Grace to You Resources
Grace to You - Resource

Esta manhã vamos continuar nossa série que começamos no último dia do Senhor discutindo o atual movimento carismático. Estive interessado na resposta nas últimas semanas à nossa discussão relativa ao capítulo 13 de 1 Coríntios e depois à nossa mensagem no último Dia do Senhor e estou muito encorajado. Percebo que talvez houvesse algumas pessoas que não compreenderiam o nosso motivo e que poderiam ter discordado conosco mas isso foi muito muito mínimo. E por outro lado, tem havido muito encorajamento do povo que está dizendo que "Nós não entendemos isso e somos muito gratos por uma visão bíblica sobre algumas dessas questões." Então eu sou grato ao Senhor pela direção dos presbíteros. E foram de fato os presbíteros que unanimemente concordaram que isso deveria ser feito; E por isso estamos respondendo a isso e você está respondendo a isso e isso é bom.

Agora dissemos na última vez que achamos importante discutir o que há de errado no movimento carismático. Em qualquer período dado na história da igreja há sempre aquelas coisas que parecem ser movimentos na cena. Qualquer pessoa que seja apenas um estudante superficial da história da igreja percebe que no fluxo da igreja há várias e diferentes tangentes e aberrações e movimentos que ocorrem. E estes podem ser facilmente traçados através da história da igreja mas nunca houve na história da igreja qualquer movimento único que seja tangente biblicamente que tenha tido o impacto ou a devastação que este teve sobre a igreja evangélica.

Esta é uma coisa tremendamente poderosa. Carrega um peso tremendo por causa dos meios de nosso mundo atualmente no século 20 que torna o transporte destas idéias tão fácil, e de fato tão inevitável para as pessoas em geral. Então é uma coisa muito muito dominante; e todos nós sabemos que o movimento carismático, como tal, está varrendo o globo. Se você acha que é só na América você está errado. Está em todo o mundo. Está na América do Sul. Está no Oriente. Está em toda parte onde a igreja existe; este movimento está funcionando em um ritmo rápido. A partir de 1900 quando começou o movimento pentecostal, como foi definido nos primeiros anos, cresceu desde 1900 fora do convencional do cristianismo evangélico.

Todo o movimento pentecostal como era então conhecido, pertencia a algumas linhas denominacionais diferentes da linha principal das denominações evangélicas, mas foi em 1960 que um novo dia foi anunciado e o movimento pentecostal invadiu o denominacionalismo principal. E com um início aqui na Igreja Episcopal em Van Nuys a linha denominacional foi quebrada e, como John Sherrill diz em seu livro, Eles Falam com Outras Línguas "As paredes ruíram". E no denominacionalismo principal Episcopal, Metodista, Presbiteriano, Batista, Luterano e assim por diante, veio este movimento. E agora já não é realmente chamado de movimento pentecostal pelos mais modernos de seus proponentes, mas sim é chamado de movimento neopentecostal ou o movimento carismático. E você pode ver a diferença; um carismático tecnicamente é alguém depois de 1960. Um pentecostal é alguém antes de 1960; ou um carismático é alguém que teve essa experiência em uma denominação da linha principal, ou numa igreja evangélica de linha principal, ou numa igreja católica. Considerando que um pentecostal é alguém que está ligado à Assembléia de Deus ou à Quadrangular ou Pentecostal Unidos, ou alguma outra denominação Pentecostal.

Mas agora está tudo bem no quadro inteiro do cristianismo. Já não é uma denominação separada mas uma experiência que transcende todas as fronteiras. E há neste movimento uma certa comunhão que não se baseia na teologia, porque, como observamos na semana passada, não há nenhuma teologia basicamente, mas existe uma comunhão baseada em uma experiência. Por exemplo existem algumas igrejas que seriam conhecidas como igrejas carismáticas onde o único requisito basicamente é ser um membro da equipe é ter tido a experiência comum. Existem algumas faculdades e seminários onde o único requisito para ser um membro do corpo docente é ter tido a experiência comum. A teologia não é um critério. E assim isto está acontecendo ao nosso redor onde há uma experiência comum criando uma rede de pessoas carismáticas; e alguns estão chamando-o de o maior avivamento na história da igreja. E nós seríamos como o avestruz com a cabeça na areia se apenas contornarmos a questão. Nós realmente temos que falar sobre isso, especialmente à luz do nosso estudo de 1 Coríntios quando chegamos aos capítulos 12 a 14 e é isso que estamos fazendo.

Agora eu quero ser o primeiro a dizer que onde quer que o Evangelho seja pregado algumas pessoas serão salvas. E na maioria das vezes as pessoas no movimento carismático amam o Senhor Jesus Cristo e crêem na salvação pela graça através da fé e proclamam isso, e as pessoas são salvas e eu agradeço a Deus por isso. Eu sei que Deus pode usar pessoas que são menos do que perfeitas porque Ele me usa e Ele usa você; e assim estamos todos no mesmo barco. Eu só estou tentando apontar, não que essas pessoas são irremediavelmente inutilmente impostas sobre o corpo de Cristo, mas simplesmente que eles estão no erro em um determinado ponto. E todos nós podemos encontrar-nos com uma problemática igualmente, um calcanhar de Aquiles, e deve lidar com eles como tal.

Estamos apenas tentando apontar onde o erro está e é por isso que intitulamos, "O Que Há de Errado no Movimento Carismático?" Não que tudo nele esteja errado pois não é errado exaltar Jesus Cristo. Não é errado crer na Bíblia como eles dizem que eles fazem, embora a maneira como eles lidam com ela às vezes é um pouco menos do que esperamos. E assim somos gratos a Deus por Sua graça e pela verdadeira pregação da salvação no Senhor Jesus Cristo onde as pessoas estão sendo salvas. E eu acho que talvez haja alguns cristãos que estão chegando ao ponto de reconhecer uma nova realidade em Cristo e fazer alguns compromissos que talvez nunca tivessem feito antes. Mas apesar do bem que se faz apesar da coisa que parece ser tão positiva há algum erro flagrante no movimento, e o erro está correndo a uma velocidade desenfreada. E isso resulta em alguns cristãos muito confusos e alguns santos muito intimidados e algumas igrejas que estão sendo fraturadas.

Agora os problemas que começamos a olhar são suficientemente graves, que sentimos que temos de lidar com eles com algum detalhe. Eu acho que eu mencionei para você da última vez que vamos estar olhando para cerca de 20 desses problemas mas este primeiro problema é tão básico que estamos gastando algumas semanas apenas colocando-o para fora porque é isto que eu sinto é: O cerne da questão. E tanto quanto eu posso dizer em todos os livros que eu li nunca foi tratado, e esse é a questão da revelação.

O primeiro problema que observamos para vocês na última vez no movimento carismático é a questão: eles aceitam a autoridade absoluta da revelação bíblica, esta Palavra de Deus, completada uma vez por todas entregue aos santos? Mas além disso todas as outras coisas também devem ser trazidas à luz da Palavra de Deus e é por isso que temos de estabelecer a autoridade deste Livro no início. A histeria carismática, como parece estar correndo por todo o mundo, precisa parar e examinar a Palavra de Deus e não apenas correr de uma forma descontrolada, porque a Escritura é o teste de tudo.

Agora, se a Escritura é o teste de tudo então isso assume algo básico; e é que a Palavra de Deus é acreditada ser o padrão, e é isso que estamos tentando traçar com clareza e cuidado. Estamos convencidos, como vimos na semana passada, de que Deus nos deu o cânon completo. Da palavra grega kanon que significa regra ou padrão. Originalmente veio da raiz de uma palavra que tinha a ver com uma cana e esta cana era usada para medir as coisas, e tornou-se comum chamar a qualquer coisa que fosse uma vara de medição um cânon. O padrão então da Palavra de Deus está aqui. Este é o cânon, a vara de medição.

Agora cremos que foi estabelecido que Deus o completou, que a Bíblia está terminada, que a Escritura está feita, que essa é Sua revelação e não há mais. Está completa. É eficiente. É suficiente. É inerrante. É infalível. É autoritativa e é vinculativa e é determinante na avaliação de qualquer outra coisa. Quando temos a Bíblia, temos o Antigo Testamento escrito pelos profetas. Temos o Novo Testamento escrito pelos apóstolos e aqueles estreitamente associados a eles; E a Bíblia faz reivindicações para si mesma que essa é a sua integridade.

Agora me apresso a acrescentar que ao longo da história, até mesmo da escrita da Bíblia, houve livros espúrios oferecidos como se fossem Escrituras. De fato se você estiver na Igreja Católica você sabe que no meio da Bíblia Católica há uma seção de livros chamada Apócrifos. A Apócrifa afirma ser a Escritura. É muito claro que não era a Escritura. Tem erros nela, erros históricos erros geográficos, erros teológicos. Não reivindica nem apoia nem é um absoluto apostólico em sua autoria. Não pertence à era do Novo Testamento. Não pertence à era do Antigo Testamento porque não está escrito pelos profetas e aqueles reconhecidos como os mensageiros de Deus.

Somente a Igreja Católica Romana aceitou os Apócrifos como aqueles que pertencem à Escritura. A própria igreja não tinha feito isso, nunca fez isso em sua história até tal adaptação pela Igreja Romana, porque é muito clara a diferença. A distinção é tão óbvia. Durante a redação do Novo Testamento havia muitos livros que eram supostamente impingidos à igreja. Agora todos os tipos diferentes: o Evangelho de acordo com Pedro, e assim por diante, as lendas coptas e muitos, muitos livros falsos. Mas a igreja nunca teve qualquer tropeço nunca teve qualquer problema nunca teve qualquer decisão a fazer. Era tão evidente o que era inspirado por Deus e o que não era.

Agora o cânon do Antigo Testamento fechou cerca de 400 a.C., cerca de 400 anos antes de Cristo. O povo sabia claramente que livros foram inspirados por Deus. Isso foi fácil porque em primeiro lugar eles alegaram ser inspirados por Deus e por isso esses eram os que eles olhavam. E ao olharem para os que se diziam inspirados por Deus descobriram que não havia erros neles. Eles descobriram que eles se encaixavam na história, eles se encaixavam na teologia, eles se encaixavam na geografia e eles se encaixavam em tudo o que eles sabiam ser determinante; e assim era sabido por todos o que era o cânon do Antigo Testamento. Os outros livros foram rejeitados e a tradição judaica diz que a grande sinagoga a escola dos escribas, que foi fundada por Esdras finalmente reuniu o cânon, e aliás a história, desde então, a confirmou. Não há livros que possam resistir à qualidade da Escritura. Nenhum.

Eles estavam certos, e mesmo quando encontramos outros livros de caráter antigo, sabemos que eles não podem permanecer iguais às Escrituras. Com o Novo Testamento foi o mesmo. Muito claramente eles sabiam quais eram os livros que deveriam ser aceitos como o Novo Testamento. Agora deixe-me dar-lhe os testes que a igreja do Novo Testamento usou para determinar isso. Número um, eles avaliariam um livro com base em sua autoria apostólica. Os livros do Novo Testamento tinham de ser escritos por um apóstolo ou um próximo associado dos apóstolos. Por exemplo, no caso de Marcos que não era um apóstolo, sua fonte era Pedro trabalhando de perto com ele. Lucas, que não era apóstolo era muito próximo, não só do Senhor, mas estava muito próximo do grande apóstolo Paulo que era um apóstolo.

Os livros do Novo Testamento foram escritos por apóstolos ou associados dos apóstolos. Agora o próprio Jesus torna isso claro em algumas passagens que eu gostaria de apontar para você, João 14:26 sendo o primeiro diz isso. E aqui o Senhor está no cenáculo na noite anterior à Sua traição, na noite de Sua traição, antes de Sua crucificação. Diz isto "Mas o Consolador" o paraklētos, aquele chamado ao lado para ajudar, o advogado divino, o Espírito Santo, "o Espírito Santo, a quem o Pai enviará em meu nome, esse vos ensinará todas as coisas e vos fará lembrar de tudo o que vos tenho dito”.

Agora, em princípio, pessoal, e você tem que entender que esse versículo não foi escrito para todos os cristãos. Essa é uma declaração de Jesus dada às pessoas que serão os escritores do Novo Testamento. E Ele está dizendo a eles "esse vos ensinará todas as coisas e vos fará lembrar de tudo o que vos tenho dito". Como vocês acham que aqueles homens que escreveram os Evangelhos poderiam se lembrar de todos esses incidentes e todas aquelas conversas que Jesus teve e nos dar um conjunto de quatro Evangelhos autoritativos, infalíveis e inerrantes? Somente de uma maneira, e isso é porque a obra do Espírito Santo cumpriu a promessa de Jesus em João 14:26.

Eles tinham a agência divina do Espírito de Deus dando-lhes a lembrança, e o mesmo é verdade para o apóstolo Paulo que repetidamente está citando Jesus, enquanto escreve suas epístolas. Vimos isso até mesmo no capítulo 7 de 1 Coríntios, e por causa do ministério do Espírito ele tinha uma recordação absoluta e total.

Veja o 16 de João e o verso 13. E novamente é a mesma coisa que se diz ao mesmo grupo especial de homens. "quando vier, porém, o Espírito da verdade, ele vos guiará a toda a verdade". Agora novamente há a indicação do Senhor de que aqueles que estavam escrevendo o Novo Testamento escreveriam sem erro. "porque não falará por si mesmo, mas dirá tudo o que tiver ouvido e vos anunciará as coisas que hão de vir. Ele me glorificará, porque há de receber do que é meu e vo-lo há de anunciar." Em outras palavras Deus dará o Espírito Santo. O Espírito Santo dará ao escritor e o que está escrito será a Palavra divina de Deus.

Assim é então, que os apóstolos são escritores da Bíblia. Jesus disse que quando Ele os comissionou nessas duas escrituras. Isso é reafirmado incidentalmente em 2 Pedro capítulo 3 e no versículo 2. E isto é o que Pedro diz começando no versículo 1 "Amados, esta é, agora, a segunda epístola que vos escrevo; em ambas, procuro despertar com lembranças a vossa mente esclarecida". Então ele diz isto 2 Pedro 3:2, "para que vos recordeis", agora observe, "das palavras que, anteriormente, foram ditas pelos santos profetas”.

Agora eu tomo isso como uma indicação do Antigo Testamento. "foram ditas pelos santos profetas" os escritores do Antigo Testamento. "bem como do mandamento do Senhor e Salvador, ensinado pelos vossos apóstolos". Agora note aqui, Pedro classifica dois conjuntos de escritores da Bíblia: os santos profetas, Antigo Testamento; os apóstolos do Senhor e Salvador, Novo Testamento. Assim você pode ver que o que Jesus disse em João é confirmado por Pedro, que a autoria do Novo Testamento estava relacionada aos apóstolos, seja pela escrita direta do apóstolo, seja por alguém que estava intimamente associado e trabalhando ao lado de um apóstolo.

E assim vemos que havia uma indicação muito clara quanto a o fato de que quando os apóstolos cessaram, cessou também a escrita da Escritura. E isso é o que significa em Efésios 2:20 quando diz da igreja, "edificados sobre o fundamento dos apóstolos e profetas". Eles eram fundamentais. Eles não continuam, e já dissemos isso antes. Quando você constrói um edifício basta colocar uma fundação uma única vez. Você não continua colocando a fundação até o vigésimo andar. Você colocou uma vez, e a partir daí você constroi. Uma vez houve apóstolos e profetas. Uma vez eles escreveram. Uma vez foi entregue aos santos e a Escritura estava então completa.

Agora há muitos exemplos de escritores do Novo Testamento se referindo uns aos outros como tendo a inspiração do Espírito Santo ao escrever a Palavra de Deus. Deixe-me mostrar-lhe o que quero dizer. Veja 1 Timóteo 5:18. Havia uma camaradagem entre esses escritores no Novo Testamento. Havia uma unidade. Havia uma unicidade. Havia uma sensibilidade ao fato de que eles estavam fazendo algo que nunca tinha sido feito e nunca seria repetido. Havia uma singularidade, mas eu acho muito interessante quando você lê em 1 Timóteo 5:18 essas palavras. Agora observe. "Pois a Escritura declara:" Agora observem. "Não amordaces o boi, quando pisa o trigo." Agora, essa escritura está em Deuteronômio 25:4. Observe 25:4 não olhe para cima. Diz a mesma coisa. Significa pagar o pregador. Algum dia eu vou pregar sobre isso.

"Pois a Escritura declara: Não amordaces o boi, quando pisa o trigo'" e observe aqui uma outra escritura "O trabalhador é digno do seu salário." "Você sabe de onde é essa citação? Ouça isto, Lucas 10:7. Você diz, "O que é tão significativo sobre isso?" O que é significativo é que Paulo está reivindicando o direito igual à Escritura para Lucas como é para Moisés que escreveu Deuteronômio, você vê. Esse é um escritor do Novo Testamento que autentica o outro escritor do Novo Testamento a ponto de chamá-lo de Escritura. É tanto Escritura quando Lucas escreve, como é quando Moisés escreve, e assim o Novo Testamento está autenticando a si mesmo. Aqui está Paulo autenticando Lucas; e se Lucas é autêntico então Lucas é autêntico e Atos é autêntico, certo? Porque ele escreveu os dois. Paulo chama Lucasde de Escritura.

Veja comigo 2 Pedro novamente, capítulo 3, versículo 15, 2 Pedro 3:15, e Pedro está fechando sua segunda epístola. Ele diz "e tende por salvação a longanimidade de nosso Senhor." Quase o mesmo que o versículo 9 lá. A razão pela qual o Senhor se demora é por causa da salvação não da impotência. "Como igualmente" observe isto "como igualmente o nosso amado irmão Paulo vos escreveu" observe agora "segundo a sabedoria que lhe foi dada, ao falar acerca destes assuntos, como, de fato, costuma fazer em todas as suas epístolas, nas quais há certas coisas difíceis de entender, que os ignorantes e instáveis deturpam, como também deturpam as demais" o quê? "Escritura".

Agora você percebe algo ali? Pedro está falando de Paulo e de todas as suas epístolas como Escritura, assim como a outra Escritura. Então você tem Paulo creditando Lucas. Você tem Pedro creditando Paulo. Agora já resolvemos o problema. A Bíblia consiste, sabemos, de Lucas e Atos e na verdade você pode jogar todos os registros do Evangelho lá porque Lucas é um dos Evangelhos. E se Lucas é autenticado, assim são os outros, porque eles estão comentando sobre o mesmo material. Assim temos os Evangelhos em Atos. Agora temos as 13 epístolas de Paulo que são chamadas Escritura ali mesmo no versículo 16. E o apóstolo Paulo testifica isso em Gálatas 1 quando ele diz, "O que eu escrevi, o que eu aprendi e o que Deus deu a mim, não veio do homem, mas dEle diretamente".

Veja Judas versículo 17. Isso é interessante. Você tem Paulo corroborando os Evangelhos em Atos. Você tem Pedro corroborando Paulo e agora você tem Judas corroborando Pedro. Judas 17, "Vós, porém, amados, lembrai-vos das palavras anteriormente proferidas pelos apóstolos de nosso Senhor Jesus Cristo, os quais vos diziam: No último tempo, haverá escarnecedores, andando segundo as suas ímpias paixões". Isso, amigos, vem de 2 Pedro. Judas autentica Pedro.

Você pode ver então que há uma camaradagem apostólica. Agora, o único outro Tiago - nós não levaremos tempo para desenvolver isso, mas o único outro grande escritor do Novo Testamento seria João não é? O Evangelho de João; 1, 2, 3 João; o Livro do Apocalipse. Você diz, "Isso é autenticado?" Sim. No Livro de Apocalipse capítulo 2 e 3 você tem sete cartas para as igrejas. Agora não se preocupem em procurá-las mas no final de cada uma dessas cartas ele diz, "Isto diz Aquele" e está se referindo a Jesus Cristo. "Isto diz Aquele" e também diz "Ouça o que o Espírito diz". Então João diz "Estou registrando o que Cristo diz, transmitido a mim pelo Espírito". Então João afirma ter recebido A inspiração do Espírito Santo. Mais tarde no Livro de Apocalipse 21:5 é isso? "E aquele que está assentado no trono disse: Eis que faço novas todas as coisas. E acrescentou: Escreve, porque estas palavras são fiéis e verdadeiras." Apocalipse 19 você também tem. "Então, me falou o anjo: Escreve: Bem-aventurados aqueles que são chamados à ceia das bodas do Cordeiro. E acrescentou: São estas as verdadeiras palavras de Deus."

Então João é reforçado como um escritor inspirado. Pedro é reforçado como um escritor inspirado. Assim como é Lucas. Assim como Paulo, e como você pode ver, há toda essa auto-autenticação dos escritores do Novo Testamento. Havia uma equipe apostólica e associados daquela equipe que são responsáveis, a fraternidade dos escritores do Novo Testamento e, amados, esses são os limites. Esses são os limites da Escritura. Quando ficaram prontos, estavam completos, e é isso. A chave então é a autoridade apostólica a autoria apostólica.

Em segundo lugar, o segundo teste da igreja primitiva aplicado a isto foi o conteúdo. Eles não só queriam saber se um apóstolo ou um associado que eles sabiam ser um associado de um apóstolo, escreveu, mas eles queriam saber o seu conteúdo. Por exemplo em Atos 2:42 a primeira vez que a igreja se encontrou. A primeira vez que a igreja se encontrou ela diz, "E perseveravam" no quê? "na doutrina dos apóstolos". Seu segundo teste foi o conteúdo. A escritura foi escrita com doutrina apostólica? Porque talvez pudesse haver algo vindo, que pudesse ter si do escrito, e poderia parecer ser de Paulo e alegar ser de Paulo, mas algum herege estava tentando entrar e era realmente uma coisa falsa. E assim eles verificariam sua doutrina e se ela não estivesse de acordo com a doutrina apostólica ela não passaria no teste. E como é maravilhoso notar que, à medida que estudamos os primeiros cânons, não há ocasião naqueles primeiros cânons de encontrar um livro que foi aceito em todos os outros, que não seja um livro legítimo do Novo Testamento. Demorou um tempo para conseguir todos eles, mas eles nunca estiveram errados em sua inclusão. Era muito claro o que as aberrações doutrinárias eram, porque você pode acreditar que quando Satanás quer introduzir um, não será como deveria ser.

Terceiro, o terceiro teste que a igreja primitiva aplicou aos livros canônicos do Novo Testamento foi foi lido nas igrejas. Foi lido nas igrejas? Isso foi enfatizado repetidamente nos pais da igreja primitiva a primeira geração após a igreja. Em outras palavras, (?)o povo de Deus aceitou lê-lo em sua adoração, fazer parte de sua vida, indicando que o Espírito de Deus a abençoara em sua igreja e que o povo estava sendo ensinado por ele e sendo abençoado pelo seu ensino? Se tivesse esse selo nele então estava tudo bem. Então você tem autoridade apostólica. Você tem uma doutrina apostólica absolutamente consistente e você tem que ter algo que foi lido na igreja e provado pela igreja em testes para ser a Palavra de Deus que sai com poder e penetra no coração.

E o quarto teste foi o reconhecimento e o uso pela geração seguinte após a igreja primitiva, os pais da igreja. Quando a viram e a avaliaram e a julgaram, isso ficou estabelecido. E, claro, no momento em que você chega em 383 e a Vulgata Latina é impressa, e isso era - vulgar, significava a linguagem do povo a linguagem comum. A Bíblia foi codificada por assim dizer e posta nas mãos do povo. E cada livro estava lá e só os corretos estavam lá. Era óbvio. Isso resolveu. O cânon foi fechado.

Você diz "Sim, mas talvez possamos acrescentar a isso". Apocalipse 22 diz "Eu, a todo aquele que ouve as palavras da profecia deste livro, testifico: Se alguém lhes fizer qualquer acréscimo, Deus lhe acrescentará os flagelos escritos neste livro." As pessoas dizem "Sim mas isso significa acrescentar ao Livro do Apocalipse." Bom, é claro. O Livro do Apocalipse é o último livro da Bíblia. Se você acrescentar ao Livro de Apocalipse você adicionou à Bíblia, não é mesmo? O Livro do Apocalipse foi o último escrito. Você não pode adicionar a isso. Se alguém acrescenta a ele lhe serão acrescentadas as pragas que estão escritas nele.

Você diz "Bom, por que você está falando sobre isso, John?" Porque eu acredito que é precisamente neste ponto vital que os carismáticos erram. Qual é a revelação de Deus? Esta é uma grande falha no movimento. Essas pessoas queridas e eu amo essas pessoas, elas afirmam amar a Bíblia, defender a Bíblia, estudar a Bíblia. Mas eles também afirmam que vão além da Bíblia, e nisso reside um erro cardeal. "Está tudo bem" dizem eles. Um pastor disse "Você sabe" eu ouvi isso em uma fita. Ele disse, "Tudo o que fizemos foi apenas ensinar a Bíblia e Deus nunca fez nada sobrenatural em nossa igreja até que um dia o Espírito de Deus rompeu." E eu pensei "Bom, o que isso significa? Que apenas a Bíblia não é boa o suficiente? Você tem que ter o que quer que o Espírito de Deus quebrou através dos meios? Quem garante que era o Espírito de Deus?

E quanto a outras revelações? A Bíblia é suficiente ou precisamos de mais? Bom, como eu apontei para você na semana passada, os carismáticos afirmam que Deus está continuando a revelar-se. Você sabe, isso não é nada de novo. A Igreja Católica Romana reivindicou isso por séculos e séculos. Quer ler um livro interessante? Eles têm na livraria. Adquira o livro de Benjamin Warfield sobre Milagres Falsificados. É um soco de pra nocaute. Um livro fantástico. Prepare-se para algumas coisas pesadas. Ele apenas catáloga, de toda a história da igreja, as visões e revelações, e assim por diante, e assim por diante que construíram o catolicismo romano. E hoje o movimento carismático é muito paralelo, reivindicando visões e assim por diante. Um dos nossos anciãos estava me dizendo esta manhã, que a tenista Margaret Court, que é uma ávida católica, muito devota, recentemente teve uma aparição da Virgem para ela de uma forma milagrosa.

Então veja isso não é nada comum para os carismáticos. A Igreja Romana tem afirmado isso durante séculos, e que a revelação adicional que eles estão recebendo é a coisa que construiu, construiu e construiu esta pilha de tradição que caminha ao lado da autoridade da Palavra de Deus e confunde a questão. E claro, vimos que mesmo de Rodman Williams, que é o presidente do Seminário Melodyland, ele diz "A Bíblia é apenas uma testemunha do tipo de revelação que Deus está fazendo hoje. É apenas um modelo para o que Deus está fazendo" e assim eu fiz a pergunta na semana passada "Onde termina a Bíblia?”

David Wilkerson vem e escreve uma coisa chamada The Vision. Eu ouvi ele dar isso com meus próprios ouvidos. Vi isso impresso. Ele afirma que isso é autoritariamente a Palavra de Deus. É interessante para mim notar que outro cavalheiro na mesma conferência luterana em Minneapolis, teve uma visão e eles discordaram. Para mim o preço de tal misticismo e subjetivismo é muito alto. Todo mundo está fazendo o que pensa que Deus está dizendo a ele, e a singularidade e a centralidade da Palavra está se perdendo e eu vou lhe dizer algo, pessoal, estamos caminhando para um cristianismo místico. Nós estamos caminhando para uma espécie de coisa que Amós suportou quando ele disse em Amós 8:11 "Eis que vêm dias, diz o SENHOR Deus, em que enviarei fome sobre a terra, não de pão, nem sede de água, mas de ouvir as palavras do SENHOR.

Tivemos um reavivamento da Escritura. Sabe, todos ficaram sedentos com as Escrituras mas, estamos mudando. Nós estamos indo tão rápido, nós vamos continuar na Escritura. E agora quando você vai a uma livraria cristã qualquer, e procura livros sobre o cristianismo encontrará cerca de 65% deles sobre a experiência de alguém em vez de teologia ou doutrina ou qualquer outra coisa. A visão carismática, embora talvez não seja verdade, basicamente a verdade, não é a visão ortodoxa histórica da Escritura. É subjetivismo neo-ortodoxo. É misticismo. Não podemos abandonar a Reforma sola Scriptura sem desafiar a própria afirmação da Bíblia sobre si mesma e colher alguns resultados terríveis.

Quer dizer, eu disse que na semana passada eu ia fazer isso e eu vou fazer isso. Todos os falsos sistemas que existem vieram por meio de uma revelação fora da Bíblia. Você sabia disso? Todos eles. Deus, a única maneira que Ele poderia se proteger contra isso, era tê-lo de uma vez por todas entregue aos santos e dizer "É isso. Eu não preciso fazer isso de novo." A tudo o que o Senhor fez nada precisa ser adicionado, e você não pode tirar isso, certo? Está completo. Então quando as pessoas chegam e dizem "Bom, é maravilhoso que você tenha Jesus, mas você precisa de algo mais" e eu digo "Bom, o que mais eu poderia precisar? Efésios 1:3 diz que eu fui abençoado com todas as bênçãos espirituais nos lugares celestiais em Cristo Jesus. O que mais há além de todas as bênçãos espirituais nos lugares celestiais? Você tem outras bênçãos espirituais? Eles não estão nos céus".

Mas o que acontece, você tem todas essas coisas. Agora deixe-me olhar apenas por um minuto com você nisto. Vejamos o catolicismo romano. De onde veio? Tomás de Aquino. Tomás de Aquino seria o sistematizador da doutrina romana. Ele viveu de 1225 a 1274, o mais famoso teólogo da escolástica católica romana. Declara na primeira seção de sua Summa Teologica que "a Sagrada Escritura consiste de texto bíblico e o ensinamento dos pais e dos doutores." Você vê algum problema com isso? "O texto bíblico e o ensino dos pais e dos doutores.”

“Tradição " diz o católico romano francês George Tavard, abre aspas "foi o transbordamento" isto era tradição, "tradição era o transbordamento da Palavra fora da Sagrada Escritura. Seu conteúdo eram as outras escrituras através das quais a Palavra se fez conhecida." Então Tavard diz, "Você tem as Escrituras e as outras escrituras, e as outras escrituras são o transbordamento fora da Palavra".

Albert Piaget 1490 a 1542 disse isto, abre aspas "A mensagem apostólica da igreja primitiva transmitida através da sucessão dos pais e bispos, quer essa mensagem tenha sido escrita ou não, são as Sagradas Escrituras". As Sagradas Escrituras, diz ele, são a mensagem apostólica da igreja dada aos pais e aos bispos, quer a tenham escrito quer não. Onde termina a Bíblia? Nunca acaba.

Carl Shotzgier 1463 a 1527. Quero mostrar-lhe que isto não é nada de novo; Isto é de onde veio o romanismo, disse isto, "Uma revelação íntima do Espírito Santo é uma possibilidade cotidiana. Uma vez conhecido, sem dúvida, é tão vinculativo quanto o ensinamento que veio da própria boca de Cristo". Veja, isso é a Igreja Romana. Quando eles têm uma revelação diária, é tão vinculativa quanto as palavras de Jesus na Bíblia. Agora você vê onde termina a Bíblia? É por isso que eles têm coisas como nós vemos no catolicismo romano, Mariolatria, canonização das pessoas, toda a falsa doutrina que cresceu em torno da verdade.

Em 8 de dezembro de 1854 o touro papal "Ineffabilis Deus" proclamou o dogma da concepção imaculada, Pio IX. Essa era sua época. Isto é o que dizia, abre aspas "Declaramos, anunciamos e definimos que a doutrina que sustenta a Santíssima Virgem Maria no primeiro instante de sua concepção por uma graça e privilégio singular concedido pelo Deus Todo-Poderoso em vista dos méritos de Jesus Cristo o Salvador da raça humana, foi preservado livre de toda mancha do pecado original." Maria nasceu sem pecado original. "Esta é uma doutrina revelada por Deus, e portanto deve ser firmemente e constantemente crida por todos os fiéis". Revelado por Deus onde? Na Bíblia? Não, não na Bíblia. Onde? Fora da Bíblia. É parte da outra escritura. Você vê, quando você começa a ter outras escrituras, você vê o que acontece?

Em 2 de novembro de 1950 a "Constituição Munificentissimus Deus" disse isso, outra bula papal, autoridade absoluta "Nós declaramos, anunciamos e definimos que é um dogma divinamente revelado que a imaculada mãe de Deus a sempre Virgem Maria, completou o curso de sua vida terrena, foi assunta, corpo e alma, na glória celestial. Portanto se alguém, que Deus nos livre, ousar voluntariamente negar ou colocar em dúvida aquilo que definimos, saiba que ele caiu completamente da fé divina e católica". Se você negar que Maria foi assunta no céu corporalmente e nunca morreu, você é expulso da fé católica. 1950 touro papal, vê.

Não é de admirar que a Igreja Romana tenha tanto erro, porque vai além das Escrituras, e então diz que é tão vinculante como se fosse a Escritura. Onde tudo termina? Conduz a erro atrás de erro atrás de erro. E você vê, esta é uma coisa que quebranta meu coração, sobre os carismáticos, porque agora nós não estamos lutando com algo externo; estamos lutando por dentro. Eles estão construindo o mesmo tipo de coisa. Por exemplo, aqui está uma ilustração clássica, um dos maiores e mais renomados líderes do movimento carismático, é um homem com o nome de David du Plessis. David du Plessis é um ex-ministro da Assembléia de Deus de 71 anos que foi expulso da igreja da Assembléia de Deus por seu envolvimento em assuntos ecumênicos do Conselho Mundial de Igrejas. Mas ele ainda mantém uma posição poderosa neste movimento e de vez em quando você vê seu nome conectado com essas conferências em todo o mundo.

Isso é o que está registrado na revista Moody Monthly do mês de outubro de 1976, indicando uma notícia que veio da UPI ou uma das editoras. Dizia isto, "David du Plessis um dos principais protestantes carismáticos, concordou com a Igreja Católica Romana que quando o papa fala ex cathedra, está falando a Palavra infalível de Deus". Ele diz, e cito du Plessis "Deus ainda honra o papa como a cabeça da igreja." Desde quando Deus sempre honrou o papa como a cabeça da igreja? Quem é a cabeça da igreja? Certo, é melhor alguém ler para ele Colossenses 1:18.

Isto é o que mais ele diz, abre aspas, "infalibilidade Papal é exatamente o que Deus usou para trazer renovação na Igreja Católica e essa renovação está agora agitando o mundo cristão". Du Plessis diz "O papa ainda é a cabeça da igreja. Ele é infalível e Deus agora está usando sua infalibilidade para trazer renovação na igreja." Isso é assustador, mas veja você, a razão pela qual um carismático declarado pode estar no mesmo terreno com um católico é porque eles têm a mesma visão da Escritura. Ve, eles têm o conceito de transbordamento da Escritura, acontecendo sempre, sempre e sempre.

Agora, cuidado, porque a visão carismática da Escritura embora não a admita não é a visão histórica divinamente revelada. Trata-se essencialmente do grupo herético como a Igreja Romana, e agora você sabe por que eles têm todas as coisas estranhas que têm: penitência, purgatório, e assim por diante, que não têm lugar nas Escrituras, mas foram adicionados mais tarde. E acreditem, os carismáticos estavam construindo esse tipo de tradição. Eu acho que eu mencionei que eles usaram a frase "mortos no espírito".

Eu estava conversando com alguém esta semana, que estava muito envolvido nessa situação, e ele diz, "Oh sim." Ele diz "É vital ser morto no espírito. Na verdade você nunca deve ficar mais de duas ou três semanas sem ser morto no espírito. E quando você é morto no espírito você é derrubado." Você já viu esses curandeiros? Eles tocam as pessoas e elas caem duras, vê? E de fato um sujeito estava me dizendo que eles entram nessa situação e não há limites para isso, e chega a ser uma competição para ver quem pode ser morto com mais freqüência.

Então eu digo a alguém "Bom, por que você faz isso?" "Porque esta é a maneira como o Espírito do poder de Deus vem sobre você." De acordo com que Escritura? Bom, não há nenhuma Escritura. Não há nenhuma Escritura, de forma alguma. Mas veja isso é apenas parte da tradição que está se acumulando. Além disso, deixe-me partir daí para o tipo modernista neo-ortodoxo do cristianismo. Ele também se baseia em revelações além da Bíblia. Os modernistas e os neo-ortodoxos, diz ele "A Bíblia não é tudo o que existe. A Bíblia é um bom modelo uma ótima testemunha. A Bíblia contém algumas das Palavras de Deus. Quando você a lê e algo toma você, você tem arrepios espirituais. Então se torna a Palavra de Deus para você. E isso é bom, e assim por diante mas Deus ainda está inspirando coisas e - "E eles continuam e continuam. Eles têm todos os tipos de inspiração acontecendo e então, o que acontece? Não há autoridade bíblica. Os modernistas, os neo-ortodoxos, não acreditam nos milagres. Eles não acreditam no - um bem conhecido liberal alemão decidiu, após intenso estudo da Bíblia, que apenas 26 versículos foram realmente, realmente inspirado em toda a Bíblia. Apenas 26.

Mas o que quer que aconteça que venha sobre você e assim por diante, e você pode obter tanta revelação hoje; e o que está sendo escrito hoje é igual à Bíblia. E a Bíblia não é nada tão interessante. Não é tão especial. Tem muitos erros. Então eles querem ter mais revelações e mais, e então o que você obtém dele é apenas um velho liberalismo. Você diz "Bom, certamente os carismáticos não diriam isso." Deixe-me ler uma declaração interessante. A Christian Life Magazine, que se tornou muito uma promotora dos carismáticos, edição de setembro de 1976, artigo de Charles Farah Jr. da Oral Roberts University. É o que ele diz. Agora ouça com atenção. Ele é um carismático. "À medida que os cristãos se movem cada vez mais para o mundo do Novo Testamento, eles dependerão cada vez menos da razão e da experiência como formas supremas de conhecimento, e mais e mais do conhecimento pneumático". Agora vou interpor. Conhecimento pneumático é conhecimento super-espiritual.

Ele diz ainda "Um saber além de todo conhecimento, uma percepção além de toda percepção, uma certeza além de toda certeza, uma compreensão além de toda compreensão". sabe o que isso é? Isso é puro gnosticismo, misticismo.

Desde quando devemos ir além da razão? Desde quando devemos ir além da experiência da Palavra de Deus para um saber além do conhecimento, um super-espiritual? Isso é puro misticismo. Isso vai além da Palavra de Deus, porque a Palavra de Deus tem a certeza. Não queremos ir além da certeza. A Palavra de Deus tem entendimento. Nós não queremos ir além da compreensão. Nós todos estaremos fora em um limbo, em algum lugar estalando nossos polegares com os Hare Krishnas.

A Palavra é suficiente. O Espírito é suficiente. Jesus é suficiente. Eu só não - eu fico cansado de todas essas pessoas dizendo que temos que ter mais. Mais o que? Mais confusão? Revelações extra-bíblicas sempre, sempre, anote isso, pessoal, sempre, sempre leva ao erro. Você quer ser perfeito estude a Palavra de Deus. Ela é capaz de torná-lo perfeito, não é mesmo, 2 Timóteo 3:16. Você quer saber o que você deveria fazer? Aprenda então 2 Timóteo 2:15 "maneja bem a palavra da verdade." Você quer vencer a tentação? Faça o que Jesus fez. Ele não pediu algum conhecimento além do conhecimento, certeza além da certeza. Ele invocou a Escritura e citou-a três vezes a Satanás, não foi?

Fique com o que você sabe que é a palavra autoritativa de Deus. Os Mórmons, outra ilustração, reivindicaram todo seu sistema baseado em uma revelação especial dada a Joseph Smith. O Sétimo Artigo de Fé diz, "Cremos no dom de línguas, profecias e revelações". Isso é o Mormonismo. Claro eles têm essas coisas. Onde mais eles poderiam obter essas coisas? Certamente fora da Bíblia. Em Alma 5:45 e 46, no Livro de Mórmon, ele diz, "Vocês não supõem que eu mesmo saiba estas coisas? Eis que testifico a vós que sei que estas coisas são verdadeiras. Elas me são reveladas pelo Espírito Santo de Deus". Este é o escritor do Livro de Alma dizendo isso. "Este é o espírito de revelação que está em mim." Você vê há o Livro de Mórmon alegando ser revelação de Deus e você sabe o que é? É caótico, não é mesmo?

Pegue a Ciência Cristã que é como o cereal Grape Nuts - Nozes sabor de Uvas. Nozes e Uvas não são uvas nem nozes e a Ciência Cristã não é cristã nem científica. Mas, enfim, a revista Ciência Cristã de julho de 1975, volume 93, n° 7, página 361. Quero que você saiba que eu tenho isso a dizer - esta é a Ciência Cristã, abre aspas, "Por não ser uma filosofia humana, mas uma revelação divina, a razão e lógica divinizadas da Ciência Cristã a distingue necessariamente de todos os outros sistemas. A Ciência Cristã é uma revelação divina que a distingue de todos os outros sistemas." Página 362, diz de Mary Baker Eddy Patterson Glover Fry - não poderia maquiar sua mente - diz isso, "Ela é a reveladora da verdade para esta era". Vê? Tenho mais revelações e termino com isso. Ela diz "Eu corava ao pensar em Ciência e Saúde com a Chave para as Escrituras, como eu era de origem humana, e eu fui separada por Deus, seu autor. Eu era apenas uma escriba." Isso é o que ela disse. "Deus escreveu a Ciência e a Chave de Saúde para a Escritura." Não meu Deus, não o Deus da Bíblia.

Pegue as Testemunhas de Jeová. Eles dizem isso "A Sentinela é uma revista sem igual na terra porque Deus é o autor" A Sentinela, 5 de abril de 1943, p. 127. Deus escreve a Torre de Vigia. Você acredita nisso? Eu não acredito nisso. Eles alegam que a Bíblia não pode ser entendida a menos que você entenda a Sociedade Torre de Vigia como o canal de revelação de Deus.

Você já ouviu falar de Herbert W. Armstrong Garner, Ted Armstrong "O Mundo do Amanhã", A Revista Verdade Simples, Embaixador College em Pasadena, e todas essas coisas? Bom, você sabe de onde tudo isso veio? E é a pior heresia que existe, porque é a salvação pelas obras. É a pior, a mais desprezível. Veio porque a Sra. Herbert W. Armstrong teve uma visão de um anjo, e o anjo definiu todo o sistema para ela. Ela contou para o marido e isso começou tudo.

Você já ouviu falar de Moonies? Sun Myung Moon afirma ser o mensageiro divino de Deus com a verdade suprema. Ele é a verdade final, e ele diz, "Eu sou a verdade final não registrada nas Escrituras". Ele a chama de "verdade nova, não da Escritura". "Não da literatura e não do cérebro do homem" e ele diz "Onde ela contradiz a Bíblia, a Bíblia está errada".

Tome os Meninos de Deus. Lembra-se dos Meninos de Deus? Moisés Davi Berg chamou a si mesmo disso por ser o profeta Moisés dos últimos dias, ele se chamou Davi o rei de Israel. Ele escreveu 500 cartas em 5 anos e diz na edição desta semana da Christianity Today, 18 de fevereiro de 1977, "Berg, de quem é dito ter várias concubinas, insiste que suas cartas são a Palavra de Deus para hoje e suplantaram a Escritura bíblica, a Palavra de Deus para ontem. No entanto, as cartas endossam algumas práticas totalmente não-bíblicas."

Todo mundo de Edgar Cayce a L. Ron Hubbard e todos os charlatões entre eles, afirmam ter revelação de Deus. O Alcorão você nunca ouviu falar - você já ouviu falar do Alcorão? O livro fonte maometano? O Alcorão foi recebido por uma série de revelações supostamente de Deus. Uma noite no Ramadã cerca de 610 d.C., Maomé estava adormecido; um anjo veio. Sabe que anjo era? Era Gabriel. Ele veio e falou com Maomé e deu-lhe o início do Alcorão e em 650 d.C. foi tudo concluído. Foi tudo de Deus através de um anjo.

No Japão existem duas grandes novas religiões varrendo o Japão. A Soka Gakkai foi a maior há alguns anos atrás, uma religião tremendamente poderosa alegando ter se originado em uma revelação especial ao seu fundador. Mas recentemente, dois novos chamados Tenrikyo e Konkokyo, ambos afirmam virem de Deus através de revelações místicas. E eu tenho no meu escritório algumas cópias fotográficas da escrita real que supostamente define essas revelações.

O mesmo é verdade com gurus indianos e místicos e assim por diante. 20 de outubro de 1976, o LA Times relatou que um homem foi enforcado nas Bahamas por ter assassinado duas pessoas. Ele disse "Deus me disse para fazê-lo." O tipo de revelação que precisamos. 19 de fevereiro de 1974, LA Times "Um trabalhador da construção, desempregado, supostamente abateu sete membros de sua família em seu aniversário de 20 anos, segunda-feira, porque uma voz lhe disse para "reunir o seu rebanho e entregá-los para mim." O Sheriff J. P. Wallace disse, “Frank Rios ficou na espreita de sua casa e outro próxima, com um rifle calibre .22 matando a esposa a filha a sogra e outros quatro parentes". Wallace disse "Rios me contou que ele conversava com Deus desde que ele tinha 12 anos de idade, e ele freqüentava regularmente os cultos na Igreja Batista Rose Hill."

Agora eu não acho que isso deve refletir sobre a igreja, mas eu vou lhe dizer, aqui está um sujeito que pensava que ele estava recebendo a mensagem de Deus então ele assassinou sete pessoas. Você começa a brincar com as revelações e em breve Satanás vai levá-lo para onde ele quer, e induzi-lo às coisas erradas. É um terreno perigoso.

Ouça, nosso querido Senhor Jesus estabeleceu a suficiência deste Livro. Ouça, em Lucas 16, e, rapaz, devemos saber disso e conhecê-lo bem. Você se lembra que aquele sujeito disse "Ah, sabe, me envie de volta para contar a meus irmãos" certo? Você lembra? E Jesus disse "Eles têm Moisés e os profetas. Deixe-os ouví-los. Se eles não ouvirem Moisés e os profetas eles não serão persuadidos por alguém que se levante dentre os mortos." Vocês deixaram que eles ouvissem a Escritura." Em Marcos 12:24 "Não provém o vosso erro" disse Jesus “de não conhecerdes as Escrituras?" Seu problema não é que você não tem revelação especial. Seu problema é que você não conhece a Bíblia.

Paulo nos deu isso. Ele disse "Que a Palavra de Cristo” faça o quê? "Habite em você ricamente." Joseph Dillow em seu livro registra este testemunho. "Quando eu era um cristão novo eu encontrei um homem que eu chamarei Bill. Bill foi dado a ver visões e afirmava regularmente que recebia a revelação direta de Deus. Ele via o Senhor operando em todas as circunstâncias possíveis da vida. Toda impressão interior era examinada como sendo conduzida pelo Senhor. Uma noite ele me ligou à meia-noite porque ele tinha uma mensagem do Senhor que ele tinha que compartilhar comigo. Bill tinha 40 anos. Ele morava sozinho a uma hora de carro de minha casa, mas ele ainda queria vir e entregar a mensagem pessoalmente. Fiquei tocado por sua preocupação e disse-lhe que tudo ficaria bem se ele esperasse até amanhã. Ele insistiu então eu o convidei.

Quando chegou ficou visivelmente abalado. Na época eu tinha decidido ir ao seminário. Bill ficou muito chateado com isso. "A letra mata" diz ele "mas o Espírito dá vida" e agora ele tinha uma mensagem do Senhor me advertindo para não ir ao seminário. Ele estava lendo em Isaías e o Senhor lhe deu uma revelação especial que dizia 'Se você for ao seminário sua esposa será comida pelos leões e você perderá sua salvação eterna'. Foi assustador, mas eu não caí nessa." Ele diz, "Ele vivia em um mundo de superstição que sua teologia de línguas tinha fomentado. A centralidade da Palavra havia sido perdida em sua vida. A última vez que ouvi falar de Bill ele estava preso porque o Senhor lhe havia dito que ele deveria desobedecer a autoridade constituída e não cumprir com uma ordem de zoneamento.

Algo de triste. Tive uma conversa esta semana com Hal Lindsey e eu estava compartilhando com Hal as coisas que estavam meu coração. Ele disse, "Deixe-me dar-lhe uma ilustração clássica que você pode compartilhar com seu povo" e eu vou compartilhar com você e encerrar. Há uma mulher carismática na Austrália que atende pelo nome de Miss Viola. Alguns de vocês ouviram falar dela sem dúvida. Ela está se tornando muito famosa em todo o mundo como uma curandeira. Ela é carismática. Ela afirma que o manto de Katherine Kuhlman caiu sobre ela. Em sua igreja ela é capaz de expulsar demônios. Ela diz que pode expulsar demônios que ninguém mais pode lidar. Na frente de cada pessoa em sua igreja está um balde e uma toalha porque com todos os exorcismos acontecendo há um monte de vômitos. Ela diz que a razão pela qual ela pode expulsar demônios que ninguém mais pode expulsar, é por causa de Gálatas 6:17 que diz "De agora em diante ninguém me incomode porque eu trago em meu corpo as marcas de Jesus". E, claro. ela interpreta grosseiramente isso.

Ela era uma cristã nominal, indo a lugar nenhum e seu marido morreu. Ficou sozinha. Começou a buscar revelações sobrenaturais de Deus e, eventualmente, começou a desenvolver os estigmas. Os estigmas são os sinais da crucificação. Em outras palavras, ela começou a desenvolver cicatrizes nas palmas de sua mão e do seu lado. Agora, isso é algo que supostamente foi reivindicado por São Francisco de Assis mas não pode ser verificado. Na verdade é dito em toda a história que apenas uma pessoa nunca alegou ter visto isso. Mas ela afirma que algumas marcas que ela tem eram os estigmas e porque ela traz em seu corpo as marcas de Jesus Cristo ninguém pode perturbá-la. Ela pode lidar com qualquer demônio.

Bom, sua igreja está crescendo e eles precisavam de dinheiro para um prédio maior; e então ela ouviu sobre um sujeito em São Francisco que é um bom amigo de Hal, e ele tinha algum dinheiro. Então um dia ela chegou a São Francisco com uma mulher que está sempre com ela e um homem que é um ex-sacerdote anglicano que está sempre com ela. A mulher que vai com ela é uma profetisa. Viola fala diretamente a Deus, mas Deus lhe responde através dessa mulher que fala com algum tipo de voz divina. Assim eles sempre vão juntos e este ex-bispo anglicano vai junto.

Bom, eles foram até o amigo de Hal, e eles disseram que Deus lhes tinha dado uma visão de que eles deveriam vir vê-lo mas eles não sabiam por quê. Ele disse, "Bom, o que você quer?" "Nós não sabemos mas isso será revelado." Bom, é claro eles sabiam. E assim ele não conseguia entender o que estava acontecendo então ele chamou Hal e ele disse "O que eu vou fazer sobre isso? Posso derrubá-los, e nos sentaremos, e você conseguirá alguns caras e vamos descobrir se é legítimo?" Então eles voaram para Los Angeles. Hal os pegou, e eles se aproximaram. Ele e alguns dos companheiros que trabalham com ele sentaram-se, e eles viram que uma coisa muito interessante acontecia. À medida que faziam perguntas ela lhes falava sobre seus poderes de revelação. Ela contou-lhes sobre todas as coisas que podia fazer, sobre seus poderes carismáticos e dons, e Hal me disse que sempre que lhe faziam uma pergunta e ela precisava de uma resposta, estava ao seu lado, o tempo todo da conversa, uma pilha de papéis quande sobre isso, tudo catalogado. E eram todas as revelações que recebera de Deus, e ela folheava através deles para encontrar as respostas às perguntas. Vê?

E Hal dizia, "Mas isso, freqüentemente" ele dizia, "mas isso discorda da Escritura". Ela dizia "Não, essa é apenas sua interpretação errada." Agora ,você vê, há os melhores, amigos. Quando você não vai à Bíblia por sua autoridade você tem sua própria pilha de coisas ao seu lado. Este é o fim último do processo de revelação carismático. É um desastre. É uma tragédia. Eu não caio nessa. E eu digo isto, eu estou com o antigo velho Jó que tinha tudo certo, desde o início, e ele disse, "Do mandamento de seus lábios nunca me apartei, escondi no meu íntimo as palavras da sua boca." Isso é tudo que eu preciso. Vamos orar.

Pai, obrigado esta manhã novamente por reforçar em nossos corações esta tremenda necessidade de fazer um compromisso com a Tua Palavra, um compromisso inabalável e sem hesitação. Oro pelos nossos queridos amigos, irmãos e irmãs que apenas estão deixando escapar a autoridade bíblica e acumulando uma pilha de revelações que eles podem olhar para supostamente obter respostas. Não é certo Pai, e sabemos que Tu foste tão longe para nos dar a Palavra, e assim tantas pessoas grandiosas e piedosas, ao longo dos séculos, morreram para a preservar. Como é trágico se a própria igreja a deixa escapar através de seus dedos. Que pensamento terrível. Ajuda-nos a valorizá-la, a amá-la, a estudá-la, a alimentar-nos dela e ensiná-la. Nós Te louvaremos em nome de Jesus. Amém.

FIM

This sermon series includes the following messages:

Please contact the publisher to obtain copies of this resource.

Publisher Information
Grace to You
Unleashing God’s Truth, One Verse at a Time
Back to Playlist
Unleashing God’s Truth, One Verse at a Time

Welcome!

Enter your email address and we will send you instructions on how to reset your password.

Back to Log In

Unleashing God’s Truth, One Verse at a Time
Minimize
View Wishlist

Cart

Cart is empty.

Donation:
Unleashing God’s Truth, One Verse at a Time
Back to Cart

Checkout as:

Not ? Log out

Log in to speed up the checkout process.

Unleashing God’s Truth, One Verse at a Time
Minimize