Grace to You Resources
Grace to You - Resource

Nosso Pai , nós realmente agradecemos hoje por esta manhã e esta oportunidade de usar mais um dia para a Tua glória, para ser frutífero naquilo que deves ser louvado. Nós Te agradecemos por aqueles que vieram esta manhã, antecipando uma exposição posterior à verdade, e para uma maior compreensão dos princípios básicos da experiência cristã.

E nós oramos, Pai, que Tu os recompense com um tempo de alegria, que Tu os faça felizes e abençoados porque eles estiveram aqui que eles possam sair e dar frutos. Nós Te agradecemos por nos chamar a todos para o corpo de Cristo, para ministrarmos um ao outro para lhe servir e para alcançar o mundo com a notícia que mudou nossas vidas. Que o nosso estudo esta manhã para nos ajude a sermos capazes de fazer isso melhor. Oramos em nome de Cristo. Amém.

Muito bem, nós estamos falando sobre como trabalhar no corpo. Esta é nossa sessão número três, se você quer puxar essa folha para fora e olhar por ela toda. Como funciona o corpo de Cristo. Agora há um versículo muito importante na Bíblia que seria o lugar para começar e isso seria 1 Coríntios capítulo 12 no versículo 13. "Pois, em um só Espírito, todos nós fomos batizados em um corpo." No momento em que você recebeu a Jesus Cristo como Salvador, você foi colocado no corpo de Cristo. "quer judeus, quer gregos, quer escravos, quer livres. E a todos nós foi dado beber de um só Espírito."

Quando você se tornou um cristão você foi colocado ... e isso é o que o batismo do Espírito Santo significa. Você foi batizado, ou colocado em o corpo de Cristo. É o que o batismo significa, imergir alguém, ou colocar alguém em. Você foi colocado no corpo de Cristo. Você se tornou um membro do corpo de Cristo. Isso é sinônimo com o conceito da igreja. Você se tornou um membro da igreja de Cristo. Você ainda não pode participar de uma igreja local, você não pode ser um membro oficial em uma igreja local, mas no momento em que foi salvo se tornou um membro da igreja do corpo de Cristo. E esse é um dos termos usados para a igreja.

A Bíblia usa vários termos para a igreja. Ela nos chama de um rebanho; Cristo é o Pastor. Chama-nos ramos e Ele é a videira. Chama-nos cidadãos de um reino e Ele é o Rei. Chama-nos filhos de uma família e Ele é o Pai. Há muitas metáforas para a igreja. Mas um deles, e o muito original, é o conceito do corpo que somos membros do corpo de Cristo. Agora, quando entramos para a família, entramos para esse corpo. E 1 Coríntios 12:14 diz "Porque também o corpo não é um só membro, mas muitos." Então somos todos parte do corpo de Cristo.

Agora, isso ocorre em sua salvação. Assim, o ponto número um é compreender a sua salvação. É muito importante que nós entendamos o que aconteceu quando fomos salvos. Talvez uma maneira simples de abordar esta questão seria a de você abrir em Efésios e olhar comigo no capítulo 2. O capítulo 2, versículo 11 diz "Portanto, lembrai-vos de que, outrora, vós, gentios na carne."

Agora isso é especificamente dirigido aos cristãos que eram os cristãos gentios. O versículo 12 diz "naquele tempo, estáveis sem Cristo, separados da comunidade de Israel e estranhos às alianças da promessa, não tendo esperança e sem Deus no mundo". Agora essa é a imagem de um descrente, sem Cristo, sem Deus, sem esperança, sem promessa, vazio.

Mas, versículo 13, "Mas, agora, em Cristo Jesus, vós, que antes estáveis longe, fostes aproximados pelo sangue de Cristo." Você antes estavam longe de Deus, sem Deus, sem Cristo, sem esperança, sem promessa. Mas em Cristo vocês foram aproximados. "Porque ele é a nossa paz, o qual de ambos fez um; e, tendo derribado a parede da separação que estava no meio, a inimizade."

É como se você e Deus fossem rebeldes e Cristo tomasse a mão de Deus e a sua mão e as colocasse juntas. E muitas vezes, você sabe, alguém que seja mutuamente amado por duas pessoas pode ter sucesso em fazer isso. Às vezes você tem uma mãe e um pai que se afastaram, e uma criança que é amada por ambos pode ser o catalisador para trazê-los de volta e uni-los.

Há uma grande história da II Guerra Mundial. Os franceses e os alemães estavam lutando. Os alemães ocuparam uma fazenda e os franceses estavam tentando tirar a casa da fazenda e eles estavam atirando um no outro pelo campo. E de repente um dos soldados gritou "Cessar fogo" Porque havia um pequeno bebê engatinhando em todo o campo. De alguma forma ele tinha saído da casa da fazenda. E claro os alemães viram o bebê pequeno e tiveram a mesma reação. E o resultado interessante da história foi que todos os disparos cessaram e um certo repórter de jornal, quando escreveu o interessante artigo em relação a esse incidente, disse que um bebê havia trazido a paz.

Em um sentido real isso é precisamente o que aconteceu com Jesus Cristo. Ele veio ao mundo para trazer paz entre aqueles que eram inimigos, Deus e o homem. E a razão de sermos inimigos de Deus é porque Ele é santo e nós somos pecadores. E isso nos afasta. E Cristo vem e toma as duas partes e as une. Ele é a nossa paz. E a metáfora aqui é que é como quebrar uma parede que estava entre nós. E não está falando apenas de nós e Deus, mas entre judeus e gentios.

Agora mais adiante ele diz no versículo 16, "e reconciliasse ambos em um só corpo com Deus, por intermédio da cruz." Então, judeus e gentios são unidos e em seguida ambos na igreja são unidos com Deus, e a cruz faz isso. A cruz é a chave, o ato que tirou o pecado. E o pecado era a parede; o pecado era a barreira entre nós e Deus. E assim quando a cruz acontece e colocamos nossa fé em Cristo, a barreira é removida, somos trazidos a Deus em um só corpo.

E assim a igreja é uma só. Se você é um Batista, um Presbiteriano, um Episcopal, qualquer denominação que seja, se você ama ao Senhor Jesus Cristo e você nasceu de novo, você é um no corpo de Cristo. Em 1 Coríntios 6:17 diz "Mas aquele que se une ao Senhor é um espírito com ele." assim, todos os que estão unidos a Cristo são um em Cristo.

Agora no capítulo 4 de Efésios, versículo 17, diz um pouco sobre a nossa vida antes de sermos cristãos, "Isto, portanto, digo e no Senhor testifico que não mais andeis como também andam os gentios." Como andam os gentios? Como as pessoas não salvas agem? "na vaidade dos seus próprios pensamentos, obscurecidos de entendimento, alheios à vida de Deus por causa da ignorância em que vivem, pela dureza do seu coração." Eles são insensíveis. Em outras palavras, suas consciências realmente não os controlam. Eles têm cauterizada sua consciência; eles desobedeceram há tanto tempo que tem pouco efeito.

Então essa é a imagem de uma pessoa não salva. Ela anda como os pagãos, na vaidade da sua mente. Ela é guiada por seus próprios pensamentos. Seu entendimento é obscurecido; ela não pode realmente conhecer a verdade. Ela está alienada da vida de Deus, espiritualmente morta. Seu coração é cego. Ela não tem nenhum sentimento em relação a Deus, et cetera. Ela se entrega às coisas más, a espécie de vida selvagem, impureza, de ganância e tudo isso. "Mas não foi assim que aprendestes a Cristo."

Quando você recebe a Cristo toda uma nova vida começa. E tudo isso deixa de existir na novidade de vida em Cristo. Portanto, há uma tremenda transformação. Uma outra passagem em Efésios 2 para se ver isso, capítulo 2, versículo 1. Efésios 2:1 diz, "Ele vos deu vida, estando vós mortos nos vossos delitos e pecados." Antes de você ser um cristão você estava morto. Não fisicamente morto, mas espiritualmente morto. E quando falamos sobre a morte espiritual isso significa uma incapacidade de responder a Deus.

Lembro-me de um dia quando eu estava sentado em meu escritório, um menino veio correndo e disse "Por favor desça a rua. Minha mãe precisa de ajuda a nossa irmãzinha acabou de morrer." E tem aqui na Roscoe Boulevard cerca de meia dúzia de casas ou algo assim, corri pela rua e entrei. E havia um pequeno bebê, um bonito bebê pequeno, eu acho que talvez com cerca de quatro meses de idade, deitado na cama, tão azul quanto poderia ser, como uma pedra-fria e morta. E a mãe estava chorando e soluçando e soluçando. E não havia nenhuma explicação, que ela soubesse, sobre a forma como o bebê morreu.

E ela beijava o bebê, segurava o bebê e nada que fizesse iria fazer com que o bebê vivesse, porque com a morte física é incapaz de se obter resposta. E serviu para mim como uma boa ilustração porque, provavelmente, o mais forte de todos os afetos em termos humanos seria o carinho de uma mãe por um filho. Esse é o tipo mais básico de afeto, o tipo mais forte de ligação, a que essa mãe amarrada a essa vida que saiu do seu ventre. Mas todo o amor que ela tinha e toda aquela energia que ela estava dando a essa criança era totalmente não correspondida, porque a morte é a incapacidade de responder. Não importa qual seja o estímulo, ele não pode responder.

A morte espiritual é a mesma coisa. É ser incapaz de responder a Deus. É ter Deus fazendo as coisas, Deus em movimento e ser totalmente indiferente, insensível ao que Deus está fazendo. Isso é morte espiritual a incapacidade de responder a Deus. E isso é precisamente o que Paulo está dizendo. Antes de você tornar-se um cristão, você estava morto em delitos e pecados. Sua vida era caracterizada pela carne, pelos desejos da carne, os desejos da mente, diz o versículo 3.

Está andava de acordo com o curso do mundo. O que quer que o mundo dissesse você fazia. Você seguia o príncipe do poder do ar, Satanás, e você estava totalmente desligado de Deus, como se estivesse fisicamente morto, e não podia sentir o estímulo de um fator físico, tão espiritualmente morto que você não podia sentir o estímulo de uma realidade espiritual.

Tudo isso mudou. Efésios capítulo 2 diz, no versículo 4, "Mas Deus, sendo rico em misericórdia, por causa do grande amor com que nos amou." E claro toda a mudança foi iniciada com Deus, foi seu amor e sua misericórdia "e estando nós mortos em nossos delitos" o quê? “nos deu vida" Qual a única coisa que um homem morto mais precisa? Vida. E isso é precisamente o que Deus dá.

E o que ele quer dizer com vida? Significa simplesmente que ele ligou suas sensibilidades espirituais, e você tomou conhecimento de Deus. Você foi habilitado a sentir Deus. Agora você anda na presença de Deus. A Escritura começa a significar algo para você. Oração significa algo para você. Toda uma nova dimensão de existência se abre, e isso porque você se tornou vivo espiritualmente. Isso é você estar aberto para ser capaz de sentir Deus.

Assim, a sua salvação é um despertamento para o reino da presença de Deus. Quando você foi salvo você veio à vida. Agora, parte dessa nova vida inclui você ser incorporado no corpo de Cristo um conceito muito importante. Assim a sua salvação então foi uma grande transformação. Você pertencia ao mundo, você era insensível a Deus.

De repente, pela transformação da salvação, você foi colocado no corpo de Cristo. Você foi salvo da morte para a vida. E você pode sentir Deus, você pode sentir Deus, você conhece a Deus, você anda na vida eterna. E aliás a vida eterna não é um período de tempo. A vida eterna é um tipo de vida. E essa é a vida nova que vem em Cristo. Então você entende a sua salvação e o que ela fez.

Agora em segundo lugar eu quero que você olhe um pouco nesta ideia de entender sua posição. Agora que você está no corpo de Cristo, agora que você é cristão, o que isso significa? Agora me escute. O que isto significa é que você está em Cristo no verdadeiro sentido da palavra. Sua posição para começar é que você está em Cristo. Agora quero dizer isso no sentido mais realista. Quando Deus olha para você Ele vêvocê, por assim dizer, incorporado em Cristo. E você é como um embrião; você é como um feto no útero; você é como uma criança que ainda não nasceu.

Tudo sobre você está em Cristo. E é por isso que Deus pode imputar justiça a você porque Ele vê você em Cristo. É por isso que Deus pode perdoar o seu pecado porque Ele vê você em Cristo. É por isso que Romanos 8 diz que você é um co-herdeiro, porque tudo o que vem a Cristo vem para você porque você está em Cristo. Então quando você se tornou um cristão você foi feito para ser identificado exclusivamente na pessoa de Jesus Cristo. Esse é um conceito tremendo.

Em 2 Timóteo 1:9 diz "que nos salvou e nos chamou com santa vocação; não segundo as nossas obras, mas conforme a sua própria determinação e graça que nos foi dada em Cristo Jesus, antes dos tempos eternos, e manifestada, agora, pelo aparecimento de nosso Salvador Cristo Jesus." Deus já tinha vocês em Cristo antes que o mundo fosse criado. Ele viu você dessa maneira mesmo assim, e agora manifesto uma vez que Cristo veio.

Em Efésios capítulo 1, acho que é o versículo 6, diz isso "Deus nos predestinou", versículo 5, “para a adoção de filhos, por meio de Jesus Cristo, segundo o beneplácito de sua vontade, para louvor da glória de sua graça" ouça "que ele nos concedeu gratuitamente" Como? Como Deus nos concedeu? "no amado." A única maneira que Deus pode aceitar você é em Cristo. E quando você se tornar um cristão e você recebe a Cristo você literalmente está em Cristo. Você literalmente move-se para dentro Dele, como seria. Sua personalidade abriga você de modo que Deus vê você em Cristo.

Efésios 1:17 é realmente uma oração que você entenderia isso. Ele diz " para que o Deus de nosso Senhor Jesus Cristo, o Pai da glória, vos conceda espírito de sabedoria e de revelação no pleno conhecimento dele, iluminados os olhos do vosso coração, para saberdes qual é a esperança do seu chamamento, qual a riqueza da glória da sua herança nos santos e qual a suprema grandeza do seu poder para com os que cremos, segundo a eficácia da força do seu poder; o qual exerceu ele em Cristo, ressuscitando-o dentre os mortos e fazendo-o sentar à sua direita nos lugares celestiais."

Agora, o que ele está dizendo ali é, "oro para que você entenda o que significa estar em Cristo." É para herdar tudo o que é Dele, "das riquezas da sua glória." É para herdar toda a versículo 19 "grandeza do seu poder para com os que cremos, segundo a eficácia da força do seu poder; o qual exerceu ele em Cristo, ressuscitando-o dentre os mortos." cada posse de Cristo e cada capacitação de Cristo se torna nossa porque estamos em Cristo. É um conceito tremendo. E, claro, é por isso que dizemos que um crente, por essa, razão não pode perder sua salvação. Porque isso seria ter Cristo perdendo sua salvação. E Ele é Deus; você está em Cristo. Há segurança lá, você vê. Sua identificação está Nele.

Em Eclesiastes existe uma versículo interessante. Há uma grande quantidade que são interessantes, mas um para nossas reflexões, Eclesiastes 3:14. Eu só indico esse porque eu quero que você entenda o quão completo você está em Cristo "Sei que tudo quanto Deus faz durará eternamente." Agora isso é um bom princípio. Se Deus faz qualquer coisa isso é para sempre. "nada se lhe pode acrescentar e nada lhe tirar; e isto faz Deus para que os homens temam diante dele.”

Agora quando Deus faz algo, não há nada que possa ser adicionado a isso, e não há nada que possa retirado disso. Isso é verdade para qualquer coisa, e até mesmo é verdade quanto à sua salvação. Se Deus lhe salvou isso encerra o assunto. É total, é completo, você não está meio-salvo, três quartos salvo ou salvo em um ponto em que você tem que adicionar alguns itens pequenos ao longo do caminho. Se você está salvo, Deus o salvou. Você não pode acrescentar nada a isso; você não pode tirar nada dele. Você se tornou um cristão total no momento em que creu.

Sabe, quando um bebê nasce no mundo, não nasce como um girino. Ele não chega e de repente, em três meses, ping, brota um braço direito, e depois, de repente, em seis meses, uma perna sai e logo você tem um pequeno de tipo de um sapo. Não. Os bebês vêm ao mundo. A partir do momento em que eles ainda são muito pequenos, eles já têm todas as partes, certo? Eles têm todas as partes, as partes vão ficando maiores. Isto é tudo.

Quando você se torna um cristão você não é um girino espiritual com apenas uma pequena cauda embaralhada, e à medida que você amadurece vão saindo as outras partes. Você é um cristão total. A única questão é o processo de crescimento. Vê o que eu quero dizer? É apenas um processo de desenvolvimento do que você já é, porque você é completo nEle. Colossenses 2:10 diz "nele, estais aperfeiçoados". Segunda Peter 1:3 diz "nos têm sido doadas todas as coisas que conduzem à vida e à piedade." Não lhe falta absolutamente nada, não há ingredientes que você não tem, não há nada faltando, você é um bebê totalmente e perfeitamente formado em Cristo.

Agora, você precisa crescer, e você precisa amadurecer essas partes para levá-las à condição de relamente funcionarem para o efeito máximo, mas nenhuma parte está faltando. Você está totalmente concluído. Esse é um conceito muito, muito importante. Agora, porque estamos em Cristo, Deus nos vê então em cumprimento de todos os seus requisitos. Cristo veio e cumpriu toda a lei. Desde que você está em Cristo, aos olhos de Deus, você também cumpriu toda a lei.

Agora, para lhe dar uma idéia de como isso funciona, há uma folha branca que eu entreguei a você, é chamada de "Praticando a sua posição." E eu quero mostrar-lhe algo que é muito importante sobre o assunto e em seguida você pode levá-la e estudá-la. Isto também está no livro, A Igreja o Corpo de Cristo. Então se você tem o livro, você vai tê-lo lá também. Você vai notar no lado esquerdo das colunas, que você vê, todas as coisas que você está em Cristo. Elas estão todas lá.

Você está espiritualmente vivo para Deus, você está morto para o pecado, você está perdoado. O quanto você está perdoado? Ele perdoou todas as suas ofensas. Você é justo, você é um filho de Deus, você é propriedade de Deus, herdeiro de Deus, abençoado com todas as bênçãos espirituais nos lugares celestiais. Vocês são cidadãos celestes. Vocês são servos de Deus.

Você tem uma nova vida, você está livre da lei, crucificado para o mundo, você é uma luz para o mundo, vitorioso sobre Satanás. Você está limpo, você é santo sem culpa, você está livre, você está em Cristo, você está seguro em Cristo, vocês são possuidores de paz, vocês são um, vocês estão na graça, vocês estão em comunhão, vocês são alegres, vocês são habitados e dirigidos pelo Espírito.

Vocês são capacitados pelo Espírito, vocês estão habilitados para o serviço e vocês têm amor. Agora, isso é muito emocionante, não é? Isso é o que vocês são. Aos olhos de Deus essa é a sua posição. Agora a outra coluna diz a vocês, como viver de acordo com sua posição. Essa é a sua prática. Uma vez que vocês estão espiritualmente vivos para Deus, vivam a vida. Uma vez que vocês estão mortos para o pecado, não dêem qualquer lugar ao pecado. Você vê, o que você é posicionalmente diante de Deus, como Deus o vê, pode ser diferente de como você se comporta.

Lembro-me de quando eu era um garotinho, um certo garoto do bairro, ele me levou em algumas más influências, você sabe. Ele me levou a pensar que era uma espécie de bom negócio fumar um charuto, vê. Então eu fumei um charuto e eu pensei "Rapaz isso está realmente viver" você sabe. Um grande negócio do momento. Então, ele decidiu que iria me mostrar como eu poderia roubar coisas na loja de um e noventa e nove. Eu realmente era um ótimo garoto. Só tinha andado em má companhia. Claro, certo? Mas de qualquer maneira, por isso acabamos roubando algumas coisas da Sears.

Quando estávamos saindo da loja fomos pegos pelo segurança da loja. E eles nos colocou na cadeia, na cadeia da cidade, enquanto ele chamava meu pai que estava jogando golfe com alguns diáconos. Pobre rapaz, ele não sabia o que estava acontecendo. De qualquer forma ele veio até a cadeia. Ele pensava que fosse um engano. E os diáconos estavam com ele. Eles estavam voltando. "Não poderia ser meu filho." De qualquer forma, ele veio. Eu estava na cela, lá sentado. Então meu pai chega e ele me tira de lá.

E, sabe, eu me lembro de ir à igreja ... e meu pai era um pregador de modo que todo mundo sabia quem eu era e a notícia se espalhou sobre eu ter estado na cadeia. E isso não causou um grande estrago à imagem de minha família. Mas, de qualquer maneira, as pessoas costumavam dizer-me "Oh, como você pôde fazer isso? Você não sabe quem é seu pai?" Minha mãe dizia, "Você não percebe ... Você não percebe como você desonrou a nossa família?" "Como pode você, filho de um pastor, fazer isso?" as pessoas diziam.

Bom, você vê, a questão era que eu não estava vivendo minha posição, você entende? E por causa de quem eu era, havia um certo nível que era exigido de mim e eu não estava vivendo-o. Isso é verdadeira espiritualidade. Você olha para a coluna da esquerda, que é quem você é. Você vive isso? Bem isso é o que se espera que você faça. Agora, as Escrituras nos dão ambos os lados. Há muitas passagens bíblicas sobre nossa posição e há muitas sobre nossa experiência ou a nossa prática. E precisamos ter ambas. Você precisa ser consistente.

Eu tenho um amigo que ... bem ele acabou de ser negociado com o Washington Redskins. Antes disso ele jogou futebol para o Miami Dolphins. Seu nome é Marvin Fleming costumava ser um atleta do ensino médio aqui em L. A. no Centennial High School. E ele jogou por cerca de cinco ou seis anos sob o comando de Vince Lombardi em Green Bay Packers. E ele costumava dizer que era surpreendente sobre os anos que Lombardi estava treinando ... e aqueles foram os anos que eles ganharam todos os tipos de campeonatos ... aquelas pessoas jogaram além de suas habilidades.

Havia algo em se colocar um uniforme Packer que colocava pra fora de você, mais do que você mesmo tinha. Havia algo tão digno em ser um Green Bay Packer que você vivia pelo nome e a reputação. Costumava haver, nos grandes anos dos New York Yankees, o mesmo sentimento, onde eles diziam que apenas colocar um uniforme Yankee fazia de você um jogador de bola totalmente diferente. Bom, eu acho que de certa forma essa é a idéia de ser um cristão. Há uma certa posição que temos como cristãos a qual temos de viver. E a coisa trágica que ocorre na vida de um cristão é muitas vezes que a sua prática não corresponde a sua posição, você sabe.

E o que o Espírito Santo está dizendo para você é "O que você está fazendo, agindo assim? Você não sabe quem você é? Você não sabe quem é seu Pai?" Então sua prática deve coincidir com a sua posição mas a sua posição é perfeita. Você está em Cristo e sua posição segura para sempre. Acabei de terminar o manuscrito de um livro As Chaves Para o Crescimento Espiritual e em toda a primeira seção fizemos esta distinção clara de crescimento espiritual que não tem nada a ver com a sua posição. Sua posição já é perfeita. O crescimento espiritual ocorre na área de sua prática, para corresponder à sua posição. Então isso é uma coisa muito importante.

Muito bem, então, compreenda a sua posição. A sua posição em primeiro lugar está em Cristo. Em segundo lugar uma vez que você está em Cristo você também está no corpo de Cristo, a igreja. Você tem uma posição muito importante lá, muito importante. E eu quero lhe dar uma pequena idéia disso ao usar essa afirmação. Claro que no centro da igreja está Cristo, o Espírito de Cristo. Cristo governa na igreja através de evangelistas e pastores mestres.

E isso está dando a você a organização da igreja na forma de um círculo. O Espírito de Cristo governa através de evangelistas e pastores-mestres, seu ministério é equipar os santos. Os santos são, então equipados pelos líderes da igreja para ministrar. Quando o santos ministram, o corpo de Cristo é edificado ou construído e o resultado disso é que os eleitos são adicionados, as pessoas são salvas.

Agora, isto é basicamente uma simples olhada na estrutura da igreja. O coração ou a cabeça da igreja, é Cristo, o Espírito de Cristo. Através dos evangelistas e ástores-mestres ou presbíteros da igreja, os santos estão equipados. Uma vez que os santos são equipados eles começam a ministrar. Quando eles começam a ministrar o corpo é edificado e quando o corpo é edificado os eleitos são adicionados e as pessoas são salvas. Agora, essa é a estrutura da igreja.

Agora neste momento, como um novo cristão, você se encaixa bem aqui. Você é um santo. E sua tarefa é ser equipado, submeter-se ao ensino, como dissemos ontem, à Palavra de Deus e ao estudo. Ser equipado de modo que você possa ministrar. Para quando você ministrar o corpo seja edificado, e outras pessoas serão salvas. Agora essa é uma visão simples da organização da igreja. Nossa parte então é submeter-nos ao ensino e à liderança.

Agora, deixe-me dar um passo adiante e mostrar-lhe como o corpo de Cristo funciona com outro pequeno quadro que temos aqui. Agora, isso representa o corpo de Cristo. E todos no corpo de Cristo, é claro, têm um lugar, e todos estes representam diferentes partes do corpo de Cristo, indivíduos diferentes. Agora, isso é o que chamamos de unidade. Somos todos um em Cristo. Todos estão no corpo de Cristo. Somos todos parte do Seu corpo.

Mas dentro desse corpo chegamos a um conceito que eu quero que você veja de perto. Eu acho que você provavelmente tem lá na sua lista. Chegamos ao conceito dos dons. Embora todos nós sejamos um, há diversidades de dons dentro do corpo. E você pode ver pelo pequeno diagrama que a ideia é que cada um de nós tem um certo lugar para preencher no corpo de Cristo e ministrar. Veja as pequenas setas indo e voltando. Somos todos capazes de ministrar e sermos ministrados com os vários dons espirituais que nós temos.

Agora quando alguns de nós não fazemos isso, quando não estudamos a Palavra de Deus e não reconhecemos nossa obrigação para com outros cristãos no corpo, então deixamos de ministrar. E quando deixamos de ministrar, o corpo de Cristo torna-se aleijado. E então o testemunho de Cristo no mundo é dificultado, porque o mundo não terá uma imagem fiel. Então, onde há unidade no corpo de Cristo, também há diversidade, porque existem diferentes dons e também há em terceiro lugar mutualidade ou o compartilhamento múltiplo desses vários dons. Agora, isso apenas lhe dá uma idéia de como o corpo de Cristo funciona.

Deixe-me apenas falar sobre isso por um minuto. Nós todos somos possuidores de dons espirituais. Quando você foi salvo, o Espírito de Deus depositou em você certas habilidades. E você vai notar em suas folhas, você tem uma folha grande amarela que lhe dá os princípios da operação dos dons espirituais e você tem uma pequena folha branca que define esses dons para você. Então você pode apenas mantê-las com você, e nós queremos que você se familiarize com a forma como os dons espirituais funcionam e o que são os dons espirituais, para que você possa ter facilidade em determinar quais são os seus.

Ninguém está na igreja apenas para se sentar lá e aí ficar. Estamos todos lá para amadurecer de modo que os santos possam ministrar. Lembre-se daquela pequena parte no diagrama? Para que possamos ministrar uns aos outros. A palavra "ministrar" significa servir. Nós servimos uns aos outros com nossos dons. Agora, há um múltiplicidade de dons aí por toda essa lista que você tem lá.

Você tem o dom da profecia, ensino, fé, sabedoria conhecimento, discernimento de espíritos, a misericórdia, exortação, doação, governo, ministério, milagres, curas, línguas, interpretação, sendo os últimos quatro dons de sinais temporários. Mas esses foram dons dados à igreja primitiva. O grupo anterior continua até hoje. E esses aquel dons foram dados para o ministério mútuo pelos santos. E é muito importante que aceitemos o ministério que nos foi dado por Deus.

Agora, acreditamos que cada crente tem certos dons. Primeira Coríntios capítulo 12 novamente, descreve toda esta idéia. Lá diz isso. "Ora, os dons são diversos, mas o Espírito é o mesmo. E também há diversidade nos serviços, mas o Senhor é o mesmo. E há diversidade nas realizações, mas o mesmo Deus é quem opera tudo em todos.”

O que ele quer dizer ali é que existe há diferentes dons, passo número um. Agora, eu posso ter o dom de ensinar, o dom da pregação. E você pode ter o dom de doar, você pode ter o dom da fé, você pode ter o dom de mostrar misericórdia, você pode ter o dom de ajuda. Você também pode ter o dom de ensinar. Então pode haver vários dons, e certamente há entre nós.

Agora um dom é um ... ouça ... É um canal dado por Deus através do qual o Espírito Santo pode ministrar. Não é uma habilidade humana. Você não pode dizer "Meu dom é tocar piano." Isso não é um dom espiritual isso é um talento. Ou "Meu dom é escrever, eu posso escrever." Não isso não é o seu dom isso é uma habilidade que você tem que não é um canal espiritual através do qual o Espírito Santo ministra.

Você pode usar a sua escrita para expressar o seu dom. Talvez você tenha o dom de mostrar misericórdia e você pode escrever lindas letras que são tipos de letras que ajudam as pessoas em tempos de angústia. Talvez o seu dom é o dom da exortação, e você pode escrever letras que exortam. Ou talvez seja o dom de ensinar e você pode escrever livros que ensinam. Mas não confunda as capacidades físicas e habilidades mentais com dons. São coisas diferentes. Está claro? Se não, você pode fazer uma pergunta sobre isso daqui a pouco.

Mas você tem dons espirituais. Agora, eles não são apenas diferentes dons, e cada crente os tem de acordo com o versículo 11. "Mas um só e o mesmo Espírito realiza todas estas coisas, distribuindo-as, como lhe apraz, a cada um, individualmente." O Espírito determina quem recebe o quê. Você não pode buscar por isso, você não pode merecê-lo, você não pode desejá-lo e recebê-lo, Deus vai dar a você se esse é o Seu plano. E Ele coloca os dons juntos da maneira que Ele quer para a edificação de Sua igreja. Mas eles não são apenas diferentes dons; no versículo 5 diz que há diversidade de ministérios. Existem diferentes maneiras com que esses dons são administrados.

Por exemplo, em nossa igreja nós temos muitas pessoas com o dom de ensinar, muitas delas. Mas nem todas elas se levantam aqui e ensinam porque há diferentes maneiras que o mesmo dom pode ser administrado. Apenas usando Brad como uma ilustração, Brad parece ter o dom de ensinar. Eu acho que ele sente que ele o exerce e eu acho nós também. A maneira como ele administra esse dom é em uma pequena classe de pessoas. Eu tenho o dom de ensinar. Mas a forma como o Espírito escolheu para administrar esse dom é a um grande grupo de pessoas, de modo que você tem o mesmo dom mas maneiras diferentes que pode ser usado.

Então, você não precisa sentir que, se você tem o dom que alguém tem, você tem que fazer a mesma coisa que eles fazem. Não, há tantas diversas administrações quanto há dons, e provavelmente mais. E há diversidade de operações. Mas todos no corpo de Cristo têm um dom. E eu estou convencido em meu próprio coração, a partir do estudo das Escrituras, que todos, no corpo de Cristo, muito provavelmente tem mais do que apenas um dom, embora eu não possa ser dogmático. Pode haver alguém em algum lugar com apenas um.

Mas parece-me que uma pluralidade de dons parece ser a norma e não apenas um. E o dom, que em um dado instante é usado predominantemente, pode ser o que seja mais necessário numa dada situação. Mas todos nós temos dons espirituais e esses são habilidades através das quais o Espírito Santo pode ministrar ao Seu corpo. Meu dom não é para mim, é para você. Meu dom de ensino não me faz qualquer bem, faz bem a você. Seus dons me fazem bem. Você vê, é um intercâmbio. Então são muito importantes.

Agora, além de dons espirituais e reconhecimento no corpo de Cristo que você tem que funcionar nessa área ... você precisa conhecer o seu dom e você precisa usar o seu dom ... há também a área de comunhão. É muito importante que entendamos que devemos ter comunhão. Agora, quando falamos de comunhão nem sempre todos estão pensando a mesma coisa, então deixe-me apenas mencionar o que significa. Nós não somente temos de ministrar um ao outro com os dons espirituais, não somente devemos compartilhar esses dons, mas comunhão significa que trocamos uma preocupação mútua e cuidado uns com os outros.

Por exemplo, o Novo Testamento diz, "Confessem seus pecados uns aos outros." Você poderia ir através do Novo Testamento, e encontrar todas oss "uns aos outros". Edificar um ao outro. Repreender quem peca. Exortar um ao outro. Restaurar um ao outro. Amar um ao outro. Orar uns pelos outros. Construir um ao outr. Todos esses "uns aos outros" são da responsabilidade de um cristão a seu irmão e irmã cristã. Portanto, não devemos apenas ministrar nossos dons mas devemos também expressar essa comunhão mútua uns para com os outros, uma coisa muito importante.

Então quando você se tornou um cristão você entrou no corpo de Cristo. Você está em Cristo, posicionalmente, de modo que tudo está garantido. E você é perfeito posicionalmente. Sua prática deve estar em harmonia com isso. Quando você se tornou um cristão você não está em Cristo mas você está no corpo de Cristo. E, como um membro de um corpo, você tem que funcionar em conjunto. Um corpo que não coopera consigo mesmo é espástico, e é um corpo desonrado. Olhamos para isso e sentimos pena disso.

Um corpo que coopera é uma coisa bonita. Nós olhamos para um atleta que é bem coordenado e qualificado e dizemos "Isso não é uma coisa tremenda de se ver, o desenvolvimento?" E ficamos animados sobre alguém que está muito bem coordenado. Bom, o mesmo é verdade no reino espiritual. Nosso testemunho no mundo depende de que tipo de apresentação fazemos do corpo de Cristo para o mundo.

Um corpo funcionando que está cooperando, onde o pé e a mão está fazendo as coisas que se espera que façam e não ficando por aí dizendo, "Eu gostaria de ser o nariz" e assim por diante, esse é o problema de 1 Coríntios 12. Assim, onde hover cooperação haverá testemunho e ministério efetivo.

E então, além dos dons mútuos que usamos no corpo, somos responsáveis uns pelos outros ao nos certificar de que estamo vivendo o tipo de vida que deveríamos. Queremos edificar uns aos outros, orar uns pelos outros, aconselhar uns aos outros, repreender um ao outro, se necessário, confessar os nossos pecados uns aos outros, et cetera et cetera et cetera. Essas são as responsabilidades do crente no corpo.

Agora a chave, a última pequena coisa em suas notas ali, a chave de tudo, creio eu, é o amor. Onde houver amor, no corpo de Cristo, todos estes ministérios vão funcionar. E eu acrescentaria, o amor só existe onde há humildade. O amor só existe onde existe a verdadeira humildade. E nós, realmente, precisamos ter um senso de humildade, e isso só vem, eu acho, de se conhecer a Deus e conhecer a Cristo. E quando virmos quão gloriosos Eles são, entenderemos o quão baixo somos, e esse é o começo da verdadeira humildade. E onde somos humildes somos capazes de ministrar a outras pessoas.

Eu sei que tentamos cobrir um assunto muito, muito amplo nesta idéia de como funcionar no corpo, e é muito difícil para cobri-lo completamente. Mas eu espero que talvez um pouco disso tenha ajudado. Deixe-me dar um passo mais adiante e oferecer este pensamento. Na vida da igreja é importante que todos nós tenhamos um ministério, usando nossos dons e usando as responsabilidades da comunhão. Algumas vezes esse ministério será com a organização da igreja, às vezes será sem isso.

Em outras palavras alguns de vocês podem dar um estudo bíblico que é apenas um estudo bíblico independente. Você se reúnem em uma noite em sua casa e você tem um estudo bíblico. Outros de vocês podem dar uma aula aqui na igreja. De qualquer maneira, estará ministrando se esse é o seu dom. Alguns de vocês podem estar ajudando em algum ministério oficialmente na igreja, como trabalhar com convalescentes e ajudar no ministério de convalescença. Ou você pode estar somente ajudando, de outras maneiras, certos cristãos que você conhece, em determinadas vezes ministrando com os meios disponíveis. De qualquer forma tudo o que eu estou dizendo é que seus ministérios podem estar dentro da estrutura da igreja ou sem a estrutura da igreja, no entanto o Espírito de Deus dirige.

Mas é importante reconhecer que a igreja tem necessidades e que o Espírito de Deus leva a igreja a desenvolver certos ministérios e certos padrões de ministérios, e precisamos da ajuda das pessoas que compõem essa montagem. E assim de vez em quando você estará ouvindo que talvez haja uma classe de treinamento para alguém que gostaria de trabalhar com crianças, ou uma classe de treinamento para alguém que gostaria de trabalhar com a juventude, ou uma classe de treinamento para alguém que gostaria de estar em um ministério de convalescença, se eles têm o dom de mostrar misericórdia ou o dom de ajuda. Ou talvez alguém para ajudar na administração de alguma coisa e fazer alguns projetos, se você tem o dom de administração, ou o que quer que seja.

Você vai ouvir sobre isso de vez em quando, e se o Espírito de Deus fala ao seu coração e desafia você a fazer isso, então é uma boa coisa a se fazer. Mas pode estar dentro da estrutura ou fora dela. Eu acho que é bom também você oferecer-se para a assembleia local em que você está, qualquer que seja, e dizer, "Sabe, eu penso que estes são os dons que eu tenho. E se o Espírito de Deus pode me usar neste ministério aqui em algum lugar eu gostaria de me colocar à disposição." Temos pessoas que fazem isso o tempo todo. Elas chegam e dizem, "Eu tenho certos dons e certos talentos, você pode me usar? Se puder, eu vou ficar muito feliz em trabalhar."

E grande parte do ministério da Grace Church continua devido aos leigos. Na verdade, a maioria de tudo isso se faz com os leigos. Nós estávamos conversando outro dia sobre um ministério de visitação e de acompanhamento e falávamos de uma certa abordagem disso, onde uma igreja apenas contrata um grupo inteiro de pessoas para sair e fazer toda a visitação. E às vezes eles chegam ter até 25 pessoas com um salário, de tempo integral, apenas visitando pessoas. Bem não há realmente nenhuma necessidade de fazer isso se todos nós como cristãos aceitarmos o fato de que a visitação é apenas uma parte da religião pura, disse Tiago, e então vamos e compartilhamos com a vida das pessoas que cuidamos e amamos.

E assim, em vez de vermos os leigos realizando os ministérios que Deus lhes deu, então saimos e contratamos um monte de profissionais para fazê-lo, não precisamos fazer isso. Mas é importante que estejamos disponíveis para a igreja local, para ministrar e servir dentro dessa igreja local, com o melhor com que somos capazes. Certo? E essa é realmente uma breve introdução de como funcionar no corpo de Cristo. Eu poderia acrescentar uma outra nota e é que estejam certos de orar por seus líderes. Isso é muito, muito importante.

FIM

This sermon series includes the following messages:

Please contact the publisher to obtain copies of this resource.

Publisher Information
Grace to You
Unleashing God’s Truth, One Verse at a Time
Back to Playlist
Unleashing God’s Truth, One Verse at a Time

Welcome!

Enter your email address and we will send you instructions on how to reset your password.

Back to Log In

Unleashing God’s Truth, One Verse at a Time
Minimize
View Wishlist

Cart

Cart is empty.

Donation:
Unleashing God’s Truth, One Verse at a Time
Back to Cart

Checkout as:

Not ? Log out

Log in to speed up the checkout process.

Unleashing God’s Truth, One Verse at a Time
Minimize