Ele não está dizendo: "Acho que vou visitar Deus." Ele está dizendo: "Eu irei e permanecerei - Vou ocupar o trono de Deus. Eu subirei "Agora, de onde ele estava, para subir bastava somente ir - havia apenas uma pessoa à sua frente. Ascender de sua posição de anjo principal era tomar o lugar de Deus - "Tomarei o lugar de Deus."

Segundo: "acima das estrelas de Deus exaltarei o meu trono." "Usurparei a autoridade de Deus sobre os anjos. Vou assumir o cargo de regente do céu" Terceiro "Eu vou": "exaltarei o meu trono e no monte da congregação me assentarei, nas extremidades do Norte" Versículo 14: "Subirei acima das mais altas nuvens." E a maioria dos comentaristas dizem que as nuvens aqui não está se falando de nuvens brancas macias, mas nuvens referindo-se à glória de Deus, como as estrelas se referem aos anjos - "Ficarei acima da glória de Deus" Então, ele resume isso no último "Eu vou": "serei semelhante ao Altíssimo." Você sabia que Altíssimo é um título? Esse é o título de Deus, como o possuidor dos céus e da terra. O que ele está dizendo é: "Vou me tornar o detentor dos céus e da terra." Você vê o egoísmo inacreditável e orgulho de seu pecado? E ele caiu, e Jesus disse: "Eu via Satanás, como um relâmpago caindo do céu." Quando ele caiu - foi rápido, e drasticamente, e sua beleza foi imediatamente corrompida, e cada ser angelical que teve esses mesmos pensamentos com ele foi condenado ao inferno para sempre. E você sabia que o inferno foi criado para o diabo e seus anjos? Um pecado inconcebível, uma queda inconcebível, mas aconteceu.

Quais foram os resultados? Versículo 15 de Isaías 14: "Contudo, serás precipitado para o reino dos mortos, no mais profundo do abismo." Ele foi banido do céu. Ele foi corrompido. "Os que te virem te contemplarão, hão de fitar-te e dizer-te: É este o homem que fazia estremecer a terra e tremer os reinos? Que punha o mundo como um deserto e assolava as suas cidades? Que a seus cativos não deixava ir para casa?" Ele não é só condenado ao abismo, mas torna-se desprezado e desprezível. E a exibição de sua fraqueza é óbvia a todos que o virem. Agora, a declaração do versículo 15: "Ele será levado ao reino dos mortos", será cumprida; de acordo com Apocalipse 20, Satanás é tomado e lançado no lago de fogo para todo o sempre. Satanás desabou.

Agora, uma vez que ele caiu, o mundo ainda não estava em pecado, mesmo que já tivesse sido criado, não sabemos. Não sabemos quando a queda aconteceu, se antes de Gênesis 1 ou depois. Mas Deus tinha duas escolhas. Uma vez que Satanás caiu e todos aqueles demônios, Ele poderia simplesmente ter proferido uma palavra e todos eles teriam deixado de existir. Ele poderia ter destruído Lúcifer com uma palavra. Ele poderia ter parado a rebelião. E então Ele talvez poderia ter esperado até que acontecesse novamente. Mas Deus não escolheu fazer isso. Deus escolheu dar ao rebelde sua plena oportunidade de explorar todas as vias do seu poder, a seguir todos os ângulos possíveis. Ele lhe deu todo o tempo, de Gênesis 3 até que o Reino - todo esse tempo Ele lhe deu para executar sua rebelião até aos seus limites. Por quê? Por que Deus fez isso? Por que Ele permitiu? Bem, ele não diz na Bíblia, mas uma boa razão é que acredito que Deus permitiu que isto foi para deixar a rebelião decorrer até o fim, até que ficasse sem gás e mostrasse a todos os seres e a todas as criaturas de todos os tempos que todas as vias colocadas juntas nunca poderiam destronar Deus. E quando isso fosse feito, meu amigo, estaria acabado, e ninguém nunca jamais duvidará que a autoridade de Deus jamais poderá ser usurpada.

Você vê, as reivindicações e os "Eu vou" de Satanás têm o seu julgamento completo ao longo do tempo, e o universo inteiro vai ver uma vez por todas que é impossível destronar Deus. E quando você chega em Apocalipse, os anjos estão cantando em massa que Deus deve ser glorificado, que Cristo reinará. Eles sabem que não há outro caminho. E ao longo do tempo a rebelião está acontecendo, Deus tem que mostrar seu ódio ao pecado, porque Ele é um Deus santo, e porque Ele é um Deus amoroso, e resgatar aquelas pessoas que não querem tomar parte da rebelião.

Amados, o conflito está em andamento. Acredite em mim, está em andamento em todos os níveis. Você sabia disso? Em cada nível neste universo a guerra está em andamento. Rebelião está sendo executada até os seus limites no trono de Deus; de acordo com Jó, capítulo 1, Satanás tem acesso ao trono de Deus, e eles estão em conflito. De acordo com Daniel 10, no nível angelical, existe um conflito. Deus enviou um anjo, lembra no tempo de Daniel, e esse anjo foi impedido por um demônio, e Deus disse: "Miguel, vá buscá-lo." E o super-anjo saiu de lá, enfrentou aquele outro demônio, e liberou o anjo para terminar sua tarefa. Há uma guerra a nível angelical, e pessoal, se você ainda não despertou para isso, você deve agora mesmo, há uma guerra no nível humano. Jesus disse: "Vós sois de vosso pai, o diabo", em João 8:44, e Ele disse que nós somos filhos de Deus. Os filhos de Deus e os filhos de Satanás lutam uns contra os outros. Este universo inteiro é um campo de batalha e, você sabe, eu me pergunto, às vezes, quando os cristãos tipo que apenas se sentam por aí e levam a vidam na boa sem perceberem o que realmente está acontecendo. Satanás está disputando as almas dos homens, bem como Deus, e devemos estar no time de Deus, lutando com Ele.

Existe um diabo? É melhor acreditar. Quem é ele? Ele é uma pessoa. Ele é um espírito. Ele é um anjo caído. E ele está ativo e agressivo na guerra contra o propósito de Deus e Deus está no mundo hoje. Eu fecho com isso. Cada pessoa sentada neste auditório e cada pessoa na face da terra ou é um filho de Deus ou um filho de Satanás. Você está de um lado ou do outro. Certo? Jesus disse: "Quem não é comigo é contra mim." Agora, se você deseja alinhar-se com esta criatura caída que está condenada, e todos os que têm parte com ele igualmente, a escolha é sua. Jesus mesmo disse, certamente com o coração partido, "Contudo, não quereis vir a mim para terdes vida." Você pode estar do lado de Deus ao vir a Cristo. E cristão, se você está sabendo agora o que Satanás é, e o que ele está fazendo, quão trágica foi a sua queda, e sobre o que realmente trata este reino, eu estou confiante que lhe dará um novo impulso para batalhar, para resistir ao diabo, para não deixá-lo ter um ponto de apoio em sua vida, para não deixá-lo ganhar vantagem sobre você. Não lhe dê um centímetro. Deus merece toda a sua glória, todo o seu louvor, toda a sua vida. Satanás já foi derrotado na cruz, mas, moço, para um inimigo morto, ele com certeza dá chutes, luta, e ele vai continuar a fazer isso até o fim. E temos que nos identificar com Deus e lutar e lutar, reconhecendo quem é nosso inimigo, para a Sua glória e em Seu poder.

Pai, obrigado por nosso tempo esta noite para estudar a Tua Palavra. Oramos para, como nós apenas começamos a olhar para esta pessoa que existe e que pode até estar ouvindo o que dizemos, Te agradecermos Deus que maior é o que está em nós do que aquele que está no mundo. Te agradecemos porque ele é um inimigo derrotado. Oh Deus, guarda-nos de darmos a ele qualquer sinal, qualquer inclinação em sua direção, de nunca comprarmos qualquer de suas filosofias, seu humanismo, materialismo, sua orientação em direção à lascívia e ao sexo, e todas essas outras coisas que ele tão obviamente e muitas vezes propaga. E que possamos definir-nos totalmente para com Aquele que nos redimiu, que nos amou, o Deus que merece nosso louvor, nossa honra e nossas vidas. Obrigado Pai por nos ajudar a conhecer nosso inimigo melhor. Agora que o conhecemos, ajuda-nos a lutar contra ele, a guerrear contra ele e sejamos fortes no Senhor e na força do Seu poder. Oramos no nome abençoado de Cristo que é o vencedor. Amém.

FIM

This sermon series includes the following messages:

Please contact the publisher to obtain copies of this resource.

Publisher Information
Grace to You
Unleashing God’s Truth, One Verse at a Time
Back to Playlist
Unleashing God’s Truth, One Verse at a Time

Welcome!

Enter your email address and we will send you instructions on how to reset your password.

Back to Log In

Unleashing God’s Truth, One Verse at a Time
Minimize
View Wishlist

Cart

Cart is empty.

Donation:
Unleashing God’s Truth, One Verse at a Time
Back to Cart

Checkout as:

Not ? Log out

Log in to speed up the checkout process.

Unleashing God’s Truth, One Verse at a Time
Minimize