Grace to You Resources
Grace to You - Resource

Gostaria de chamar a sua atenção esta manhã para o capítulo 5 versículo 18. Foi aqui onde paramos da última vez e vamos olhar para a vida cheia do Espírito. A vida cheia do Espírito. Obviamente, para qualquer pessoa que seja um cristão, não importa há quanto tempo, você está bem ciente de que este é um texto extremamente importante. Um texto muito familiar, uma área de estudo que dever ser tratada, realmente, por cada crente se ele ou ela querem realmente compreender o que Deus nos pede. Este é um daqueles textos absolutamente cruciais, um locus crucis, se você quiser. Na verdade não há nenhuma área mais importante em toda essa caminhada digna, do que esta realidade em particular. O enchimento do Espírito é essencial para se viver a vida cristã nos padrões de Deus.

Agora você vai se lembrar que eu tenho tentado mostrar-lhe o livro de Efésios como um todo, e algumas vezes eu mencionei que você pode ver o livro de Efésios como um automóvel de alto desempenho, nos capítulos 1, 2 e 3 você tem a descrição do automóvel particularmente com especialização em sua usina de energia. Em outras palavras Deus está dizendo "Como cristão, este é quem você realmente é." E Ele dá esta descrição fenomenal de nossa posição em Cristo nos três primeiros capítulos. Ele descreve a usina de energia que temos, o poder da ressurreição que está disponível para nós todos, a tremenda herança que Deus nos deu, e assim nos capítulos 1 a capítulo 3, versículo 13, temos a grande descrição do crente como se ele fosse um automóvel de alta potência, de alto desempenho. Então observamos no capítulo 3, versículos 14 a 21, que o apóstolo Paulo descreve o que eu gosto de chamar a chave da ignição. Não faz nenhum sentido ter um bom motor de alta potência se você não pode ligá-lo. E assim no capítulo 3, versículos 13 ou 14 em diante, ele fala sobre o interruptor de ignição, como você liga a energia, dando a partida.

Você vai se lembrar que nós falamos sobre sermos fortalecidos com poder pelo Espírito no homem interior, e como Cristo, em seguida, estabelece-se e está em casa em seu coração, e então você começa a entender o amor de Cristo, está cheio de toda a plenitude de Deus, e em seguida você é capaz de fazer tudo muito mais abundantemente, além daquilo que você pode pedir ou pensar. Em outras palavras o poder está começando a fazer funcionar o motor, está começando a se mover, e a chave, para ligá-lo, deve ser habilitada pelo Espírito de Deus, por Cristo e por Deus Pai. E então quando você chega ao capítulo 4, agora que o veículo é descrito e o motor está funcionando, o capítulo 4 nos diz o percurso que devemos realizar. Chamamos a isso de caminhada digna, e Ele nos diz que estamos movendo-nos em um caminho que é digno de nossa vocação.

Este é um veículo fenomenal que temos, e que vai ser conduzido de forma fenomenal em uma estrada muito muito maravilhosa, estrada essa que envolve exclusividade. Somos diferentes do mundo; não percorremos a auto-estrada do mundo. Trata-se de humildade, não do orgulho do mundo. Trata-se de unidade, não da discordância do mundo. Trata-se de amor, envolve luz, envolve sabedoria. E você vai se lembrar que nós falamos sobre essas coisas, andar em unidade, andar em humildade, andar em singularidade, andar em amor, andar na luz e andar – da última vez - em sabedoria. Portanto, este é o caminho que este carro vai percorrer.

Mas no final do livro de Efésios, ele descreve alguns obstáculos. Quando dirigimos este veículo de alta potência, energizado, conduzido por Deus, no caminho que Deus quer que a gente vá, vamos encontrar obstáculos e é por isso que no capítulo 6, versículos 10 e seguintes, ele descreve o fato de que vamos correr para Satanás. Nós vamos encontrar-nos confrontando a perversidade espiritual em lugares altos, principados e potestades e os príncipes das trevas. E a fim de lidarmos com essas coisas todas, vamos ter que ter a armadura de Deus e - versículo 18, do capítulo 6 - vamos ter de orar sempre.

Então, realmente, vemos todo o fluxo aqui de como Deus criou o crente, como sendo um poderoso veículo de alta potência de alto desempenho. Ele está ligado, bem como fortalecido com poder pelo Espírito no homem interior e ele começa a se mover por um caminho que Paulo chama de a caminhada digna, e ele vive em união, humildade, singularidade, amor, luz, e sabedoria, e eventualmente ele vai se deparar com alguns obstáculos que vivem esse tipo de vida e ele vai ter para combater Satanás, se defender e lutar contra Satanás em virtude da armadura de Deus e da arma da oração. Você diz "Bem, como é que essa parte se encaixa?" Bom, eu chamo isso de combustível. Você tem que colocar alguma coisa no tanque. E o que você coloca? O versículo 18 diz o que, "E não vos embriagueis com vinho, no qual há dissolução, mas" - o quê? "enchei-vos do Espírito". Este é o combustível do crente. Este é o combustível. Isto é o que faz com que ele se mova, e ele não faria a menor diferença ter tudo o mais se você não colocasse combustível.

Eu lembro de ter visto a foto em uma revista do agricultor Amish que ganhou um carro, de certa forma, e quando chegou o carro, ele enganchou seu cavalo no pára-choque e montou em grande estilo. Você sabe há um grande número de cristãos que amarra o cavalo da carne ao veículo criado por Deus, feito para ser habilitado pelo combustível do Espírito Santo, e então com o cavalo da carne, eles puxam a coisa. Ouça Deus concebeu você para ser operado ao ser cheio do Espírito e não para estar sendo puxado pelo cavalo da carne. Essa é a mensagem que este versículo quer dizer.

Você tem toda essa energia, poder, recursos e o caminho está definido, a estrada esta definida, a caminhada está definida e para percorrê-lo você deve ser energizado pelo Espírito de Deus. E nesta seção de 5:18 até 6:9 ele descreve como o enchimeno do Espírito de Deus afeta você. Como isso afeta todos os seus relacionamentos. Como isso afeta a sua atitude. Ele fala sobre ser cheio do Espírito, por exemplo, afetando a você mesmo no versículo 19, "falando entre vós com salmos, entoando e louvando de coração ao Senhor com hinos e cânticos espirituais". No versículo 20, "Você vai agradecer." Como isso vai afetar em relação com outras pessoas. Você vai se submeter - no versículo 21 - aos outros. Como isso vai afetá-lo em sua casa, esposas, maridos, - capítulo 6 - filhos. Como isso vai afetá-lo no escritório ou onde você trabalha. O versículo 5, do capítulo 6, fala dos servos e fala sobre senhores. Em outras palavras, a plenitude do Espírito afetará todas as relações com você, afetando a todos os outros em sua casa, no seu trabalho. Este é o combustível que faz com que você vá em frente.

Agora você vai se lembrar também que nós estávamos falando no domingo passado sobre a caminhada sábia - versículo 15. Vamos voltar a isso um minuto. "Portanto, vede prudentemente como andais." Isso significa que você anda com sabedoria, que você anda com uma mente atenta, crítica, exigente, analítica enquanto você olha onde você está pisando. Você anda em sabedoria - não como néscios mas como sábios. E uma caminhada com sabedoria envolve remir o tempo porque os dias são maus. E ele diz "Por esta razão, não vos torneis insensatos" ou estúpidos "mas procurai compreender qual a vontade do Senhor." E então ele vai direto para o versículo 18 "E não vos embriagueis com vinho, no qual há dissolução, mas enchei-vos do Espírito." Agora ouça, pessoal: o elemento final da caminhada sábia é andar cheio do Espírito Santo. Esse é o elemento final. Você será o maior tolo se você atrelar o seu cavalo ao carro. Você será o maior idiota se você tentar arrastar por aí a nova criação de Deus usando o cavalo da carne. Isso é loucura. A sabedoria diz, eu tenho esse recurso tremendo, eu tenho este grande poder, eu vou me deixar ser energizado pelo Espírito, vou me deixar ser cheio do Espírito Santo.

Você sabe é uma espécie de como possuir o veículo da mais alta potência do mundo, possuir a maior companhia de petróleo e nunca se preocupar em colocar o combustível. Você se torna a coisa de maior potência do mundo. Eu já disse isso muitas vezes: Fora a Trindade o cristão é a mercadoria mais vibrante do universo. Não há nada que possa competir com você. A você foi dado o recurso do poder da ressurreição de Deus. Você tem tudo. Esses são os três primeiros capítulos de Efésios. Não só isso você possui a maior fonte de combustível você possui o divino Espírito Santo que vai energizar você. Agora, você está aqui com um veículo de alto desempenho, possuindo a maior companhia de petróleo. Não faz muito sentido se você não colocar o combustível, não é? Essa é a questão. Para viver a vida cristã requer que você seja cheio ou literalmente controlados pelo Espírito Santo, e é aí que você tem que render-se ao Espírito. Agora, nós vamos estar falando sobre isso nas próximas semanas mas antes de podermos chegar à frase que diz ser cheio do Espírito nós temos que passar por aquela que diz não vos embriagueis com vinho, certo? Isso faz parte de um contraste que Paulo está dando. Então vamos falar esta manhã e na próxima semana sobre o que significa a primeira frase "E não vos embriagueis com vinho, no qual há dissolução, mas enchei-vos do Espírito.”

Agora, Paulo apresenta um contraste entre embriaguez e ser cheio do Espírito. Isso é realmente um contraste que é muito claro, parece muito simples assim por cima, mas ainda assim existem algumas verdades profundas. Agora, quando olhamos para esta seção, em particular, dos versículos 18 a 20 ou 21 vemos três coisas. O contraste no versículo 18, a ordem no final do versículo 18 - ser cheio do Espírito Santo - e as consequências, versículos 19, 20 e 21. As consequências são: cantar, ser agradecido e submeter-se, e nós vamos falar sobre isso. E a ordem é "enchei-vos do Espírito" e nós vamos chegar a isso. Mas para esta manhã e da próxima vez, o contraste é "não vos embriagueis com vinho em que há dissolução.”

Agora, toda esta questão de embriaguez, toda esta questão de beber vinho e seja o que for, é um grande problema hoje. É uma grande discussão na igreja. Os cristãos falam sobre isso. Alguns cristãos dizem "Bom, eu não bebo e você não deve beber porque é pecado beber." Alguém vai dizer "Bem, não é pecado beber, Jesus bebeu vinho e bebiam vinho na Bíblia, bebiam vinho no Antigo Testamento, eu só estou sendo bíblico e eu quero ser um cristão bíblico." E outras pessoas dizem, "Bom, a única vez que você não deve beber é se for ofender a um irmão mais fraco e se você estiver tão fraco que não tem desculpa de qualquer maneira. Você deve ser forte agora." Outras pessoasainda dizem,"Bom, não, nós nunca deveríamos beber não temos nenhuma parte nisso. Não bebo, não fumo, não masco fumo, não andamos com meninas que fazem isso" e tudo isso, veja.

E assim você tem todo esse tipo de divergência de um lado, e do outro sobre o que é aceitável e o que não é. E o que eu quero compartilhar com você é tentar lhe dar hoje e na próxima vez - e vou somente lançar a base hoje. Hoje vai ser um pouco de uma base acadêmica e em seguida, da próxima vez, eu vou entrar no que eu chamo lista de vinhos do cristão, isso será para o próximo domingo. E a combinação de ambos, espero, será útil para você. Mas vamos começar de onde estamos bem aqui no versículo 18 e ver onde até onde vai.

"E não vos embriagueis com vinho em que há dissolução." Agora, de uma forma muito clara, para agir como um tolo é preciso estar bêbado. Agora, isso é a antítese da sabedoria. O versículo 15 diz, "Não seja um tolo, seja sábio." O versículo 17 diz, "Não seja insensato, mas faça a vontade de Deus" e versículo 18 diz "E não vos embriagueis, seja cheio do Espírito." Eles estão, na verdade, apenas traçando um paralelo com as mesmas coisas. A maior tolo, a pessoa mais imprudente é a pessoa que fica bêbada. Por outro lado a pessoa mais sábia, que faz a vontade de Deus é a que é cheio do Espírito que, você vê? Ser cheio do Espírito é a vontade de Deus e é sábio; estar bêbado é insensatez e tolice. Então essa é a comparação. Agora, Paulo sabe que o mundo é um mundo bêbado - e isso é verdade – ou seja, o mundo é um mundo de embriaguez. Espanta-me sempre que o álcool é anunciado, você sempre vê os homens com distinção. É associado a ser um homem de distinção. Eles nunca colocam um bêbado babando, deitado na sarjeta, defendendo o álcool. O alcoolismo é um grande problema. E isso, eu tenho certeza, está na mente de Paulo.

Vamos apenas olhar para isso, antes de tudo, a partir deste ângulo. Paulo está dizendo "E não vos embriagueis com vinho, no qual há dissolução, mas enchei-vos do Espírito", talvez em um sentido geral. Como, você sabe, só não fique bêbado, mas enchei-vos do Espírito. No sentido de que se você está visando a alegria e procurando escapar de seus problemas, está de olho na alegria e conforto, não busque isso no fundo de uma garrafa, busque-a no Espírito Santo. Deixe o Espírito Santo ser seu recurso. Agora todas as pessoas procuram alegria, todo mundo procura alegria, ninguém quer ser miserável o tempo todo. As pessoas querem ser felizes – e, tudo bem. Deus quer que você seja feliz. Deus não é um desmancha-prazeres cósmico. Ele não sai por aí dizendo "Tem alguém se divertindo ali - pega ele" vê? Ele não faz isso. Deus não tem grande desejo de literalmente inundá-lo com o julgamento. Deus quer que você seja feliz.

Quando Jesus apresentou sua primeira mensagem em Mateus 5, como temos dito, Ele começou dizendo feliz ou abençoado ou bem-aventurado o homem, feliz é aquele, bem-aventurado é aquele, bem-aventurado aquele outro. Jesus quer que sejamos felizes. Eclesiastes, o pregador, olha para a vida e diz "Há um tempo para rir." O Velho Testamento diz "O coração alegre serve de bom remédio." Deus quer que conheçamos a alegria. Jesus disse "Minha alegria vos dou." João, 1 João 1:4 "Estas coisas, pois, vos escrevemos para que a nossa alegria seja completa." Paulo, "Alegrai-vos sempre e outra vez digo, alegrai-vos". E as Escrituras nos Salmos dizem que as pessoas gritavam de alegria e que havia a plenitude da alegria. No dia do nascimento do Senhor havia grande - havia boas novas de grande alegria e Deus quer que sejamos felizes, Deus quer que sejamos alegres mas Deus quer que encontremos o recurso da alegria no lugar certo, não no lugar errado não de maneira artificial.

O que acontece na sociedade é que as pessoas querem ser felizes, e quando as circunstâncias tornam-se tão miseráveis, eles próprios entram em um estado de estupor de modo que não tenham que enfrentar as suas circunstâncias. Lembro-me de um garoto que me disse que foi totalmente bombardeado com drogas, eu disse "Será que isso responde às suas perguntas?" Ele diz "Não, mas pelo menos eu não tenho que fazê-las. Eu nem me lembro o quais eram." E isso é um tipo de fuga, o mundo chama de alegria. Você vê, ele está buscando alegria e felicidade de uma forma artificial. As pessoas querem conforto. Eles têm problemas. E eles escapam dessa forma.

Há um tipo de coisa que eu já vi, e é um licor, é scotch eu acho, é chamado de Southern Comfort (Conforto do Sul). Ouça, isso não é conforto, isso vai levar você mais para o sul, mais para baixo. Mas eu estou sempre espantado com a forma como eles vendem Southern Comfort. Ouça o que Paulo está dizendo? Quem é o Consolador? Quem é esse? O Espírito Santo. O Espírito é o Consolador e ele está dizendo que se você quer conforto, se você quer alegria, então procure onde ele realmente existe, não no fundo de uma garrafa que é tão artificial, e de repente quando isso acabar todos os problemas voltam novamente. É por isso que a Bíblia diz "Lançando sobre ele toda vossa ansiedade porque ele tem cuidado de vós."

Intoxicação nunca é o remédio para os cuidados da vida. Intoxicação nunca é o remédio para as preocupações da vida. Tudo o que faz é adicionar uma outra preocupação. Tudo o que faz é adicionar mais problemas. E, aliás, gostaria de acrescentar neste ponto que o alcoolismo não é uma doença é um pecado. Ele acabará por se tornar um elemento da doença na medida em que afetar o corpo. Mas alcoolismo e ser um bêbado de acordo com a Bíblia é um pecado. É a manifestação da depravação. É um pecado e ele precisa ser confessado e tratado como um pecado. Se você quiser alegria indizível e cheia de glória em sua vida se você quiser conforto além do conforto que o mundo pode sonhar, então Paulo diz "Enchei-vos do Espírito." Não busque as respostas na garrafa, elas não estão lá. Isso só agrava o problema. E sempre que você olha para a Bíblia e você fala sobre embriaguez, é sempre com um mau resultado.

Cada ilustração de embriaguez na Bíblia é um desastre. Não há nenhuma coisa boa nela. Ela nunca vai fazer nada melhor. Isso nunca vai resolver qualquer problema. Noé ficou bêbado e em sua nudez ele agiu sem pudor. Ló ficou bêbado e suas filhas cometeram incesto com ele. Nabal ficou bêbado e em um momento crucial Deus tirou sua vida. Elá ficou bêbado e ele foi assassinado por Zimri. Ben-Hadade e todos os seus reis aliados ficaram bêbados e eles foram abatidos. Apenas Ben-Hadade foi poupado e isso foi um pecado para poupá-lo. Belsazar - em Daniel 5 - reuniu-se em uma grande festa e diz que eles beberam vinho e louvavam os deuses de ouro, de prata, de bronze, de ferro, de madeira e de pedra e no meio da briga de bêbados o reino foi dividido sob Belsazar. Os coríntios estavam bêbados e em sua embriaguez profanaram a mesa do Senhor e Deus deixou alguns deles doentes e alguns deles Ele executou. Você vê, a embriaguez é sempre associada, na Bíblia, com coisas terríveis vida desenfreada, a imoralidade, comportamento dissoluto comportamento imprudente selvagem.

Você vê a embriaguez associada ao comportamento sexual hoje, imoralidade. Você vê a embriaguez com o comportamento desenfreado imprudente. Eu vi um bêbado em uma situação que eu estava envolvido onde um sujeito estava literalmente colocando um lugar em pedaços e eu estava tentando impedi-lo e ele estava jogando garrafas de Jack Daniels diretamente em mim que se quebravam nas paredes. Eu estava incapaz de fazer qualquer coisa. Simplesmente fora de controle. Eu já vi pegarem bêbados e colocá-los em camisa de força. Eu os vi amarrá-los e levá-los para hospitais. A Bíblia mostra que está associado com esse tipo de coisas. Embriaguez está sempre associada a coisas trágicas. É por isso que nos diz isso explicitamente que, se um homem for um líder na igreja, se ele for um ancião, ele não deve ser alguém que prolonga por muito tempo ao lado de seu vinho. Ele não tem lugar nesse tipo de vida. Embriaguez desqualifica um homem de qualquer tipo de serviço espiritual, completamente - completamente. Pedro diz, "Você costumava viver assim." 1 Pedro 4 "Porque basta o tempo decorrido para terdes executado a vontade dos gentios, tendo andado em dissoluções, concupiscências, borracheiras, orgias, bebedices e em detestáveis idolatrias." Você vê, isso tudo vai junto, que tudo se encaixa, toda essa idolatria abominável, todo esse excesso da atividade sexual, tudo se encaixa com a embriaguez. E aliás, a embriaguez indica uma pessoa que não pertence ao reino.

Primeira Coríntios capítulo 5 nos diz, "Mas, agora, vos escrevo que não vos associeis com alguém que, dizendo-se irmão, for impuro, ou avarento, ou idólatra, ou maldizente, ou beberrão, ou roubador." Se uma pessoa que se diz cristã é um bêbado você não deve nem mesmo se associar com ele. No versículo 10, voltando um pouco, se ele está no mundo e ele é um desses tipos de pessoas, você precisa ir até ele e levar o evangelho. Mas então quando a salvação vem - capítulo 6, versículo 9 - "Ou não sabeis que os injustos não herdarão o reino de Deus?" Ele diz, "Não vos enganeis: nem impuros, nem idólatras, nem adúlteros, nem efeminados, nem sodomitas, nem ladrões, nem avarentos, nem bêbados, nem maldizentes, nem roubadores herdarão o reino de Deus." Em outras palavras a igreja deve ser preenchida com ex-bêbados. Mas se há bêbados na igreja, se há o que chamamos hoje alcoólatras na igreja que ainda estão bebendo, que ainda estão fazendo isso, que ainda estão bêbados, então eles não são cristãos ou estão alegando ser cristãos e devem ser dissociados de nós.

Agora só Deus sabe. É possível para uma pessoa ser um cristão e ser bêbado, com certeza. Mas Paulo disse que os bêbados não herdarão o reino. Agora eu não estou dizendo que se você ficar bêbado você perde a sua salvação, eu só estou dizendo que, geralmente, a verdade é que um cristão não fica bêbado. E se você diz, "Bom, eu me tornei um cristão e isso não teve efeito sobre meu hábito de beber", então eu digo "De acordo com o que Paulo disse você não é um cristão. Você pode ser um cristão e talvez escorregar de volta para isso, mas eu acho que se você veio a Jesus Cristo isso teria que ter promovido uma mudança em sua vida." Ah, talvez em algum momento mais tarde, quem sabe. - sabe conheci pessoas que eram cristãs e em algum momento em sua vida elas começaram a beber, e se enfiaram nessa coisa, um pecado mais tarde em sua vida. Coisa trágica. Eu não sei se eles nunca foram salvos talvez eles fossem. Eles caíram no pecado e por vezes o Senhor até mesmo abreviou suas vidas. Só Deus sabe se você é um cristão ou não, se você estiver fazendo isso, mas a declaração da Escritura diz que se você está fazendo isso se você for caracterizado como um bêbado você não está no reino. Mas em seguida - na mesma passagem também diz que é possível que alguém que alega ser um cristão faça isso. Só Deus sabe a diferença. É melhor examinar a si mesmo.

Isso é o que venho dizendo atravésde todo nosso estudo: É melhor examinar a si mesmo se você tem um problema nesta área se você é realmente um cristão. E deixe-me acrescentar o seguinte Se você tiver um problema nesta área Deus pode libertá-lo. Eu creio nisso. Acredito que se você está realmente cheio do Espírito Santo você terá a alegria, o conforto e as soluções que você procura e você não vai precisar dessas coisas. Acredito que, ainda que os seus pecados sejam como a escarlata, eles podem tornar-se brancos como a neve, e ainda que sejam vermelhos como o carmesim se tornarão como a lã, creio que Deus pode transformá-lo. Eu vi muitas pessoas que tiveram um problema parecido e Deus pôde transformá-las rapidamente. Se você se rendeu a Ele, se a sua conversão é real.

Assim Paulo está dizendo aos Efésios e para nós, "Olha você tem um tipo de vida mais elevado. Não busque a sua alegria e euforia no fundo de uma garrafa você obtê-la no maravilhoso Espírito Santo.” Mas ouça, esse não é o principal significado do que ele está dizendo. Isso foi apenas uma pequena parte. O principal significado do que ele está dizendo eu vou dar a você agora e eu quero que você escute isso. O principal impulso de Paulo aqui é religioso. É religioso. Ele está falando sobre sistemas de religião.

Agora, isso pode surpreendê-lo, então ouça. A embriaguez estava associada com a religião pagã. Os pagãos acreditavam que para ter comunhão com os deuses você tinha que se embriagar para chegar ao mais alto nível de comunhão com os deuses. Isso era o que chamavam de religião de mistério. Estas são as raízes dos sistemas religiosos mitológicos romanos e gregos. E eles acreditavam que você podia comungar com os deuses através do êxtase. Esses eram os frenesis e os êxtases, os dervixes rodopiantes, a auto-hipnose, as coisas demoníacas que que tinham andamento, eles chamavam de êxtase "ekstasia" e "enthusiasmos" - entusiasmos. E eles se viam metidos em um frenesi literal e um banho emocional. E, além disso, eles bebiam e bebiam e bebiam até qficarem bêbados e pensavam que isso os elevava para o nível de comunhão com os deuses.

Isso não é diferente do que ouvimos hoje. Desde Timothy Leary, as pessoas têm dito que se você ficar sob efeito de drogas ou de álcool chega a um nível maior de consciência, sua consciência é elevada e você pode literalmente comunicar de uma forma religiosa em um nível superior. Você ouve os místicos falarem sobre isso, defensores do misticismo oriental dizem isso, os defensores do ocultismo defendem isto, todos os tipos de religiões místicas defendem isso. Há pessoas envolvidas nisto porque elas acreditam que as eleva a um nível superior de consciência religiosa. Isso não é novidade. Pertence à história do paganismo, é exatamente do jeito que costumava operar.

Agora, deixe-me dizer-lhe como isso surgiu em termos da cultura da igreja de Éfeso, e como isso se relacionava com eles. O grande deus da mitologia grega era um deus que nós conhecemos como Zeus, e Zeus foi o grande deus poderoso, um deus que era grande e poderoso. E Zeus de alguma forma implantou seu potencial produtivo em Sêmele. Agora eles fizeram isso sem nunca se encontrarem porque ninguém poderia olhar para Zeus, porque eles seriam imediatamente incinerados por sua glória. Você vê, isso soa como uma falsificação satânica de Deus Pai. E assim Zeus e Sêmele nunca se conheceram mas estava carregando em seu ventre este filho de Zeus e Sêmele decidiu que ela tinha o direito de ver o pai. Então ela entrou na presença de Zeus e foi imediatamente incinerada em sua presença. E Zeus pegou o corpo do bebê desde o ventre ainda por nascer e costurou-o em sua coxa. Você entende isso? Zeus costurou isso em sua coxa e levou o bebê em sua coxa até o momento em que ele nasceu.

Agora, você não ouviu nada ainda. O deus criança então nasceu e foi destinado por Zeus que este deus criança deveria se tornar o governante do mundo, do planeta Terra. Este deus iria governar o planeta Terra. Bom, já houve alguns seres sub-deuses na terra, segundo a mitologia grega, chamados Titãs, e os Titãs foram os filhos da terra. Eles meio que percorriam a terra. E quando viram que este filho de Zeus ia descer e assumir eles ficaram muito chateados. Então eles tomaram o bebê e o rasgaram membro a membro e o comeram. Mas Zeus resgatou o coração, engoliu o coração e deu à luz o bebê.

Agora, amigos, isso é o que eu chamo o tipo de coisa estranha, mas é o que ensina a mitologia grega. Eu tenho que partir de uma fonte direta. Então finalmente depois de Zeus ter engolido o coração, a criança renasceu. Ele nomeou a criança de Dionísio. Agora isso é importante porque esse nome aparece na religião grega, nas antigas religiões das religiões de mistério da Babilônia uma e outra e outra vez. Dionísio é um nome muito familiar. Se você ler alguma coisa sobre mitologia grega você verá o seu nome em todos os lugares. Ele era o deus número um da terra. E Dionísio nasceu. Agora Zeus estava bravo com os Titãs então ele disparou raios sobre todos os Titãs. Eles foram reduzidos a cinzas e dessas cinzas veio a raça humana. Então agora você sabe a história toda.

Agora, Dionísio estava então, no controle da terra, diziam os gregos, e enquanto Dionísio estava no controle da terra ele começou a desenvolver uma religião, e a religião que ele desenvolveu foi esta religião de ascendência, onde os seres humanos surgiram das cinzas dos Titãs incinerados. Estes seres humanos podiam subir para um nível de consciência divina. Eles poderiam subir para comungar com os deuses, e era uma religião de êxtase as emoções. Era uma religião onde havia música selvagem, e os escritores antigos dizem que havia "uma dança louca onde havia perversão sexual e que no final todos eram induzidos à embriaguez." Tudo bem? E eles todos se reuniam, começavam com a música, em seguida a dança e o frenesi continuava. Em seguida eles faziam algumas mutilações humanas de partes genitais. Eles adoravam o falo. Eles se envolviam em todo esse tipo de coisa e quando eles começavam a dançar e beber e ficarem embriagados, eles chegavam a um ponto alto onde comiam a carne crua do touro místico que era trazido, e finalmente eles tinham um grande conclave de vozes em que chamavam a Dioniso com esta frase "Vem tu Salvador.”

Essa era sua adoração. Era reconhecida por sua música, este culto, por sua dança louca, pelos seus êxtases, seus entusiasmos, suas perversões sexuais e tudo era induzido pela embriaguez. E Dionísio ficou conhecido como "o deus do vinho." O deus do vinho. Assim você pode ver que o núcleo de todo este conceito de embriaguez é uma falsificação vil pagã da verdadeira religião. E quando Paulo está dizendo "Veja, não vos embriagueis com vinho" ele não está simplesmente lidando com um problema social ele está lidando com uma teologia. Ele está lidando com algo mais profundo do que apenas um pouco de diversão e jogos. Esta é a falsificação de Satanás, esta é a maneira de Satanás capturar mentes e corpos em seu sistema através deste método de embriaguez.

Dionísio ficou conhecido como o deus do vinho. Você sabe qual era o nome romano para ele? Em grego é Dionísio, o nome latino para ele é Bacchus, o mesmo, o mesmo deus Baco. Você já ouviu falar de uma festa bacanal, essa é uma festa de bêbados. Baco é o deus do vinho. Se você conhece alguma história romana, você sabe que Baco era o jovial deus alegre do vinho que tinha as ninfas, todas pequenas mulheres engraçadas, pequenas coisas brancas frágeis engraçadas e os sátiros, todos tocando flautas, sabe, as ninfas, os sátiros e o deus alegre do vinho, Baco, nada mais era do que o equivalente romano Dionísio. E o culto era o mesmo.

Quando eu tive a oportunidade de ir, há alguns anos atrás, à terra santa fui a países árabes, para o Líbano, para Beirute, a Síria a Jordânia e assim por diante e fomos para o ponto mais oriental a do antigo Império Romano que era uma cidade chamada Balbek ou Baalbek em homenagem a Baal e eles construíram templos incríveis, templos simplesmente, absolutamente surpreendentes com enormes, longos pedaços sólidos de pedra que se apoiavam no topo das colunas. E há três templos principais em Baalbek bem no meio, e eles estão todos na mesma área. Lá destaca-se entre os três um que é o melhor remanescente, o templo de Baco, este deus, Dionísio, o deus do vinho. E as pessoas lá estavam nos dizendo que este era o lugar onde as pessoas se reuniam para sua religião.

Os três templos diferentes significavam três elementos diferentes das mesmas expressões de culto mas culminava no templo de Baco. E quando você se aproxima dele, você vê essas colunas e parapeitos enormes e todas essas formas de pedra e elas são esculpidas intricadamente, e você realmente não sabe o que é até você chegar muito próximo e então, de repente, você percebe que são todas videiras com folhas e uvas penduradas nele. Todo o templo é literalmente coberto apenas com uvas e vinhas porque esse era o impulso de sua expressão de adoração. Era a embriaguez. Eles ainda estavam nos dizendo que eles fizeram o lugar de modo que o excesso de vinho, o derrame, e o que eles literalmente vomitavam, tinha um caminho para escoar e fluir para fora. Por isso era uma orgia bêbada. Eles tinham envolvimento sexual nisso e assim por diante.

Esta é a coisa que está por trás das cenas do que Paulo está dizendo aqui, pra você ver. Não é apenas social; é teológico. Ele está dizendo a esses Efésios "Seu contexto é o de um lugar onde você conversa com os deuses através da embriaguez, mas eu estou dizendo para você, se você quiser realmente ter comunhão com Deus seja cheio com" - o quê? "Seu Espírito." Essa é uma grande verdade, não é? Esse é realmente o coração do que ele está dizendo. E é isso que ele está dizendo para nós. Nós não precisamos do material artificial do mundo. Se você quiser ser elevado para o nível mais alto de consciência religiosa, basta entrar na presença de Deus através do enchimento do Espírito.

Sabe, essa mesma corrupção estava por trás da igreja de Corinto, também. Veja 1 Coríntios comigo por um minuto, capítulo 10. Com efeito, todo o problema da igreja de Corinto era que eles nunca foram capazes de isolar-se do sistema do mal. Eles nunca foram capazes de divorciar-se do mundo. Quaisquer que fossem as corrupções que tinham conhecido no paganismo, eles conseguiram de alguma forma arrastar para dentro da igreja. Se eram facciosos em sua vida pagã, eles eram facciosos em sua igreja. Se eles eram adoradores de heróis em sua vida pagã, eles eram adoradores de herói em sua igreja. Se eles ficaram fascinados com certos filósofos em sua vida pagã, eles ficaram em sua vida da igreja. Se eles processavam uns aos outros em sua vida pagã, eles processavam uns aos outros em sua vida da igreja. Se eles eram orgulhosos, egoísta e indiferentes em sua vida pagã, isso é o que estavam fazendo na igreja. Se eles não sabiam como fazer um casamento funcionar em sua vida pagã, eles pareciam não ser capazes de fazê-lo quando entravam na igreja, também. Se eles tivesseam problemas com a carne oferecida aos ídolos em sua vida pagã – tinham o mesmo problema quando se tornavam crentes. Se eles não sabiam o que fazer com os dons do Espírito, se eles não conheciam os verdadeiros dons do Espírito na Igreja, era porque todos eles estavam corroídos e corrompidos pelo paganismo.

E você nunca vai entender o significado de línguas ou profecias ou qualquer coisa em 1 Coríntios 12-14 a menos que você entenda o que estava acontecendo no mundo pagão, nos bastidores. Essa foi toda a confusão. Tudo foi falsificado na igreja de Corinto. A coisa toda estava sendo mexida porque eles arrastaram seu paganismo direito para dentro da igreja, e ao arrastar seu paganismo eles corrompiam tudo.

Agora, na igreja primitiva e na igreja de hoje, qual foi a única ordenança, a mais bela recordação que Deus deu à igreja que é o mais elevado ato de adoração? Qual é? É a ceia do Senhor, não é? Aquilo para o qual nosso Senhor Jesus Cristo foi enviado, para elevar-nos à Sua própria presença. Aquilo que o Senhor designou para nos lembrarmos Dele. Aquilo que o Senhor designou para termos comunhão com Ele, foi a Sua mesa. E o Coríntios, você vê, eles foram usados para ter comunhão com os deuses através da embriaguez, por isso quando eles vinham para a mesa do Senhor acho que o que eles traziam era - embriaguez.

E assim Paulo está realmente se aproximando este assunto no capítulo 10, versículo 16. Ele lhes diz, "Porventura, o cálice da bênção que abençoamos não é a comunhão do sangue de Cristo? O pão que partimos não é a comunhão do corpo de Cristo? Porque nós, embora muitos, somos unicamente um pão, um só corpo; porque todos participamos do único pão." Em outras palavras o que ele está dizendo é, "Ei, nós somos todos um. Nós participamos de um só pão um só sangue um só corpo." Agora essa é a base de sua questão, esta unidade. Então ele continua a dizer - no versículo 20 - "Antes, digo que as coisas que eles sacrificam, é a demônios que as sacrificam e não a Deus; e eu não quero que vos torneis associados aos demônios. Não podeis beber o cálice do Senhor e o cálice dos demônios", você vê? Você não pode fazer as duas coisas. Por quê? Volte ao versículo 16, porque estamos em comunhão com Cristo, em um só corpo. O versículo 17, como um só pão e um só corpo. Você não pode dividi-lo dessa forma. Você não pode levar Cristo e ter comunhão com Seu cálice, atropelar isso ficando cego e bêbado, e adorara um ídolo demoníaco. Você não pode fazer isso. Você não pode ser - versículo 21 diz - participante da mesa do Senhor e da mesa dos demônios. Não - você não pode misturar as coisas. Você vai provocar o Senhor à ira e é melhor você ser mais forte que ele se você fizer isso.

Você vê, essa era a questão toda. Eles bebiam o cálice do Senhor que fera o amável cálice da Comunhão, lembrando Cristo; depois iam beber do cálice dos demônios que era a embriaguez, pensando que estavam alcançando um nível mais elevado de consciência religiosa através da embriaguez. E o nosso Senhor estava dizendo que você pode alcançar o mais alto nível de percepção religiosa espiritual, tomando simplesmente o cálice da comunhão. Que contraste bonito!

Bom, vá até o versículo 19 do capítulo 11 e é aqui onde se torna claro que isso é o que eles estavam fazendo. Ele diz que deve haver heresias entre vocês, deve haver heresias, e vocês devem revelarar, sabe, o que é verdade e o que não é. Mas olhe para o versículo 20 "Quando, pois, vos reunis no mesmo lugar" - aqui a tradução grega - "não é a ceia do Senhor que comeis." Quando vocês vêm juntos, vocês podem chamá-la de a Ceia do Senhor e podem dizer, tudo bem, todos, vamos ter comunhão agora. E você pode dizer que é isso, mas não é isso, porque ao comer, todo mundo pega antes do outro a sua própria ceia, isso é gula e deixa as pessoas com fome e outros se embriagam. Em outras palavras o que você está fazendo não é a Mesa do Senhor é a mesa dos demônios. Você está fazendo isso da maneira que você costumava fazer no paganismo.

Você vê, isso estava por trás das cenas aqui, esse era o problema aqui. Ele está contrastando uma falsificação satânica com a realidade divina de adoração verdadeira e verdadeira comunhão. E eu quero que você veja o que ele está dizendo às pessoas. Ele está dizendo para não adorarem a Deus da maneira que costumava fazer. Agora, isso não bate com a nossa cultura, porque nós não costumamos adorar a Deus através da embriaguez - eu espero. Talvez, alguns de vocês, vieram de algum misticismo onde ficavam sob o efeito de drogas e pensavam que estavam recebendo algum nível elevado de consciência religiosa, eu não sei. Mas isso é o que ele estava dizendo aqui, porque os Efésios tinha esse sistema religioso falsificado e ele está dizendo para virem à pureza. Não deixe que nada falsifique o que o Espírito quer fazer. Não deixe que nada falsifique o que Deus pode fazer através do enchimento com o Seu Espírito. Que tremenda verdade é esta! Apenas uma realidade fantástica. Que nós não precisamos de qualquer coisa do mundo. Sabe, Satanás é o macaco de Deus e ele sempre vai acrescentar alguma coisa artificial, falsa alegria, comunhão falsa. Agora eu acho que isso é exatamente o que Paulo está falando em Efésios.

Agora, você pode olhar para trás em Efésios 5. Deixe-me mostrar-lhe algo interessante. A razão pela qual eu acho que essa é uma questão religiosa aqui, é por causa do contexto. Quando estavam envolvidos nessas religiões pagãs e ficavam bêbados, eles entravam em sua liturgia. Quando eles ficavam bêbados eles começavam com seu cântico, sua dança e sua atividade selvagem, e isso é o que está na mente de Paulo e que é indicado pelo fato de que ele, depois do versículo 18, segue com a verdadeira liturgia cristã no versículo 19. A verdadeira liturgia cristã é para falar entre vocês com salmos, hinos e cânticos espirituais, cantando e louvando de coração ao Senhor e em seguida dando sempre graças por tudo a Deus o Pai, em nome do Senhor Jesus Cristo e submetendo-se uns aos outros no temor de Deus. Você vê, ele está contrastando a liturgia espiritual real com a falsidade que Satanás tinha inventado. Esse é o seu ponto. Bom, eu acho que você consegue ver isso.

Você não é um homem distinto quando você fica bêbado. Você não se distingue, de forma alguma. Você fica bêbado; você não é diferente de qualquer coisa. Você está apenas repetindo a mentira milenar de Satanás e não há civilização no mundo que não tenha inventado uma maneira de ficar bêbada porque Satanás está por trás disso o tempo todo. Eu dirigi pelas estradas nas selvas do Equador e observava os índios cambalearem de um lado para outro com coisas que eles faziam, de algum tipo de material que eles moiam com os pés, e empurravam com pedras e todas as culturas que jamais conheci. Eu já vi isso no mundo árabe. Eu já vi isso em todo o lugar. Em todos os lugares que eu já tinha, cada cidade que eu já estive. Os povos antigos. Eu acho que é parte da maldição. Eu acho que quando Deus amaldiçoou a terra, tornou-se possível, ao fruto da terra, ser corrompido ao ponto em que Satanás poderia usá-lo para destruir.

E assim Paulo diz "Não vos embriagueis com vinho em que há dissolução." Eu poderia dizer uma palavra sobre a palavra "dissolução"? Asōtia. Significa dissipação descontrolada. Dissipação descontrolada. Não fique bêbado pois leva à dissipação descontrolada. E outra maneira de traduzir asōtia é com a palavra "libertinagem". Devassidão. Mas enchei-vos do Espírito. Que contraste bonito! Ah, que contraste bonito e simples.

Olhe para sua vida. Pelo que ela controlada? Onde você encontra a sua alegria? Onde você encontra a sua alegria? Onde você encontra o seu conforto? Em uma garrafa? Ah, isso é tão artificial. Agora alguém pode dizer "Bom, ele diz não se embriague, mas e se você beber e não se embriagar? E sobre isso? "Bom, isso fica para a próxima vez. E no próximo domingo de manhã eu vou lhe dar sete princípios pelos quais você pode saber o que você deve fazer em relação a este assunto. Vamos orar.

Obrigado Pai, por nos ajudar nesta manhã em termos alguns discernimentos sobre a Tua Palavra. Senhor, a minha oração é que este pequeno versículo escondido quase inclassificável no meio desta carta tenha um impacto em nossas vidas como nunca teve antes. O que Tu estás realmente dizendo é que tens um recurso totalmente novo de alegria de conforto, de alegria de realização na comunhão com Deus que o mundo jamais conheceu e é o enchimento do Espírito Santo. O mundo quer encher-se com tantas coisas. Vinho, álcool, dinheiro, prazer, posses. E Tu simplesmente disseste para encher-nos com o Espírito e ficarmos desse jeito, que a Tua resposta não será a falsidade e as ressacas que o mundo tem, mas que estejamos falando entre nós com salmos hinos e cânticos espirituais, cantando e louvando de coração ao Senhor, dando graças e submetendo-nos uns aos outros, amando seus maridos, suas esposas e cuidando de seus filhos e todas essas coisas que fluem deste texto.

Pai, ajuda-nos a conhecer a simplicidade do que é para ser controlado por Teu Espírito. E ajuda-nos a conhecer isto mais que qualquer outra coisa. Teu desejo é o de nos encher com Teu Espírito e tudo que pedes é que esvaziemo-nos de nós mesmos para que o Espírito possa correr pelo vácuo e encher-nos. Assim podemos ter comunhão contigo, podemos alcançar níveis de consciência espiritual inimagináveis, assim podermos saber o que é para ser preenchido com toda a plenitude de Deus, podermos compreender como podemos fazer tudo muito mais abundantemente além de tudo o que pedimos ou pensamos, segundo o poder que em nós opera. E Senhor como estamos ansiosos para na próxima vez falarmos sobre toda esta questão se o cristão pode beber, ajuda a preparar nosso corações para o que diz a Tua Palavra. Agradecemos por nossa comunhão esta manhã. Em nome de Jesus amém.

END

This sermon series includes the following messages:

Please contact the publisher to obtain copies of this resource.

Publisher Information
Grace to You
Unleashing God’s Truth, One Verse at a Time
Back to Playlist
Unleashing God’s Truth, One Verse at a Time

Welcome!

Enter your email address and we will send you instructions on how to reset your password.

Back to Log In

Unleashing God’s Truth, One Verse at a Time
Minimize
View Wishlist

Cart

Cart is empty.

Donation:
Unleashing God’s Truth, One Verse at a Time
Back to Cart

Checkout as:

Not ? Log out

Log in to speed up the checkout process.

Unleashing God’s Truth, One Verse at a Time
Minimize