Grace to You Resources
Grace to You - Resource

Bom, como você sabe, o padrão de ministério aqui na Grace Church, ao longo dos anos, tem sido o de passar pelos livros da Bíblia, e atualmente devemos estar no evangelho de Lucas e voltaremos a ele no próximo dia do Senhor, eu acho. Mas, de tempos em tempos, há questões que são críticas para nós entendermos, que precisamos lidar em um nível bíblico, e vimos isso no último dia do Senhor e hoje. E o assunto em questão é, os pagãos podem ser salvos sem o evangelho? Eu tentei introduzir isso algumas semanas atrás como uma questão muito importante hoje. Eu reforcei isso no último dia do Senhor e começamos o que é essencialmente um estudo em duas partes, e eu quero continuar hoje com algumas desculpas para aqueles de vocês que não estavam aqui na semana passada. Eu o incentivaria a obter a fita que está disponível esta manhã, porque esta é uma questão crítica, crítica. E também isso não vai ser realmente como um sermão; isso vai ser mais como lhe dando apenas alguns destaques das escrituras, pertinentes, para que você possa compreender a questão que está diante de nós no que diz respeito ao evangelho.

E só talvez um comentário antes de eu realmente entrar no que eu tenho preparado para dizer a você. Se Satanás quer fazer o maior dano à igreja então ele precisa confundir a igreja sobre o evangelho, porque se não sabemos o que é o evangelho, então somos realmente ineficazes no mundo, e ele fez um trabalho muito bom ao longo dos anos. A confusão sobre o evangelho reina não apenas no liberalismo e falsas formas do cristianismo, mas a confusão sobre o evangelho existe dentro do mundo evangélico, entre aspas, hoje. De fato o evangelicalismo saltou suas fronteiras tradicionais e se tornou tão amorfo que precisava de uma nova definição. Mas dentro da grande estrutura do termo amorfo "evangélico" há uma grande confusão sobre o evangelho.

Como se isso não fosse ruim o suficiente, Satanás adicionou outro nível de confusão. Não só não entendemos realmente o que é o evangelho, mas também não estamos certos de que precisamos pregar o evangelho, porque nos dizem hoje que as pessoas podem ser salvas sem o evangelho, sem o conhecimento de Jesus Cristo, sem a Bíblia. E assim não só está confuso sobre o evangelho mas agora confuso também sobre a grande comissão, a igreja está tendo seu grande poder eliminado. Então, nós falamos sobre o que o evangelho é, em uma série sobre a libertação. Você se lembra disso - eu acho que seisforam mensagens definindo o que realmente significa ser um cristão. E agora eu queria dar a vocês essas duas mensagens em que os pagãos podem ser salvos sem o evangelho. Na última edição que veio esta semana da "Christianity Today" eu estava lendo ontem e há um parágrafo, em um artigo específico, que sugere que não vamos discutir e argumentar sobre se Deus vai salvar as pessoas sem o evangelho, mas simplesmente vai para outras coisas.

Bom, realmente não há outra coisa tão importante quanto pregar o evangelho. Não é algo trivial. Não é algo que poderia ser reduzido a evasivas. Se pregamos ou não o evangelho é uma matéria muito crítica, e se Satanás pode trivializar uma compreensão clara da teologia do evangelho, e trivializar nossa compreensão da necessidade de pregar o evangelho, então alcançou uma vitória imensa. E assim vamos lutar nesta série, e vamos deixar bem claro a partir da Escritura sobre se as pessoas pagãs podem ou não ser salvas sem o evangelho. O próprio Jesus disse que a porta para o Reino eterno é estreita - estreita, Mateus 7 - e poucos há que a encontrem. Aqueles que defendem este tipo de salvação universal através de muitos meios e muitas religiões, são difíceis de se ajustarem a Mateus 7, onde Jesus claramente diz que a porta é muito, muito estreita; é difícil de encontrar e é muito estreita para que poucos a encontrem e poucos entrem por ela.

É claro que o Novo Testamento continua dizendo que as únicas pessoas que entram na igreja o fazem porque creem e abraçam o evangelho de Jesus Cristo. Elas devem saber sobre Deus. Devem saber sobre Cristo. Devem saber o que Ele fez. Devem crer nisso e abraçá-lo. Visto que isso é verdade, claramente a Escritura e o próprio Senhor nos ordenaram, na grande comissão, a levar o evangelho a toda criatura, levar o evangelho a cada pessoa na terra em cada geração. E essa grande comissão tem sido o mandato da igreja, o dever da igreja e a paixão da igreja desde o Pentecostes. Mas há esta nova onda de teologia hoje - ou eu acho que a ressurreição de uma velha onda de teologia - que quer remover este dever, remover a necessidade da grande comissão, afirmando que as pessoas não precisam da Bíblia e talvez nem precisem saber sobre Jesus Cristo ou o evangelho para serem salvas. Esta ideologia na semana passada eu rotulei, como alguns a rotularam, é a teologia natural; Que o homem por meios naturais - que é a intuição humana a razão humana - pode ascender ao conhecimento de Deus. Ele não precisa de uma revelação sobrenatural descendo; uma razão natural subindo é suficiente. E ele pode com sua razão natural e sua inclinação religiosa natural ascender a um conhecimento salvador de Deus, mesmo sem a Bíblia e sem o evangelho, e sem qualquer conhecimento de Jesus Cristo. Ele experimentará algum tipo de fé e algum tipo de comportamento que Deus aceitará como um esforço bastante bom, dado o fato de que ele não conhece o evangelho.

E eu mostrei a vocês que não só a Igreja Católica Romana afirmou isso, mas agora também está sendo afirmada no quadro dos líderes no evangelicalismo. Dizem que as pessoas podem ser salvas em muitos contextos de religião, ou em nenhuma religião, se elas fizerem o melhor que podem com as informações que têm e com sua inclinação natural. Isso também é rotulado por alguns evangélicos como a visão de misericórdia mais ampla que diz que a misericórdia é mais ampla do que pensamos. Nós pensamos que a misericórdia de Deus pode ser confinada àqueles que crêem no Senhor Jesus Cristo, mas há uma misericórdia mais ampla que inclui aqueles que não sabem nada sobre a Bíblia ou Jesus Cristo. Se eles fizerem o melhor possível com o que eles têm, eles vão ficar bem. Agora isso não só ataca a singularidade do Deus trino - é somente na Bíblia que você encontra Deus como uma trindade - isso não só ataca o nascimento virginal, a encarnação, a impecabilidade de Cristo, Sua morte e expiação substitutiva, ressurreição, ascensão, intercessão e Segunda Vinda, como se fossem apenas uma entre muitas maneiras de Deus; destrói, portanto, a singularidade da Escritura. Isso torna a Bíblia apenas uma dentre muitas.

Mas a Bíblia permite isso? Essa é a questão. Você pode chegar lá racionalmente. Você pode chegar lá filosoficamente. Você pode chegar lá emocionalmente por sentir que não é justo. E a pergunta sempre surge, "Bom, e as pessoas que não têm a mensagem? E quanto às pessoas que não têm o evangelho?" Resposta número um, é melhor você alcançá-los com ele, porque é o que nos foi ordenado fazer. Número dois, se Deus em Seu propósito soberano, eterno e eletivo, determinou trazer as pessoas à salvação, então Ele se certificará de que elas recebam o evangelho, e nós devemos ser instrumentos pelos quais esse evangelho é proclamado.

Podemos também concluir de Romanos capítulo 1 que se as pessoas tomam a luz da criação, a luz do conhecimento de Deus na criação, se levam o que lhes foi dado como indicado em Romanos 1 e Atos 17, que Deus está muito perto deles e Deus é manifesto em Sua criação, e se eles reconhecem isso, e se reconhecem, pela consciência, que Deus lhes deu a lei escrita em seus corações, que eles são pecaminosos, e se eles têm um verdadeiro desejo por conhecer o verdadeiro Deus, e fazê-Lo lidar com seus pecados, a promessa das Escrituras é que Deus trará a luz para aquele coração que busca. O profeta do Antigo Testamento disse "Se Me buscarem com todo o seu coração vocês" - o que – "me encontrarão". Jesus disse isso no Sermão do Monte "Buscai e achareis". Mas, há pessoas que estão oferecendo esta heresia dentro dos limites amorfos do evangelicalismo; que embora Jesus seja o único Salvador - eles dirão isso - e Ele é o único sacrifício pelo pecado, as pessoas serão salvas sem nunca saber sobre Ele, ou sem saber sobre Seu sacrifício, ou mesmo sem saber que Ele existiu. E nós conversamos sobre isso na última vez.

Onde você vai para obter uma resposta para isso? Não em suas emoções, não em sua teologia auto-inventada, não em sua filosofia, não em seu raciocínio. Há apenas um lugar para ir para responder à pergunta, os pagãos podem ser salvos sem o evangelho, e é para a Bíblia, certo? Vamos ouvir o que Deus tem a dizer. Nós não sabemos nada no reino espiritual na área da salvação, a menos se formos à revelação sobrenatural de Deus na Escritura. Não está disponível para nós através de nossa intuição ou nossa razão. Podemos saber algumas coisas sobre Deus. Podemos saber o suficiente para sermos indesculpáveis, mas não o suficiente para ser salvo. Podemos saber o suficiente para sermos indesculpáveis, podemos saber o suficiente para fazer tentativas, mas não podemos saber o suficiente para conhecer a verdade; isso tem que vir através da Escritura, e nós veremos isso em um momento.

Agora, ao olhar para a Escritura - na semana passada, vimos Gênesis 3, Romanos 1:18 e seguintes, e 1 Coríntios 1:18 a 21. O que vimos foi que o homem, sem ajuda da revelação, sem ajuda da revelação sobrenatural de Deus, não pode conhecer a vontade de Deus, não pode chegar a Deus. De fato em Romanos 1, embora conheça a Deus em algum grau, através de sua razão, ele sabe que há um criador, que há uma causa para o efeito em que todo o universo existe, ele pode raciocinar isso, ele pode raciocinar algo sobre o poder de Deus, algo sobre Sua divindade, algo sobre Sua moralidade, por causa da consciência, como diz Romanos 2, mas ele não pode chegar a Deus. Ele só pode saber o suficiente para ser indesculpável; Ele não pode saber o suficiente para ser salvo, porque conhecer o caminho da salvação requer a revelação do registro da salvação em Jesus Cristo. E assim vimos que tudo o que termina no homem, em Romanos 1, é que ele toma o conhecimento de Deus, rejeita o conhecimento de Deus, torna-se um tolo e transforma a verdade sobre Deus em um ídolo e uma imagem. Assim ele perverte isso, ele acaba como um idólatra que sente a fúria e a ira de Deus.

Primeira Coríntios 1 nos diz a mesma coisa. Os mais eruditos, os mais educados, os mais instruídos, os mais letrados, os mais sábios dos sábios, quando alcançam o epítome do seu raciocínio humano, a racionalização humana, a religião humana, acabam sendo tolos. Primeira Coríntios 1 diz, "A sabedoria do homem é" - o quê - "loucura para Deus". Eles não chegam a Deus. É loucura, está vazia, é inútil, e 1 Coríntios 1 diz, "O homem pela sabedoria não conheceu a Deus." Você não chega lá através da teologia natural. Você não chega lá por nenhum processo de razão humana, intuição ou religião - e lidamos com essas passagens. Agora eu quero levá-lo a alguns outros textos esta manhã. Voltemos a 1 Coríntios capítulo 2 e mais uma vez este é mais um estudo bíblico do que um sermão e eu estou realmente apenas meio que tocando essas escrituras e pegando alguns elementos salientes. Eu não posso entrar em detalhes, eu não tenho tempo para isso; você pode ler os comentários que eu escrevi sobre 1 Coríntios, Romanos, o livro de Atos, quando chegarmos lá e obter mais detalhes. Mas eu quero que vocês olhem para 1 Coríntios capítulo 2 porque há muita percepção aqui para responder à nossa pergunta - os pagãos podem ser salvos sem o evangelho?

O final do versículo 10 de 1 Coríntios 2, começando na última metade do versículo 10 diz, "orque o Espírito a todas as coisas perscruta, até mesmo as profundezas de Deus". Aqui está um princípio simples. Se queremos saber o que Deus pensa, se queremos conhecer as coisas profundas de Deus, se queremos conhecer as coisas que não são acessíveis a nós - podemos saber algumas coisas sobre Deus. Ele é poderoso, Ele é um Deus de ordem, Ele é complexo, Ele é um Deus de beleza, Ele é um Deus de vida. Podemos ver muito na criação e podemos concluir muito. Mas se queremos saber o que não está na superfície, o que não é uma espécie de empiricamente visível, se queremos conhecer o lado espiritual de Deus, se queremos saber sobre a lei de Deus, ou se queremos saber sobre a salvação de Deus, se queremos saber sobre a justiça de Deus, a redenção de Deus, as coisas que estão abaixo da superfície, o Espírito procura essas coisas. Temos de saber que o Espírito de Deus conhece as coisas profundas. Por quê? Porque o Espírito é Deus, certo? O Espírito de Deus é Deus, um com Deus. E assim não temos acesso às coisas profundas, temos acesso apenas ao que é visível, para nós o que é empírico, o que está na superfície, o que é manifesto para os sentidos humanos. Nós não sabemos das coisas espirituais sobre Deus, a natureza de Deus, a essência de Deus, a vontade de Deus, a salvação de Deus. Essas coisas não sabemos. O Espírito as conhece.

No versículo 11 é uma espécie de analogia - "Porque qual dos homens sabe as coisas do homem, senão o seu próprio espírito, que nele está?" Eu não sei seus pensamentos. Você não conhece meus pensamentos. Não conhecemos os pensamentos uns dos outros. Podemos estar próximos uns dos outros, podemos ser casados, podemos estar na mesma família, podemos estar envolvidos em uma empresa comum; ainda assim não temos acesso aos pensamentos um do outro. Tudo o que sabemos é o que é manifesto. O único que conhece o pensamento é o espírito do homem que tem o pensamento. E é apenas uma analogia, então aqui estamos com Deus; somos como se estivéssemos um com o outro, podemos saber o que vemos, podemos ver uma certa quantidade de conduta, podemos tirar algumas conclusões, mas não sabemos as coisas profundas. Nós não sabemos o pensamento, o que está acontecendo na mente e no coração de um indivíduo. E o mesmo vale para Deus. Podemos ver o que é manifestado pelo que Ele fez, mas não podemos conhecer as coisas profundas de Deus, assim como eu não sei o que está em você. O espírito de um homem sabe o que está nele e o Espírito de Deus conhece as coisas profundas de Deus.

Assim se vamos conhecer as verdades salvadoras, se vamos conhecer as verdades profundas de Deus, as verdades espirituais, então terão de ser reveladas a nós. E assim diz o versículo 11, "Assim, também as coisas de Deus, ninguém as conhece, senão o Espírito de Deus". E então ele continua dizendo "Ora nós" - isto é, os apóstolos este é Paulo, e os outros apóstolos que escreveram A Escritura - "não temos recebido o espírito do mundo, e sim o Espírito que vem de Deus, para que conheçamos o que por Deus nos foi dado gratuitamente". E o que é dado gratuitamente por Deus? Perdão do pecado, salvação, esperança da vida eterna, todas as bênçãos da justificação, santificação, glorificação. Você não pode saber dessas coisas pela razão humana. Você não pode encontrá-las por uma experiência de tubo de ensaio. Você não pode saber disso pela racionalização. Isso só é conhecido pela revelação do Espírito Santo. Você não pode saber sobre o céu exceto o que a Bíblia o revela, certo? Você não pode ir lá e não saber sobre ele. Você não pode saber sobre a salvação a menos que a Bíblia lhe diga. Você não pode conhecer os meios do perdão, o plano de Deus na redenção. E assim Paulo diz que nós recebemos esta informação.

Paulo obviamente - que escreveu pelo menos 13 epístolas no Novo Testamento coletivamente - e os outros que escreveram as Escrituras, estão incluídos no "nós". "não temos recebido o espírito do mundo, e sim o Espírito que vem de Deus, para que conheçamos o que por Deus nos foi dado gratuitamente". E então ele diz, "Disto também falamos"- versículo 13 -"não em palavras ensinadas pela sabedoria humana, mas ensinadas pelo Espírito." Combinando pensamentos espirituais com palavras espirituais - é uma grande declaração. Ele não só nos deu os pensamentos, o Espírito Santo não só nos deu os pensamentos, mas Ele nos deu - o que? - as palavras e nós registramos as palavras. "Toda a Escritura é dada por inspiração de Deus" certo? E 1 Pedro diz "Eles foram movidos pelo Espírito Santo e eles escreveram." Essa é a única maneira que podemos saber sobre a redenção. Essa é a única maneira que podemos saber sobre a salvação. Essa é a única maneira com que podemos conhecer as coisas que estão abaixo da superfície as coisas profundas de Deus. Você desce no poço espiritual e isso só está disponível para nós porque foi dado pelo Espírito Santo aos apóstolos que o escreveram e eles tomaram pensamentos espirituais e os colocaram em palavras espirituais.

Agora, olhe o versículo 14, e poderíamos pegar este versículo e deixá-lo diante dos olhos de qualquer um que defenda a teologia natural. Ouça isto, "Ora, o homem natural não aceita as coisas do Espírito de Deus, porque lhe são loucura; e não pode entendê-las, porque elas se discernem (são avaliadas ou examinadas) espiritualmente”. Aqui está o problema. Um homem natural que não é ajudado pela revelação sobrenatural, sem ajuda da Escritura, um homem natural não pode conhecer as coisas que só o Espírito de Deus conhece. Ele não pode saber as coisas profundas. Para ele são loucura; são completamente absurdas, é o que ele está dizendo. Ele não pode compreendê-las. Ele não pode entendê-las. Ele não pode compreendê-las porque são espiritualmente avaliadas, elas não são racionalmente avaliadas. Elas não podem ser examinadas por uma mente racional. Elas não podem ser examinadas por qualquer estudo empírico. Não podem ser alcançadas por qualquer intuição humana. Não está disponível.

Então, para onde a teologia natural leva você? Aqui está o versículo do teólogo natural. A teologia natural não leva a lugar nenhum; você não pode aceitar as coisas do Espírito de Deus, elas são loucura absoluta, elas são simplesmente um absurdo. Você não pode compreendê-las porque elas só podem ser avaliados através do poder e da revelação do Espírito Santo - é um versículo muito importante. Mas para aqueles de nós que conhecem a Escritura que foram ensinados pelo Espírito Santo através da Escritura - o final do versículo 16 diz - "temos a mente de Cristo". E isso realmente é crítico porque isso completa a trindade. O Pai é Deus. O Espírito de Deus sabe exatamente as coisas profundas de Deus as coisas que não são visíveis na superfície pelos sentidos, pelos cinco sentidos e pela nossa razão humana. Ele, o Espírito, conhece toda a profundidade das verdades espirituais que constituem a mente de Cristo. Qual é a mente de Cristo? É a maneira que Ele pensa. Nós sabemos como Cristo pensa. Você diz "Como sabemos como Cristo pensa?" Porque é revelado aqui, certo? Nós sabemos como Ele pensa. Conhecemos os pensamentos de Deus sobre a salvação. Conhecemos os pensamentos de Cristo sobre a salvação, porque o Espírito Santo os revelou a nós aqui na Escritura. O homem natural sem ajuda da mente de Cristo revelada através do Espírito não chega a lugar nenhum. Ele acaba sem entender. Ele se torna um tolo, assim como Romanos 1 disse, assim como 1 Coríntios 1 disse; Ele continua repetindo a mesma coisa uma e outra vez - se você está em Romanos 1, 1 Coríntios 1, 1 Coríntios 2, você tem o mesmo efeito. O homem por conta própria torna-se um tolo e acaba em julgamento.

A única maneira que você pode conhecer a mente de Deus com relação às coisas profundas, as coisas que se relacionam com a salvação, é através da revelação da Escritura. É por isso que ele diz que "vivemos por toda palavra que procede" - de onde? - "da boca de Deus" Mateus 4:4. É por isso que Jesus em João 14:26 disse aos discípulos "mas o Consolador, o Espírito Santo, a quem o Pai enviará em meu nome, esse vos ensinará todas as coisas e vos fará lembrar de tudo o que vos tenho dito.” Ele vai instruir vocês para que vocês possam escrever as coisas profundas que não são discerníveis para os sentidos humanos ou intuição humana. Você tem que ter revelação do Espírito para conhecer as coisas profundas as coisas que consideram a salvação, que constituem a mente De Cristo. Nós, o apóstolo Paulo diz, temos essa mente de Cristo; Nós sabemos exatamente como Cristo pensa, nós sabemos exatamente como Deus pensa sobre esses assuntos porque ele foi revelado a nós pelo Espírito Santo. Você não chega ao verdadeiro conhecimento de Deus sem a Bíblia. Você não chega ao verdadeiro conhecimento de Deus sem o evangelho de Jesus Cristo. Apenas o oposto é verdadeiro, você termina acima e acaba se tornando um tolo. Você acaba não entendendo. Você acaba na ignorância. E o melhor que a sabedoria humana pode produzir é ignorância sofisticada, loucura sofisticada.

Agora vamos para o décimo sétimo capítulo de Atos porque há mais a dizer, mas eu preciso continuar me movendo para chegar aos textos restantes em Atos 17. Agora eu tive, por algumas vezes, o privilégio de pregar no Areópago, na colina de Marte em Atenas. Qualquer de vocês que foram lá, passeando por Atenas, talvez tenham ido a este lugar; É logo abaixo do Parthenon que é naturalmente a famosa acrópole, ali onde adoravam as falsas religiões do Império Grego. E é meio que entre aquele lugar alto e o lugar baixo, a Ágora, o mercado, está esta colina chamada Colina de Marte do Areópago. É onde os filósofos sempre se reuniam e nos tempos antigos você não tinha televisão, você não tinha rádio, você não tinha a impressão da maneira que conhecemos hoje então tudo era verbal. E você ia para a escola, por assim dizer, indo lá em cima, e as várias elites, os alfabetizados, os filósofos, os oradores, estavam lá em cima, e eles tinham seus pequenos agrupamentos, e eles expunham suas filosofias. E assim Paulo foi até lá e fez essencialmente o que era uma coisa muito normal a fazer no versículo 22. Eles estavam nisto. O versículo 21 diz que eles adoravam chegar lá e ouvir coisas novas.

Então Paulo ficou em pé no meio do Areópago e disse "Senhores atenienses! Em tudo vos vejo acentuadamente religiosos." Bom, para algumas pessoas hoje, isso pode soar como suficiente, você sabe, apenas ser muito religioso em todos os aspectos e isso é tudo o que é realmente necessário. E se você é muito religioso em todos os aspectos você sabe que Deus vai contar isso como um negócio justo e você está dentro mesmo se você não sabe mais nada. Mas ele lhes diz "Em tudo vos vejo acentuadamente religiosos; porque, passando e observando os objetos de vosso culto, encontrei também um altar no qual está inscrito: AO DEUS DESCONHECIDO." Eles tinham muitos altares lá em cima e muitos deuses que eles adoravam, mas eles tinham esse sentimento de que poderia ter deixado de fora um, e eles não queriam ofendê-lo. Eles não sabiam quem ele era, mas apenas para remover qualquer ofensa desnecessária eles faziam uma concessão e colocaram um altar para o deus desconhecido.

E ele lhes disse, "Esta é uma coisa muito religiosa a se fazer, esta é uma coisa nobre a se fazer. Vocês não conhecem a Deus, não tiveram Sua revelação, não têm o Antigo Testamento, vocês não conhecem o Deus que é o criador, o Deus que sustenta o universo, o Deus que É o Deus de Isaque e - Abraão, Isaque e Jacó, o Deus de Israel, o Deus vivo e verdadeiro, o único Deus verdadeiro. Vocês não sabem sobre esse Deus, mas vocês são muito religiosos e fizeram um esforço nobre, pessoal, vocês realmente fizeram. Vocês fizeram tanto quanto vocês poderiam fazer sem terem uma revelação sobrenatural, e vocês tem essa coisa para o Deus desconhecido." Ele lhes diz no versículo 23, "Pois esse que adorais sem conhecer é precisamente aquele que eu vos anuncio." Deixe-me dizer a vocês, pessoas ignorantes, quem é esse realmente. Então aqui estavam eles tendo alcançado o seu epítome da religião, e eles eram tão ignorantes quanto um ignorante pode ser. Então ele diz, "Eu quero lhe dizer quem é esse Deus que vocês não conhecem".

Eles não conheciam a Deus e Deus sabia que não conheciam a Deus. Paulo sabia que não conheciam a Deus, e Paulo quer que eles saibam que não conhecem a Deus. Ele diz, "Deixe-me apresentá-lo a vocês. Ele é o Deus que fez o mundo e todas as coisas nele. Visto que Ele é o Senhor ou o soberano do céu e da terra Ele não habita em templos feitos de mãos, nem é servido por mãos humanas." Você não caminha até Ele com um prato cheio de coisas. Você não coloca uma coroa de flores no pescoço dele. Você não faz algum tipo de oferta a Ele. Esse não é o tipo de Deus que Ele é. Ele não precisa de nada. Você não precisa alimentá-lo. Você não tem que colocar flores nele. Ele não precisa de nada. "pois ele mesmo é quem a todos dá vida, respiração e tudo mais." Versículo 26 "de um só fez toda a raça humana para habitar sobre toda a face da terra, havendo fixado os tempos previamente estabelecidos e os limites da sua habitação."

Este é Deus - este é o Deus dos deuses. Este é o criador. Este é o que fez tudo na terra e tudo no céu. Este é o Espírito que não pode ser confinado a qualquer tipo de templo, e eles tinham todos esses templos para todas as divindades de suas artimanhas. Ele não é um deus que precisa dessas pequenas coisas triviais entregues a Ele. Ele mesmo é aquele que dá vida e respiração a todas as coisas. Ele criou tudo, Ele sustenta tudo e perpetua tudo no poder que Ele tem para dar vida. Ele é o Deus que determina que as nações existam, onde elas existam e quando elas existam, o ponto de sua origem o ponto de sua conclusão. Ele é o encarregado da história. Este é o Deus que você não conhece. Este é o Deus de quem você é ignorante. Você não pode adorar alguma divindade e dizer, "Oh bem, essa é a melhor aposta que eles podem fazer, eles estão realmente adorando o Deus verdadeiro." Não, eles não estão. Paulo diz que não. Você não está adorando a Ele. Agora ele admite no versículo 27, você pode estar buscando Deus, você pode estar numa espécie de busca, “se, porventura, tateando, o possam achar, bem que não está longe de cada um de nós" “Se nós tatearmos o suficiente e tipo que meandrar o suficiente em nossas meditações, intuições e experiências religiosas, podemos encontrar este Deus.”

E então ele acrescenta no verso 27, "bem que não está longe de cada um de nós." Você sabe quão perto Ele está? Versículo 28, "Nele vivemos, e nos movemos e existimos". Você sabe quão próximo Deus está do pagão? Ele está tão perto que Ele está lá. Ele é onipresente. Ele é a fonte da vida. Eles não tomariam outro fôlego se Deus não estivesse lá. Isso é o quão perto Ele está, e eles ainda não O conhecem, eles ainda tateiam ainda estão procurando, ainda estão na ignorância eles ainda não O podem encontrar embora Ele esteja bem ali. Eles não podem encontrá-Lo. Essa é a questão. Um de seus poetas até mesmo reconhece, diz no versículo 28, "alguns dos vossos poetas têm dito: Porque dele também somos geração." Antes da evolução ninguém teve esse pensamento estúpido de que ninguém, nada nada iguala tudo. Antes da evolução ninguém podia inventar algo tão ridículo quanto o fato de que tudo saía do nada. Todo mundo entendia que havia uma causa para cada efeito, tinha que haver um criador, tinha que haver um criador pessoal, tinha que haver um criador moral, porque somos pessoas que entendem a lei moral. Tinha que haver, eles sabiam disso. E até mesmo um poeta pagão disse "Nós sabemos que há um criador e sabemos que somos seu produto, sabemos disso e estamos tentando". E Paulo diz "Você sabe de uma coisa? Ele está realmente muito, muito perto, porque você vive e se move nEle. Ele está muito, muito perto e você está tocando, tão perto quanto Ele é e tanto quanto você tatea você não pode se conectar - não pode se conectar. Na verdade você sabe o que você fez? Você fez uma coisa terrível.

Versículo 29, "Sendo, pois, geração de Deus, não devemos pensar que a divindade é semelhante ao ouro, à prata ou à pedra, trabalhados pela arte e imaginação do homem." Você sabe o que eles fazem? Isto é o que eles fazem, isto é exatamente o que Romanos 1 diz. Eles estão tateando Deus, está muito perto, seus sentidos dizem que tem que haver um criador, seus sentidos lhes dizem a razão, lhes diz que Ele é inteligente, Ele é complexo, Ele ama a beleza, Ele tem imenso poder, etcétera, etcetera. Seus sentidos lhes dizem muito sobre Deus e Ele está muito próximo porque sua respiração é a própria essência do poder da vida de Deus sobre a qual eles sobreviveram. Ele está muito perto. Eles estão tateando Deus, está perto mas você sabe o que acontece? Em vez de vir a conhecer o verdadeiro Deus eles fazem um ídolo. Isso é exatamente o que eles fazem, e é exatamente o que ele diz em Romanos 1. Porque como vimos em 1 Coríntios 2, por sua teologia natural eles não podem entender Deus, eles não podem entender as coisas do Espírito de Deus eles não podem entender o Caminho para Deus, eles não podem entender os meios de salvação ou um relacionamento com Deus. E assim o que eles acabam nos ídolos - ídolos. E assim você não fez nenhum favor ao Deus verdadeiro você acabou de transformá-lo em uma coisa de pedra aqui, chamado "o deus desconhecido." Isso não é Deus. Você não deve pensar que Deus é uma rocha ou Deus é um pedaço de ouro ou um pedaço de prata.

E sabe de uma coisa? Versículo 30, "Ora, não levou Deus em conta os tempos da ignorância" - você sabe, Deus tem sido paciente com você até agora - "agora, porém, notifica aos homens que todos, em toda parte" - o que? - "se arrependam” - Arrependam-se de sua religião, arrependam-se de sua idolatria, arrependam-se de seus deuses falsos, arrependam-se de sua falsa compreensão de Deus, arrependam-se. Ele não está falando sobre arrepender-se dos pecados categóricos de que geralmente falamos quando pensamos em arrependimento. Ele está dizendo que é melhor você se virar - arrepender-se e virar 180 graus e ir na direção oposta - é melhor você se afastar dessa falsa religião e é melhor você ir na direção certa. Por quê? Porque o versículo 31 diz, "porquanto estabeleceu um dia." E que dia é esse? "em que há de julgar" - quem - "o mundo" - ele está falando sobre o dia do juízo. O dia do Juízo está chegando e Ele vai julgar esse mundo em justiça e Ele vai julgar esse mundo através de um Juiz que Ele já identificou. João 5:22 a 27 diz, "E o Pai a ninguém julga, mas ao Filho confiou todo julgamento"- isto é, Jesus. Deus vai julgar o mundo Ele vai julgar o mundo com retidão, isto é, em uma base justa, uma base verdadeira, justa, reta e equitativa por Cristo. Ele designou Cristo para ser o juiz e Ele provou a todos que Cristo é o juiz, ressuscitando-o dos mortos.

Oops - Paulo agora entrou no evangelho e ele deve ter explicado mais sobre isso porque o versículo 32 diz, "Quando ouviram falar da ressurreição de mortos" - ele deve ter explicado a ressurreição e ele deve ter explicado a morte de Cristo. Como você pode explicar uma ressurreição se você não explicar a morte, certo? Você tem que supor que ele pregou a cruz porque estava determinado a não saber nada exceto a cruz e assim ele pregou a cruz e ele pregou a ressurreição e ele diz, "Olha, vocês têm que se arrepender de sua falsa religião. Não importa o fato de que vocês sejam muito religiosos em todos os aspectos " como diz o versículo 22. "Não importa se vocês chegaram à conclusão de que vocês são a geração de Deus; Isso é um sentimento agradável. O problema é que vocês não conhecem Deus por isso. Ele está muito perto, vocês estão tocando, mas vocês não podem se conectar; Há apenas uma maneira de se conectar e é através do evangelho de Jesus Cristo que morreu como um substituto do pecado, pagou o preço pelo pecado e ressuscitou. Quando o Pai estava afirmando a satisfação daquela morte, Ele o ressuscitou dos mortos e o fez Senhor e Juiz. E esse é o caminho da salvação pela fé em Cristo e Ele mesmo julgará aqueles que O rejeitam."

E o que eles fizeram? Eles começaram a - o que - zombar, zombar, certo? Mesmo quando ouviram o evangelho, a pregação da cruz era para eles - o que? - tolice, 1 Coríntios 1. Eles não podem - eles não podem entendê-la. Eles estão perdidos sem ele e quando eles ouvem eles zombam. É tolice. Mas alguns deles disseram "Nós vamos ouvir você sobre isso novamente. Nós queremos mais. Então Paulo saiu de entre eles, mas alguns homens se juntaram a ele e creram, dentre os quais estava Dionísio o Areopagita, uma mulher chamada Damaris e outros com eles." Houve algumas pessoas que receberam a mensagem e creram. Você vê, o Senhor está nos dando um texto aqui que diz que, aqui está um homem que foi para os pagãos e disse, "Vocês são muito religiosos e vocês sabem que há um Deus. Vocês não têm a Bíblia, vocês não têm o evangelho." Ele não diz, "Não se preocupem com isso rapazes." Ele diz, "É melhor vocês se arrependerem, é melhor se arrependerem, seguirem noutra direção, e a outra direção é que vocês entendam melhor que a única maneira que vocês conhecerão a Deus, a salvação e o perdão é pelo entendimento de que Deus designou um juiz. E esse juiz, que julgará todos os pecadores, esse juiz não é outro senão o homem, e o homem é Cristo Jesus, que morreu na cruz como um sacrifício pelo pecado e foi ressuscitado por Deus dentre os mortos para afirmar que Ele tinha oferecido um sacrifício suficiente e completo. E ao crer" como diz Romanos 10, "que Jesus é o Senhor, confessando com a sua boca, Jesus é o Senhor, e crendo no seu coração que Deus o ressuscitou dentre os mortos, será salvo.

O homem natural é ignorante. O homem natural é idólatra. É onde ele está. Isso é o que você vê em Romanos 1, ele está lá, ignorante e idólatra. Você o vê em 1 Coríntios 1, e o que é ele? Ele é tolo e pensa que é sábio, mas sua sabedoria é tola sobre Deus. E aqui está mais uma vez o mais sábio dos sábios, os letrados, a elite, a confiança cerebral de Atenas, os mais religiosos, os mais racionais e os mais eruditos, tentando encontrar Deus e acabam como idólatras, que melhor seria se se arrependesse, ou ser julgado eternamente por aquele que lhes oferece a salvação através da Sua morte e ressurreição. O homem natural é ignorante. O homem natural é idólatra. O homem natural não pode em virtude de qualquer esforço natural conhecer a Deus. Mas não é apenas que ele seja deixado no limbo ou alguma posição neutra. Volte-se para 1 Coríntios capítulo 10 - isto está realmente destruindo esta heresia, 1 Coríntios capítulo 10.

Deixe-me lhe dar um pequeno cenário. Você é um cristão, você está vivendo em Corinto. Você foi convertido da falsa religião, e você se casou; É claro sua esposa é talvez uma cristã vamos dizer. Vocês dois vieram a Cristo vocês estão na igreja. Mas sua sogra ainda está adorando Dionísio ou algum deus falso. E sua sogra diz, "Você sabe eles estão tendo um grande banquete no templo e é realmente importante que você venha porque eles vão honrar seu sogro e toda a família vai estar lá, e é realmente importante você vir." E assim sua esposa tão bem intencionada como ela é, como uma cristã, sente a pressão da mãe. E você diz "Bom, você sabe eu não quero ir, mas também não quero piorar as coisas com minha sogra. O que eu vou fazer?" Então você vai para o templo de Dionísio e você entra lá e é uma orgia para um deus falso. E é uma comilança, e você come parte do alimento, e parte do alimento é oferecido como um sacrifício ao deus falso. E você se sente muito mal nisso, mas você sabe, afinal de contas, você sabe que insistencia de sua sogra torna a coisa difícil porque sua esposa sente isso, e então fica difícil, e você sabe, se ela não está feliz você não está feliz e então você faz isso. Quer dizer, você pode imaginar a pressão. Esse é apenas um cenário possível. Poderia haver muitos mais. E então você vem à mesa do Senhor na sequencia e você toma a ceia do Senhor; E você está sentado lá e você está tomando o pão e o cálice e honrando o Senhor, e você acabou de sair de um lugar onde você estava em uma festa que estava honrando um deus falso.

Agora alguém poderia dizer "Bom, você sabe essas pessoas não conhecem nada que seja melhor. Rapaz, é uma boa tentativa de encontrar o Deus verdadeiro. É um bom esforço, e se eles tentam viver um nível acima do resto das pessoas em sua comunidade, talvez Deus vai aceitar isso." Eu quero que você capte a imagem aqui. Versículo 20 - este é exatamente o cenário aqui em Corinto versículo 20. Não, ele diz, um ídolo não é realmente nada, um ídolo em si mesmo, um ídolo de pedra não é nada, "Mas digo que as coisas que os gentios sacrificam Eles sacrificam aos demônios e não a Deus." Você entende isso? Isso não é um sacrifício a Deus. A propósito os gentios - o que são gentios? Qualquer um que não seja judeu - as nações, ethnos, as nações, todas, os pagãos, os bárbaros, o todo os pagãos - todo o mundo, todos eles - e tudo o que sacrificam a seu suposto ídolo de pedra, prata e ouro e ídolos de madeira, e tudo o mais, não é oferecido a Deus é oferecido a - eles não estão envolvidos com o verdadeiro Deus, eles estão envolvendo as forças do inferno. Eles estão ligados com Satanás e demônios. Nunca entenda mal isso.

Você diz "Bom, aqueles pobres pagãos bem-intencionados, você sabe, eles estão apenas trabalhando de maneira o mais fácil possível para Deus da maneira que eles sabem". O fato é que eles estão trabalhando para o inferno. Eles estão se conectando com forças demoníacas, que estão representando os ídolos que não existem. Não há outros deuses além do verdadeiro Deus, certo? As pessoas acreditam que existem porque os demônios personificam os deuses que adoram e fazem coisas suficientes para manter essas pessoas conectadas a essas divindades - embora sejam falsas deidades. Não é apenas neutro. Não é apenas "muito ruim, eles são ignorantes." Não é apenas "muito ruim eles estão meio que no limbo" - eles não estão. A razão natural, que tenta encontrar Deus, acaba sendo ignorante. A razão natural, que tenta encontrar Deus, acaba sendo idólatra. A razão natural, que tenta encontrar Deus, acaba sendo demoníaca. Os demônios estão por trás de todas as falsas religiões. Eles estão por trás de todos os sistemas filosóficos e religiosos. Eles estão por trás - e essa passagem maravilhosa 2 Coríntios 10:3 a 5 - eles estão por trás de "toda altivez que se levante contra o conhecimento de Deus." Qualquer idéia anti-Deus é demoníaca - é demoníaca. Qualquer - qualquer coisa falsa sobre Deus, tudo o que é anti-bíblico, é demoníaco.

Satanás se disfarça juntamente com seus demônios como anjos ou ministros de luz. O deus dos budistas é um demônio. O deus dos muçulmanos é um demônio. Os deuses dos hindus são demônios. O deus dos Mórmons é um demônio. O deus das Testemunhas de Jeová é um demônio - e todas as outras religiões que rejeitam a Cristo. É tudo demoníaco. Isso leva de volta a Deuteronômio, o Pentateuco, a velha lei. Deuteronômio 32:17 Moisés escreveu "Daqueles que sacrificam aos demônios que não eram Deus". Você também pode comparar o Salmo 106:37. Eles não vão para Deus vão para Satanás e demônios. Você sabe uma boa maneira de ilustrar isto é em 2 João, há três versículos 9, 10 e 11. E em 2 João 9, 10 e 11 João escreve que se você se desviar do que a Bíblia ensina sobre Cristo, se você se desviar do que a Bíblia ensina sobre Cristo - não estamos dizendo que você nega a Cristo, que nega que Ele viveu, que nega que Ele morreu, mas se você se desviar do que a Bíblia diz a respeito de Cristo, diz "Qualquer um que faz isso não tem Deus." O ponto é: você pode acreditar na trindade, você pode acreditar no nascimento de Cristo, você pode acreditar na vida de Cristo, você pode acreditar na morte de Cristo, mas se você disser que Ele não é Deus - esse detalhe - se você disser que Ele não viveu uma vida sem pecado, se você disser, bem Ele realmente não morreu uma morte substitutiva, se você disser que Ele literalmente não ressuscitou dos mortos - se você negar qualquer coisa que é biblicamente revelado sobre Cristo você não tem Deus. Então escute isso, se você está mesmo errado sobre Jesus, você não conhece a Deus - sem dizer que você nem mesmo sabe sobre Jesus. Você está apenas se envolvendo com demônios.

As pessoas me perguntaram "Existe muita religião satânica em nossa sociedade?" Sim, tudo, menos a verdade. Tudo, exceto o verdadeiro cristianismo, é satânico em um grau ou outro e em uma manifestação ou outra. Não é que todos, como alguns, adorem a Satanás; Há algumas pessoas que apenas adoram Satanás como tal. Mas qualquer um que não adore o Deus verdadeiro e vivo através de Jesus Cristo, na verdade adora Satanás. Você não quer fazer isso, eu acho, porque Deus fica muito ciumento; Versículo 22 "Ou provocaremos zelos no Senhor?." "não podeis ser participantes da mesa do Senhor e da mesa dos demônios" diz no verso 21. Versículo 22 "Ou provocaremos zelos no Senhor?” Deuteronômio 32:21 Deus disse, "A zelos me provocaram com aquilo que não é Deus; com seus ídolos me provocaram à ira". Deus não olha para um ídolo e diz, "Ah, isso é uma boa tentativa eu acho que é uma tentativa boa o suficiente para fazer você entrar." Deus olha para um ídolo e diz, "Isso me deixa com ciúmes isso me provoca à ira" e você não quer provocar o Senhor à ira. Por quê? Porque você não é mais forte do que Ele. Eu não acho que você quer envolver Deus, não é mesmo? A única maneira que você gostaria de lidar com Deus é se você fosse mais forte do que Ele, e você não é - muito sério. Assim o melhor que o homem pode fazer, sua melhor religião, sua melhor razão, vem com tolice, ignorância, idolatria e envolve as forças do inferno e empurra-os em sua vida.

Mais uma passagem de grande importância, Romanos 3 - eu não tenho tempo para desenvolvê-la completamente mas eu só preciso fazer alguns comentários. Romanos 3:10, e então eu vou lhe dar mais um e terminaremos. Romanos 3 versículo 10, aqui está a acusação universal da humanidade. Romanos 3:10 "Não há justo" - quantos - "nem um sequer". Alguém, se isso não estivesse lá, teria dito, "Exceto eu" e Deus disse "Não, nem um." "Não há justo, nem um sequer, não há quem entenda." Vimos isso em 1 Coríntios 2:14. "Não há quem busque por Deus." Eles não vão por esse caminho. Você não chega lá pelo caminho natural. Em vez disso, “todos se extraviaram, à uma se fizeram inúteis; não há quem faça o bem, não há nem um sequer”. Eles não fazem o bem. Não é bom. Como John Gershner costumava dizer, "É ruim bom." Pode ser bom no nível humano, é bondade ou ser agradável para alguém ou beneficente. Mas é um bom ruim porque o motivo não é glorificar a Deus, e qualquer coisa menos do que isso é um motivo errado. Eles não fazem o bem. Na verdade, a verdade da questão, é que eles são miseráveis ​​no interior. “A garganta deles é sepulcro aberto; com a língua, urdem engano, veneno de víbora está nos seus lábios, a boca, eles a têm cheia de maldição e de amargura; são os seus pés velozes para derramar sangue, nos seus caminhos, há destruição e miséria; desconheceram o caminho da paz. Não há temor de Deus diante de seus olhos." Essa é uma descrição da humanidade.

E o que é isso? Versículo 19, o final do versículo, "cale toda boca" - toda boca é fechada. Não abra a boca e tente se defender. Não diga "Mas Deus, eu tentei; Eu sou uma pessoa muito boa, eu sou certamente melhor do que as pessoas aqui. E eu sou muito melhor do que algumas pessoas que conheço, e você também as conhece." Você pára as bocas, fecha a boca você é apenas responsável perante Deus. Tudo o que a revelação natural faz por você é torná-lo responsável perante Deus e inexcusável e ele fecha a sua boca. Você não tem nada a dizer porque no versículo 20, por suas ações, suas obras da lei, que significa suas boas ações, suas ações religiosas, ninguém vai ser justificado aos olhos de Deus. Você não pode chegar lá do ponto de vista das obras. E ouça-me - se você pudesse ser salvo sem o evangelho então a salvação seria pelas obras. Ninguém vai se justificar dessa maneira e há apenas uma maneira de ser justificado, e ele continua a descrevê-lo versículo 22, "justiça de Deus mediante a fé em Jesus Cristo, para todos [e sobre todos] os que crêem;". Você tem que vir a Cristo; Você tem que crer em Cristo, o único caminho da salvação. Versículo 23, "pois todos pecaram e carecem da glória de Deus, sendo justificados gratuitamente, por sua graça, mediante a redenção que há em Cristo Jesus" - a única maneira de ser salvo é pela fé em Jesus Cristo.

Certo, mais uma passagem. Segunda Tessalonicenses 1:8, isto é breve mas muito potente. Segunda Tessalonicenses 1:8 - na verdade provavelmente devemos começar no versículo 7. O versículo 7 fala sobre o meio do versículo "quando do céu se manifestar o Senhor Jesus com os anjos do seu poder, em chama de fogo". Esta é a segunda vinda, isto é quando - este é o dia, você se lembra, o dia de Atos 17, este é o dia que Ele designou no qual o homem Jesus vai ser o juiz. Quando chegar esse dia "o Senhor Jesus será revelado do céu com seus poderosos anjos em fogo flamejante" e Ele está vindo em furioso julgamento final. Agora note o versículo 8 muito, muito importante. "em chama de fogo, tomando vingança." Vingança significa julgamento, significa pagamento, punição; a quem? "contra os que não conhecem a Deus" - e quem são eles? "contra os que não obedecem ao evangelho de nosso Senhor Jesus" - que é projetado na língua grega para ser uma explicação de "aqueles que não conhecem a Deus." A palavra "e" seria melhor traduzida por "mesmo" porque é uma descrição mais detalhada das mesmas pessoas. Este julgamento final flamejante cai sobre aqueles que não conhecem a Deus em virtude do fato de que eles não obedecem ao evangelho de nosso Senhor Jesus. E "Estes sofrerão penalidade de eterna destruição, banidos da face do Senhor e da glória do seu poder".

Se você não crê no evangelho você não conhece a Deus. Se você não conhece Deus você vai ser julgado. Você pode ler o livro de Apocalipse e o desenrolar deste julgamento em grande detalhe. Veja, essas visões heréticas do inclusivismo e da misericórdia mais ampla ou como um escritor chamou isso "luz tardia" ou teologia natural - "luz posterior" referindo-se ao que Peter Kreeft disse, "Quando você morrer e for para o céu não sei se vai ficar endireitado lá em cima "- tudo isso é assustador em suas implicações. É uma heresia condenatória e mortal porque devemos alcançar as pessoas com o evangelho para que elas possam ouvir e serem salvas. O próprio Deus - Augustus Strong disse isso em sua teologia, não nestas palavras, há muitos muitos anos - o próprio Deus é a única fonte de conhecimento em relação a Seu próprio ser e um relacionamento com Ele. E Deus como a única fonte deve revelá-la a nós, e Ele tem feito isto pelo Espírito Santo que conhece as coisas profundas de Deus revelando-a aos escritores que a escreveram, e assim temos a mente de Deus e a mente de Cristo.

A teologia natural o reduz a um adorador de ídolos ignorante, envolvido com demônios e dirigindo-se para o julgamento divino. É suficiente para condenar, essa revelação natural, essa teologia natural, mas não para salvar. Deixa o homem sem desculpa, mas não sem condenação. Nossa obrigação e dever como cristãos responsáveis, então, ainda está no lugar. "Ide por todo o mundo e" - façam o que - "pregai o evangelho a toda criatura". E esse é um bom lugar para encerrar com as palavras de Jesus no final do evangelho de Marcos 15 e 16 do capítulo 16, "Ide por todo o mundo pregai o evangelho a toda criatura. Quem crer e for batizado será salvo. Aquele que não crer será condenado." Essa é a nossa comissão; permanece firme, e nós somos responsáveis por fazer isso, para que as pessoas possam ouvir a verdade salvadora.

Pai, obrigado novamente pela clareza com que a Palavra fala dessas coisas. Há muitas outras passagens que podemos abordar, muitas outras que pesam sobre esta questão importante, mas isso é suficiente para sabermos que não deixaste nenhuma dúvida e nenhuma pergunta a qualquer mente legítima sobre este assunto. A razão pela qual somos enviados aos confins da terra com o evangelho, a razão pela qual passamos com tanta paixão, convicção e sacrifício é porque é necessário que eles ouçam e sejam salvos. E Tu nos usaria, Senhor, para fazer isso? Tu nos farias sensíveis e ansiosos para apresentar o evangelho fielmente em todos os momentos a todas as pessoas? Este é o nosso chamado, a nossa comissão, a ordem que nos foi dada. Este é o nosso dever. Este é o nosso grande privilégio. E Tu exaltas a verdade e colocas para baixo todas as mentiras e confusões? Protege o Teu povo para que conheça a Tua vontade que é revelada na Tua palavra. Obrigado por isso em nome de Cristo. Amém.

FIM

This sermon series includes the following messages:

Please contact the publisher to obtain copies of this resource.

Publisher Information
Grace to You
Unleashing God’s Truth, One Verse at a Time
Back to Playlist
Unleashing God’s Truth, One Verse at a Time

Welcome!

Enter your email address and we will send you instructions on how to reset your password.

Back to Log In

Unleashing God’s Truth, One Verse at a Time
Minimize
View Wishlist

Cart

Cart is empty.

ECFA Accredited
Unleashing God’s Truth, One Verse at a Time
Back to Cart

Checkout as:

Not ? Log out

Log in to speed up the checkout process.

Unleashing God’s Truth, One Verse at a Time
Minimize